Timber by EMSIEN-3 LTD
  • governo abril
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

A prefeita Délia Razuk destacou, ao participar, na manhã de segunda-feira (16), da entrega dos 512 apartamentos construídos no Residencial Ildefonso Pedroso, o crescimento acelerado que movimenta a região onde está localizado o novo conjunto habitacional, e agradeceu pelo empenho que tem sido feito através dos governos federal e do estado para ajudar o Município a atingir esse estágio.

“Nós prometemos, em campanha, trabalhar para que não faltasse mão-de-obra, esse é o maior desejo de todos os que buscam chegar ao governo, porque, com emprego, as famílias tem renda garantida e podem almejar melhor qualidade de vida. Graças a Deus, e a essas parcerias que temos com os Governos, Dourados é hoje esse grande canteiro de obras”, discursou a prefeita.

Délia Razuk agradeceu a presença do ministro Carlos Marun, “um grande amigo de Dourados” e reconheceu também nas ações do governador Reinaldo Azambuja o apoio necessário “para que mais famílias tenham oportunidade de trabalho garantido”. A prefeita também anunciou que em breve mais 200 unidades do conjunto Estrela Guassu, que está sendo implantado na região do Jardim Clímax e a assinatura do programa de lotes urbanizados, consolidam essa parceria com os governos para atender famílias em situação de vulnerabilidade social.

O conjunto habitacional Estrela Guassu, cuja construção foi retomada recentemente, vai contemplar pelo menos 200 famílias em vulnerabilidade social. O contrato para a retomada dos serviços foi firmado pela prefeita Délia Razuk junto ao Governo do Estado e a Caixa Econômica Federal no começo do ano. Serão R$ 27,3 milhões investidos na construção das casas e na infraestrutura da região, que vai receber drenagem, pavimentação e urbanização de primeira qualidade.

Durante a entrega dos novos apartamentos no Ildefonso, a prefeita lembrou o enfrentamento assumido com relação à segurança das famílias dos conjuntos Dioclécio Artuzi e Harrison de Figueiredo, na travessia da rodovia MS 156, para o acesso das crianças à escola do bairro Guaicurus. “Até que fosse implantada a passarela de pedestres, nosso pessoal da Guarda Municipal e da Agetran permaneceu aqui, dando esse acompanhamento”, agradeceu ela, aplaudida pelos moradores da região presentes no ato.

Comentário

Uma adolescente de 17 anos e uma jovem de 20 anos, ambas moradoras na cidade de Várzea Grande no Mato Grosso, foram detidas com quase 17 quilos de maconha e 200 gramas da conhecida super maconha (Skank), no começo da noite desta terça-feira (24), no terminal rodoviário de Dourados, em ação da equipe de policiais militares do Canil municipal que combate as chamadas ‘mulas’ do tráfico na região.

De acordo com a Polícia, as duas viajavam no ônibus que saiu de Ponta Porã para Campo Grande e ao fazerem a parada na rodoviária de Dourados, os militares juntamente com a cadela farejadora Inka, conferindo a bagagem e vistoriando passageiros daquele ônibus, detectaram indício de drogas na bagagem da adolescente.

Com a menina de 17 anos foram encontrados 10 tabletes de maconha que totalizaram 8,2 quilos, além de dois pacotes de Skank que pesaram 200 gramas. Ja na bagagem da jovem de 20 anos foram encontrados outros 10 tabletes de maconha que totalizaram 8,5 quilos. A dupla revelou que foi contratada por telefone para levar as drogas até o Mato Grosso e que receberiam R$ 1.500 cada uma pelo transporte. As meninas e o entorpecente foram encaminhadas para a delegacia do 1º Distrito Policial de Dourados.

Comentário

O senador Waldemir Moka (MDB) sugeriu nesta terça-feira (24) a criação de uma confederação para reunir todas as entidades que atuam em defesa de pacientes com doenças raras no Brasil. Caso acolham a ideia, as associações devem criar, primeiramente, uma federação em cada Estado.

A sugestão do senador foi apresentada durante audiência pública na Câmara dos Deputados, proposta pelo deputado Sérgio Vidigal (PDT-ES). Moka foi convidado para participar dos debates por presidir a Subcomissão sobre Doenças Raras do Senado.

O senador entende que a luta, de forma isolada, torna a batalha das entidades mais difícil. “Já conseguimos avançar muito em relação ao assunto. Hoje, o tema ‘doenças raras’ tem tido muito espaço, especialmente no Senado com a criação dessa subcomissão”, afirmou.

O parlamentar, que é médico, explicou o funcionamento da subcomissão do Senado e adiantou que, ao final dos trabalhos, será apresentado projeto de lei que tratará exclusivamente sobre doenças raras. O relator do colegiado é o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Moka afirmou que o Senado também discute um projeto que institui a Política Nacional para Doenças Raras no SUS (Sistema Único de Saúde). O projeto prevê mecanismos acelerados para o registro de medicamentos na Anvisa e a incorporação de medicamentos no SUS no caso dessas doenças. Conforme o projeto, o registro de medicamentos para doenças raras pela Anvisa deve ser prioritário e ter prazo máximo de 120 dias (mesmo prazo previsto na regulamentação hoje), enquanto para outros medicamentos esse prazo costuma ser de um ano.

Para o deputado Mandetta (DEM-MS), é preciso estudar uma mudança na Lei de Licitações (Lei 8.666/93) para garantir que o medicamento para doenças raras chegue mais rápido na ponta.

Conforme a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa, existem de 6 a 8 mil doenças raras diagnosticadas no mundo. Cerca de 13 milhões de pacientes apresentam doenças raras no Brasil.

Comentário

A Prefeitura de Dourados inicia nesta quarta-feira (25), através do Núcleo de Imunização da Secretaria municipal de Saúde, as ações da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2018. Todas as Unidades Básicas de Saúde do município disponibilizarão doses da vacina para a população, conforme cronograma estabelecido pelo Ministério da Saúde em relação aos grupos de risco, de maneira escalonada.

Nesta primeira etapa, até o dia 11 de maio, a vacinação será para crianças de 6 meses a menores de 5 anos (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto) e trabalhadores da saúde. A partir de 12 de maio os idosos serão incluídos ao escalonamento e, a partir de 21 de maio, os presidiários e funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, independente da idade. A campanha termina no dia 1° de junho.

Segundo Edvam Marcelo Morais Marques, gerente do Núcleo, a estimativa de população alvo é entre 70 e 80 mil doses, segundo estabelecido pelo Ministério da Saúde. “É importante que os integrantes dos grupos de risco tomem a vacina porque o vírus tem variações que podem causar problemas maiores, mas também é importante que a população entenda que não são todos que precisam tomar a dose”, explicou.

Edvam ressalta que o cronograma não é feito pela Prefeitura, e é importante que a população esteja por dentro das datas de vacinação e para os grupos de risco respectivos. “Em muitos lugares a campanha iniciou na segunda-feira. Nós optamos por iniciar nesta quarta por uma questão de logística, para dar mais comodidade aos cidadãos, que terão a vacina nas unidades”, disse.

O primeiro lote enviado é composto por 20 mil doses da vacina. A carga chegou ao município na segunda-feira (23) e todas as unidades foram abastecidas com esta primeira fase. “O cronograma de envio das próximas doses é por deliberação do Ministério. Nós recebemos, cadastramos e distribuímos para a aplicação”, explicou, lembrando que o Ministério dispõe de uma única empresa fornecedora das doses para todo o Brasil, na área pública e privada.

Datas e horários

De 25 a 27 de abril o atendimento nos postos de saúde será das 7 às 11 e das 13 às 17 horas para este público. Dos dias 2 a 4 de maio, a vacinação será nos postos no mesmo horário, e nas unidades da Seleta e do Parques das Nações II, com um terceiro período, das 18h30 às 21h30. De 7 a 11 de maio, continua a vacinação nas unidades no horário normal.

A partir de 12 de maio, quando ocorre a Mobilização Nacional, até 18 de maio, a vacinação incluirá os idosos aos demais grupos, com atendimento nos mesmos horários já estabelecidos.

De 21 de maio a 1 de junho, data prevista para o término da campanha de vacinação, serão vacinados ainda os indígenas, portadores de doenças crônicas, presos e funcionários do sistema prisional, com os mesmos horários nos postos de saúde.

A vacinação será com uma dose de vacina trivalente, com antígenos para os tipos Influenza A H1N1 e H3N2 e Influenza tipo B, e será feita exclusivamente nos postos de saúde. Para receber a dose, professores, funcionários do sistema prisional e funcionários da saúde precisam apresentar documento que comprove a condição. Doentes crônicos precisam de prescrição médica com o motivo da indicação. Demais grupos precisam apenas de documento de identificação, mas recorrer a unidade de saúde a que está vinculado.

Situação

Segundo o Núcleo de Imunização, Dourados apresentou quatro suspeitas de Influenza em 2018, sendo duas de moradores da cidade e duas de moradores de outros municípios. Todos foram considerados negativos, de acordo com exame realizado no Lacen/MS.

No Estado, Campo Grande é o município com mais notificações, tendo confirmado dois casos de H1N1 e seis casos de H3N2, com duas mortes por este segundo tipo da doença. O boletim epidemiológico mais recente da Secretaria estadual de Saúde foi emitido no dia 18 de abril.

Comentário

O município de Dourados já conta, desde esta terça-feira (24), com dois programas de prevenção realizados pela Cassems: “Odontologia para Bebês” e “Cozinha Experimental”. Criado há doze anos, o “Odontologia para Bebês” tem o objetivo de prevenir problemas e manter a saúde bucal das crianças, já a “Cozinha Experimental” busca despertar nas pessoas o interesse por uma alimentação saudável, gerando assim, mais qualidade de vida.

O programa “Odontologia para Bebês” acontece no Centro Odontológico, que fica na Rua Mato Grosso, 1470, e os interessados em participar devem ligar no telefone 3033-8359. Já a “Cozinha Experimental” acontece duas vezes por mês, no Centro de Prevenção do município, que fica na Rua Onofre Pereira de Matos, 5534-5644, no Jardim Climax, e, para participar, os interessados devem ligar no 3033-8350.

Odontologia para Bebês

O programa de prevenção “Odontologia para Bebês” foi criado em 2006, e o realizado em Dourados é uma extensão do existente em Campo Grande e vai funcionar no mesmo formato que o da Capital. O odontopediatra responsável pelo atendimento do programa no município, Fernando Lamers, explica que o foco é despertar a educação e a prevenção nos participantes.

“Inicialmente, o programa tem um caráter educativo que é feito de duas maneiras: coletivo, na palestra e individual, na conversa com os pais. Nós passamos as informações sobre os hábitos nocivos para a saúde bucal, durante todo o processo. A filosofia do programa é de intervenção mínima, ou seja, nós prevenimos para não haver problemas e, quando houver, nós tratamos para que não tenha mais”, explica Lamers.

Para a diretora de Assistência Odontológica da Cassems, Denise Sakae, a expansão do programa mostra que o método adotado, baseado na prevenção e na promoção da saúde bucal, é eficaz por apresentar resultados satisfatórios na criança e familiares, uma vez que, ao receberem informações corretas, ocorre a mudança de hábitos nocivos, bem como a prevenção de problemas bucais. “A intenção da Caixa dos Servidores é expandir o atendimento para o interior, até porque, o programa aqui da Capital atende vários beneficiários do interior do Estado”, afirma.

Para participar do programa, os pais devem se cadastrar para as palestras, onde eles terão informações sobre hábitos alimentares, higienização, traumas, entre outros. Após a palestra, será agendada a primeira consulta clínica do bebê, onde o atendimento individual é realizado e os pais são orientados de acordo com a faixa etária da criança.

Algumas crianças chegam para o primeiro atendimento já com atividade de cáries que são decorrentes, na maioria dos casos, de hábitos nocivos como o aleitamento ao seio tardio, mamadeiras açucaradas, associados à falta de higiene. Devido a este quadro, no programa também são realizados procedimentos restauradores e preventivos. Os retornos serão trimestrais, até a criança completar cinco anos de idade, quando deverá ser direcionada à Odontopediatria.

Cozinha Experimental

Criado em 2012, o programa de prevenção “Cozinha Experimental” agora também chega a Dourados com o mesmo objetivo do de Campo Grande: despertar o interesse por uma alimentação saudável, gerando assim, maior qualidade de vida. Para a nutricionista e coordenadora do Programa de Nutrição Preventiva da Cassems (Pronutri), Eliana Dias, a cada ano, o curso cumpre o seu objetivo, ou seja, cada vez mais pessoas se interessam por uma alimentação saudável.

"Mais uma vez, os cursos tiveram bastante participação dos nossos beneficiários. No ano passado, nós tivemos alguns temas novos juntamente com os tradicionais e, para esse ano, também teremos novidades, como curso para gestante e de grãos e leguminosas”, conta.

A coordenadora da “Cozinha Experimental”, Melissa de Andrade, destaca que o curso continua com o formato de sucesso: receitas nutritivas fáceis de serem preparadas. “Além de inspirar uma alimentação com mais qualidade, o objetivo da ‘Cozinha Experimental’ é trazer a praticidade dentro de uma alimentação saudável, ou seja, ensinar receitas saudáveis de maneira prática”, explica.

Comentário

O Governo do Estado promove nesta quarta-feira (25), a partir das 14 horas, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, a entrega dos benefícios Bolsa-atleta e Bolsa-técnico, ação pioneira no Brasil organizada pela Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) para melhorar o desempenho nos campeonatos.

Preocupados com os desportistas sul-mato-grossenses, o governador Reinaldo Azambuja e o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, ampliaram a lei que beneficiava somente atletas de destaque nacional e estudantil, nesta nova lei, criada em 1º de junho de 2017, implementada com a Bolsa-atleta Pódio, que beneficiará os atletas medalhistas nacionais e internacionais, e a Bolsa-técnico que contemplará os melhores técnicos do Estado.

Marcelo Miranda revela que outros estados estão buscando mais informações sobre essa nova lei criada no MS. “Essa foi uma grande evolução que nós fizemos, prestigiando os atletas e técnicos do nosso Estado, está sendo referência no Brasil todo, muitas vezes, o técnico se passa como um herói anônimo, e Mato Grosso do Sul sai na frente valorizando esse profissional que é fundamental na formação do atleta de alto nível”.

Os atletas das Bolsas Nacional e Pódio receberão o valor de R$ 800. A Bolsa-estudantil R$ 350, já a Bolsa-técnico será dividida em duas categorias: o Bolsa-técnico escolar no valor de R$ 500 e a Bolsa-técnico nacional, no valor de R$ 750. Marcelo da Silva Matos, técnico de Judô, revela que o esporte é movido por sonhos e missão e que este reconhecimento já é referência para o esporte nacional.

“Mato Grosso do Sul é o primeiro a seguir o modelo das grandes potências mundiais. Costumo falar que os méritos são todos do atleta, mis os créditos são dos técnicos. Inúmeras vezes tiramos dinheiro do bolso, deixamos a família para competir em outros lugares, sofremos pressão psicológica, e ver que o nosso trabalho será recompensado é muito gratificante”. Ele ainda ressalta que além de melhorar o rendimento da equipe, poder representar o Estado que ama faz toda a diferença.

Comentário

Verificação realizada pelos agentes da Agência Estadual de Metrologia em balanças utilizadas por farmácias de manipulação em Mato Grosso do Sul detectou o mais alto índice de reprovação desses equipamentos nos últimos cinco anos. A Agência é o órgão delegado do Inmetro vinculado à Semagro (Secretaria estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Das 584 balanças cadastradas na AEM e que são utilizadas em farmácias de manipulação no Estado, 279 foram verificadas pelos agentes metrológicos no período de 15 de janeiro a 13 de abril deste ano. Deste montante, 44 foram reprovadas. “Esse número representa 16% dos instrumentos verificados, um percentual acima da média e o maior que registramos nos últimos cinco anos, informa a diretora técnica da Agência, Luciana Boni Cogo.

Entre as irregularidades mais graves encontradas nas balanças está o fato de os instrumentos apresentarem margem de erro acima do máximo admissível nas medições. No procedimento de verificação metrológica os agentes fazem uma inspeção visual na balança (dígito queimado, avarias, placas de identificação, estado de conservação, etc) e realizam ensaios metrológicos (de pesagem, fidelidade e excentricidade) para concluir o diagnóstico.

Em casos de dúvidas, reclamação ou denúncia, a AEM conta com um canal de comunicação com o cidadão por meio da Ouvidoria 0800 675 220 ou pelo telefone (67) 3317-5779 ou ainda por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.).

Comentário

De Salah para Firmino e vice-versa, o Liverpool ensaiou um baile sobre a Roma nesta terça-feira (24), no primeiro jogo das semifinais da Liga dos Campeões. O time italiano não viu a cor da bola durante boa parte da partida realizada no Anfield e, principalmente por conta das atuações irretocáveis do egípcio e do brasileiro, levou cinco gols sem nem sequer saber de onde eles estavam vindo.

Os Reds colocaram um pé e meio na final da competição, mas tiveram que recuar um pouco porque a Roma não desiste - vide o duelo contra o Barcelona nas quartas, deixando Messi e companheiros fora da decisão da Champions. Em quatro minutos, fez dois gols, e o 5 a 0 tão confortável para o Liverpool virou um 5 a 2 que pode vir a ser perigoso lá na frente, conforme descreve o Globoesporte.com.

Roberto Firmino teve uma atuação ímpar nesta terça, mas Salah merece um destaque à parte. O egípcio, cuja fase é espetacular, chegou a 43 gols marcados - com mais quatro, ele iguala o recorde de Ian Rush, que é o jogador que mais vezes balançou as redes em uma temporada pelo Liverpool. Na artilharia da Liga dos Campeões, ainda está a cinco de alcançar Cristiano Ronaldo, que tem 15. Mas a discussão persiste: Salah vai brigar pela Bola de Ouro?

O jogo de volta entre Roma e Liverpool acontece na quarta-feira da semana que vem, dia 2 de maio, às 15h45 (de Brasília), no estádio Olímpico de Roma. Na tarde desta quarta, Bayern de Munique e Real Madrid começam a decidir a outra vaga as final da Liga.

Comentário

A secretária estadual de Educação de Mato Grosso do Sul, Maria Cecilia Amendola da Motta, foi empossada nesta terça-feira (24) como presidente do Consed (o Conselho Nacional de Secretários de Educação), em solenidade realizada no Hotel Windsor Plaza, em Brasília.

A posse aconteceu durante a II Reunião Extraordinária do Consed, evento que conta com a presença do ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, em sua primeira agenda com os secretários. No encontro, o Consed apresenta os novos secretários de Educação, define a vice-presidência das regiões Norte e Centro-Oeste e apresenta o status dos Grupos de Trabalho do Conselho.

Cecilia Motta assume o Consed após a saída de Idilvan Alencar, presidente do Conselho entre fevereiro de 2017 e fevereiro de 2018 e ex-secretário de Educação do Ceará. “Tenho certeza que a secretária Cecilia Motta vai conduzir muito bem a presidência a partir de agora, continuando na luta por mais recursos da União no Fundeb [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação] e defendendo a participação efetiva dos educadores na implantação de políticas educacionais”, destacou o antecessor dela.

Segundo divulgação da assessoria e comunicação do Governo de MS, Cecilia Motta segue com o compromisso de seguir contribuindo nas políticas públicas educacionais, em um momento de grandes mudanças. “Temos grandes desafios pela frente, como o Regime de Colaboração entre estados e municípios para a construção dos currículos, a reforma do ensino médio e a escola de tempo integral, buscando o melhor para nossos estudantes e o avanço da educação pública brasileira”, afirmou a nova presidente.

Comentário

O setor policial de Dourados foi movimentado na manhã desta terça-feira (24), logo após uma ação das equipes da Força Tática e o Canil do 3º Batalhão da PM (Polícia Militar), em conjunto com policiais do Canil da PF (Policia Federal) de Dourados, e resultou na prisão de sete pessoas e na apreensão de dois caminhões que seriam utilizados no transporte de drogas.

O caso começou na noite de segunda-feira (23), quando policiais da ALI (Agencia Local de Inteligência) da PM, que já vinham monitorando um grupo que estaria fazendo a estocagem e o transporte de drogas na área urbana de Dourados, estavam monitorando um caminhão Mercedes Benz 1113 de cor azul com placas de Dourados, carregado com produtos para reciclagem, que estaria estacionado na rua Monte Alegre no Jardim Ouro Verde.

A suspeita é que em meio aos produtos recicláveis poderia estar uma carga de maconha. O monitoramento seguiu durante a madrugada, sendo que, por volta das 3 horas desta madrugada, o motorista do caminhão assumiu a direção dos veículos, sendo abordado por uma das equipes da Força Tática e do Canil. Os cães apontaram positivo para droga no caminhão, que foi encaminhado para a sede do Batalhão, onde nova vistoria de faro também indicou a existência da droga.

Os militares localizaram vários tabletes de maconha que estariam prensados juntamente com fardos de garrafas pet recicláveis. Após a checagem das notas fiscais e documentos da carga, o condutor do caminhão indicou o local onde teria carregado a carga como sendo um depósito de produtos para reciclagem localizado na rua Dom João VI, no Jardim Guanabara.

Os policiais da ALI foram até o local e com apoio do Canil da PF e da equipe da PM acabaram encontrando mais fardos de garrafas pet contendo fardos de maconha. Com o apoio dos alunos do Curso de Formação de Sargentos com sede em Dourados, todos os fardos que estavam no caminhão e ainda os fardos que estavam no depósito foram vistoriados. Ao final, a carga pesou cerca de 2 toneladas, segundo a PM. Foram realizadas diligências no intuito de identificar o dono do depósito, ainda não localizada.

Comentário

Página 1 de 894
  • mistura
  • unigran pos

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus