Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 02 Julho 2020 07:21

Em Coletiva de Imprensa, Sebrae e BB anunciam socorro a empresários na pandemia Destaque

Escrito por
Empréstimos vão poder ajudar setor empresarial a custear despesas represadas por conta do novo coronavírus Empréstimos vão poder ajudar setor empresarial a custear despesas represadas por conta do novo coronavírus Assessoria

A Fiems, Sebrae, Faems e Banco do Brasil anunciaram, nesta quarta-feira (1), duas linhas de crédito emergenciais para auxiliar, pelo menos, três mil micro e pequenas empresas de Mato Grosso do Sul e, desta forma, minimizar os efeitos da crise econômica gerada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Trata-se do BB FCO - Capital de Giro Emergencial Covid-19 e do
Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte).

A primeira linha de crédito vai disponibilizar R$ 204 milhões para micro e pequenas empresas do Estado custearem despesas como o salário dos funcionários e a conta de luz, enquanto a segunda que tem a mesma finalidade, mas prevê liberar R$ 3,7 bilhões para cerca de 180 mil clientes de todo o Brasil, não foi divulgado um valor específico para Mato Grosso do Sul. Os secretários de Estado Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica) e Jaime Verruck (Desenvolvimento Econômico) participaram do anúncio.

O superintendente do Sebrae/MS e diretor da Fiems, Cláudio Mendonça, afirmou que, além da ampla divulgação das linhas de crédito para os empresários, a instituição também vai orientá-los, sem qualquer custo, sobre como solicitar o financiamento junto ao BB. “Mais do que nunca, a grande maioria do nosso trabalho tem sido totalmente gratuito e, neste momento, vamos ajudar a empresa a entender qual a capacidade de pagamento dela, o quanto ela deve pedir, e qual a melhor opção, considerando carência, taxa de juros, entre outros fatores”, explicou.

No caso do BB FCO - Capital de Giro Emergencial Covid-19, a taxa de juros é de 2,5% ao ano, 24 meses para pagamento e carência até dezembro de 2020, com teto de R$ 200 mil por contratante. Já o Pronampe, linha de crédito criada pelo Governo Federal em maio para auxiliar empresários de pequeno porte durante a pandemia do novo coronavírus, a liberação dos recursos terá como prioridade empresas que declararam à Receita Federal faturamento de até R$ 360 mil em 2019. O valor contratado poderá ser dividido em até 36 parcelas e a taxa de juros anual máxima será igual à taxa Selic (atualmente em 3% ao ano), acrescida de 1,25%.

  • Vitoria

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis