Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O comando do 3º Batalhão da PM (Polícia Militar) divulgou na manhã desta segunda-feira (25) o resultado das ações e operações realizadas durante o final de semana na Região Leste da cidade de Dourados. Nesse período foram realizados 44 atendimentos, sendo que desses 28 foram de cunho preventivo como as 210 abordagens a pessoas e 112 vistorias a veículos, resultando no encaminhamento de 17 pessoas para as delegacias da cidade.

Foi cumprido um mandado de prisão, a recuperação de uma motocicleta furtada no dia 21 de janeiro tendo uma mulher presa por receptação e a apreensão de uma arma de fogo com a prisão de três pessoas por porte ilegal de arma de fogo. Foram atendidas ainda ocorrências de violência doméstica (5), acidentes de trânsito (5), direção perigosa (1) e favorecimento real (1). O plantão 190 do CIOPS funcionou normalmente com a média de 300 atendimentos/dia durante o final de semana.

No final da tarde da sexta-feira (22), uma das equipes do Getam (o grupo motorizado) da PM realizou a prisão de uma mulher de 24 anos, suspeita do crime de receptação. Com ela os policiais encontraram uma motocicleta Honda CG 125 Titan de cor prata, com placa de Dourados, que teria sido furtada em 21 de janeiro. A abordagem foi realizada na rua Iguassu nas proximidades do BNH 2º Plano e o caso foi registrado como receptação na Depac (a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Rua Cuiabá.

Na noite deste domingo (24) policiais militares da Força Tática apreenderam três pessoas portando ilegalmente armas de fogo. O fato ocorreu em um bar localizado no Jardim Água Boa, onde após uma queixa de agressão o suspeito, um homem de 53 anos, foi flagrado de posse de uma arma de fogo tipo pistola calibre 380, com dois carregadores. Ele não possuía o porte da arma. O caso foi registrado na Depac como porte ilegal.

Para o tenente coronel Carlos Silva, comandante do Batalhão, as ações desencadeadas pela unidade durante o final de semana foram bastante positivas e elevaram a sensação de segurança na maior parte da cidade. “O final de semana foi bastante produtivo e as ações de prevenção surtiram o efeito esperado com muitas abordagens a pessoas e veículos, além do atendimento emergencial que culminou no encaminhamento de 17 pessoas às delegacias. As ações terão continuidade nos próximos finais de semana”, concluiu o comandante.

Comentário

O vereador Wendel Andrei de Lima Coelho (PT do B), do município de Japeri, na Baixada Fluminense, foi assassinado a tiros na madrugada deste domingo (24), segundo informações da Secretaria estadual de Polícia Militar. Conforme divulga o Correio Braziliense, os agentes encontraram o vereador morto dentro do carro em que viajava, no bairro de Engenheiro Pedreira, em Japeri.

Policiais militares do 24º Batalhão da PM (Polícia Militar de Queimados estavam em patrulhamento quando notaram o automóvel parado na via, no fim da madrugada deste domingo. Acionada para registrar a ocorrência, a DHBF (Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte do vereador. Policiais procuram agora por testemunhas e imagens que possam ajudar a esclarecer o crime.

A Câmara de Japeri é formada por onze vereadores. Wendel foi eleito com 729 votos. Em julho do ano passado, o prefeito eleito de Japeri, Carlos Moraes Costa (PP), e vereadores da cidade foram alvo de uma operação deflagrada pelo Ministério Público do Estado do Rio de
Janeiro e pela Polícia Civil, sob a acusação de associação ao tráfico de drogas, acrescenta a publicação.

Comentário

Ramim pede asfalto no trecho entre o aeroporto e a BR-463
O vereador Romualdo Ramim (PDT) vai apresentar, na sessão desta segunda-feira (25) da Câmara, indicação à Prefeitura de Dourados e ao Governo de Mato Grosso do Sul solicitando a realização de obras de pavimentação asfáltica do trecho localizado entre o Aeroporto Francisco de Matos Pereira e a BR 463, rodovias que liga Dourados a Ponta Porã e outros municípios da fronteira.

Com aproximadamente seis quilômetros de extensão, a via é muito utilizada pelos moradores do distrito de Itahum e da região da cidade universitária para terem acesso à BR 463. Ainda, quem reside no município de Ponta Porã e região também utiliza a via para chegar ao aeroporto.

“O Aeroporto de Dourados é um dos maiores e mais bem equipados do interior do Estado, homologado na Anac (a Agência Nacional de Aviação Civil) para aviões do tipo Boieng 737 ou AirBus A320, com peso até 70 toneladas. Isso intensifica o tráfego nas vias de acesso, e esta é a que está em pior situação, necessitando de maior atenção do Poder Público”, explicou o vereador.

Ramim destacou também as obras de ampliação do aeroporto, que serão realizadas pelo Exército, que vai aumentar ainda mais o tráfego da via. “Dourados terá a segunda maior obra em aeroportos regionais do país. O investimento faz parte do Programa Federal de Auxílio aos Aeroportos [PROFAA] e serão investidos no Aeroporto de Dourados ao todo mais de R$ 65 milhões”, segundo ele.

A ampliação demandará recursos de R$ 49 milhões para obras de infraestrutura sob a responsabilidade do Exército Brasileiro, por meio de convênio TED e mais R$ 16 milhões para a Prefeitura de Dourados para construir o terminal modelo III, o maior previsto no programa, com 2.600 metros quadrados.

Atualmente os equipamentos atuais do aeroporto de Dourados não permitem pousos e decolagens na chuva e em outras situações de mal tempo. Os investimentos permitirão o uso do aeroporto em situações mais adversas de clima e o pouso dos aviões Boeing 737-800.

Pelo fato da via ser municipal, o parlamentar sabe que para a realização da obra de pavimentação asfáltica será necessário buscar apoio dos Governos Estadual e Federal e já iniciou a articulação política, com o objetivo de mobilizar para a importância desta melhoria para o desenvolvimento do município. (Com assessoria)

Comentário

Com o aumento significativo nas contas de energia devido ao aumento do consumo e a crise hídrica que o Brasil vive, tem crescido o interesse de diversos setores para novas fontes de energia, entre elas a energia solar. Atento a essa demanda, o Senai de Mato Grosso do Sul disponibiliza um simulador de energia fotovoltaica para que os interessados possam se informar sobre os custos e vantagens do investimento.

ACESSE AQUI

Segundo o gerente do Senai Empresa, Thales Saad, por meio de um questionário simples, é possível identificar a potência do sistema fotovoltaico que deve ser instalado, bem como a produção mensal, a quantidade de placas e qual o valor de investimento. “Além disso, o próprio relatório gerado informa benefícios, como a facilidade de pagar o investimento por meio da economia realizada na conta de energia, a proteção da conta contra aumentos na tarifa energética, valorização do imóvel, além do compromisso com o meio ambiente”, afirmou.

Ele acrescentou que, apesar do interesse crescente por fontes de energia renovável, ainda existe muita desinformação sobre o assunto. “As pessoas ainda ficam receosas em fazer um investimento alto e não sabem que ele pode ser pago em poucos anos. Então esse simulador é bacana para disponibilizar essas informações de forma fácil e rápida para quem tenha interesse”, completou.

Ainda conforme Thales Saad, o Senai Empresa ajuda o interessado a gerar sua própria energia elétrica com a instalação de placas fotovoltaicas. “Além da simulação da planta de geração necessária para suprir a demanda por energia elétrica da unidade consumidora entre o portfólio das energias renováveis, elaboramos o anteprojeto e consultamos preço com 33 empresas parceiras para implementação dos sistemas de geração. Isso sem falar que temos os melhores preços e condições comerciais”, destacou.

Para ele, a experiência do Senai Empresa nessa linha de ajuda tem garantido grande satisfação dos consumidores de energia elétrica. “Ao invés de se aborrecerem ao receberem a conta de luz, eles passaram a comemorar a economia obtida após implantarem o sistema próprio de geração de energia elétrica, utilizando como matéria prima a luz solar”, concluiu.

Comentário

Termina nesta segunda-feira (25) o prazo de entrega de propostas para o leilão da Ferrovia Norte-Sul, marcado para quinta-feira (28), informa a Agência Brasil de notícias. O trecho vai de Estrela d’Oeste (SP) a Porto Nacional (TO), em um total de 1.537 quilômetros. O leilão ocorrerá na Bolsa de Valores de São Paulo. O valor mínimo da outorga é de R$ 1,353 bilhão, e os investimentos previstos devem ficar em R$ 2,8 bilhões.

O prazo da concessão é de 30 anos e a empresa ganhadora deverá prestar serviço de transporte ferroviário e assegurar a manutenção da estrutura. Além disso, também deverá implantar planos ambientais, oficinas de manutenção e postos de abastecimento, além de adquirir equipamentos ferroviários e material rodante.

A realização do leilão, contudo, ainda enfrenta pendências no TCU (Tribunal de Contas da União), segundo a agência de notícias. No dia 14 de março, o ministro Augusto Nardes pediu mais informações à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e à estatal Valec sobre o leilão da ferrovia, o que motivou pedido do Ministério Público para a suspensão o leilão.

Para o Ministério Público, o leilão está direcionado para atender aos interesses de concessionárias que já atuam em outros trechos ferroviários. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, confia na realização do certame. “O MP abriu um canal de diálogo conosco, e os debates têm sido de altíssimo nível. Eles têm interesse muito grande de ver a ferrovia funcionando no Brasil. Portanto hoje eu acredito que o risco de judicialização é muito baixo”, disse.

A Ferrovia Norte-Sul foi projetada com o objetivo de se tornar a parte principal do transporte ferroviário brasileiro. As obras de construção da ferrovia foram iniciadas em 1987. O trecho entre Açailândia, no Maranhão, e Anápolis, em Goiás, com cerca de 1.550 quilômetros, está pronto para uso. Já o trecho entre Ouro Verde, em Goiás, e Estrela d'Oeste, de 682 quilômetros, está com as obras em andamento.

A expectativa é de que, ao integrar o território nacional, a ferrovia contribua para a redução do custo logístico do transporte de carga no país. A estimativa é que, ao final da concessão, o trecho ferroviário em questão possa capturar uma demanda equivalente a 22,73 milhões de toneladas, segundo a publicação.

Comentário

Bruno Pereira de Souza, de 34 anos, conhecido como “Fortaleza”, foi executado com vários tiros de pistola 9mm no meio da tarde deste domingo (24), bairro São João, em Ponta Porã. Ele teria sido surpreendido por pistoleiros que dispararam mais de 20 tiros contra o carro da vítima, de acordo com o que publicou o site Porã News.

“Fortaleza” chegava na casa da namorada dirigindo uma caminhonete Toyota Hilux de cor branca (com placas de Ponta Porã), quando foi surpreendido pelos pistoleiros. Bruno residia no Paraguai, mas era de Fortaleza, capital do Ceará que lhe rendeu o apelido.

Comentário

Equipes de atuação no Centro de Referência em Tuberculose e Hanseníase de Dourados passaram o final de semana em ações de combate e prevenção à doença junto à população. Neste sábado (23) e domingo (24), data em que se comemorou o Dia Mundial de Combate a Tuberculose, foram realizadas visitas às dependências da PED (Penitenciária Estadual de Dourados) para alertar familiares de internos sobre os cuidados que se deve ter com a doença.

Trabalhar as informações com foco em saúde pública e bem-estar é um direcionamento constante da Prefeitura de Dourados. Neste mês, os profissionais da área estão passando por uma “reciclagem” com o tema tuberculose para que transmitam informações objetivas para a sociedade. Em média, 90 pessoas estão em tratamento da doença no município, conforme levantamento do Centro de Referência.

Na quarta-feira (27), na Seleta, será realizado um mutirão de combate à tuberculose com dinâmicas e informações ao público. As atividades contarão com a parceria de acadêmicos de Medicina da Universidade Federal da Grande Dourados.

A coordenadora do Centro, Célia Valério Mota, destaca que todas as Unidades Básicas de Saúde contam com testes rápidos e gratuitos para identificação da doença. Ela enfatiza que o diagnóstico precoce é importante para que a pessoa seja encaminhada ao tratamento pelo Município e a proliferação da doença seja contida.

Alerta

“Tem tratamento, tem cura, as pessoas precisam estar em alerta e se houver tosse constante por mais de três semanas, é preciso fazer o teste. Com quinze dias de tratamento, a doença já não contagia outras pessoas e temos mobilizado a população para que se atentem e busquem apoio médico”, disse.

O total de pessoas diagnosticadas pela doença em 2018 chegou a 175 em Dourados. O Centro ressalta que o número inferior de pessoas em tratamento atualmente se dá pelo fato de mudança para outro município e também pelo parecer de cura.

Além do principal sintoma da tuberculose que é a tosse na forma seca ou produtiva com duração de vários dias, o Centro alerta que outros sintomas são a febre vespertina, sudorese noturna, emagrecimento, cansaço/fadiga. Dúvidas podem ser esclarecidas na Unidade de Saúde mais próxima ou em contato com o Centro, pelo telefone 3428-1251.

Comentário

O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) garantiu importante conquista para os moradores do Jardim Guaicurus, Dioclécio Artuzi, Ildefonso Pedroso, Harrison de Figueiredo, Vival dos Ipês, Esplanada, Dubai, Green Ville, entre tantos outros bairros que exige a travessia da rua Coronel Ponciano com a rodovia BR 163, no Trevo do DOF, em Douradois.

Após longa reunião com o diretor de Relações Institucionais da CCR MS Via, Claudemir Alves Mata, o deputado foi informado que a concessionária que explora os pedágios na BR 163 vai determinar a elaboração de um projeto técnico para acabar com os acidentes que se repetem naquele trecho. “Essa notícia é uma conquista dos moradores, que contavam com meu empenho desde o momento em que fui eleito vereador e após minha eleição para a Assembleia Legislativa”, enfatiza Marçal Filho.

Na audiência com Claudemir Alves, ficou estabelecido que, apesar dos problemas financeiros advindos da queda de arrecadação com o pedágio ao longo da BR e do contrato de concessão estar sendo discutido na justiça, a concessionária vai mobilizar todos os esforços para solucionar o problema. “Certamente não será um viaduto nos moldes que as concessionárias de pedágio realizam em outros Estados, mas o importante é que as obras acabem com as tragédias e que, também, garanta mobilidade aos moradores daquela região”, analisa Marçal Filho.

Após a reunião com o diretor da CCR MS Via, o deputado se reuniu com o governador Reinaldo Azambuja e relatou a disposição da concessionária em realizar o projeto técnico para a obra. “O governador foi muito receptivo com a proposta, demonstrou conhecimento do problema no Trevo do DOF e assegurou que o Governo do Estado será um parceiro estratégico na busca pela solução para o problema”, comemorou Marçal Filho.

A luta de Marçal em favor dos moradores dos bairros dessa região tem sido constante. Tanto que durante o mandato de vereador, o parlamentar chegou a defender uma parceria entre a União, o Estado, o Município e a concessionária CCR MS Via para a construção de viaduto ou túnel no prolongamento da rua Coronel Ponciano com a BR-163. “Sempre alertamos que o trânsito na região tem se tornado cada vez mais caótico e tende a se agravar com a expansão imobiliária, quando milhares de novas residências foram construídas nos bairros que formam o Grande Guaicurus”, ressalta.

Durante a passagem pela Câmara de Vereadores, Marçal Filho cobrou a realização de estudo técnico de viabilidade para construção de túnel ou viaduto no local e alertou que não seria preciso esperar por tragédias para só depois iniciar uma discussão sobre o assunto. “Como a Prefeitura de Dourados não exerceu seu protagonismo nesse debate, decidi agora como deputado estadual cobrar a CCR MS Via de forma mais incisiva, mas o importante é que a diretoria institucional da concessionária entendeu a gravidade do problema e anunciou que o projeto técnico será elaborado com brevidade para acabar com as mortes no Trevo do DOF”, conclui Marçal Filho. (Com assessoria)

Comentário

A Câmara de Dourados deverá aprovar, na sessão desta segunda-feira (25), em segunda votação, o projeto de emenda à LOM (Lei Orgânica do Município) proposto pelo vereador Marcelo Mourão (já aprovado em primeira votação na semana passada), que fixa em 20 dias corridos o prazo para que o chefe do Poder Executivo e outros responsáveis pelos órgãos da Administração direta e indireta prestem informações solicitadas pelos parlamentares por meio de requerimentos. O não cumprimento configura infração político administrativa, de acordo com a proposta.

Inicialmente, Marcelo sugeriu um prazo de 10 dias úteis, mas depois de debates com outros vereadores, chegou-se ao prazo de 20 dias úteis e a emenda foi aprovada com 18 votos.

“Essa mudança é uma luta que eu venho defendendo desde a legislatura passada e agora tive a assinatura de outros vereadores para que chegasse à pauta. É preciso que se faça uma reflexão: o prazo anterior de 30 dias era um tempo muito extenso até que as informações requeridas pelos parlamentes fossem respondidas pelo Poder Executivo. Estou feliz com a aprovação da alteração na LOM porque estamos vivendo tempos da necessidade extrema da eficiência, da responsabilidade e da informação exata para encaminhamentos das demandas da segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul”, ressalta Marcelo Mourão.

Os requerimentos são o documento em que os parlamentares fazem perguntas à Administração municipal sobre as diversas questões públicas. (Com assessoria)

Comentário

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) está realizando neste domingo (24), em 15 estados, o bloqueio de telefones celulares sem certificação. Vão deixar de funcionar os aparelhos que não têm o selo de certificação da agência, que garante a compatibilidade com as redes de telefonia no Brasil.

Estão sendo bloqueados aparelhos irregulares em São Paulo e Minas Gerias, nos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe); e em quatro estados da Região Norte (Amapá, Amazonas, Pará e Roraima).

O bloqueio nesses estados é a última fase do cronograma do Projeto Celular Legal, iniciado em setembro. A Anatel enviou 531 mil mensagens de aviso de desligamento a celulares irregulares. Até o momento, foram bloqueados mais de 244 mil celulares em todo o país. O estado com mais celulares desligados é Goiás: 85.900, conforme a planilha da Anatel.

O selo da Anatel é colado atrás da bateria do aparelho ou no manual do telefone. Segundo a agência, “o celular sem certificação não passou pelos testes necessários” e “pode aquecer, dar choques elétricos, emitir radiação, explodir e causar incêndio”.

Além da segurança dos usuários, a Anatel assinala que o bloqueio reduz o número de roubos e furtos de celulares, combatendo a falsificação e clonagem de IMEIs (número de identificação do aparelho), que é único e global.

Comentário

Página 1 de 1254
  • roze

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus