Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Cemar Arnal (Solidariedade) protocolou indicação na Câmara endereçado ao prefeito Alan Guedes (PP) e à Secretaria de Serviços Urbanos, pedindo providências em relação ao estado de abandono em que encontra-se o Parque Rego D’Água. “Em visita ao local nessa terça-feira (9), pude verificar que o Parque apresenta situação de completo abandono e tomado pela vegetação, necessitando de limpeza em toda sua extensão”, disse Cemar Arnal.

“Falei com o prefeito Alan Guedes e ele garantiu que entrará com equipes de operários para promover limpeza geral e retirada de entulhos, para em seguida reformar banheiros e prédios administrativos do Parque”, apontou. Segundo o parlamentar, o desafio é grande, mas ele acredita numa saída sensata para que a comunidade possa usufruir novamente das opções que o local oferece como quadras de vôlei e de área, camping e o contato direto com natureza. “Todos nós somos responsáveis pela preservação do meio ambiente”,

LEONIDAS ALÉM

Em agenda já definida, Cemar Arnal estará com Madson Valente, gerente regional da Sanesul, logo após o feriado de carnaval, buscado a solução de duas demandas. Uma diz respeito à ligação da rede de esgoto no final da Rua Silodonio Verão, antiga ua W-14 até o Parque Rego D’Água e outra é intervenção ao longo da Rua Leônidas Além, no Jardim Água Boa.

Recentemente o parlamente atendendo apelo de um dos moradores buscou melhorias para algumas vias, sobretudo entre as antigas W-2 e W-3. Além de limpeza e retirada de entulhos os moradores reclamam de mau cheiro causado por lixos, dejetos e carcaças de animais diversos deixados por irresponsáveis de outros bairros, numa total afronta aos moradores e muito mais ainda contra meio ambiente. (Da assessoria)

Comentário

O vereador Mauricio Lemes (PSB) encaminhou indicação durante a sessão de segunda-feira (8), na Câmara de Dourados, solicitando ao Executivo a criação de um Fundo Municipal, com os recursos financeiros destinados ao CCZ (Centro de Controle de Zooneses). O documento foi encaminhado ao prefeito Alan Guedes (PP) e as secretários municipais Henrique Sartori (Governo), Frederico Weissinger (Saúde) e à diretora do CCZ, Rosana Alexandra.

Mauricio sugere que parte dos valores das multas aplicadas pelo CCZ sejam revertidas para o órgão, como forma de auxiliar na infraestrutura, manutenção de veículos, insumos e compra de rações para os animais, e ainda na construção do centro cirúrgico para atender os animais de pequeno porte.

O vereador ressalta que muitas vezes os servidores encontram dificuldade para cumprir suas atividades, relativo aos serviços de atendimento em combate a endemias, controle populacional de animais vítimas de maus tratos e resgate dos mesmos. “Sabemos que, frequentemente a sociedade tem realizado doações de ração, dentre outros. Com a existência do Fundo Municipal, resolveria essas demandas dentro das normas legais”, justificou.

As ações do vereador Mauricio sempre voltadas a causa animal. Como exemplo, no mandato anterior ele solicitou a construção de um novo abrigo em anexo ao CCZ destinado aos animas em situação de ruas ou maltratados, tendo em vista que a única área existente no local já não comporta os inúmeros animais que são resgatados diariamente. (Da assessoria)

Comentário

Sexta, 12 Fevereiro 2021 14:56

Edital Assembleia Geral Extraordinária

Sinepe MS

SINEPE/MS – BASE SINTRAE/SUL
EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

A Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, convoca e convida os estabelecimentos de ensino associados e não associados, em dia com suas obrigações estatutárias, sediados nas cidades pertencentes à base do SINTRAE/SUL, que tenham professores e auxiliares de ensino, para ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada na Escola SEI – Serviço de Educação Integral, localizada na R. Balbina de Matos – nº 1895 – Jardim Universitário em Dourados/MS , no dia 24 de Fevereiro de 2021, às 13h30min em primeira convocação e às 14:00h em segunda convocação, com quórum previsto no estatuto, para deliberação e votação da seguinte pauta: 1) Apreciação da proposta apresentada pelo SINTRAE/SUL; 2) Bases, limites, outorga de poderes e eleição da comissão de negociação que representará o SINEPE/MS em mesas redondas, assinaturas de convenção, acordo ou ajuizamento de dissídio coletivo; 3) Aprovação do orçamento para custeio do processo de negociação ou eventual dissídio; 4) Informações da Presidência. Dourados 11 de Fevereiro de 2021.

MARIA DA GLÓRIA PAIM BARCELLOS
PRESIDENTE SINEPE/MS

O governador Reinaldo Azambuja defendeu, nesta sexta-feira (12), em videoconferência com os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, a retomada urgente do auxílio emergencial pago à população mais vulnerável do Brasil para aliviar os efeitos da crise causada pela pandemia de coronavírus. Ele ainda reforçou a necessidade do Ministério da Saúde formatar um calendário de vacinação contra a Covid-19 para agilizar o processo de imunização dos brasileiros.

Acompanhado da deputada federal Rose Modesto, que é 3ª secretária da Câmara, Reinaldo Azambuja apresentou seis demandas aos mandatários do Congresso e disse que a completa retomada da economia só virá após o controle da pandemia de coronavírus.

“Precisamos urgente de uma previsibilidade das vacinas. O Ministério da Saúde disse que 50% da população será vacinada até junho; e os outros 50% até o final do ano. Mas é muito importante que tenhamos uma previsibilidade de quando essas vacinas vão chegar. Também é fundamental a manutenção do auxílio emergencial para a população mais vulnerável, que tem sofrido. É importante a retomada do auxílio neste ano, que também será complexo e difícil economicamente. Não temos o fim da pandemia e a previsão de vacinar até o fim do ano diz que devemos alongar medidas restritivas e de isolamento - o que acaba impactando economicamente alguns setores”, frisou.

Com o País enfrentando a segunda onda de infecções da Covid-19, o governador destacou que o Ministério da Saúde deve reabilitar os leitos de UTI abertos nos estados no ano passado. "Venceram as habilitações e estão demorando muito para voltar. Temos urgência na habilitação e financiamento desses leitos porque isso está comprimindo nossas economias", pontuou Reinaldo Azambuja.

Na área econômica, o governador apresentou três pautas consideradas fundamentais para o desenvolvimento dos estados. Ele pediu para o Congresso trabalhar a reforma tributária, com simplificação da cobrança de impostos de maneira igualitária aos entes federados; reivindicou um novo alongamento do prazo de pagamento das dívidas dos estados e municípios com a União, para que as parcelas de 2021 sejam transferidas ao final do contrato; e defendeu uma nova regulamentação para os precatórios judiciais, que têm "apertado as finanças de estados e municípios".

Rodrigo Pacheco e Arthur Lira receberam as demandas de Reinaldo Azambuja durante a primeira reunião do Fórum dos Governadores, que contou com a participação de 27 gestores - entre governadores e vices. A deputada Rose Modesto acompanhou os debates e pontuou que as pautas federativas apresentadas vão ao encontro das necessidades de todos os governos. "Ter essa reunião com a participação da Câmara e do Senado com todos os governadores fortalece a esperança de que vamos colocar em prática, votando e sendo pautados, esses projetos que de fato podem ajudar os estados e municípios", afirmou.

Após as discussões, os presidentes do Senado e da Câmara disseram que as duas instituições estão atentas à pandemia e que o foco de trabalho, neste começo de mandato, será a liberação de mais vacinas contra a Covid-19 e a retomada do auxílio emergencial. "Vamos construir juntos uma saída desse momento de dificuldades", falou Arthur Lira. Já Rodrigo Pacheco prometeu encontros periódicos para discutir pautas de desenvolvimento.

Comentário

A 3ª sessão ordinária da Câmara de Dourados, que deveria ocorrer na próxima segunda-feira (15), foi antecipada para esta sexta-feira (12) devido ao ponto facultativo decretado nas repartições públicas municipais e estaduais de 15 a 17 de fevereiro em razão dasemana do carnaval. A sessão está marcada para às 18h30.

Na pauta de votação, a apreciação de sete projetos de lei. Em segunda discussão e votação, os vereadores votarão quatro projetos de lei, todos de autoria do vereador Maurício Lemes (PSB), com a mudança de nomes de rua em bairros de Dourados. Já de autoria do vereador Fábio Luís (Republicanos), os vereadores devem confirmar a aprovação do Programa Municipal Cidade Verde em Dourados.

E, por fim, o projeto de lei apresentado pela vereadora Lia Nogueira (PP), que inclui no Calendário Oficial do Município, a Semana de Prevenção de Acidentes do Trabalho na Construção Civil.

Reforma administrativa

A Câmara de Dourados também vai apreciar, em primeira discussão e votação, o projeto de lei complementar, de autoria do Poder Executivo, que altera dispositivos na Lei Complementar 329 de 18 de abril de 2017, que dispõe sobre a estruturação organizacional da Prefeitura de Dourados. É a primeira reforma administrativa sugerida na atual gestão do Município

Comentário

Com o propósito de prevenir a proliferação do mosquito transmissor da dengue, a vereadora Liandra Brambilla (PTB) encaminhou indicação à administração municipal, solicitando mutirão de limpeza e ações de combate ao Aedes aegypti (mosquito transmissor da dengue), com o uso do ‘fumacê’, nos bairros.

Para a vereadora Liandra, apesar do momento de pandemia da Covid-19, o poder público não pode ignorar outras doenças que se tornam tão mortal e ceifam vidas como a Ddengue, Chicungunha e o Zika Virus. “A possibilidade de aumento dos casos de dengue em nossa cidade é alarmante, principalmente nesse período de chuvas, sendo necessário utilizar todos os meios possíveis para amenizar ou exterminar os focos”, justificou.

Liandra alerta ainda quanto ao aumento de mosquitos, mesmo com a colaboração dos moradores com a limpeza de suas casas, sendo necessário, assim, que o órgão competente realize a limpeza dos bairros, onde aglomeram formas de proliferação de larvas do Aedes aegypti.

“Solicitei a prefeitura que se faça a limpeza dos bairros que se encontram em condições propícias a proliferação dos mosquitos transmissores dessas doenças, assim como a aplicação do “fumacê” nos bairros mais vulneráveis. Desta forma, o Poder Público poderá garantir saúde e qualidade de vida à toda população do município de Dourados”, conclui a vereadora.

RESIDENCIAL PELICANO

Em outra indicação, encaminhada durante sessão da Câmara, a vereadora Liandra solicitou o patrolamento e cascalhamento compactado nas ruas do bairro Parque Residencial Pelicano. Ela destaca que o bairro Pelicano ainda não conta com pavimentação asfáltica, sendo que algumas vias estão intransitáveis. “Por anos a população dessa região sofre com essa situação que só seria resolvida com a pavimentação, porém, diante da situação caótica em que se encontra solicitei ao menos que seja efetuado o patrolamento e cascalhamento compactado, a fim de viabilizar a passagem dos usuários nestas vias, até que seja feita a pavimentação asfáltica, sanando definitivamente o problema”, justificou.(Da assessoria)

Comentário

O Senai de Mato Grosso do Sul começou a disponibilizar para as empresas do Estado cursos de qualificação profissional por meio do Programa Emprega Mais, uma iniciativa do Ministério da Economia em parceria com o Senai Nacional e que tem como objetivo promover qualificação e inserção profissional. O programa busca alinhar as necessidades das empresas por profissionais qualificados com oportunidades de qualificação e intermediação de mão de obra para jovens e trabalhadores em geral.

Ao todo, serão disponibilizadas no Estado ao longo deste ano 3.206 vagas gratuitas nos mais diversos cursos, que atenderão trabalhadores das indústrias que buscam uma requalificação e pessoas desempregadas que querem se preparar para conquistar uma vaga de trabalho. O Programa Emprega Mais oferece duas oportunidades para a empresa interessada: o “Voucher Novo Emprego”, destinado à qualificação profissional de trabalhadores desempregados que estão em busca de colocação no mercado de trabalho, e o “Voucher Requalifica”, destinado à requalificação profissional e aperfeiçoamento das habilidades dos trabalhadores.

O “Voucher Requalifica” oferece cursos de aperfeiçoamento, semipresenciais, com carga-horária média de 120 horas-aulas de formação, enquanto o “Voucher Novo Emprego” permitirá que as empresas direcionem o treinamento de pessoas desempregadas com potencial de inserção no mercado de trabalho com cursos presenciais de qualificação profissional com carga-horária média de 240 horas-aulas. Podem aderir ao Emprega Mais micro, pequenas, médias e grandes empresas, que terão direito a uma quantidade específica de vouchers que vai variar conforme o porte e disponibilidade de vagas do Senai.

Para participar, as empresas interessadas devem se cadastrar na plataforma do Senai (https://loja.mundosenai.com.br/) e indicar um funcionário responsável para gerenciar a plataforma. Esse mesmo funcionário deverá confirmar seu cadastro na plataforma, selecionar os cursos que interessam à empresa e indicar empregados e desempregados, conforme porte da empresa, que receberão os vouchers para a participação nos cursos.

Os trabalhadores interessados também precisam realizar um cadastro pessoal na plataforma do Senai, ativar o voucher em até 72 horas e realizar a matrícula online para, por fim, fazer o curso indicado pela empresa. Na avaliação do gerente de educação do Senai de Mato Grosso do Sul, Rogaciano Adão Canhete Júnior, trata-se de uma oportunidade única para que as empresas façam seu papel social ajudando na inserção de trabalhadores desempregados no mercado de trabalho de forma 100% gratuita.

“Além disso, com cursos de requalificação de trabalhadores que já estão na indústria, será possível melhorar resultados e ganhos de produtividade dos setores econômicos e aumento de competitividade do país no mercado global por meio de requalificação de seu empregado”, completou Rogaciano Adão Canhete Júnior.

Cursos

Ele ainda explicou que os cursos só serão realizados mediante formação de turma e, inicialmente, já estão disponíveis na plataforma do Senai 51 formações diferentes, sendo 26 cursos para o “Voucher Requalifica” e 27 cursos para o “Voucher Novo Emprego”.

Para o “Voucher Requalifica”, as qualificações são de topografia, projeto estrutural, logística de canteiro, manutenção elétrica predial e industrial, manutenções e operações de sistemas elétricos de potência (SEP) e eficiência energética. Também são ofertados os cursos de sistemas de suspensão, direção e freios, sistemas de sinalização e iluminação, sistemas de segurança, fundamentos das técnicas laboratoriais, análises instrumentais, análises microbiológicas, fundamentos de qualidade e segurança na produção de alimentos, manutenção de máquinas e equipamentos, desenvolvimento de sistemas automatizados, logística sustentável, e gestão de pessoas.

Há ainda no “Voucher Requalifica” as formações de controladores lógicos programáveis, conceitos básicos de logística / logística de expedição, desenhista técnico em edificações, orçamento de obras, planilhas intermediárias, moda fitness, comandos elétricos aplicados e soldados de estruturas em aço carbono no processo eletrodo revestido e introdução à logística.

Novo Emprego

Já para o “Voucher Novo Emprego”, os cursos disponibilizados são de tecnologia e processamento de alimentos 3, princípios de tecnologia de alimentos - volumes 1, 2 e 3, sistemas lógicos programáveis, instalações elétricas prediais, instalações de sistemas elétricos de potência (SEP), fundamentos de mecânica – volumes 1 e 2, manutenção de máquinas e equipamentos mecânicos - volumes 1 e 2, sistemas lógicos programáveis de manufatura, química aplicada a processos químicos – volumes 1 e 2 e análises químicas – volumes 1 e 2.

Ainda são ofertados dentro do “Voucher Novo Emprego” as formações de processo de costura industrial – volumes 1 e 2, modelagem industrial do vestuário, microbiologia aplicada a laboratório, tecnologia e processos na confeitaria – volumes 1 e 2, instalações elétricas – volume 1, processamento de grãos, padeiro, fundamentos de mecânica – volumes 1 e 2, controlador e programador de produção e fundamentos básicos para logística / gestão de suprimentos.

Há também no “Voucher Novo Emprego” os cursos de instalador hidráulico, pintor de obras imobiliárias, almoxarife, costureiro sob medida, torneiro mecânico, mecânico de manutenção de motores ciclo otto, eletricista industrial e soldados de estruturas em aço carbono no processo eletrodo revestido.

Comentário

O prefeito Valdir Couto de Souza Júnior e o secretário de Saúde do município de Nioaque, Antônio Raimundo da Silva, vão pagar multas que, somadas, chegam a quase 30 mil reais, e ainda terão que publicar nota de retratação pública nas redes sociais (Facebook e Instagram), por terem assumido furar a fila na primeira etapa de vacinação contra a Covid-19 na cidade.

Acordo nesse sentido, após denúncia apurada na Notícia de Fato 01.2021.0000414-1, instaurada pela Promotoria de Justiça de Nioaque, foi firmado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul, representado em Nioaque pela Promotora de Justiça Mariana Sleiman Gomes.

O fato que gerou revolta coletiva foi ocasionado pelo prefeito e o secretário de Saúde que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid e das 996 unidades destinadas exclusivamente aos indígenas, duas foram utilizadas por eles, que não estavam inseridas no grupo prioritário e que tinham ciência do fato de que não poderiam tomar o imunizante naquela situação.

Segundo a Promotora de Justiça, o Acordo de Não Persecução Cível revela-se “como solução mais vantajosa ao interesse público, diante da natureza, circunstâncias e gravidade do ato de improbidade administrativa” atribuído aos dois, além de proporcionar rápida solução do caso diante da provável duração de eventual processo.

Ao prefeito Valdir foi fixada multa, no total de 20 mil reais, a ser paga mediante desconto em folha de pagamento, sendo 12 mil, a título de multa civil, e 8 mil, a título de danos morais coletivos. Além disso, há a obrigação de fazer, concernente na publicação de uma nota de retratação pública em suas redes sociais (Facebook e Instagram), que deverá ser aberta e acessível ao público durante todo o ano de 2021. Já no acordo com o secretário de Saúde foi fixada multa no total de, aproximadamente, 8 mil reais, sendo 4 mil, a título de multa civil, e 4 mil, a título de danos morais coletivos, além da retratação pública nas redes sociais.

Comentário

A Operação Carnaval 2021, esquema especial de segurança elaborado pelas Polícias Militar e Civil, apresentado nesta quarta-feira (10) em reunião do Comitê Gestor do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), pelo secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, vai envolver ainda o Corpo de Bombeiros Militar e o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em ação que tem como objetivo prevenir e coibir ações criminosas, garantir a proteção à vida, ao patrimônio, bem como a segurança e a tranquilidade social e o cumprimento das medidas de biossegurança, a restrição de circulação de pessoas entre 23 horas e as 5 da manhã e evitar aglomerações de pessoas entre os dias 12 e 17, no feriado do carnaval em Mato Grosso do Sul.

As polícias acreditam que com o cancelamento dos festejos de carnaval, os foliões devem aproveitar o feriado prolongado para viajar para cidades turísticas do interior do Estado, como Bonito, Rio Verde, Corumbá, Dourados, Três Lagoas e Costa Rica, por exemplo, havendo, portanto, aumento do fluxo de veículos nas estradas e risco de aglomerações urbanas, com o consequente risco de contaminação pelo coronavírus.

Polícia Militar

Nesse período a Polícia Militar vai intensificar o policiamento ostensivo em todas as cidades de Mato Grosso do Sul, dando prioridade para as ações de caráter preventivo, com o objetivo de impedir ocorrências de ilícitos e de ações que comprometam a segurança das pessoas, que violem o patrimônio, afetem a tranquilidade da população ou que gerem aglomerações. Em Dourados, Rio Verde de Mato Grosso, Três Lagoas, Chapadão do Sul, Corumbá e Bonito, o policiamento da PM contará com o reforço de 60 alunos do Curso de Formação de Soldados.

Polícia Militar Rodoviária

O Batalhão da Polícia Militar Rodoviária também realiza esquema especial de segurança durante o feriado prolongado do carnaval. As ações nas rodovias estaduais que cortam Mato Grosso do Sul serão ampliadas, em virtude da previsão de aumento no fluxo de veículos e visitação de locais de turísticos.

O foco principal da Polícia Militar Rodoviária será a fiscalização do excesso de velocidade, a embriaguez ao volante, as ultrapassagens proibidas, uso do cinto de segurança, bem como daquelas infrações de trânsito que colocam em risco a vida dos condutores e transeuntes.

Polícia Civil

Para atender a demanda que deve ocorrer entre a sexta-feira (12) e a Quarta-Feira de Cinzas (17), a Polícia Civil irá reforçar o efetivo das delegacias de Campo Grande, subordinadas ao Departamento de Polícia da Capital (DPC), as delegacias do Departamento de Polícia Especializada (DPE) e também das unidades localizadas nos municípios do interior, diretamente ligadas ao Departamento de Polícia do Interior (DPI).

As ações da Polícia Civil contam ainda com reforço das equipes do Departamento de Inteligência Policial (DIP) e do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco). O objetivo é atuar de forma repressiva aos ilícitos penais e realizar operações de inteligência, visando identificar autores de crimes e organizações criminosas.

Durante a Operação Carnaval 2021 a Polícia Civil vai intensificar as ações para o comprimento de mandados de prisão expedidos em desfavor de acusados da prática de furtos, roubos e estelionatos. Além disso, os policiais civis irão monitorar de perto presos com autorização de saídas temporárias e fiscalizar o cumprimento do toque de recolher decretado pelo governador Reinaldo Azambuja.

A Polícia Civil intensifica ainda as fiscalizações em clubes e estabelecimentos comerciais, especialmente no que diz respeito aos alvarás de funcionamento e certificados de vistorias do Corpo de Bombeiros Militar, que atestem o cumprimento dos itens de segurança desses locais.


Serviço
Informações sobre festas, aglomerações e bailes de carnaval devem ser imediatamente comunicadas a Polícia Militar por meio do número 190, a ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer telefone, a qualquer hora do dia ou da noite.
Nas estradas, os crimes de trânsito e acidentes devem ser comunicados a Polícia Militar Rodoviária através do telefone 198. Também com ligação gratuita, o serviço funciona 24 horas por dia.

Comentário

Operação do Gaeco (o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) do MPE (Ministério Público do Estado), cumpriu nesta quinta-feira (11) 32 mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Criminal de Campo Grande. A operação ‘Malleus’ atingiu integrantes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) com atuações em Dourados, Ribas do Rio Pardo, Deodápolis, Fátima do Sul, Jateí, Caarapó, na capital do Estado e também no estado do Ceará, praticando assassinatos, assaltos e tráfico de drogas ilícitas.

Parte desses alvos participa ativamente de “Tribunais do Crime”, como são chamadas pela organização criminosa as conferências realizadas para aplicação de punições a membros faltosos ou a integrantes de facções rivais, inclusive com o ritual de assassinatos macabros. As ações contaram com o apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Militar, do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

No curso da investigação foi apurado que, durante estas conferências, além de ter sido debatido o assassinato de um delegado de Polícia e de policiais militares, houve integrantes da organização que, por determinação de um dos alvos das ordens de prisão, sequestraram e executaram barbaramente uma jovem com golpes de picareta e com pedradas na cabeça, por acreditarem que ela poderia fazer parte do Comando Vermelho, conforme nota do MP estadual.

“Malleus”

A operação “Malleus” recebeu este nome em referência ao manual inquisitorial que previa formas de inquirição e castigos corporais severos, espécie de ‘bíblia’ da caça às bruxas em tempos antigos.

Comentário

Página 13 de 1837

DESTAQUE NACIONAL

  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis