Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Após motim em que destruíram parte das instalações da Unei (Unidade Educacional de Internação), quatro internos, sendo um adolescente de 16 anos e os outros um jovem de 18, um de 19 e ainda outro, de 20 anos, apontados como líderes do movimento que tinha como objetivo a fuga em massa da Unidade ‘Laranja Doce’, em Dourados, foram ouvidos pela Polícia Civil e deverão receber novas medidas punitivas pelo ato.

Tudo começou por volta das 22h30 de sábado (15) quando, sob a liderança desse quarteto, os internos da Unei queimaram colchões e roupas e ainda quebraram parte das janelas e grades dos corredores da Unidade. O princípio de rebelião só foi controlado na madrugada deste domingo (16), com a chegada da Polícia Militar ao local.

O rapaz de 18 anos, que responde por roubo e sequestro, e morava em Nova Andradina antes de ser apreendido teria começado a rebelião, com o adolescente de 16 anos, morador na Vila Rosa em Dourados e que responde por tráfico de drogas, e mais dois envolvidos, um morador no bairro Canaã I também em Dourados, de 20 anos, e apreendido por envolvimento em um homicídio, e outro jovem, de 19 anos, que é acusado de latrocínio.

Comentário

Uma discussão entre dois amigos acabou na morte de Gilmar Horácio, de 59 anos, ferido a golpes de machado na noite de sábado (15) em Rio Verde de Mato Grosso. A briga que resultou no crime seria por causa de um short, conforme publica o Midiamax.

De acordo com os fatos, os amigos passaram o dia bebendo. O autor do crime, identificado como Alziro, disse que foi agredido com uma paulada na cabeça e para se defender se apossou de um machado. Ele desferiu três golpes contra Gilmar, sendo que um deles no peito o que quase partiu a vítima ao meio.

Após matar o amigo, o autor saiu correndo em meio a rua gritando que havia cometido o crime e pedindo que chamassem a polícia. Alziro foi preso em flagrante e levado para a delegacia onde foi autuado por homicídio, segundo informou o site Coxim Agora.

Comentário

O deputado federal Loester Trutis (PSL-MS) contou nas redes sociais que revidou após ter o carro atingido por tiros na manhã deste domingo (16) em Campo Grande, onde, de acordo com o que relatou, ele e a equipe seguiam para Sidrolândia pela BR 060 quando foram alvo de disparos. Eles identificaram ao menos cinco marcas de tiros no carro.

Conforme a nota do parlamentar, ninguém da equipe ficou ferido. O grupo foi retirado da rodovia com apoio do Bope (o Batalhão de Operações Especiais) da PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul. Trutis prestou depoimento na Polícia Federal, que investiga o caso. O Bope informou que tenta localizar o veículo onde estariam os suspeitos de atirar contra o deputado.

O carro do parlamentar foi periciado no pátio da Superintendência de PF, e diligências são feitas sobre o caso. Loester ganhou escolta de policiais federais e disse que, por enquanto, não vai comentar o episódio. A Polícia Federal informou, em nota, que “tomou todas as medidas iniciais em relação ao caso e instaurou Inquérito Policial para efetivar as investigações”.

Comentário

O Departamento de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde definiu o horário de funcionamento nas UBS (unidades básicas de saúde) durante o feriado carnavalesco em Dourados.

Conforme a escala, as unidades de Atenção Primária da Seleta e Izidro Pedroso funcionarão das 7 às 23 horas, em regime de plantão, nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro, e a unidade Parque das Nações II das 19 às 23 horas, no mesmo período, e em regime de plantão.

As demais unidades seguirão o que estabelece o Decreto 2.378, de 4 de fevereiro, que declara o ponto facultativo nas repartições públicas municipais na segunda e na terça de carnaval e na quarta-feira de Cinzas para o funcionalismo público do setor.

Comentário

“Vivemos em uma democracia, por isso mesmo, o eleitor tem o direito de escolha. Se você votou em um determinado candidato e ele não é bom, pode tirar e por outro. Ainda assim, a escolha de um candidato não pode ser feita de forma irresponsável. É preciso escolher alguém que esteja capacitado, que tenha demonstrado competência e conhecimento por onde passou”. Assim, a ministra Tereza Cristina (da Agricultura e Pecuária) definiu a responsabilidade que cabe ao eleitor, considerando o processo eleitoral deste ano no Estado.

A ministra participou, em Dourados, neste sábado (15), da abertura da série de encontros que o Democratas, partido do qual é vice-presidente no Estado, vai realizar em todas as regiões de Mato Grosso do Sul, visando estimular o fortalecimento da legenda. No Município, o nome indicado para fazer a disputa de 2020 é o do presidente do diretório local, deputado Barbosinha. “Precisamos fazer do DEM um partido que caminhe sozinho, não isoladamente, porque temos e reconhecemos a importâncias dos aliados. Queremos nos somar aos partidos que querem ter gestores de municípios, para isso o Democratas convoca aqueles que são adeptos da boa política para virem conosco”.

Barbosinha foi enfático ao destacar o bom momento vivido pelo partido. O Democratas, segundo ele, tem um projeto para o Brasil, para o Estado e para Dourados e lembrou que está à frente desse projeto local porque já foi testado e aprovado como deputado estadual por dois mandatos, presidente da Sanesul e secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública. “Nunca tivemos um cenário tão favorável. Conheço os caminhos de Campo Grande e sei que em Brasília, podemos chegar ao presidente Bolsonaro pelos nossos ministros, Tereza Cristina e o Mandetta [o ministro da Saúde teve problemas com o vôo de Brasília, mas ainda chegou para o encerramento do Encontro de Dourados] para promover as ações que Dourados precisa para recuperar o desenvolvimento econômico”, destacou o pré-candidato.

Preparado

“O Barbosa tem todas as qualidades que um partido quer quando faz a opção pela escolha de um pré-candidato: é honesto, trabalhador, competente, já provou que sabe como fazer e vai fazer muito mais por Dourados”, enalteceu o colega dele na Assembleia, deputado Zé Teixeira, primeiro secretário da Casa. “Temos projeto para cada cidade e para o Estado. Vamos percorrer os municípios, construir essas candidaturas e elevar o nome do Democratas nessa caminhada”, anunciou o presidente estadual da legenda, o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith.

O pré-candidato a prefeito de Dourados, Barbosinha, convocou os demais partidos para construírem juntos essa caminhada. “Me preparei, como advogado, professor, presidente da Sanesul que promoveu uma revolução na área de saneamento em todo o Estado e como secretário de Justiça e Segurança Pública que colocou Mato Grosso do Sul no topo das unidades da federação que mais prende, mais apreende drogas e que mais resolve os crimes, garantindo a reeleição do governador [ele foi líder de Reinaldo Azambuja na Assembleia no primeiro ano do segundo mandato] e posso dizer que a partir de agora vamos acelerar o trabalho para levar Dourados ao porto seguro que todos desejam”. Cerca de 15 prefeitos e centenas de vereadores de vários partidos se somaram às mais de 500 pessoas que lotaram o auditório da Associação Comercial onde foi realizado o encontro dos democratas.

Comentário

A ministra Tereza Cristina, vice-presidente estadual do Democratas em Mato Grosso do Sul, garantiu na manhã deste sábado (15) que o partido não será mais apêndice em relação ao processo eleitoral de 2020. Ela participa, na Associação Comercial, do Encontro Regional de lideranças que reúne cerca de 15 prefeitos, dezenas de vereadores na região e convidados de outros partidos.

“Escolhemos começar por Dourados para demonstrar a nossa força, junto com o vice-governador Murilo e os deputados Barbosinha e Zé Teixeira, que representam aqui o partido e para mostrar que, como diz o presidente Bolsonaro, quando se refere ao Brasil acima de tudo, Deus acima de todos, aqui em Mato Grosso do Sul é Democratas acima de tudo e Deus acima de todos”, discursou Tereza Cristina em Coletiva de Imprensa que antecedeu ao encontro.

A ministra disse que a condução do processo eleitoral passa também pelos partidos aliados do Governo, mas indicou que o Encontro de Dourados tem a intenção de colocar o nome do deputado Barbosinha na linha de frente desses encaminhamentos. “Existem outros partidos, talvez outros candidatos, mas hoje, aqui, estamos falando do Democratas. E já definimos que o partido sabe como se portar nessa caminhada”, anunciou.

Comentário

Operação em conjunto de técnicos da Sanesul com o apoio da Polícia Civil acontece neste sábado (15) em Dourados com o objetivo de combater fraudes em ligações de água. São 28 equipes que atuam ao longo do dia, começando pelas regiões do Jardim Clímax, Canaã I, Parque das Nações e adjacências visando atender cerca de 80 dos mais de 1200 casos já detectados.

O presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, confirmou que essa ação visa preservar a garantia da qualidade dos serviços que são levados ao consumidor. “Fraude é crime e quem combate o crime é a Polícia, por isso nós criamos essa força-tarefa para sanar essas irregularidades”, anunciou Carneiro que participa, nesta manhã, do Encontro Regional do Democratas que acontece no auditório da Associação Comercial. de Dourados.

Comentário

A reitora pró-tempore da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Mirlene Ferreira Macedo Damázio e o vice-reitor Luciano Oliveira Geisenhoff, visitaram na manhã desta sexta-feira (14) a Câmara de Dourados para apresentar o Plano de Relacionamento Institucional e também falar sobre os investimentos da instituição no município. Eles foram recebidos pelo presidente da Casa de Leis, vereador Alan Guedes (DEM).

Conforme a reitora da universidade, a UFGD possui pluralidade intelectual altíssima, com diversas pesquisas científicas importantes para o desenvolvimento do município, porém a maioria das pesquisas acadêmicas são pouco difundidas entre a comunidade externa. Com isso, Mirlene quer aproximar a universidade da população.

“Nós queremos devolver tudo o que a sociedade investiu. Queremos a universidade aberta à população, com diversos projetos e atividades”, ressaltou a reitora. “Ter diálogos mais provocativos para tecer interfaces e com benefícios para a comunidade”, completou.

A reitora e o pró-reitor ainda apontaram que cerca de 12 mil pessoas, entre estudantes e servidores, circulam diariamente pela universidade e, em média, 100 contratos de empresas terceirizadas são fechados por ano, resultando em um grande e positivo impacto no município. Além de que o Hospital Universitário da UFGD atende diretamente 33 municípios do Estado.

“A universidade é um patrimônio de Dourados. O capital intelectual que a universidade possui precisa ser melhor aproveitado pela cidade, através de projetos de extensão ou parcerias com o município, que farão o conhecimento produzido chegar à ponta e também impactar a vida do nosso cidadão. Estamos desperdiçando talentos, já que muitos se graduam aqui, mas vão embora atuar em outros lugares”, analisou Alan Guedes.

“A Câmara se colocou à disposição da UFGD neste processo de abertura, uma vez que é uma importante instituição e com vasto campo de atuação e possibilidades”, completou o presidente da Casa de Leis durante o encontro que contou também com a presença do assessor da Administração Superior de Relações Públicas da Universidade, Franz Maciel Mendes.

Comentário

A safra de soja 2019/2020 deve bater todos os recordes de produção em Mato Grosso do Sul, segundo estimativas divulgadas pela Aprosoja e a Famasul, nesta sexta-feira (14), em Campo Grande. Na projeção, são 9,9 milhões de toneladas do grão, 12,5% maior que na temporada anterior. As estatísticas são do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), com dados compilados pela Aprosoja/MS juntamente com a Famasul e o Governo de Mato Grosso do Sul.

Segundo o boletim agrícola, em comparação à safra anterior (2018/2019), estima-se aumento de área plantada em 6,18% – de 2,9 milhões para 3,1 milhões de hectares. O levantamento indica que o acréscimo é uma constante nas últimas temporadas da oleaginosa, que se justifica com a entrada da agricultura em áreas de pastagens degradadas. Para a produtividade são esperadas 52,1 sacas por hectare na safra.

“Temos uma equipe técnica do Siga MS visitando as propriedades rurais diariamente, coletando dados e levando informação. Entre os principais diagnósticos desta safra foi o aumento de áreas de grãos em cima de pastagens, o que mostra a recuperação de áreas degradadas e o interesse em consorciar atividades, por parte dos produtores”, ressalta o presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi.

“A agricultura sul-mato-grossense avança de forma vertiginosa. E tudo se deve ao empenho conjunto entre a classe científica e os produtores rurais, que estão preparados, cultivando de forma correta e com as melhores estratégias. Acreditamos no recorde da colheita da soja, que também deve garantir bons preços, assim como o milho que iniciou o plantio neste mês”, disse Dobashi.

“Agricultura inteligente e eficiente. Assim podemos definir a atividade agrícola no estado. Os produtores rurais estão cumprindo seu papel de forma responsável, investindo em capacitação, adotando novas tecnologias para aumentar cada vez mais a produtividade e sustentabilidade das lavouras”, destaca o presidente da Famasul, Mauricio Saito.

Ainda de acordo com o boletim, a safra passada apresentou quebra na produtividade, resultado de intempéries climáticas com pouca precipitação. Neste ciclo, apesar do atraso na chuva, a lavoura se manteve sem problema fitossanitário atípico e, na fase de enchimento de grãos, o índice de pluviosidade foi bom em todo o estado.

Milho

Em comparação aos dados da safra anterior (2018/2019) estima-se até o momento uma redução na área plantada em aproximadamente 9,02%, passando de 2,173 milhões para 1,977 milhão de hectares, de acordo com as primeiras observações do plantio.

Comentário

A Universidade Federal da Grande Dourados firmou um tratado com a Universidade de Bangalore (Índia) e a Universidade de Ciências Aplicadas de Zurique (Suíça) para a realização do Curso Virtual Mudanças Climáticas, que terá início em março. Interessados em participar tem até o dia 26 para enviar uma carta de motivação manifestando essa disposição.

São oferecidas 10 vagas, com preferência para alunos de qualquer curso de pós-graduação, mas estudantes de graduação e membros da sociedade civil também podem concorrer às vagas. O pré-requisito para todos é o domínio do Inglês (speaking, reading e listening). As cartas de motivação, em inglês (com o máximo de 2000 caracteres) devem ser encaminhadas para os e-mails Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

O curso promoverá o diálogo entre acadêmicos do Brasil, Índia e Suíça, fará prospecção de soluções e dará ênfase em sistemas agroalimentares. Será ministrado por professores das três universidades. Pela UFGD serão os professores João Augusto Rossi Borges e Marcelo Corrêa da Silva, pela Universidade suíça as professoras Isabel Jaisli e Claudia Veith, e assim que tiverem a confirmação, serão divulgados os nomes dos docentes da Universidade de Bangalore. A carga horária será validada para quatro créditos.

A aula inaugural do curso está marcada para o dia 26 de março, às 14 horas, no Nupace da UFGD e de 20 de abril a 3 de julho, confecção do vídeo com o tema ‘Mudanças climáticas aqui’, com um único dia presencial e coaching virtual; De 6 a 10 de julho estão previstas, palestras, diálogos e saída de campo, na Unidade 2 da UFGD e; de 13 a 24 de julho, brainstorming sobre ‘soluções e estratégias’ com as turmas de brasileiros, indianos e suíços, no ambiente virtual.

Comentário

Página 7 de 1572

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus