Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Aproveitando a palestra com a professora pós-doutora Luciana Panke, autora do livro “Campanha Eleitoral para Mulheres: desafios e tendências”, no encontro do DEM Mulher, que acontece neste sábado (9) em Campo Grande, o presidente dio Diretório estadual da legenda, vice-governador Murilo Zauith, garantiu que no DEM não existe, e não vai existir, “isso de desviar dinheiro do fundo [o Fundo partidário eleitoral] que deveria ser repartido com as candidaturas femininas para bancar chapa de homens”.

Murilo Zauith lembrou que essa situação acabou gerando um complicador nacional, envolvendo inclusive lideranças do PSL, o partido do presidente da República, com denúncias de que candidatas mulheres foram usadas como ‘laranja’ para a eleição de chapas masculinas. “Penso que o que aconteceu nas últimas eleições não vai mais acontecer, não é assim que vamos construir, é preciso deixar as mulheres construírem suas candidaturas e que estejam preparadas para essa disputa”, defendeu.

Na palestra proferida às militantes democratas, na abertura do encontro que acontece no hotel Jandaia, Luciana Panke disse que “o caminho é a sororidade [o dicionário Aurélio define a palavra como sentido de irmandade, de união e amizade entre mulheres], porque até mesmo para encontrar assessoras e consultoras na política eu encontrei dificuldades”.

No discurso que abriu o encontro na Capital, o presidente regional do DEM comparou a ministra Tereza Cristina como exemplo a ser seguido. “Ela não nasceu ministra, tem uma história que começou lá atrás, quando foi secretária, foi eleita e reeleita e chegou onde chegou. Foi reeleita preparada, para liderar uma bancada de 200 deputados, a bancada ruralista. E agora é ministra, preparada para ser escolhida e com representatividade”, elogiou o vice-governador.

Candidaturas

O presidente do DEM também disse, ao site Campo Grande News, que o partido terá candidatos a prefeito nas principais cidades do Estado, entre elas Dourados e Campo Grande. “Temos até 4 de abril para fechar a fase de novas filiações, no prazo de 6 meses antes da eleição, depois teremos até 30 de julho para definirmos os candidatos, nas convenções”, detalhou.

Murilo adiantou que em Dourados já existe o nome consolidado, que é do deputado estadual José Carlos Barbosa (DEM), já em Campo Grande ponderou que pode vir uma “liderança forte”, de outra legenda, com representação na cidade, para disputar o cargo pelo DEM. “Vamos construir esta candidatura na Capital”, confirmou ao site campograndense.

Comentário

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou em entrevista ao jornalista Tales Faria, do site Brasil247, ser improvável que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva volte para a prisão, onde foi mantido por 580 dias. "O STF deixou a liberação dos condenados nas mãos das instâncias inferiores: em tese, cadeia só com trânsito julgado; salvo se os julgadores explicitarem o contrário. Haverá pedidos de liberação. Acho difícil, no caso do Lula, uma decisão pela continuidade da prisão", afirmou.

FHC destacou, entretanto, que apesar da decisão do STF, Lula continua com seus direitos políticos suspensos. "Lula, contudo, continua tendo 'ficha suja'. Em tese não poderia se candidatar. Poderá agir politicamente e tem competência para tal".

A proposta de Fernando Henrique Cardoso é insistir numa grande aliança pelo que ele chama de "centro liberal, democrático e progressista".

"Mais do que nunca se torna necessário uma aliança em torno de alguém que represente o que chamo de um centro liberal, democrático e progressista. Que respeite as forças do mercado, mas entenda que as pessoas existem. Que tenha lado e não acredite que a pobreza e a miséria desaparecem quando o mercado vai para as alturas", professa.

Comentário

A edição do Festival de Judô realizado terça-feira (5) pelo Clube Indaiá, no Ginásio Poliesportivo ‘Jairo de Quadros', e que reuniu cerca de 200 atletas, projetou ainda mais o clube, no anual do Departamento de Esportes que visa a estimular adeptos dessa prática esportiva, especialmente as crianças em fase escolar, com atividades lúdicas e também de competição saudável.

A delegação do Clube Indaiá foi formada por atletas associados e os do Projeto Judoquinha, referência nacional de projeto social de Judô na instituição. Pais, familiares e amigos também compareceram em peso e prestigiaram todo o evento, garantindo o apoio e o incentivo aos atletas, que deram um show de empenho e dedicação.

O presidente do Indaiá, Gerson Frantz, comemorou o sucesso da edição. "É com grande alegria que o Clube Indaiá recebe tantos atletas e familiares para o Festival de Judô, que é um dos mais importantes para a modalidade na região. A prática do Judô tem aumentado entre as crianças porque ajuda a aumentar suas capacidades físicas e psíquicas e imprimem valores importantes como o companheirismo e o respeito pelos demais. Por isso, investimos no Judô e mantemos o nosso Projeto Judoquinha há 12 anos, que muito tem nos orgulhado com excelentes resultados", falou.

O coordenador do Departamento de Esportes, Zé Maria Luna, lembrou do que é mais importante em competições esportivas, principalmente com crianças. "Devemos ter alguns cuidados na prática, não só desta modalidade esportiva, mas de todas, com a competição precoce. O objetivo maior nesta idade é incentivar e fazer com que a criança tome gosto com atividade física e a modalidade. Por isso, é importante que ela participe de torneios e festivais, porém, os pais e professores não devem incentivar a rivalidade nem cobrar demais o desempenho deles. O incentivo após a competição é mais importante que o próprio resultado", receitou.

Além dos atletas do Clube Indaiá, o evento recebeu representantes do Clube Sakurá de Judô, Colégio Ceart e das Escolas Municipais Bernardina Correa de Almeida, Professora Avani Cargnelutti Fehlauer e Prefeito Luiz Antônio Alvares Gonçalves. Além do presidente do Clube Indaiá, também participaram da cerimônia de abertura do Festival o presidente do Conselho Deliberativo Aroldo Souza Silva, o 2º tesoureiro da Diretoria Executiva Rodrigo Hinterholtz e o assessor de Esportes Cristiano Stefanello da Silva, o idealizador do Projeto Judoquinha e responsável técnico pelo Judô no Clube.

Judoquinha

Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento social do município e ampliar o acesso ao Judô, o Clube Indaiá mantém desde 2007 o Projeto Judoquinha, que atende cerca de trinta atletas dos 11 aos 30 anos. A iniciativa foi do atual assessor de Esportes do Clube, Cristiano Stefanello da Silva e, desde então, vem contribuindo com o fortalecimento da modalidade em Dourados, garantindo também a formação de atletas de alto nível que vêm se destacando em competições regionais e nacionais.

Entre as revelações desse projeto, estão Vinícius Farias, campeão brasileiro em 2009, Letícia Neves, terceira colocada no Brasileiro etapa Centro-Oeste, Karen Ramos, também terceiro lugar no Brasileiro, Bárbara Ayumi, campeã também na etapa Centro-Oeste do Brasileiro, além de diversos atletas promissores que vêm crescendo no Judô, como Talisson Silva, Marcos Gabriel e outros.

Ainda, o Clube conta com os atletas Vitor Manfré e João Henrique Viana, oriundos do Projeto Judoquinha, que são candidatos ni-dan, ao segundo grau de faixa preta. Hoje João também é professor do projeto. Um dos maiores destaques é a atleta Camila Gebara, que iniciou no Judô aos 4 anos no Clube Indaiá, onde permaneceu até os 11 e hoje é referência nacional e internacional, colecionando dezenas de títulos.

Vice-campeã mundial e campeã brasileira são dois dos títulos mais importantes para a consagrada carreira da judoca, que já teve vitórias em todas as categorias que passou, desde o sub-13, sub-15 sub-17 e agora com o sub-20. Além do Brasileiro, Camila já possui 12 medalhas Internacionais entre pan e sulamericanos e disputas na Europa. É a judoca mais premiada de Mato Grosso do Sul.

Comentário

Centenas de pessoas estão sendo atendidas, gratuitamente, neste final de semana, em Dourados, através do projeto de Mutirão em Saúde, organizado pelo mandato do deputado Barbosinha (DEM-MS) com a colaboração espontânea do médico Jamal Mohamed Salem, conceituado urologista de Mato Grosso do Sul e ex-vereador em Campo Grande, com mais de 20 anos de experiência na atividade.

A primeira etapa do mutirão foi realizada na noite desta sexta-feira (8), nas dependências da igreja Assembleia de Deus de Mato Grosso do Sul, na Vila Industrial, onde mais de 60 homens, alguns acompanhados, inclusive, das esposas, participaram dos exames preventivos, com ultrassom, realizados pelo doutor Jamal. “Para nós, foi extremamente gratificante termos sido escolhidos para abrir esse projeto, porque realmente a prevenção ainda é o melhor remédio”, comentou o pastor Silvio Cardoso Gonçalves, líder da igreja em São Paulo, que veio a Dourados, a convite do pastor Gabriel Matos, para acompanhar os trabalhos.

O médico urologista Jamal Salem foi apresentado à comunidade da região da vila Industrial como “referência nacional no tratamento das doenças de próstata” e o deputado Barbosinha destacou o desprendimento do profissional, “que empresta um pouco da sua vasta experiência para nos ajudar a enfrentar os graves problemas de saúde de Dourados, ajudando a minimizar as dificuldades e orientando as pessoas sobre como cuidar melhor do próprio corpo”.

Antes de iniciar os atendimentos, o médico falou da importância do homem adotar medidas de caráter preventivo, com referência à saúde sexual e os exames regulares da próstata, enfatizou, ajudam a prevenir doenças sexualmente transmissíveis e a garantir melhor qualidade de vida”. Jamal Salem disse ainda que o homem normalmente tem mais dificuldades do que a mulher para tratar desse assunto, mas a partir de ações como essas, idealizadas pelo deputado Barbosinha, “a gente ajuda a desmistificar o tabu do exame de próstata”.

O mutirão prossegue na manhã deste sábado (9), com a participação da comunidade do Jardim Canaã I, na sede da Associação de Moradores do bairro e, no período da tarde, a partir das 14 horas, na rua Osmar Farias, na Vila Cachoeirinha. O programa será repetido, gradativamente, para o acompanhamento dos resultados detectados nessa primeira série de exames e encaminhamentos médicos com a população de Dourados.

Comentário

O ex-ministro José Dirceu também deixou a prisão na noite desta sexta-feira (8), após determinação da Justiça do Paraná e o despacho da juíza Ana Carolina Bartolamei Ramos, da 1ª Vara de Execuções Penais de Curitiba. No fim da tarde, o ex-presidente Luis Inácio da Silva havia deixado o prédio da superintendência da Polícia Federal da capital do Paraná, aguardado por manifestantes do movimento ‘Lula livre’ na porta da cadeia.

"No presente caso, restou observado que não há trânsito em julgado da condenação, tal como que esta teve início exclusivamente em virtude da confirmação da sentença condenatória em segundo grau, não existindo qualquer outro fundamento fático para o início do cumprimento da pena, até porque houve a substituição das prisões preventivas decretadas em desfavor do executado", diz trecho da decisão.

Em um primeiro despacho, o juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba, que deferiu a soltura de Lula, havia pedido que o MPF (Ministério Público Federal) se manifestasse sobre a solicitação da defesa por causa de um pedido de prisão preventiva expedido em março de 2017 que não foi rejeitado pelo TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). A defesa de José Dirceu contestou a decisão do juiz federal. Os advogados do ex-ministros alegaram que um habeas corpus julgado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) revogou a ordem de prisão cautelar contra Dirceu.

Em novo despacho, também nesta sexta, o juiz federal reconsiderou a decisão sobre a prisão preventiva, mas declinou competência para decidir sobre a soltura e encaminhou para a 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca de Curitiba. Nessa decisão, o próprio juiz informou que a defesa de José Dirceu também havia pedido a liberdade do ex-ministro à Justiça estadual. Dirceu estava preso no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, desde maio deste ano.

Comentário

Com o objetivo de melhorar ainda mais a qualidade do serviço prestado por profissionais da área de segurança pública que agem na região de fronteira, a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) assinou, nesta sexta-feira (8), com o Coised (o Conselho Institucional de Segurança de Dourados), convênio que vai permitir a capacitação dos policiais em temas específicos que envolvem questões legais envolvendo o trabalho policial em regiões limítrofes com outros países.

O documento foi assinado entre o Inspetor Waldir Brasil, da PRF (Polícia Rodoviária Federal), presidente do Coised e o professor Rogério Turela, representante da reitoria da Uems. De acordo com o termo, o 1º Curso de Especialização em Segurança Pública e Fronteiras será realizado na Uems de Dourados com início em fevereiro do próximo ano com duração de 18 meses e inicialmente 40 vagas serão colocadas à disposição dos interessados, com carga horária de 360 horas.

Ainda segundo o documento, a metodologia do curso está relacionada com as questões de Segurança Pública e Fronteira, com disciplinas de direito e administração pública ministradas pelos professores da Universidade, e, principalmente, com disciplinas relacionadas às questões de segurança na fronteira que serão ministradas por instrutores que integram o Conselho Institucional e que já trabalham na região e possuem conhecimento prático e teórico em diversos assuntos.

De acordo com Waldir Brasil, inicialmente o curso estará voltado exclusivamente aos integrantes das forças de segurança pública da região de Dourados e depois devem ser ampliados para outras cidades fronteiriças. “Nosso objetivo é capacitar estes policiais em questões técnicas que nem sempre fazem parte do dia-dia do cotidiano deles, mas que podem fazer a diferença na qualidade de produção de provas que no final dará um melhor resultado no decorrer de inquérito, investigação ou quando um processo chegar em sua fase final, ou seja, na hora do julgamento”, disse ele.

Ainda segundo o presidente do Coised, haverá uma troca de experiência entre policiais civis e militares, Guardas municipais, peritos, agentes da Polícia Federal, da PRF, DOF, ministérios públicos estadual e federal e até do Exército Brasileiro, cada um expondo suas experiências e conhecimentos, vai resultar, no entender de Waldir Brasil, na melhoria do combate ao crime em todas as suas vertentes.

Além da capacitação dos agentes de segurança, um dos objetivos do curso é a realização de um observatório de segurança pública e fronteiras no Estado de Mato Grosso do Sul, bem como a realização de um futuro Mestrado Profissional em Segurança Pública e Fronteiras.

Comentário

A Secretaria de Educação do Município realizou nesta sexta-feira (8), por meio do Núcleo de Educação Física e Esporte Escolar, o 6º e último encontro de formação para professores de educação física da Rede Municipal de Ensino de Dourados neste ano. O encontro aconteceu na Coordenadoria Regional de Educação e contou com a participação dos professores que atuam no ensino fundamental anos iniciais e finais e educação de jovens e adultos.

O objetivo da formação continuada é orientar os profissionais quanto ao planejamento e organização do currículo, assim como refletir as suas práticas. O Núcleo de Educação Física tem priorizado neste ano as formações, como momentos de estudos, relatos de experiências e trocas do conhecimento.

Segundo a coordenadora do Núcleo, professora Mariza Araujo, esses encontros têm sido muito ricos para qualificar as aulas de educação física escolar. “Estamos num processo de implantação da nova BNCC, a Base Nacional Curricular Comum, e precisamos conhecer o processo de organização curricular para que possamos trabalhar a educação física na rede de forma organizada e satisfatória, seguindo a proposta educacional do MEC”, frisou a professora Mariza.

As formações continuadas para os professores de educação física da rede contam com parceria do curso de Educação Física, sob a coordenação da professora doutora Cássia Cristina Furlan e doutor Marcelo José Taques e também com o apoio da pró-reitora de Extensão e Cultura, professora Josiane Filus de Freitas, da Universidade Federal da Grande Dourados.

Comentário

O comando da BK Brasil, maior operadora do Burger King no país, disse em teleconferência com analistas nesta sexta-feira (8) que a rede sentiu efeito do aumento da concorrência. Segundo o CEO Iuri Miranda, “será difícil a rede ganhar margem nesse cenário de competição”.

O lucro da empresa caiu 80% no terceiro trimestre de 2019, para R$ 5,4 milhões. A margem de lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (o efeito Ebitda) caiu 1,3 ponto, para 11,3%.

“O Burger King tem sido competitivo frente ao mercado. Temos levado ao cliente um valor que é atrativo. O mais difícil nesse cenário de competitividade, sinceramente, é o maior ganho de margem, porque realmente a situação econômica e o desemprego fizeram a renda disponível cair”, disse ele.

A piora na última linha do balanço refletiu principalmente o menor resultado financeiro e a pressão na margem bruta devido ao ambiente econômico de maior concorrência, disse a empresa.

Comentário

A Cassems vai realizar, segunda-feira (11), às 9 horas, no auditório do Hospital Cassems de Campo Grande, a palestra sobre Saúde do Homem e Doença da Próstata.

A palestra será ministrada pelo médico urologista José Ricardo Cruz Silvino e será aberta ao público em geral. Para comemorar o Novembro Azul, o Hospital Cassems CG também preparou uma sessão de beleza para os homens que participarem da palestra.

Comentário

Os moradores de Dourados e região tem, até domingo (10), mais uma oportunidade para trocar de carro no mês de novembro. Teve início nesta sexta-feira (8) nova edição do Mega Feirão de Veículos, que acontece no estacionamento do estádio Douradão, com atendimento das 9 às 19 horas.

Segundo os organizadores, mais de 300 veículos estarão em exposição e em oferta no local. Entre os atrativos estão a possibilidade de pagar a primeira parcela somente daqui a 60 dias, taxas a partir de 0,76% e aprovação de crédito facilitada. Todos os atrativos estão sujeitos a avaliação de crédito.

Para especialistas, comprar um carro em um feirão pode trazer uma série de vantagens. Além de pagar um preço abaixo do praticado pelo mercado de uma forma geral, no feirão você encontra uma grande variedade de veículos em um mesmo lugar, evitando gastar tempo e dinheiro com deslocamentos desnecessários.

Mais informações sobre o Mega Feirão de Veículos no Douradão podem ser obtidas pelo telefone (47) 9 9923 1343, ou por aqui

Comentário

Página 4 de 1488

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus