Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 17 Outubro 2019 08:28

Barbosinha pede reforma urgente na agência do Detran de Dourados Destaque

Escrito por
Barbosinha conversa com servidores do Detran, acompanhado pelo diretor em Dourados, Aparecido Duarte Barbosinha conversa com servidores do Detran, acompanhado pelo diretor em Dourados, Aparecido Duarte Assessoria

O deputado José Carlos Barbosinha (DEM-MS) preparou um dossiê, com informações, fotos e vídeos para ilustrar o pedido que vai apresentar, pessoalmente, ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB), justificando a necessidade de reforma urgente das instalações que abrigam a agência do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), em Dourados. Segundo o líder do Governo, a situação atual do prédio é incompatível com a importância estratégica do Município no contexto desse serviço que o Departamento de Trânsito oferece, a partir de Dourados, para outras 18 cidades de Mato Grosso do Sul.

“Estive no local, conversei com os servidores, verifiquei ‘in loco’ a situação e tenho certeza de que, a partir desse dossiê, vamos conseguir sensibilizar o governador Reinaldo e o nosso diretor-geral do Detran, Luiz Rocha, no sentido de voltarem os olhos para a realidade do Detran em Dourados e das vantagens que trariam uma reestruturação completa do espaço’, disse Barbosinha. “Aquilo ali está em petição de miséria”, comparou o deputado, depois de ver portas escoradas, janelas caindo, condicionadores de ar com infiltrações e vazamentos, a total falta de acessibilidade e as condições de desconforto dos servidores e usuários dos serviços oferecidos pela agência.

Central de Leilões

Barbosinha disse ainda que Dourados já deveria concentrar uma Central de Leilões, unidade encarregada de coordenar o processo de pregões com o volume elevado de veículos que são apreendidos e, por conta da burocracia da tramitação processual, permanecem enchendo os pátios e onerando o Estado. “Além da perda econômica, porque o Governo deixa de arrecadar com os veículos fora de circulação, o acúmulo de carros e motos que viram sucata também contribui para a proliferação de doenças, como a dengue e outras derivadas dessa situação”, questionou o parlamentar.

“Infelizmente, o que vemos hoje é que esses mais de 4300 carros encostados nos pátios do Detran de Dourados só servem para aumentar despesas e proliferação de doenças. O Estado perde porque não conclui os processos, nem cobra a multa devida pela infração eventualmente cometida para que esses veículos viessem a lotar os pátios e o contribuinte perde porque vê o bem se deteriorar ante a morosidade do Poder Público em encontrar as soluções para o fator gerador dessa apreensão”, relata Barbosinha.

O diretor da agência local, Aparecido Dias Duarte, informou que a unidade chegou a contar com uma Central de Leilões que agilizava esses procedimentos, evitando a superlotação dos pátios e ainda proporcionando renda para os cofres do Estado. Atualmente, além da própria área onde funciona a agência do Detran, ocupada por motos e alguns veículos apreendidos, o Estado tem despesas com outros três imóveis locados para abrigar 731 automóveis, 2.723 motocicletas e mais 781 motonetas (pequenos veículos de duas rodas) apreendidos em operações policiais e de combate a infrações.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus