Timber by EMSIEN-3 LTD
Domingo, 08 Maio 2016 09:26

Poesia do Adail: Homenagem às Mães

Escrito por

Um dia nasceu um amor, e esse amor foi se enraizando, o sonho de ser mãe te conquistou, e você com ternura foi cativando.

O tempo passou tão devagar, o seu sonho sempre acalentava, de tanto você sonhar, seu futuro filho já amava.

Finalmente, chegou o grande dia, e você com muita emoção, irradiando amor e alegria, entregou o seu coração. Com o seu entre querido, enfrentou as desilusões, e quando ele estava perdido, foi corajosa nas decisões.

No decorrer da sua vida, o mais importante foi o filho amado, as alegrias foram revividas, as tristezas ficaram no passado.

Com ternura foi semeando o caminho que o seu filho ia percorrer, foi colocando flores onde tinha espinhos,

e com sua experiência ensinando a viver.

Nos seus gestos demonstrava bondade, nas suas palavras traduzia amor, com as suas atitudes mostrava a verdade,

com sua maneira de ser afastava a dor.

Hoje o seu filho agradece, mesmo quando não consegue demonstrar, mas ele nunca esquece, quem lhe ensinou a amar.

Com seu amor foi semeado, a minha vida, moldando a minha personalidade, hoje o presente também é passado, os seus conselhos são a essência da minha felicidade.

Quero te agradecer nesse dia, e pedir perdão se não te mereço, é com muito amor e alegria, que essa poesia te ofereço.

Mãe. . . Obrigado por me dar a vida, obrigado por me fazer ser gente, pela sua coragem, as tristezas são vencidas, porque você planta a semente. Do amor, da pureza, da paz, da fibra de ser mãe por amor.

Mãe, você é o motivo que me faz, ter mais fé no Salvador. Você é a mensagem que Ele traduz, porque é a essência do amor divino, você é o caminho, é a luz, como a luz daquele que também foi menino. E que também teve uma Mãe, Maria, ela foi o exemplo por vocês seguido, no seu sorriso resplandece a alegria, apesar do rosto ser muito sofrido.

Mãe!

Eu te agradeço, novamente, com muito amor e carinho, vamos plantar sempre a semente, de muito amor no nosso caminho.

(Tive a emoção de declamar essa poesia para a minha mãe em um "Dia das Mães" no Salão Paroquial da Matriz.

Quem ainda tem a sua mãe que a valorize, reconheça o seu amor e a ame muito. Dourados, 10 de maio de 1.978)

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus