Timber by EMSIEN-3 LTD
  • fetems fundeb
Sábado, 15 Fevereiro 2020 08:09

Cidadão de MS, Renato Teixeira diz que privilégio foi ter nascido músico Destaque

Escrito por
Deputado Barbosinha em conversa descontraída com Renato Teixeira, antes da homenagem oficial Deputado Barbosinha em conversa descontraída com Renato Teixeira, antes da homenagem oficial Assessoria/João Garrigó

“Nada de mais em relação às outras pessoas. Eu poderia ter sido professor, engenheiro, astronauta, médico, mecânico, mas o maior privilégio foi ter nascido músico, e poder, com a música, levar esse olhar de poesia que motiva as pessoas”. Essa foi a definição dada pelo músico e compositor Renato Teixeira [que ainda tem o Oliveira no sobrenome] para justificar a carreira escolhida muito cedo depois de, aos 21 anos, ter sido igualmente privilegiado com a oportunidade que teve de conhecer Chico Buarque, Caetano Veloso, Gal Costa e Geraldo Vandré e confirmado a opção de vida.

Essa história faz parte do currículo que enriquece a trajetória cultural de Teixeira, homenageado na noite desta sexta-feira (14) em evento organizado pelo deputado estadual Barbosinha (DEM) com o título de Cidadão Sul-mato-grossense, outorgado pela Assembleia Legislativa do Estado no ano passado, em cuja cerimônia a agenda de apresentações musicais do artista impediu de comparecer para receber a honraria.

O vice-governador Murilo Zauith, que também é secretário estadual de Infraestrutura, teve oportunidade de manifestar ao músico a emoção que as pessoas, ele próprio, inclusive, sentem ao conviver com o repertório de Renato Teixeira. “Você consegue, com a poesia, traduzir o sentimento de muita gente e faz muita gente se emocionar e compartilhar o que você transmite”, rendeu-se o vice-governador, ao destacar a importância do ato.

Autor do projeto que concedeu, em abril do ano passado, o título de Cidadão Douradense a Renato Teixeira, o vereador Madson Valente (DEM) relembrou que guarda, com orgulho, o rascunho da composição que o artista fez a Dourados, cidade que adotou a partir do momento em que conheceu Maria de Lourdes Gonçalves, com que vive no Município.

O deputado Barbosinha justificou a proposição do título de Cidadania pela marca que Renato Teixeira imprimiu, pelo talento e a diversidade musical, ao cancioneiro nacional. “A sua música caipira, o dom pelas cordas e o sentimento poético que deixa impregnados de amor e paixão os corações pelo Brasil, já seriam motivo suficiente para essa homenagem”, classificou o deputado, que ainda citou momentos em que o artista projetou o Estado além fronteiras, extrapolando os limites da cidade de Santos, no litoral paulista, onde nasceu há 75 anos.

Última modificação em Segunda, 17 Fevereiro 2020 10:39

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus