Timber by EMSIEN-3 LTD
  • CORONA3
  • Dnews Whats
  • 10 anos
  • 10 anos1
Quinta, 09 Julho 2020 08:56

Laboratório do Senai em Dourados é único credenciado para análise em frigoríficos Destaque

Escrito por
Laboratório de Alimentos do Senai em Dourados coleta amostras de produtos frigoríficos de todo o Estado Laboratório de Alimentos do Senai em Dourados coleta amostras de produtos frigoríficos de todo o Estado Assessoria

Diante da pandemia mundial do novo coronavírus (Covid-19) e o fechamento das fronteiras como uma das formas de prevenir o contágio da doença, abatedouros de suínos, bovinos e frangos não tiveram mais como mandar suas amostras para laboratórios fora do Estado para análises de controle de qualidade e o LabSenai Alimentos e Bebidas, que integra o complexo IST Alimentos e Bebidas (Instituto Senai de Inovação em Alimentos e Bebidas), localizado em Dourados, foi autorizado pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) a realizar esses atendimentos em indústrias em Regime de Inspeção Federal pelo prazo de 60 dias, podendo ser prorrogado.

Com a medida, o laboratório passa a se tornar o único de Mato Grosso do Sul apto para o atendimento nas matrizes de alimentos e bebidas, devido ao aumento das normas de biossegurança para todos os segmentos e principalmente sobre as indústrias produtoras de alimentos que se enquadraram em atividades essenciais.

Segundo a coordenadora do IST Alimentos e Bebidas, Maria Carolina Silva Pêgo, o laboratório já realizava ensaios físico-químicos e microbiológicos referente a matriz de carne, mas teve sua demanda ampliada em 45%. “Houve um aumento da demanda por parte dos abatedouros para que o LabSenai pudesse atender as amostras de controle de qualidade dos estabelecimentos em Regime de Inspeção Federal junto ao Mapa”, afirmou.

Atualmente, o LabSenai Alimentos e Bebidas tem estrutura para atender toda a cadeia produtiva de abatedouros de suínos, bovinos, frangos e pescados, desde a matéria prima utilizada na alimentação das matrizes até ao controle de contaminação das linhas de produção.

“Os ensaios físico-químicos que realizamos são nitrato, nitrito, umidade a 105ºC, proteínas, cinzas, carboidratos, fibras, digestibilidade em pepsina, valor energético, tabela nutricional, composição centesimal, amido. Já entre os ensaios microbiológicos, realizamos swabs do tipo esponja e cotonete para salmonella, listeria monocytogenes, enterobactérias, plaqueamento em mesófilos e bolores e leveduras, coliformes, staphylococcus coagulase positiva, clostridium sulfito redutor (perfringens)”, detalhou Maria Carolina Pêgo.

Ela explica que o atendimento para amostras de controle de qualidade em amostras de abatedouros e frigoríficos de todo segmento contribui de forma positiva na manutenção e garantia da qualidade, rastreabilidade e segurança alimentar dos abatedouros do Estado. “No atual cenário que estamos vivendo, com a importância da biossegurança para a prevenção de doenças, estamos mostrando para a sociedade toda a estrutura e capacidade do Senai para geração de resultados e garantia de produtos de qualidade e seguros”, ressaltou.

ENTREVISTA

  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis