Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd açao
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Olavo Sul (Patriota) apresentou indicações ao Executivo na sessão ordinária da Câmara de Dourados, realizada nesta segunda-feira (17), como resultado de solicitações da comunidade em geral que recorrem ao parlamentar com intuito de requerer melhorias para o município.

Entre as indicações, Olavo solicitou redutor de velocidade na Avenida Guaicurus, no cruzamento com a rua Dionizio Melgarejo, do Parque Alvorada, a reforma do posto de saúde de Ithaum, bem como a contratação de agentes patrimoniais para o local. Além, também, da instalação de redutor de velocidade na MS 270, no distrito de Itahum, e de estudos para construção de áreas de lazer nas comunidades do Campina Verde, Campo Belo e Campo Dourado.

O vereador ainda apresentou dois requerimentos, onde solicita informações da Funsaud (Fundação de Saúde de Dourados), sobre como e onde estão sendo empenhados os recursos recebidos pela Fundação de forma detalhada. Olavo ainda solicitou ao Poder Executivo informações sobre as várias obras paralisadas no município. (Com assessoria)

Comentário

O Imam (Instituto Municipal de Meio Ambiente) vai promover, dias 27 e 28, das 9 às 16 horas, a “Ação Ambiental Lixo-E Zero”, na Praça Antônio João. A ação é uma coleta municipal de lixo eletrônico promovida no município pela primeira vez e que visa, além da oportunidade de descarte, também a conscientização da população acerca destes resíduos.

Na oportunidade, a população poderá descartar materiais inservíveis considerados eletro-eletrônicos, exceto tubos de imagem que estejam separados dos televisores, toner de impressora e lâmpadas fluorescentes.

“A grosso modo, os materiais que poderão ser recolhidos serão todos aqueles que precisam de energia elétrica para funcionar. Será uma ação para sanar uma demanda existente que sempre gera questionamentos quando o assunto é coleta de lixo”, disse o diretor do Imam, Fabiano Costa.

Todo tipo de equipamento de alta tecnologia como computadores, câmeras e celulares poluem o ambiente com substâncias que carregam na estrutura, mas aparelhos considerados ‘comuns’, como rádios, televisores, aparelhos de som, aparelhos elétricos, lâmpadas eletrônicas e muitos outros, também contém inúmeros elementos altamente poluentes. “É preciso iniciar uma consciência sobre esta questão e estamos promovendo isso, também buscando que a logística reversa, promovida pelas empresas que vendem os produtos, aconteça como preconiza a Lei 12.305”, disse Fabiano.

A iniciativa surgiu depois de vários mutirões da ação contra a dengue, denominada ‘Sábado Sem Mosquito’. “Depois da ação que está sendo feita na cidade, notamos o grande descarte deste tipo de lixo sem o cuidado devido”, disse a educadora ambiental Deisy Claro Duarte.

O Departamento de Educação Ambiental do Imam entrou em contato com a empresa Recic.Le, da Capital, que topou participar da ação. A Recic.Le é especializada em reciclagem de eletro-eletrônicos. O evento terá a presença da Secretarias municipal de Saúde, através do CCZ, e da Secretaria de Serviços Urbanos, com o apoio dos cursos de engenharia ambiental da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e gestão ambiental da UFGD e do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). O Rotary Clube, grupos de escoteiros do Mar e Laranja Doce, e das empresas Financial Construtora, de Dourados, e Recic.Le, de Campo Grande, também são parceiros da ação.

Comentário

O comerciante Jair Varlei Schwantes, de 39 anos, atribuiu ao fato de estar “cego de raiva” a principal motivação que levou à briga que resultou na morte da mulher, Andréia Pereira dos Santos, de 37 anos, ocorrida no meio da noite desta terça-feira (18) em Aral Moreira.

Autuado em flagrante na manhã desta quarta-feira (19) pelo delegado Mikaill Alessandro Gouvea Faria, Jair alegou que estava “cheio” de ser ofendido pela mulher, se disse arrependido do ato, mas os indícios são de assassinato premeditado, já que horas antes de praticar o feminicídio ele comprou no Paraguai a arma do crime, um revólver calibre 38, com o qual desferiu os quatro tiros para matar Andréia.

Conforme relata reportagem do jornalista Helio de Freitas ao Campo Grande News, Jair disse no depoimento que conheceu Andréia quando os dois eram casados e passaram a ter um caso. Ela teria ficado grávida dele e os dois se separaram dos companheiros para morarem juntos, mas o casamento não deu certo e ele voltou com a primeira mulher. Andréia também voltou com o marido, que assumiu a filha de Jair.

Ainda segundo a versão do assassino confesso, há pelo menos três anos Andréia se separou do marido, o procurou e os dois voltaram a morar juntos. Na época o casal tinha uma pizzaria em Ponta Porã, mas devido a fofocas dos vizinhos, segundo ele, o casal se mudou para Aral Moreira, onde montou outra pizzaria.

Jair alega que nos últimos tempos as brigas se tornaram constantes, com supostas ofensas por parte da mulher, inclusive na frente de clientes da pizzaria. Afirmou que Andréia o chamava de “vagabundo” e “ordinário” e ameaçava deixá-lo. Também acusou a mulher de pegar dinheiro do caixa da pizzaria para gastos fora de casa.

Jair Varlei contou, ainda, a que passou o dia tomando jurubeba e que, mesmo assim, foi a Ponta Porã comprar mantimentos para a pizzaria e aproveitou para ir à loja Peralta, em Pedro Juan Caballero, onde comprou revólver por R$ 2.800. Na volta pra casa, após mais uma discussão com Andréia, Jair disse que já estava com a arma na cintura e, diante de nova ofensa, disse que sacou a arma e apontou para a mulher que ainda tentou correr para dentro da casa onde morava com ele, mas foi atingida por quatro tiros e morreu no local.

Comentário

Reunindo inovação, criatividade e bom gosto, a Unigran Decor 2019 chega à última semana de visitação. Com a temática ‘Casa: sua vida, sua história’, a mostra acontece na primeira mansão de Dourados, na rua Albino Torraca, 1.727, e atrai cerca de 500 pessoas por noite, para conhecerem mais de 20 espaços concebidos por acadêmicos, professores e profissionais da Unigran.

A antiga “mansão Garcete”, como é conhecida, foi toda reestruturada em um projeto pioneiro no Brasil, pois se trata da única mostra de ambientação e design promovida por acadêmicos no país. Além disso, o curso de Gastronomia da Instituição assina um cardápio francês, no Bistrô Escola, aberto durante os dias da mostra, até neste domingo (23).

“A Unigran Decor 2019 é a oportunidade de conhecer comportamentos, tendências e cultura. Também sabemos que muitas pessoas têm curiosidade para conhecerem a mansão e essa é a melhor chance, além, é claro, de provar os excelentes pratos ofertados pelos acadêmicos de Gastronomia”, destaca o curador dessa edição, Douglas Raldi.

Última semana

Durante os últimos dias, todos os itens da casa podem ser comercializados e os parceiros da Unigran Decor lançam promoções para atrair quem deseja levar para casa os objetos de decoração e design que compuseram a edição 2019. Os descontos chegam a 30% na maioria dos produtos.

A mostra foi palco de diversas atrações e essa edição também ficou marcada pela filantropia. Em parceria com a Associação de Apoiadores do Hospital de Amor de Dourados, a Unigran realizou um bazar, que arrecadou fundos para as obras do Hospital de Amor em Dourados, além do leilão de Obras de Arte do LeiloDom.

“Ficamos muito felizes em entrar para a última semana da 3º edição da Unigran Decor com o sentimento de missão cumprida. Realizamos uma mostra excelente, atraímos visitantes de toda a região e ainda cumprimos com nosso papel social, afinal, entregamos para a comunidade um projeto completo”, finaliza o designer Douglas Raldi.

Comentário

Começou à zero hora de hoje a Operação Corpus Christi 2019 da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que segue até às 23h59 de domingo (23) em Mato Grosso do Sul, onde será reforçada a fiscalização dos 3.652 km de rodovias federais, envolvendo nove delegacias e 22 unidades operacionais da PRF durante o feriado.

Durante os cinco dias de operação, os policiais rodoviários federais potencializarão as atividades de fiscalização com viaturas, motocicletas, bafômetro, radares portáteis e serão priorizadas ações preventivas relacionadas ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, às ultrapassagens indevidas, ao não uso de dispositivos de segurança – cinto de segurança, bebês conforto, cadeirinha, assento de elevação e capacete.

Caminhões bitrens com dimensões excedentes, caminhões cegonhas e de transporte de veículos e cargas paletizadas devem obedecer à restrição e não trafegar nos seguintes dias e horários: quinta-feira das 6 horas ao meio-dia e domingo das 16 às 22 horas. A restrição tem como objetivo aumentar a fluidez do trânsito e diminuir o risco de acidentes nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária do país.

No feriado de Corpus Christi 2018, entre os dias 31 de maio a 3 de junho, a PRF registrou em Mato Grosso do Sul 1.318 flagrantes de excesso de velocidade, 84 infrações de ultrapassagens indevidas, sendo dessas, 82 praticadas em faixa dupla contínua.

O não uso do cinto de segurança foi responsável por 56 infrações, sendo 40 pelos passageiros que não utilizavam o dispositivo de segurança e nove por crianças não estarem na cadeirinha ou assento de elevação. Nos quatro dias do feriado de 2018, foram notificados 15 acidentes, sendo um grave. 14 pessoas ficaram feridas e uma pessoa morreu. Foram realizados 1.241 testes de etilômetro, 15 pessoas autuadas e cinco presas por embriaguez ao volante.

Estado

A Polícia Militar Rodoviária também iniciou às 8 horas a Operação Corpus Christi, que segue até 8 horas de segunda-feira (24), com o policiamento ostensivo e a fiscalização de trânsito nas rodovias estaduais. Durante o feriado prolongado, a previsão é de que o fluxo viário aumente em até 40% em relação à média dos dias normais nos horários de pico nas principais estradas estaduais.

Ao todo serão empregados 120 policiais e 15 viaturas, distribuídos em bases fixas de policiamento nos municípios de Maracaju, Corumbá, Bonito, Paranaíba, Ivinhema, Nova Andradina, Três Lagoas, Amambai, Ponta Porã, Dourados e Campo Grande Equipes volantes vão percorrer pontos e estratégicos para a segurança viária, utilizando radares móveis e bafômetros.

Comentário

Atendendo ao pedido de moradores do conjunto Izidro Pedroso, o vereador Marcelo Mourão (PRP) enviou à Prefeitura de Dourados uma indicação solicitando a reforma e manutenção da praça e do ginásio de esportes localizados na rua Mozart Calheiros.

Segundo relatos dos moradores, há brinquedos e equipamentos da academia de saúde quebrados, assim como a porta e os vidros das janelas do ginásio. O local é muito utilizado por moradores de diversas faixas etárias para a prática de esportes como futebol e vôlei e exercícios físicos como musculação e caminhada.

“Esperamos que a Prefeitura atenda à solicitação da comunidade do Izidro Pedroso. No entanto, também é necessário que a população contribua para a conservação dos espaços públicos de lazer e denuncie às autoridades as depredações que presenciarem”, afirma Marcelo.

O vereador ainda destaca que esses espaços são fundamentais, não apenas para o lazer, mas para a saúde, uma vez que a prática de esportes e exercícios físicos contribuem na prevenção e no controle de diversas doenças como depressão, diabetes, estresse e obesidade.

“A Prefeitura e cada um de nós, cidadãos, precisamos entender que cuidar desses espaços públicos para que possamos utilizá-los é cuidar de nós mesmos”, finalizou Mourão. O vereador agendará reunião com a administração municipal para que viabilize a reforma e manutenção da praça do Izidro Pedroso e de outras localidades. (Com assessoria)

Comentário

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Mato Grosso do Sul recebeu nesta quarta-feira (19) novas embarcações e equipamentos para reforçar o trabalho de prevenção de crimes nos rios do Estado. Durante a entrega do material, no Batalhão da PMA, o governador Reinaldo Azambuja falou sobre a compra dos 43 equipamentos que somam investimentos de R$ 1 milhão.

“Bem estruturada, a polícia contribui para a preservação do meio ambiente. Esses equipamentos permitem, efetivamente, o cumprimento das regras da Cota Zero e da proibição da pesca do dourado”, afirmou o governante. Por meio de decreto, o Governo proibiu a captura e transporte de peixes nativos nos rios de Mato Grosso do Sul a partir de 2020, com redução de 50% da cota já para este ano.

Ao todo, foram entregues 16 barcos, 14 motores, 12 reboques e um caminhão para unidades da PMA em Águas do Miranda KM 21 (Bonito), Aquidauana, Bataguassu, Bela vista, Bonito, Campo Grande, Coxim, Jardim, Mundo Novo, Porto Murtinho, Porto Primavera (Batayporã), Rio Negro e Três Lagoas.

Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) por meio de convênio com a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de MS). “Essa entrega objetiva reduzir os índices de criminalidade na área rural do Estado. Quando protegemos o meio ambiente trabalhamos para o planeta”, afirmou o titular da Sejusp, Antônio Carlos Videira.

Com objetivo de preservar a biodiversidade de Mato Grosso do Sul, do Pantanal ao Cerrado, a PMA realiza ações de educação ambiental e fiscalização com frequência. Em 2019, nos quatro meses de pesca aberta, 104 pescadores foram autuados por pesca ilegal – 74 deles acabaram presos por pesca predatória. As ocorrências geraram multas de R$ 151 mil e apreensão de 744 kg de pescado.

Também durante a solenidade, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Waldir Ribeiro Acosta, adiantou que 37 novas viaturas e três novos micro ônibus serão entregues em julho para o policiamento ostensivo. “MS está indo na contramão do País. Estamos fazendo entregas e reduzindo índices”, afirmou. Segundo ele, entre dezembro de 2018 e junho de 2019 a Polícia Militar recebeu R$ 3 milhões em equipamentos.

Comentário

Acompanhe aqui o depoimento do ministro Sergio Moro na Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Comentário

Na lista das melhores empresas do país, a Sanesul deu mais um passo que comprova a sestão estratégica para gerir serviços que impactam diretamente a saúde pública, a preservação ambiental e o desenvolvimento social e econômico do Estado. A estatal anunciou nesta terça-feira (18) que vai investir R$ 8,6 milhões na aquisição de equipamentos e veículos pesados que serão destinados às unidades operadas pela empresa.

De acordo com o diretor de administração e finanças, André Soukef, esse investimento será para a aquisição de máquinas e equipamentos que vão auxiliar na execução de serviços de operação e manutenção dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. “Investimentos em máquinas e equipamentos, além de melhorar a qualidade dos serviços prestados, também contribuem para diminuição de custos de manutenção e reposição de frota”, explica o diretor.

Dados da diretoria da Sanesul apontam que anualmente são emitidas mais de 60 mil ordens de serviço. Desse total, 75% são referentes a serviços de conserto e manutenção nos sistemas.

“Para atender toda essa demanda atual e futura é necessário investir continuamente em equipamentos modernos e na renovação da frota. São investimentos importantes que asseguram um melhor serviço prestado à população e ao Meio Ambiente”, destacou o diretor-presidente Walter Carneiro Junior.

Os recursos para investimento foram pleiteados pela Sanesul por meio de linhas de financiamento do FCO, o Fundo Constitucional do Centro Oeste. A estatal teve seus pleitos aprovados em função do papel institucional e de condições financeiras favoráveis para essa operação.

Comentário

Uma portaria do Ministério da Economia regulamenta o trabalho aos domingos e feriados em mais seis setores da economia. De acordo com o texto, indústria de extração de óleos vegetais e de biodiesel, indústria do vinho e de derivados de uva, indústria aeroespacial, comércio em geral, estabelecimentos destinados ao turismo em geral e serviços de manutenção aeroespacial estão incluídos.

O secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que a medida não contraria a Constituição nem as leis trabalhistas.

A portaria aumenta de 72 para 78 o número de setores com autorização para estabelecer o descanso semanal remunerado em outro dia, que não o domingo. O comércio, a indústria, os transportes, a educação e a cultura já adotavam essa prática, de acordo com o que publica a Agência Brasil de notícias.

Comentário

Página 8 de 1345
  • al todos
  • PMRV

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus