Timber by EMSIEN-3 LTD
Domingo, 27 Setembro 2020 09:20

Pelo Instagram, curso da Unigran tenta 'romper' isolamento social em live Destaque

Escrito por
Professores do curso de Psicologia abordam formas de manter aproximação mesmo com o distanciamento social Professores do curso de Psicologia abordam formas de manter aproximação mesmo com o distanciamento social Divulgação/Assessoria

Com a ausência de tratamento farmacológico capaz de curar a infecção pela Covid-19 e até mesmo de prevenção imunológica por meio de vacina, o mundo todo passa por medidas de saúde pública como principal forma de controle da pandemia, e tanto o aumento da higiene, quanto a restrição de contato entre a população, são realidades. Nestes casos, o sofrimento psíquico causado pelo isolamento social que a pandemia exige vem sendo tema de grandes debates, como foi o caso do realizado pelo curso de Psicologia da Unigran, em parceria com o Shopping Avenida Center, através de uma live transmitida pelo Instagram para abordar o Setembro Amarelo em Prol da Vida.

A coordenadora do curso, Ticiana Araujo da Silva, e o professor Carlos Valiente, fizeram um bate-papo para relatar como o isolamento social e a pandemia vêm afetando no sofrimento psíquico das pessoas e o que é necessário para diminuir os impactos na saúde mental.

“Somos seres sociais, de afeto, de laços, de relações, e o fato de ficar forçadamente isolado, por conta da pandemia, afeta diretamente o nosso psiquismo e a nossa forma de ver o mundo, porque convivemos com outras pessoas, fortalecemos os laços de afeto”, mencionou Ticiana Araujo. A psicóloga ressaltou o fato de que, além de ser uma obrigação, o isolamento social é uma consciência pessoal, pois se faz necessário para diminuir o risco de contágio.

Para que os impactos sejam amenizados, é preciso, de alguma forma, preservar os laços, como não se desconectar das pessoas. “Mesmo que, fisicamente, não podemos nos encontrar, estar presente, abraçar, agrupar, aglomerar, que não percamos de vista esses afetos. Podemos telefonar para um amigo, conversar nas redes sociais, fazer chamada de vídeo entre familiares, há algumas saídas para que possamos se conectar com o outro”, disse.

Além disso, a professora acredita que é fundamental que se faça uma certa “higiene mental”, que pode ser ouvir uma música que remete alegria, um momento bom e prazeroso na vida, uma atividade física, e até mesmo uma boa alimentação.

A psicóloga salientou que outro problema é que, além da crise da pandemia, as pessoas precisam enfrentar a crise econômica. Além de estarem isoladas, as pessoas estão sofrendo por conta de uma perda em termos financeiros o que, com certeza, impacta a sociedade em geral. “Temos que apostar que vamos conseguir passar por isso tudo, e vamos sair mais fortalecidos. Temos que encontrar chaves em algumas portas de esperança e projetarmos alguma coisa para o futuro. Importante nos mantermos com um certo equilíbrio para que, no futuro, consigamos retomar o rumo das nossas vidas de uma forma mais livre”, finalizou Ticiana Araujo.

Setembro Amarelo

Durante o mês de setembro estão sendo realizadas diversas atividades pelo curso de Psicologia da Unigran em plataforma on-line, como a ação social #LigaçãoDeAMOR, ciclo de palestras e roda de conversa interativa sobre o tema.

  • Editais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis