Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Polícia Nacional do Paraguai estima em 75 o número de presos, a maioria considerados membros do PCC (o Primeiro Comando da Capital) brasileiro, que domina as cadeias no vizinho país, e que fugiram neste domingo (19) da prisão em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com a sul-mato-grossense Ponta Porã, por um túnel que vinha sendo escavado sem que a vigilância da cadeia tivesse percebido.

No final do dia, a Polícia divulgou uma relação, com imagens dos fugitivos, relacionando os brasileiros e paraguaios que teriam tramado a maior fuga dos últimos tempos de uma unidade prisional. Após essa ação dos criminosos, o Governo de Mato Grosso do Sul reforçou, com o apoio do Ministério da Justiça, as áreas de fronteira com o país vizinho.

CONFIRA A RELAÇÃO

lista paraguaioslista brasilenos

 

lista brasilenos1

Conforme o jornal ABC Color, da capital Assunção, são homens de alta periculosidade conseguiram deixar a unidade prisional. Eles eram mantidos no Hall B baixo e parte do Hall B alto, áreas destinadas a integrantes da facção. A contagem oficial ainda não foi feita, mas a informação é de que apenas um preso não conseguiu escapar. Em uma das celas, os agentes encontraram, após a fuga em massa, cerca de 200 sacolas de terra.

Comentário

A Fapems, organizadora do processo seletivo para formação do Banco Reserva de professores temporários para atuar neste ano letivo na Rede Estadual de Ensino, divulga nesta segunda-feira (20), o Gabarito Oficial Preliminar que será publicado no Diário Oficial eletrônico do Estado e, via Internet, no site da empresa www.fundacaofapems.org.br.

24.393 candidatos se inscreveram para participar do processo seletivo realizado neste domingo (19) quando as provas foram aplicadas em Dourados e Campo Grande. A Prova Escrita Objetiva será avaliada de zero a 30 pontos, com peso um a cada alternativa oferecida, sendo uma única alternativa correta.

What do you want to do ?
New mail

Comentário

Uma casa com contornos de resgate histórico, e que se tornou por muitos anos um dos símbolos do modelo de arquitetura da época, construída no centro de Dourados, foi ao chão neste final de semana.

A escavadeira amarela trabalhou sem cessar, durante todo o sábado (18), para derrubar o que ainda havia de histórico na outrora ‘casa azul’, cor predominante durante muitos anos da residência onde morou o primeiro advogado do Município, o poeta Weimar Gonçalves Torres.

Nos últimos anos, no local funcionou a imobiliária Kamimura, agora transferida para 1.200 metros à direita, conforme anunciava a placa no muro da construção, resistindo à demolição. Poucas pessoas que passavam pelo local no sábado praticamente ignoravam esses detalhes da história.

Weimar Gonçalves Torres foi um poeta e político que nasceu na cidade de Ponta Porã, em 6 de dezembro de 1922. Formou-se em Direito em 1947, na faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Em 1951 casou-se com Adiles do Amaral e ajudou a construir o começo da história do jornal ‘O Progresso’, que encerrou atividades no final do ano passado. Agora, com a demolição da casa, mais um pedaço da história vira escombros.

 
What do you want to do ?
New mail
 
What do you want to do ?
New mail

Comentário

Com o avanço da inteligência artificial, os humanos serão substituídos na maioria dos trabalhos que hoje existem. Novas profissões irão surgir, mas nem todos conseguirão se reinventar e se qualificar para essas funções. O que acontecerá com esses profissionais? Como eles serão ocupados?

Yuval Noah Harari, professor da Universidade Hebraica de Jerusalém e autor do livro Sapiens – Uma Breve História da Humanidade, pensa ter a resposta. Conforme reproduz o portal da revista Época na internet, Harari publica no tabloide inglês The Guardian o artigo intitulado O Significado da Vida em um Mundo sem Trabalho, onde comenta sobre uma nova classe de pessoas que deve surgir até 2050: a dos inúteis. "São pessoas que não serão apenas desempregadas, mas que não serão empregáveis", diz o historiador.

De acordo com Yuval Harari, esse grupo poderá acabar sendo alimentado por um sistema de renda básica universal. A grande questão então será como manter esses indivíduos satisfeitos e ocupados. “As pessoas devem se envolver em atividades com algum propósito. Caso contrário, irão enlouquecer. Afinal, o que a classe inútil irá fazer o dia todo?”.

Uma das possíveis soluções, apontadas pelo professor, são os games de realidade virtual em 3D. “Na verdade, essa é uma solução muito antiga. Por centenas de anos, bilhões de humanos encontraram significados em jogos de realidade virtual. No passado, chamávamos esses jogos de ‘religiões’”, afirma Harari. “Se você reza todo dia, ganha pontos. Se você se esquece de rezar, perde pontos. Se no fim da vida você ganhou pontos o suficiente, depois que morrer irá ao próximo nível do jogo (também conhecido como céu)”.

Mas, conforme descreve, se a ideia de encontrar significado na vida com essa realidade alternativa não é exclusividade da religião, "o consumismo também é um jogo de realidade virtual. Você ganha pontos por adquirir novos carros, comprar produtos de marcas caras e tirar férias fora do país. E, se você tem mais pontos que todos os outros, diz a si mesmo que ganhou o jogo”.

Para o escritor, um exemplo de como funcionará o mundo pós-trabalho pode ser observado na sociedade israelense. Alguns judeus ultraortodoxos não trabalham e passam a vida inteira estudando escrituras sagradas e realizando rituais religiosos. Esses homens e suas famílias são mantidos pelo trabalho de suas esposas e subsídios governamentais. “Apesar desses homens serem pobres e nunca trabalharem, pesquisa após pesquisa eles relatam níveis de satisfação mais altos que qualquer outro setor da sociedade israelense”, afirma Harari.

Segundo o professor, o significado da vida sempre foi uma história ficcional criada por humanos, e o fim do trabalho não irá necessariamente significar o fim do propósito. Ao longo da história, muitos grupos encontraram sentido na vida mesmo sem trabalhar. O que não será diferente no mundo pós-trabalho, seja graças à realidade virtual gerada em computadores ou por religiões e ideologias. "Você realmente quer viver em um mundo no qual bilhões de pessoas estão imersas em fantasias, perseguindo metas de faz de conta e obedecendo a leis imaginárias? Goste disso ou não, esse já é o mundo em que vivemos há centenas de anos”.

What do you want to do ?
New mail

Comentário

O ex-prefeito de Bella Vista Norte, no Paraguai, que faz fronteira com a cidade brasileira de Bela Vista no Mato Grosso do Sul, Júlio César Rojas Vadora, de 54 anos, foi morto no final da tarde deste sábado (18) em Bella Vista. Ele assistia a uma partida de futebol no Ybytyruzu Sports Center quando pistoleiros a bordo de um Gol e de uma moto chegaram ao local e fizeram centenas de disparos de submetralhadora.

Júlio César, que já tinha sido também governador do estado de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero, estava na arquibancada ao lado de outras pessoas, morreu na hora. Outra vítima foi o servidor público federal do Paraguai Alejandro Malvertti Delgado, chefe local do Serviço Nacional de Erradicação da Malária (o Senepa) que acompanhava o político.

Luís Arnaldo Fernandes, de 18 anos e Arnaldo Flores foram feridos e socorridos com vida para o Hospital Regional de Bella Vista Norte. No momento do atentado houve muita correria e pânico e outras pessoas ficaram feridas, mas sem gravidade. Segundo relatos preliminares, o alvo dos assassinos era mesmo o ex-prefeito Rojas, mas com a saraivada de tiros outros acabaram sendo atingidos na multidão.

What do you want to do ?
New mail

Comentário

24.393 candidatos se inscreveram para participar do processo seletivo para formação do Banco Reserva de professores temporários para atuar neste ano letivo na Rede Estadual de Ensino (REE). As provas objetivas serão realizadas neste domingo (19) em Campo Grande e Dourados, no período da tarde.

Em Dourados, a maior concentração de candidatos será na Unigran, com 6.604 inscritos. Na Uems (av. Guaicurus, km 12, Cidade Universitária) farão as provas 1.325 candidatos e outros e 934 na Universidade Anhanguera (rua Manoel Santiago, 1155, Jardim Itaipu). A organização do concurso alerta aqueles que farão as provas na Unigran que existem duas entradas, na rua Balbina de Matos, 2121, no Jardim Universitário, para os que farão as provas nos blocos de 1 a 11, e na rua Cider Cerzózimo de Sousa, S/N (no Cantão do Bosque), para os designados para as salas que ficam nos blocos 12 e 13.

Em Campo Grande, são 15.530 inscritos, e desses 9.963 farão as provas na Uniderp (avenida Ceará, 333). Na Unigran Capital (rua Abrão Júlio Rahe, 325) são 3.445 candidatos a fazerem as provas e 2.122 na Uniderp Agrárias (rua Alexandre Herculano, 1.400, bairro Taquaral Bosque).

CONFIRA ONDE VOCÊ VAI FAZER A PROVA

Com início previsto para às 15 horas, a avaliação, de caráter eliminatório e classificatório, terá duração de três horas. Para a realização da prova, os candidatos deverão se apresentar no local designado com antecedência mínima de uma hora do horário estabelecido para o fechamento dos portões, observado o horário oficial de Mato Grosso do Sul, munidos de documento de identificação com foto.

A Prova Escrita Objetiva será avaliada de zero a 30 pontos, e constará de 30 questões de múltipla escolha, com peso um, cada qual contendo cinco alternativas, sendo uma única alternativa correta. O Gabarito Oficial Preliminar será divulgado por edital específico, publicado no Diário Oficial Eletrônico, no endereço www.imprensaoficial.ms.gov.br e disponibilizado, via Internet, no site www.fundacaofapems.org.br.

What do you want to do ?
New mail

Comentário

A juíza de Direito da 8ª. Vara Cível da Comarca, Marilsa Aparecida da Silva Baptista, em substituição legal, acatou, na manhã desta sexta-feira (17), petição em Ação Civil Pública movida pelo MPE (Ministério Público Estadual) para que a Prefeitura de Dourados regularize o sistema de fornecimento de exames de ressonância magnética que hoje afeta em torno de 2.767 pacientes que engrossam a fila de solicitações para a realização do procedimento.

De acordo com o despacho da magistrada, o Município admite essa deficiência para a prestação do serviço, que deveria estar sendo oferecido no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde), e não há, atualmente, nenhum prestador de serviço contratado para essa ação. “Considerando tratar-se de exame básico e imprescindível para diagnóstico de diversos problemas de saúde de natureza grave”, cabe ao Município encontrar uma solução para o problema que, conforme apurou a juíza, “vem se arrastando desde 2018”.

Marilsa Baptista disse que a falta de fornecimento dos serviços “ultrapassou o limite do razoável, colocando em risco a saúde e, por vezes, a própria vida dos usuários do SUS, diante da falta de exame necessário para diagnóstico de doenças graves”. Ao deferir a antecipação dos efeitos da tutela pleiteada pelo MPE, a juíza determinou que o Município promova, no prazo de 10 dias, a reativação dos serviços médicos de diagnósticos em exames de Ressonância Magnética Nuclear na macrorregião de saúde de Dourados.

Enquanto não consegue formalizar um contrato com as empresas do segmento, que prestam esse tipo de serviço, a decisão judicial impõe que o atendimento aos usuários SUS que aguardam na fila da ressonância seja feito na rede particular de diagnósticos, às custas paritárias dos requeridos; e o encaminhamento para a realização do exame em outras macrorregiões de Saúde do Estado, citando Campo Grande, Três Lagoas e Corumbá, ou ainda, em outros Estados, como os vizinhos São Paulo e o Paraná. A Prefeitura ainda não se manifestou sobre a decisão.

 
What do you want to do ?
New mail

Comentário

A Stone, fintech serviços financeiros, oferece oportunidades de emprego para Dourados e Campo Grande. As novas contratações visam acompanhar o ritmo acelerado de crescimento da companhia, que em 2018 duplicou sua carteira de clientes, informa.

As vagas - para compor o time comercial - contam com salário a partir de R$ 3.254,00 (fixo + variável), relacionado ao cumprimento de metas. Além disso, a empresa oferece vale alimentação e refeição, vale transporte, seguro saúde e odontológico, seguro de vida, auxílio creche e auxílio academia.

“Mato Grosso do Sul é um polo estratégico para a companhia. Por isso estamos investindo em oportunidades de emprego na região que nos permita continuar crescendo e atendo bem aos nossos clientes”, explica Augusto Lins, presidente da Stone.

“Nosso modelo de atuação é diferenciado, pois sabemos que o Brasil vai muito além das capitais. Somos movidos por empreendedores espalhados por todo o País. Precisamos reforçar ainda mais nossos times locais para atender com excelência nossos clientes sul-mato-grossenses”, completa.

Sem pré-requisitos

Para se candidatar e descobrir as vagas com as quais mais se identifica e a cidade mais próxima, o candidato só precisa acessar bit.ly/StoneVagas. Não há pré-requisitos para a candidatura. No entanto, já ter atuado na área desejada é um diferencial. A Stone está em busca de pessoas alinhadas à sua cultura e que queiram transformar o setor de meios de pagamentos no Brasil.

Um dos primeiros unicórnios brasileiros, a Stone abriu capital na bolsa eletrônica Nasdaq, em Nova York, em outubro de 2018. A companhia tem como propósito facilitar a vida do empreendedor brasileiro, permitindo-o vender mais, gerir melhor seu negócio e crescer sempre, com uma oferta diferenciada de soluções de pagamento e gestão, além de atendimento personalizado.

 
What do you want to do ?
New mail

Comentário

O secretário especial de Cultura do governo do presidente Jair Bolsonaro, demitido no começo da tarde desta sexta-feira (17), afirmou em post na conta que mantém no Facebook, que o discurso dele semelhante ao do ministro de Adolf Hitler da Alemanha Nazista, Joseph Goebbels, é “coincidência retórica”.

Assim como Goebbels havia afirmado em meados do século XX que a "arte alemã da próxima década será heroica” e “imperativa”, Alvim afirmou que a “arte brasileira da próxima década será heroica” e “imperativa”.

Roberto Alvim afirmou que "o trecho fala de uma arte heroica e profundamente vinculada às aspirações do povo brasileiro". "Não há nada de errado com a frase", completou.

"Todo o discurso foi baseado num ideal nacionalista para a Arte brasileira, e houve uma coincidência com UMA frase de um discurso de Goebbles... Não o citei e JAMAIS o faria. Foi, como eu disse, uma coincidência retórica. Mas a frase em si é perfeita: heroísmo e aspirações do povo. É o que queremos ver na Arte nacional", disse Alvim. (Com informações do G1)

What do you want to do ?
New mail

Comentário

O Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) realizou, nesta quinta-feira (16), pesquisa comparativa de preços da mensalidade escolar de 14 séries (do Infantil ao Ensino Médio) em nove estabelecimentos de ensino da cidade.

Acompanhe as principais variações entre o menor e o maior preço:

Educação Infantil - Pré I Diferença de preço: 114,6%
Menor preço: R$ 476,83 Maior preço: R$ 1.023,00

Ensino Fundamental I Diferença de preço: 215,4%
Menor preço: R$ 476,83 Maior preço: R$ 1.504,00

Ensino Fundamental II Diferença de preço: 277,1%
Menor preço: R$ 515,33 Maior preço: R$ 1.943,00

Ensino Médio Diferença de preço: 259,5%
Menor preço: R$ 645,37 Maior preço: R$ 2.320,00

De acordo com o Procon, Lei Federal 9.870, de 23 de novembro de 1999, dispõe sobre o valor das anuidades escolares e outras providências. Algumas informações extraídas dessa lei, e que devem ser observadas pelo consumidor, indicam que o valor das anuidades ou das semestralidades escolares do ensino pré-escolar, fundamental, médio e superior, deverá ter como base a última parcela da anuidade ou da semestralidade legalmente fixada no ano anterior, multiplicada pelo número de parcelas do período letivo.

Esse valor poderá ser acrescido ao valor total anual de que trata o § 1o, montante proporcional à variação de custos a título de pessoal e de custeio, comprovado mediante apresentação de planilha de custo, mesmo quando esta variação resulte da introdução de aprimoramentos no processo didático-pedagógico.

O estabelecimento de ensino deverá divulgar, em local de fácil acesso ao público, o texto da proposta de contrato, o valor apurado na forma do artigo 1º. e o número de vagas por sala-classe, no período mínimo de 45 dias antes da data final para matrícula, conforme calendário e cronograma da instituição de ensino.

What do you want to do ?
New mail

Comentário

Página 5 de 1547

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus