Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Redação Douranews

Redação Douranews

As coordenações dos cursos de Biomedicina, Enfermagem e Odontologia da Unigran abriram inscrições do processo seletivo para a contratação de professores. O requerimento devidamente preenchido deverá ser encaminhado, com uma cópia do currículo atualizado (Currículo Lattes), para os e-mails das respectivas coordenações.

Os editais estão aqui

No curso de Biomedicina, há duas vagas para supervisor de estágio, sendo uma para atuar em Análises Clínicas com ênfase em Hematologia e outra em Biomedicina Estética. As inscrições podem ser feitas até nesta terça (23) e os requisitos mínimos para candidatura são: graduação em Biomedicina com registro no Conselho Regional de Biomedicina, especialização, mestrado e/ou doutorado e experiência profissional na área comprovada.

No curso de Enfermagem, também são duas vagas para supervisor de estágio. Uma para atuar em Saúde da Criança e Práticas em Enfermagem e outra em Enfermagem na Saúde do Recém-nascido. Candidatos podem se inscrever até o dia 1 de agosto e os requisitos mínimos são: graduação em Enfermagem com registro no Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul e título de especialista, mestre ou doutor.

Já o curso de Odontologia disponibiliza uma vaga para professor supervisor do estágio em Clínica Odontológica Integrada, na área de Clínico Geral com ênfase em Endodontia, Cirurgia Oral Menor e Prótese. O prazo para a inscrição vence nesta segunda-feira (22) e só estarão aptos à candidatura bacharéis em Odontologia com registro no Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso do Sul e com especialização e mestrado ou doutorado na área afim.

Comentário

Nova Andradina está passando por obras importantes de saneamento com ampliação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto), novas redes de coleta e ligações domiciliares de esgoto, entre outras melhorias complementares do sistema. São R$ 16,7 milhões em recursos provenientes em parte do Governo Federal (R$ 4,6 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) via Funasa, e o restante da Sanesul, oriundo do Avançar Cidades, programa lançado pelo Ministério das Cidades, por meio de convênios com a Caixa Econômica Federal.

Está incluso neste grande pacote de obras a ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Esgoto (40 litros/segundo); 1.404 metros do emissário; 77km de rede coletora de esgoto e 9 mil ligações domiciliares de esgoto. Também serão construídas três elevatórias; 4.541 metros de linha de recalque, e adequação em outras elevatórias. Esses investimentos vão elevar o índice de cobertura de esgoto do município até 47% com o fim das obras.

Em Nova Andradina, o serviço de abastecimento de água tratada também é realizado pela Sanesul. O município possui uma conta de investimentos na atual gestão do Governo do Estado (Concluído + Em execução + A executar) de cerca de R$ 40 milhões (R$ 35,5 milhões são recursos Sanesul) integralmente aplicados nos sistemas de água e esgoto da cidade.

Comentário

O governo federal anunciou o contingenciamento de mais R$ 1,442 bilhão no orçamento. A medida faz parte do Relatório Bimestral de revisão de receitas e despesas, publicado na edição desta segunda-feira (22) do Diário Oficial da União. Com a economia crescendo menos do que o esperado, há perspectivas piores para a arrecadação da União, conforme anunciou o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues.

De acordo com o documento, seria necessário um contingenciamento de R$ 2,251 bilhões, mas o governo federal usará R$ 809 milhões em reservas orçamentárias. Em maio, a equipe econômica já havia queimado parte destes recursos, diminuindo de R$ 5,373 bilhões para R$ 1,562 bilhão. Com o novo anúncio, a reserva de emergência diminui para R$ 753 milhões.

A equipe econômica diminuiu a previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), saindo de 1,6% para 0,8%. O PIB nominal, por sua vez, passou de R$ 7,249 trilhões para R$ 7,157 trilhões. Com isso, as perspectivas da equipe econômica para a receita do governo tombaram de R$ 1,545 trilhão para R$ 1,540 trilhão. Ou seja, R$ 5,296 bilhões a menos do que o esperado no último relatório.

No sábado (20), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o corte de R$ 2,5 bilhões seria uma “merreca” e atingiria apenas um ministério. “Queremos evitar que o governo pare, dado que o nosso Orçamento é completamente comprometido. Deve ter um novo corte agora. O que deve acontecer é um novo corte de R$ 2,5 bilhões. Uma merreca. Concorda que é uma merreca perto de um orçamento trilionário nosso? É pouca coisa”, afirmou.

O Relatório Bimestral de revisão de despesas e receitas também contempla as novas estimativas macroeconômicas. A projeção do governo para a inflação passou de 4,1% para 3,8% para 2019.

Comentário

Segunda, 22 Julho 2019 12:01

Hospital da Vida vai reduzir atendimentos

A partir do mês de agosto, o Hospital da Vida passará a atender apenas casos de urgência e trauma. A mudança, segundo a secretária de Saúde Berenice de Oliveira Machado se dá devido à reorganização do fluxo naquela unidade, que passa por obras de reforma e ampliação. Os demais atendimentos passarão a ser realizados pela UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e unidades básicas de saúde.

Atualmente, três unidades de saúde da rede municipal têm horário diferenciado, com atendimento estendido até às 22 horas: as UBS da Seleta, do Parque das Nações 2 e da Vila Cachoeirinha. A UPA atende 24 horas.

O Hospital da Vida é ‘porta de entrada’ do SUS (Sistema Único de Saúde) e atende pacientes não só de Dourados, mas de toda a Grande Dourados, Vale do Ivinhema, Cone Sul e região de fronteira, incluindo até pacientes do vizinho país Paraguai, que entram via municípios fronteiriços.

Comentário

A cidade de Bonito, conhecida internacionalmente como um dos principais destinos de ecoturismo do mundo, pode se tornar também um destino de cultura. A 20ª Edição Comemorativa (de 25 a 28 de Julho), que sempre conta com grandes nomes nacionais da música, teatro e dança, tem muito a contribuir com este novo cenário. Diversidade cultural, discussões temáticas e sociais estão entres as atrações do Festival de Inverno, cujo mérito é valorizar e dar visibilidade à cultura sul-mato-grossense em todas as suas vertentes.

Além das belezas naturais, a época é uma excelente oportunidade para o turista visitar a cidade, principalmente os sul-mato-grossenses. Criado em 1999, com a proposta de integrar diversas expressões artísticas e atrair mais turistas para a região, o Festival de Inverno de Bonito, ao longo dos anos, foi ganhando mais importância e tornou-se um dos eventos mais aguardados no Estado.

Com ações importantes em prol da cultura, o evento também contribui para movimentar a atividade econômica na região. De acordo com pesquisas das edições anteriores, o Festival é um motivador de fluxo de turismo e gera benefício econômico para todo o município, na opinião do diretor-presidente da Fundação de Turismo do Estado (Fundtur), Bruno Wendling. Segundo ele, a cidade tem vários elementos para se transformar num destino como Paraty [no Rio de Janeiro], que alia beleza natural, cultura e gastronomia.

“Além de atrair turistas, o Festival é mais uma alternativa, um valor agregado para quem já está na cidade”, explica Wendling, ressaltando que, ainda segundo pesquisas, 88% das empresas se beneficiam com o Festival. “São hotéis, restaurantes, comércio, toda a cadeia turística se beneficia”, conclui. No mesmo período ano passado, a taxa de ocupação hoteleira, no total, foi de 67%, a melhor julho dos últimos quatro anos.

Dos atuais 6.559 leitos disponíveis em Bonito (segundo inventário feito em maio pelo Bonito Convention & Visitors Bureau), há opções para todos os bolsos. Mas quem deixar para última hora corre o risco de não conseguir uma vaga. Propriedades que responderam ao questionamento no grupo da ABH (Associação Bonitense de Hotelaria), disseram que estão com 100% de ocupação no período.

Mesmo com formato mais enxuto, segundo a diretora-presidente da Fundação de Cultura de MS (FCMS), Mara Caseiro, o Festival não deixou de contemplar todos os seguimentos culturais e envolvendo a comunidade de Bonito. Além da programação oficial, este ano, pela primeira vez nos 20 anos de evento, algumas atrações irão até o assentamento Guaicuru e o distrito Águas de Miranda nos dias 20 até 23, numa programação chamada de Pré Festival.

Comentário

Estima-se que 1.613 hectares foram incendiados na Reserva Particular do Patrimônio Natural Cisalpina, sofrido entre os dias 11 a 15 de julho, correspondendo a cinco vezes a área urbana total do município de Brasilândia ou 2.200 campos de futebol. Os dados foram apresentados na tarde de sábado (20), durante a reunião para discutir o acidente, promovido pela Associação Instituto Cisalpina de Pesquisa, Educação Socioambiental e Defesa do Patrimônio Cultural de Brasilândia da cidade, localizada na região sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Segundo o consultor ambiental da Catena Planejamento Territorial, Tiago Broetto, a equipe colaborou com o levantamento prévio do local e fez o registro antes e depois da queimada. Embora ainda seja uma estimativa e não tendo a noção exata da perda de mata verde, a equipe se dispôs a realizar um treinamento gratuito e ferramentas para realizar o mapeamento do local sofrido pelo incêndio.

Além da apresentação desses dados, a reunião contou com a apresentação de outros representantes para debater sobre o assunto e junto com a população interessada reunir propostas para evitar queimadas no local da Reserva. No total foram levantadas 26 sugestões por escrito. Fernando Brandão de Andrade, ex-funcionário da CESP e mestre em Geografia pela UFMS/Três Lagoas, falou sobre o processo de proteção e criação da Reserva Cisalpina, que ocorreu entre o final da década de 90 e início de 2000, na qual participou ativamente no processo de implementação.

A professora da UFMS - Três Lagoas, Maria José Alencar Vilela, que é doutora em Ecologia e Recursos Naturais apresentou os trabalhos de pesquisa sobre a Reserva Cisalpina, que vai desde artigos acadêmicos, iniciação científica, trabalhos de conclusão de cursos, teses de mestrados e doutorados realizado pelas universidades que já foram concluídos e outros em andamentos, com previsão para até 2023.

Uma única aposta, feita no estado de São Paulo, acertou os seis números do concurso 2.171 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (20), informa a Caixa Econômica Federal.

Os números sorteados foram: 12 - 13 - 19 - 36 - 44 - 55 e a aposta única vencedora vai levar o prêmio que estava acumulado em é R$ 21,9 milhões.

A quina teve 118 acertadores, cada um receberá R$ 23.023,47. A quadra teve 7.127 apostas ganhadoras com prêmio de R$ 554,56 para cada acertador.

Comentário

Uma articulação da Semas (Secretaria municipal de Assistência Social), por meio do Cras (Centro de Referência da Assistência Social) indígena e do Creas (Centro de Referência Especializado da Assistência Social), com auxílio do MPF (Ministério Público Federal) e da Sejusp (Secretaria estadual de Segurança Pública), está garantindo melhorias na segurança das comunidades indígenas de Dourados.

Nesta semana, o Projeto Arandu Ambue (‘Conhecimento para o futuro’), que vem sendo executado no espaço do Cras Indígena da Aldeia Bororó, recebeu a visita dos policiais militares subtenente Jackson e soldado Coelho, que oficializaram a efetivação do serviço de ronda no interior das aldeias Jaguapiru e Bororo, antiga reivindicação das lideranças indígenas. Duas viaturas da PM estão fazendo o patrulhamento, 24 horas por dia, na reserva indígena de Dourados.

A presença da PM na Reserva Indígena começou a ser efetivada em junho, com o auxílio do MPF, em reunião que contou com a presença do secretário estadual de Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, da secretária estadual de Políticas para Mulheres e do secretário estadual de Esportes e lideranças locais, para discutir sobre a lacuna da segurança pública existente nas aldeias. Agora, com intervenção inédita, a PM atuará auxiliada por um conselho de segurança formado por membros da comunidade.

Na apresentação, esta semana, os policiais militares tiveram a oportunidade de conhecer os trabalhos realizados pelos técnicos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Cras e dos técnicos do Creas que atuam no Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto-LA (Liberdade Assistida) e de PSC (Prestação de Serviço à Comunidade) no interior das aldeias.

Ações

Estas equipes são responsáveis pela execução do Projeto Arandu Ambue, que acontece todas as quartas-feiras, das 8 às 10 e das 14 às 16 horas, com ações voltadas para a superação da defasagem escolar dos adolescentes e jovens da comunidade indígena em geral e promove a reinserção social dos menores inseridos nas Medidas Socioeducativas em Meio Aberto.

O Projeto Arandu Ambue, com aporte financeiro do Itaú Social, nos próximos dias iniciará os cursos presenciais ministrados pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial), nas áreas de mecânica de moto, mecânica de carro e de manicure e pedicure, que acontecerão no espaço institucional do Cras – Bororó.

Para a próxima semana, o Projeto Arandu Ambue, excepcionalmente, acontecerá também na terça-feira (23) e receberá a visita do CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) representado pela assistente social Janaina, que orientará sobre estágio e aprendizagem e vai realizar o cadastro no CIEE, que objetiva inserir jovens e adolescentes no mercado formal de trabalho.

Comentário

Em resposta à indicação 317/2019, relacionada à implantação do primeiro Colégio Militar em Dourados, sugerida pelo vereador Bebeto (PR), o Ministério da Educação encaminhou ofício assinado pelo subsecretário de Fomento às Escolas Cívico-Militares, Aroldo Ribeiro Cursino, sinalizando o interesse em incluir o município no programa de implantação de escolas militares desenvolvido pelo Governo Federal.

No documento, o subsecretário afirma que o MEC, através da Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares (Secim), busca entendimento entre os governos federal, estaduais e municipais, por meio de termos de cooperação nos quais serão estabelecidos os requisitos para a criação e manutenção necessários ao desenvolvimento e ao sucesso do modelo educacional proposto.

Informa ainda que, assim que for concluída a fase de elaboração das diretrizes e parâmetros do programa de implantação de Escolas Cívico-Militares, serão anunciados os critérios para adesão, visando atender a realidade nacional. “A Subsecretaria agradece o interesse e espera consolidar essa importante parceria federativa em breve”, cita o ofício encaminhado ao gabinete do vereador Bebeto.

CEEP

Em maio deste ano, o vereador encaminhou indicação à prefeita Délia Razuk (PL) com cópias ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e ao Ministro da Educação Abraham Weintraub, sugerindo a implantação do primeiro Colégio Militar de Dourados, utilizando o espaço físico do CCEP (Centro Estadual de Educação Profissional) Professora Evanilde Costa da Silva.

De acordo com Bebeto, segundo consta, a frequência de alunos matriculados na unidade de ensino que concluem os cursos ofertados nesta unidade de ensino profissionalizante é muito baixa. “Solicitamos ao governo estadual que faça a cedência deste espaço ao Governo Federal, disponibilizando toda a estrutura do local para a implantação do colégio militar, aproveitando todo o espaço destinado aos estudos e que poderá ser mais bem aproveitado pela população da Grande Dourados, sendo assim a primeira escola militar do município”, justificou o vereador. (Da assessoria)

Comentário

A décima segunda edição do Arraiá Universitário da UFGD aberto a toda comunidade, e tradicionalmente com muita comida e bebida, e concurso de quadrilhas, será realizada este ano nos dias 2 e 3 de agosto, a partir das 18 horas, em frente da Unidade 1, em parceria com as Ligas das Atléticas Acadêmicas de Dourados. A atração musical ficará a cargo da dupla Vilela e Osmar Medina.

Já estão confirmadas as barracas de maçã do amor e bolos, arroz carreteiro, churrasquinho vegano, espetinho, tapioca e crepe, pastel e batata frita, derivados do milho, bobó de galinha, pão de queijo, sopa paraguaia e chipa, bebidas quentes e batidas, cachorro quente e mini pizza, doces diversos, salgados, puchero, caldos, lanches, comidas típicas latino-americanas e a cadeia/correio elegante.

O Concurso de Barracas tem por objetivo incentivar os "barraqueiros" a trabalharem com criatividade na decoração dos espaços, dando, desta forma, um caráter mais dinâmico e festivo ao Arraiá Universitário. A barraca melhor avaliada nos quesitos animação, ornamentação, atendimento e melhor prato vencerá o concurso. Além do troféu, o grupo levará como prêmio o valor de R$ 300.

As inscrições para o Concurso de Quadrilhas também estão abertas até sexta-feira (26) na Proex (Pro-Reitoria de Extensão), localizada na Unidade 1. As quadrilhas devem ser formadas por, no mínimo, oito pares e por, pelo menos, 50% de acadêmicos, técnicos administrativos e professores da comunidade universitária da UFGD.

Comentário

Página 2 de 1376

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus