Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Com o propósito de prevenir a proliferação do mosquito transmissor da dengue, a vereadora Liandra Brambilla (PTB) encaminhou indicação à administração municipal, solicitando mutirão de limpeza e ações de combate ao Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue), com o uso do ‘fumacê’, nos bairros.

Para a vereadora Liandra, apesar do momento de pandemia da Covid-19, o poder público não pode ignorar outras doenças que se tornam tão mortal e ceifam vidas como a Ddengue, Chicungunha e o Zika Virus. “A possibilidade de aumento dos casos de dengue em nossa cidade é alarmante, principalmente nesse período de chuvas, sendo necessário utilizar todos os meios possíveis para amenizar ou exterminar os focos”, justificou.

Liandra alerta ainda quanto ao aumento de mosquitos, mesmo com a colaboração dos moradores com a limpeza de suas casas, sendo necessário, assim, que o órgão competente realize a limpeza dos bairros, onde aglomeram formas de proliferação de larvas do Aedes aegypti.

“Solicitei a prefeitura que se faça a limpeza dos bairros que se encontram em condições propícias a proliferação dos mosquitos transmissores dessas doenças, assim como a aplicação do “fumacê” nos bairros mais vulneráveis. Desta forma, o Poder Público poderá garantir saúde e qualidade de vida à toda população do município de Dourados”, conclui a vereadora.

RESIDENCIAL PELICANO

Em outra indicação, encaminhada durante sessão da Câmara, a vereadora Liandra solicitou o patrolamento e cascalhamento compactado nas ruas do bairro Parque Residencial Pelicano. Ela destaca que o bairro Pelicano ainda não conta com pavimentação asfáltica, sendo que algumas vias estão intransitáveis. “Por anos a população dessa região sofre com essa situação que só seria resolvida com a pavimentação, porém, diante da situação caótica em que se encontra solicitei ao menos que seja efetuado o patrolamento e cascalhamento compactado, a fim de viabilizar a passagem dos usuários nestas vias, até que seja feita a pavimentação asfáltica, sanando definitivamente o problema”, justificou.(Da assessoria)

Comentário

O Senai de Mato Grosso do Sul começou a disponibilizar para as empresas do Estado cursos de qualificação profissional por meio do Programa Emprega Mais, uma iniciativa do Ministério da Economia em parceria com o Senai Nacional e que tem como objetivo promover qualificação e inserção profissional. O programa busca alinhar as necessidades das empresas por profissionais qualificados com oportunidades de qualificação e intermediação de mão de obra para jovens e trabalhadores em geral.

Ao todo, serão disponibilizadas no Estado ao longo deste ano 3.206 vagas gratuitas nos mais diversos cursos, que atenderão trabalhadores das indústrias que buscam uma requalificação e pessoas desempregadas que querem se preparar para conquistar uma vaga de trabalho. O Programa Emprega Mais oferece duas oportunidades para a empresa interessada: o “Voucher Novo Emprego”, destinado à qualificação profissional de trabalhadores desempregados que estão em busca de colocação no mercado de trabalho, e o “Voucher Requalifica”, destinado à requalificação profissional e aperfeiçoamento das habilidades dos trabalhadores.

O “Voucher Requalifica” oferece cursos de aperfeiçoamento, semipresenciais, com carga-horária média de 120 horas-aulas de formação, enquanto o “Voucher Novo Emprego” permitirá que as empresas direcionem o treinamento de pessoas desempregadas com potencial de inserção no mercado de trabalho com cursos presenciais de qualificação profissional com carga-horária média de 240 horas-aulas. Podem aderir ao Emprega Mais micro, pequenas, médias e grandes empresas, que terão direito a uma quantidade específica de vouchers que vai variar conforme o porte e disponibilidade de vagas do Senai.

Para participar, as empresas interessadas devem se cadastrar na plataforma do Senai (https://loja.mundosenai.com.br/) e indicar um funcionário responsável para gerenciar a plataforma. Esse mesmo funcionário deverá confirmar seu cadastro na plataforma, selecionar os cursos que interessam à empresa e indicar empregados e desempregados, conforme porte da empresa, que receberão os vouchers para a participação nos cursos.

Os trabalhadores interessados também precisam realizar um cadastro pessoal na plataforma do Senai, ativar o voucher em até 72 horas e realizar a matrícula online para, por fim, fazer o curso indicado pela empresa. Na avaliação do gerente de educação do Senai de Mato Grosso do Sul, Rogaciano Adão Canhete Júnior, trata-se de uma oportunidade única para que as empresas façam seu papel social ajudando na inserção de trabalhadores desempregados no mercado de trabalho de forma 100% gratuita.

“Além disso, com cursos de requalificação de trabalhadores que já estão na indústria, será possível melhorar resultados e ganhos de produtividade dos setores econômicos e aumento de competitividade do país no mercado global por meio de requalificação de seu empregado”, completou Rogaciano Adão Canhete Júnior.

Cursos

Ele ainda explicou que os cursos só serão realizados mediante formação de turma e, inicialmente, já estão disponíveis na plataforma do Senai 51 formações diferentes, sendo 26 cursos para o “Voucher Requalifica” e 27 cursos para o “Voucher Novo Emprego”.

Para o “Voucher Requalifica”, as qualificações são de topografia, projeto estrutural, logística de canteiro, manutenção elétrica predial e industrial, manutenções e operações de sistemas elétricos de potência (SEP) e eficiência energética. Também são ofertados os cursos de sistemas de suspensão, direção e freios, sistemas de sinalização e iluminação, sistemas de segurança, fundamentos das técnicas laboratoriais, análises instrumentais, análises microbiológicas, fundamentos de qualidade e segurança na produção de alimentos, manutenção de máquinas e equipamentos, desenvolvimento de sistemas automatizados, logística sustentável, e gestão de pessoas.

Há ainda no “Voucher Requalifica” as formações de controladores lógicos programáveis, conceitos básicos de logística / logística de expedição, desenhista técnico em edificações, orçamento de obras, planilhas intermediárias, moda fitness, comandos elétricos aplicados e soldados de estruturas em aço carbono no processo eletrodo revestido e introdução à logística.

Novo Emprego

Já para o “Voucher Novo Emprego”, os cursos disponibilizados são de tecnologia e processamento de alimentos 3, princípios de tecnologia de alimentos - volumes 1, 2 e 3, sistemas lógicos programáveis, instalações elétricas prediais, instalações de sistemas elétricos de potência (SEP), fundamentos de mecânica – volumes 1 e 2, manutenção de máquinas e equipamentos mecânicos - volumes 1 e 2, sistemas lógicos programáveis de manufatura, química aplicada a processos químicos – volumes 1 e 2 e análises químicas – volumes 1 e 2.

Ainda são ofertados dentro do “Voucher Novo Emprego” as formações de processo de costura industrial – volumes 1 e 2, modelagem industrial do vestuário, microbiologia aplicada a laboratório, tecnologia e processos na confeitaria – volumes 1 e 2, instalações elétricas – volume 1, processamento de grãos, padeiro, fundamentos de mecânica – volumes 1 e 2, controlador e programador de produção e fundamentos básicos para logística / gestão de suprimentos.

Há também no “Voucher Novo Emprego” os cursos de instalador hidráulico, pintor de obras imobiliárias, almoxarife, costureiro sob medida, torneiro mecânico, mecânico de manutenção de motores ciclo otto, eletricista industrial e soldados de estruturas em aço carbono no processo eletrodo revestido.

Comentário

O prefeito Valdir Couto de Souza Júnior e o secretário de Saúde do município de Nioaque, Antônio Raimundo da Silva, vão pagar multas que, somadas, chegam a quase 30 mil reais, e ainda terão que publicar nota de retratação pública nas redes sociais (Facebook e Instagram), por terem assumido furar a fila na primeira etapa de vacinação contra a Covid-19 na cidade.

Acordo nesse sentido, após denúncia apurada na Notícia de Fato 01.2021.0000414-1, instaurada pela Promotoria de Justiça de Nioaque, foi firmado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado em Nioaque pela Promotora de Justiça Mariana Sleiman Gomes.

O fato que gerou revolta coletiva foi ocasionado pelo prefeito e o secretário de Saúde que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid e das 996 unidades destinadas exclusivamente aos indígenas, duas foram utilizadas por eles, que não estavam inseridas no grupo prioritário e que tinham ciência do fato de que não poderiam tomar o imunizante naquela situação.

Segundo a Promotora de Justiça, o Acordo de Não Persecução Cível revela-se “como solução mais vantajosa ao interesse público, diante da natureza, circunstâncias e gravidade do ato de improbidade administrativa” atribuído aos dois, além de proporcionar rápida solução do caso diante da provável duração de eventual processo.

Ao prefeito Valdir foi fixada multa, no total de 20 mil reais, a ser paga mediante desconto em folha de pagamento, sendo 12 mil, a título de multa civil, e 8 mil, a título de danos morais coletivos. Além disso, há a obrigação de fazer, concernente na publicação de uma nota de retratação pública em suas redes sociais (Facebook e Instagram), que deverá ser aberta e acessível ao público durante todo o ano de 2021. Já no acordo com o secretário de Saúde foi fixada multa no total de, aproximadamente, 8 mil reais, sendo 4 mil, a título de multa civil, e 4 mil, a título de danos morais coletivos, além da retratação pública nas redes sociais.

Comentário

A Operação Carnaval 2021, esquema especial de segurança elaborado pelas Polícias Militar e Civil, apresentado nesta quarta-feira (10) em reunião do Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), pelo secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, vai envolver ainda o Corpo de Bombeiros Militar e o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em ação que tem como objetivo prevenir e coibir ações criminosas, garantir a proteção à vida, ao patrimônio, bem como a segurança e a tranquilidade social e o cumprimento das medidas de biossegurança, a restrição de circulação de pessoas entre 23 horas e as 5 da manhã e evitar aglomerações de pessoas entre os dias 12 e 17, no feriado do carnaval em Mato Grosso do Sul.

As polícias acreditam que com o cancelamento dos festejos de carnaval, os foliões devem aproveitar o feriado prolongado para viajar para cidades turísticas do interior do Estado, como Bonito, Rio Verde, Corumbá, Dourados, Três Lagoas e Costa Rica, por exemplo, havendo, portanto, aumento do fluxo de veículos nas estradas e risco de aglomerações urbanas, com o consequente risco de contaminação pelo coronavírus.

Polícia Militar

Nesse período a Polícia Militar vai intensificar o policiamento ostensivo em todas as cidades de Mato Grosso do Sul, dando prioridade para as ações de caráter preventivo, com o objetivo de impedir ocorrências de ilícitos e de ações que comprometam a segurança das pessoas, que violem o patrimônio, afetem a tranquilidade da população ou que gerem aglomerações. Em Dourados, Rio Verde de Mato Grosso, Três Lagoas, Chapadão do Sul, Corumbá e Bonito, o policiamento da PM contará com o reforço de 60 alunos do Curso de Formação de Soldados.

Polícia Militar Rodoviária

O Batalhão da Polícia Militar Rodoviária também realiza esquema especial de segurança durante o feriado prolongado do carnaval. As ações nas rodovias estaduais que cortam Mato Grosso do Sul serão ampliadas, em virtude da previsão de aumento no fluxo de veículos e visitação de locais de turísticos.

O foco principal da Polícia Militar Rodoviária será a fiscalização do excesso de velocidade, a embriaguez ao volante, as ultrapassagens proibidas, uso do cinto de segurança, bem como daquelas infrações de trânsito que colocam em risco a vida dos condutores e transeuntes.

Polícia Civil

Para atender a demanda que deve ocorrer entre a sexta-feira (12) e a Quarta-Feira de Cinzas (17), a Polícia Civil irá reforçar o efetivo das delegacias de Campo Grande, subordinadas ao Departamento de Polícia da Capital (DPC), as delegacias do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e também das unidades localizadas nos municípios do interior, diretamente ligadas ao Departamento de Polícia do Interior (DPI).

As ações da Polícia Civil contam ainda com reforço das equipes do Departamento de Inteligência Policial (DIP) e do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco). O objetivo é atuar de forma repressiva aos ilícitos penais e realizar operações de inteligência, visando identificar autores de crimes e organizações criminosas.

Durante a Operação Carnaval 2021 a Polícia Civil vai intensificar as ações para o comprimento de mandados de prisão expedidos em desfavor de acusados da prática de furtos, roubos e estelionatos. Além disso, os policiais civis irão monitorar de perto presos com autorização de saídas temporárias e fiscalizar o cumprimento do toque de recolher decretado pelo governador Reinaldo Azambuja.

A Polícia Civil intensifica ainda as fiscalizações em clubes e estabelecimentos comerciais, especialmente no que diz respeito aos alvarás de funcionamento e certificados de vistorias do Corpo de Bombeiros Militar, que atestem o cumprimento dos itens de segurança desses locais.


Serviço
Informações sobre festas, aglomerações e bailes de carnaval devem ser imediatamente comunicadas a Polícia Militar por meio do número 190, a ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone, a qualquer hora do dia ou da noite.
Nas estradas, os crimes de trânsito e acidentes devem ser comunicados a Polícia Militar Rodoviária através do telefone 198. Também com ligação gratuita, o serviço funciona 24 horas por dia.

Comentário

Operação do Gaeco (o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) do MPE (Ministério Público do Estado), cumpriu nesta quinta-feira (11) 32 mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Criminal de Campo Grande. A operação ‘Malleus’ atingiu integrantes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) com atuações em Dourados, Ribas do Rio Pardo, Deodápolis, Fátima do Sul, Jateí, Caarapó, na capital do Estado e também no estado do Ceará, praticando assassinatos, assaltos e tráfico de drogas ilícitas.

Parte desses alvos participa ativamente de “Tribunais do Crime”, como são chamadas pela organização criminosa as conferências realizadas para aplicação de punições a membros faltosos ou a integrantes de facções rivais, inclusive com o ritual de assassinatos macabros. As ações contaram com o apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Militar, do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

No curso da investigação foi apurado que, durante estas conferências, além de ter sido debatido o assassinato de um delegado de Polícia e de policiais militares, houve integrantes da organização que, por determinação de um dos alvos das ordens de prisão, sequestraram e executaram barbaramente uma jovem com golpes de picareta e com pedradas na cabeça, por acreditarem que ela poderia fazer parte do Comando Vermelho, conforme nota do MP estadual.

“Malleus”

A operação “Malleus” recebeu este nome em referência ao manual inquisitorial que previa formas de inquirição e castigos corporais severos, espécie de ‘bíblia’ da caça às bruxas em tempos antigos.

Comentário

O prefeito Alan Guedes anunciou, no final da tarde desta quinta-feira (11), que o pagamento das parcelas dos salários atrasados dos 1.199 servidores, que não receberam o vencimento referente a dezembro, devido à falta de empenho da verba na gestão passada, estão se do atendidos com o pagamento em parcela única nesta sexta-feira (12) em Dourados.

Inicialmente, a previsão era pagar a primeira das três parcelas no dia 5 de fevereiro, porém o pagamento foi antecipado para o dia 27 de janeiro. O cronograma inicial também previa o pagamento das duas últimas parcelas nos dias 16 e 26 deste mês, mas o depósito das parcelas restantes estava previsto para ser feito nesta quinta, de uma vez, eliminando de vez essa ‘herança’ da administração anterior.

Com esse pagamento a Prefeitura vai injetar R$ 5.863.290,40 na economia local, dinheiro que poderia estar sendo utilizado “para fazer outras melhorias na cidade, mas não dá pra chorar o leite derramado”, resignou-se o prefeito, via assessoria de comunicação, no final do dia. A Semfaz (Secretaria Municipal de Fazenda) informou que a arrecadação de impostos municipais como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto sobre Serviços), além de repasses do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e FPM (Fundo de Participação dos Municípios) por parte do Estado, proporcionou essa antecipação.

Comentário

O carnaval 2021 na Região Centro-Oeste do Brasil será marcado por dias abafados e com muitas pancadas de chuva, especialmente à tarde e à noite. As capitais Cuiabá, Campo Grande, Brasília e Goiânia também terão um carnaval quente e abafado, com pancadas de chuva em geral à tarde e à noite. Mas a chuva não se prolonga por muitas horas.

Durante o fim de semana de carnaval, essas pancadas de chuva podem acontecer a qualquer hora em Campo Grande e no centro-leste de Mato Grosso do Sul. Pode chover com moderada a forte intensidade em todas as áreas do Centro-Oeste. O sul de Goiás também pode ter chuva a qualquer hora. Já para o domingo de carnaval, a tendência é que as pancadas de chuva aconteçam à tarde ou à noite, na maioria das áreas da região. O sol aparece durante várias horas, mas sempre junto de algumas nuvens. A região norte de Goiás e o Distrito Federal podem ter pancadas de chuva qualquer hora, tanto no sábado quanto no domingo. Há risco de chuva forte.

Durante a segunda-feira de carnaval, áreas de instabilidade ganham força sobre o Mato Grosso do Sul espalhando muita nebulosidade e provocando chuva a qualquer hora. O alerta é para temporais. O Distrito Federal, Goiás e o Mato Grosso terão períodos com sol e pancadas de chuva com raios principalmente à tarde à noite, mas que também podem ser fortes em alguns momentos.

Na terça-feira de carnaval as áreas de instabilidade vão ganhar força sobre Goiás, Mato Grosso e sobre o Distrito Federal, mas vão continuar ativas no centro-norte de Mato Grosso do Sul. Em todas essas áreas, a chuva será frequente e pode chover forte. Já para o sul e oeste de Mato Grosso do Sul, a previsão é de que o sol predomine na terça-feira, com chance de chuva baixa.

Comentário

Com uma mensagem dirigida aos “foliões da Saúde”, dizendo que “este ano não tem folia, mas o Carnaval tá aí”, a Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) do HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados lançou nesta quarta-feira (10) a Campanha Cuide da vida do outro, que ele também cuida da sua! A ideia é estimular os colaboradores a estarem atentos ao uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) também pelos colegas de setor, lembrando-os, se necessário, da importância do uso desses equipamentos no exercício diário da rotina de trabalho.

A elaboração da campanha foi um trabalho de criação coletiva dos membros da CIPA-Gestão 2020-2021, sendo a peça principal um vídeo de dois minutos, animado por uma marchinha de Carnaval, onde aparecem vários membros da Comissão utilizando, recebendo ou entregando um EPI a um colega. Com letra de Vanda Laurentino e música de Laura Cyrineu, a marchinha utiliza uma linguagem mais descontraída e bem-humorada, com o intuito de sensibilizar os colegas.

“O tema da prevenção de acidentes é de extrema importância e, por ser sério, acaba se tornando pesado. A ideia foi justamente fazer a abordagem de uma forma mais leve para ter maior alcance. Afinal, nunca foi tão importante cuidar da vida do outro como agora”, comenta a engenheira de segurança do trabalho Marcella Moura, atual presidente da Cipa, já no clima da campanha.

ACOMPANHE A MARCHINHA

Comentário

Pesquisa realizada pelo Departamento de Saúde, Previdência e Segurança da Fenaj, a Federação Nacional dos Jornalistas, comprovou que os profissionais da imprensa estão entre as principais vítimas da Covid-19. Do início da pandemia, em 2020, até o final de janeiro deste ano, pelo menos 93 profissionais morreram em decorrência da Covid-19. Depois da conclusão da pesquisa, a repórter cinematográfica Vanusa Torchi, de São Paulo também faleceu, elevando o número para 94.

A situação agravou-se nos últimos meses, com um crescimento dos óbitos. Entre julho e agosto de 2020, as mortes na categoria se mantiveram relativamente estáveis. Nos últimos dois meses de 2020 houve um crescimento acelerado e explodiu em janeiro de 2021, com 25% dos casos de mortes.

Amazonas e São Paulo são os dois estados com maior número de casos: 14 mortes em cada. Mas chama a atenção os números do Amazonas, que tem uma população dez vezes menor que São Paulo (4,2 milhões contra 44,6 milhões). O estado tornou-se, a partir de janeiro, símbolo da falência dos poderes públicos, em especial do governo federal, no combate à pandemia.

Rio de Janeiro, com nove óbitos, e Paraná, com oito, completam a lista dos estados com maior número de casos fatais na categoria. A Paraíba, com uma população quase idêntica à do Amazonas (4 milhões de habitantes), registrou cinco mortes de jornalistas.

O diretor do Departamento de Saúde e coordenador da pesquisa, Norian Segatto, disse que os números são assustadores, mas ainda podem estar subestimados. “Não existe um mecanismo o oficial de registro dos casos e nem sempre a morte do profissional de imprensa é noticiada”, explicou.

Comentário

Para impedir que pessoas furem fila na vacinação contra a Covid-19 em Mato Grosso do Sul, o deputado Barbosinha (DEM) apresentou, na sessão desta quinta-feira (11), importante projeto de lei que prevê a aplicação de multas aos cidadãos e agentes públicos que “burlarem” a ordem de vacinação dos grupos prioritários, de acordo com a fase cronológica definida no Plano Nacional e/ou Estadual de Imunização contra a doença.

As multas podem ultrapassar os R$ 88 mil. Os valores da penalidade são definidos pela Uferms (a Unidade Fiscal do Estado de Mato Grosso do Sul), que na cotação de fevereiro está valendo R$ 36,71.

Para justificar a proposta, o parlamentar ressaltou que “as pessoas que buscam furar a fila da vacinação estão sendo imunizadas antes dos grupos prioritários. É necessário, portanto, uma rápida resposta desta Casa de Leis para coibir comportamentos criminosos e evitar prejuízos ao que foi determinado nos planos vigentes de imunização”.

De acordo com o projeto podem ser multados: o agente público, responsável pela aplicação da vacina, bem como seus superiores hierárquicos - que deram a ordem da imunização, e a pessoa imunizada ou seu representante legal.

Comprovada a infração do agente público, a multa aplicada será de até 650 Uferms (R$ 23.861,50). Já a pessoa imunizada, que recebeu a vacina indevidamente, ou seu representante legal será multado em até 1.200 Uferms, o que equivale a R$ 44.052,00. Se o imunizado for agente público, a multa será o dobro (baseado em 1.200 Uferms) podendo chegar a R$ 88.104,00; ser afastado de suas funções, podendo ao término do processo administrativo ter o contrato rescindido ou até ser exonerado.

Nos casos em que o “fura-fila” for agente público, com mandato eletivo, o infrator poderá ser afastado da função, observados os ritos previstos na legislação. As penalidades previstas na lei não se aplicam em casos devidamente justificados nos quais a ordem de prioridade da vacinação não foi observada para evitar o desperdício de doses da vacina.

Barbosinha solicitou que o projeto tramite em regime de urgência na Assembleia Legislativa. A legislação prevê que os valores decorrentes das multas deverão ser recolhidos ao Fundo Estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul. A proposta dele mereceu considerações de vários parlamentares que se manifestarem solidários com essa preocupação. (Com assessoria)

Comentário

Página 10 de 1834
  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

// EDITAIS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO - UNIMED DOURADOS

  EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E DO PROCESSO ELEITORAL Nos termos Estatut&aacu...

Edital Assembleia Geral Extraordinária

SINEPE/MS – BASE SINTRAE/SULEDITAL DE CONVOCAÇÃOASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA A Presidente ...

Edital de Licenciamento Ambiental

EDITALRR PARTICIPAÇOES SOCIETÁRIAS EIRELI, torna Público que recebeu do Instituto de Meio Ambiente de Dourado...

Edital de Licenciamento Ambiental

EDITAL PARA REQUERIMENTO DE AUTORIZAÇÃO AMBIENTAL - AA EDITAL MERCADOMOVEIS LTDA, torna Público que requere...

Edital de Licenciamento Ambiental

EDITALRR PARTICIPAÇOES SOCIETÁRIAS EIRELI, torna Público que recebeu do Instituto de Meio Ambiente de Dourado...

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis