Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O Ministério do Trabalho estuda conceder duas parcelas adicionais do seguro-desemprego aos demitidos sem justa causa no primeiro semestre deste ano. Segundo nota técnica do Codefat (o Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo aos Trabalhadores), a estimativa é que meio milhão de pessoas sejam beneficiadas, a um custo total de R$ 500 milhões.

A crise econômica e a demora para conseguir voltar ao mercado de trabalho é a justificativa da proposta, encabeçada pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e endossada pelos representantes das outras centrais no Codefat. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, confirmou ao O Globo que a medida está em estudo. Ele tratará do assunto com as entidades sindicais no próximo dia 20.

Comentário

Sábado, 03 Setembro 2016 08:20

Agenda dos candidatos para este sábado, dia 3

DÉLIA RAZUK

9 h- Caminhada no centro da cidade

À tarde - Reunião na vila Valderez;

Reunião no Jardim Ouro Verde

À noite - Reunião no BNH 4º. Plano

Reunião no Canaã I

20h40 - Lançamento da candidata a vereadora pelo PR Denise, no comitê central

ÊNIO RIBEIRO

Não enviou

GERALDO RESENDE

7h – Apresenta propostas aos trabalhadores da Metalúrgica Araújo

7h30 – Reunião com professores de Educação Física

9h - Caminhada na Vila Cachoeirinha acompanhado do candidato a vereador Marçal Filho (PSDB)

11h30 - Entrevista ao vivo na rádio Grande FM

15h30 - Caminhada no Parque das Nações II com o vice Rogério Yuri

18h30 - Reunião com moradores na Vila São Braz acompanhado do candidato a vereador Rogério Sales

19h - Reunião com moradores do Canaã I acompanhado do candidato a vereador Cláudio Gaiofato

20h – Reunião cm moradores do Parque das Nações II acompanhado pelo candidato a vereador Adão do Parque

RENATO CÂMARA

7h30 - Visitas

9h – Caminhada na rua Eulália Pires

17h – Reunião de mulheres

18h30 – Reunião no Assentamento Guajuvira

19h – Reunião no Parque do Lago

19h30 – Reunião no Jardim Novo Horizonte

WANDERLEI CARNEIRO

Não enviou

(((Material fornecido pelas assessorias)))

O senador cassado Delcídio do Amaral (sem partido) pediu ao STF (Supremo Tribunal Federal) que lhe sejam garantidos os "direitos políticos", a exemplo do que foi concedido à ex-presidente Dilma Rousseff no processo de impeachment.

Na ação, protocolada nesta sexta-feira (2), a defesa também pede que o processo que lhe tirou o mandato, concluído em maio, seja reaberto e retomado a partir da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, instância intermediária do trâmite da cassação.

Em maio, o Senado cassou o mandato de Delcídio com 74 votos a favor e nenhum contra. Na ação ao STF, os advogados de Delcídio alegam que, na decisão, não houve “votação expressa” no plenário acerca da permissão ou proibição de assumir cargos eletivos.

“O que não se pode admitir é que, de um lado, para a ex-presidente [Dilma] valha uma regra (cassação não signifique necessariamente perda dos direitos políticos) e para Delcídio do Amaral valha outra (cassação signifique necessariamente perda dos direitos políticos). Assim, de duas, uma: ou Delcídio foi cassado sem a perda dos direitos políticos, ou o impeachment da ex-presidente é nulo”, diz um trecho da ação.

Na quarta-feira (31), por 61 votos a 20, o Senado aprovou a destituição da presidente. No entanto, em uma segunda votação, por 42 votos a 36, a Casa decidiu não impedir que Dilma ocupasse cargos públicos por oito anos a partir de 2019, como observa reportagem do portal G1.

Comentário

O professor Wagner Cordeiro Chagas concluiu trabalho de Mestrado em História pelo Programa de Pós-Graduação da UFGD em 2014, e escolheu como tema “As eleições de 1982 em Mato Grosso do Sul”.

A obra, transformada em livro, com 174 páginas, está sendo lançada pela Editora Life, com a participação de apoiadores e o incentivo cultural de amigos do autor. Dividido em três capítulos, o livro aborda a ditadura militar, a divisão de Mato Grosso e o contexto político no Brasil e em Mato Grosso do Sul nos primeiros anos de implantação do novo Estado.

Fala ainda sobre a campanha eleitoral ao Governo de Mato Grosso do Sul, que teve como primeiro governador eleito pelo voto popular o advogado Wilson Barbosa Martins, em disputa histórica com o ex-prefeito de Dourados, José Elias Moreira, e considera como foi a chegada do PMDB ao Governo, com a participação de liberais, arenistas e comunistas.

Comentário

A Justiça Federal em Brasília suspendeu, nesta sexta-feira (2), a cobrança de multa para motoristas que andarem nas rodovias de todo o país com farol desligado. A sentença é provisória e determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas. A decisão começa a valer quando a União, que tem direito de recorrer, for notificada, e não altera as multas que já foram aplicadas.

A lei federal entrou em vigor em 8 de julho e determina que o farol baixo seja usado em todas as rodovias, mesmo durante o dia. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13. Em novembro, o valor deve subir para R$ 130,16, conforme publica o G1.

No primeiro mês de validade da regra, entre 8 de julho e 8 de agosto, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) registrou 124.180 infrações nas rodovias federais. Nas estradas estaduais de São Paulo, outras 17.165 multas foram aplicadas. No Distrito Federal, as multassuperaram em 35% o número de autuações por estacionamento irregular.

Comentário

Mato Grosso do Sul já possui, registradas no sistema Web Denúncia, 222 denúncias de irregularidades, até o momento, com exatos 18 dias de campanha política liberada. Só em Campo Grande são 88 casos. A maior reclamação é de propaganda eleitoral por mensagens eletrônicas e telemarketing, ou seja, por celular e internet.

A reportagem fez o último acesso aos números nesta tarde, o que pode mudar a qualquer momento depois. Entre os motivos denunciados, o que aparece em primeiro lugar, em quantidade, é o de propaganda eleitoral por mensagens eletrônicas e telemarketing. Destas há 64 denúncias, do total de 222. Na sequência vem 32 de propaganda em bens de uso comum (cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, bares, ou seja, aqueles a que a população em geral tem acesso).

Logo após, aparece 21 por propaganda intrapartidária e propaganda antecipada; 21 por compra de voto, arrecadação ou gastos ilícitos em campanha e condutas vedadas aos agentes públicos; 19 por reuniões políticas; 16 por propaganda mediante carros de com, minitrio, alto-falantes e amplificadores de som; 14 por propaganda mediante inscrição ou pintura nas fachadas, muros ou paredes e exposições de placas, estandartes, faixas, cavaletes, bonecos e assemelhados.

Após estes, aparecem 12 denúncias por propaganda mediante distribuição de material gráfico (folheto, adesivos, volantes e outros impressos); 8 por realização de debates ou entrevistas com partidos/coligações ou candidatos; 5 por propaganda ao longo das vias públicas, mediante colocação de mesas para distribuição de material de campanha e a utilização de bandeiras; 4 por propaganda eleitoral por meio de outdoor; 4 por identificação da sede de partidos, coligações e comitês de candidatos (fachadas de suas sede e dependências); 1 por comício e showmício e 1 por propaganda mediante carreatas, passeatas ou caminhadas.

Entre as cidades em que ocorreram as denúncias, a Capital Campo Grande aparece com 88, Naviraí - 15, Corumbá – 13, Novo Horizonte do Sul – 10, Antônio João - 9, Aparecida do Taboado - 8, Alcinópolis – 7, Ladário – 6, Sidrolândia, Dourados e Nova Andradina – 5 cada, Nova Alvorada do Sul – 4, Ivinhema, Coxim, Batayporã e Bataguassu – 3 cada, Mundo Novo, Miranda, Aquidauana, Figueirão, Terenos, Laguna Carapã, Pedro Gomes, Sonora e Cassilândia – 2 cada e com uma denúncia cada estão os municípios de São Gabriel do Oeste, Rio Brilhante, Bela Vista, Paranhos, Ponta Porã, Caracol, Rio Verde de Mato Grosso, Rio Negro, Amambai, Água Clara, Jaraguari, Eldorado, Três Lagoas, Maracaju, Paraíso das Águas, Bandeirantes e Fátima do Sul.

O Web Denúncia é um dos sistemas que o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) disponibilizou a todos interessados, onde é possível realizar o registro das denúncias eleitorais e acompanhar o seu andamento.

A assessoria do TRE-MS, informou via e-mail, que somente os denunciantes podem ver o andamento de suas denúncias. “As denúncias são anônimas e mantidas em sigilo até seu processamento”. Ao explicar via telefone, a informação é de que só após as eleições, com os casos que forem convertidos em processo poderá ser visualizado por outras pessoas e saber quem denunciou quem.

A propaganda política foi liberada nas ruas e nas internet no último dia 16 e na televisão e na rádio, dia 26 de agosto. Elas seguem até o dia 29 de setembro e a eleição, em primeiro turno, ocorre no dia 02 de outubro.

Comentário

Evento que acontecerá das 13 às 17 horas do dia 30 deste mês nas dependências do estádio Frédis Saldivar, o “Douradão”, o 4º festival Dourados paralímpico de atletismo está com inscrições abertas para as escolas e entidades, segundo informou Antônio Pietramale, coordenador da competição. “Toninho Pietramale” conta que todas as escolas e entidades que atuam com crianças e adolescentes portadores com deficiências físicas, visuais e intelectuais já foram previamente convidadas. As inscrições poderão ser obtidas por meio do endereço eletrônico www.alecrim.org.br até o dia 23.

O coordenador afirma que espera, dentro deste projeto paralímpico que é o maior evento de atletismo do Mato Grosso do Sul, contar com o maior número possível de entidades, uma vez que o objetivo visa promover a integração entre os paratletas.

No ano passado participaram 26 entidades douradenses e competiram 257 paratletas. “Nosso foco é motivar a criança e o adolescente com deficiência a praticar o esporte e depois integrá-la aos nossos projetos” disse "Toninho Pietramale” lembrando que o evento será feito para deficientes com idade de 9 a 16 anos. Todos os participantes vão receber medalhas. Detalhes podem ser obtidos através do telefone 98163 0601.

 

Comentário

O Tribunal Regional Eleitoral deferiu, até agora, apenas duas das cinco candidaturas a prefeito de Dourados. De acordo com o portal do TRE na internet, estão habilitados a disputar as eleições, oficialmente, os candidatos Renato Câmara, do PMDB e Wanderlei Carneiro, pelo PP.

Ainda permanecem aguardando julgamento as candidaturas de Délia Razuk, pelo PR, Geraldo Resende, pelo PSDB e de Ênio Ribeiro, no PSOL. O prazo para o deferimento de todos os pedidos de registro de candidatura vence na segunda-feira (12) da semana que vem.

Entre os candidatos às eleições proporcionais, foram aprovados os pedidos de registro de candidatos a vereador das coligações encabeçadas por Renato e Wanderlei; as demais, aguardam deferimento.

Comentário

Empresários industriais, micro e pequenos empreendedores e contabilistas de Corumbá (MS) participaram, nesta quinta-feira (01/09), do Encontro de Negócios do Sistema S, promovido para apresentar os serviços oferecidos pelo Sesi, Senai, IEL, CIN e Sebrae/MS. Realizado na unidade do Sesi de Corumbá, o evento serviu para detalhar, um pouco mais, sobre Gestão em SST (Segurança e Saúde no Trabalho) para as micro, pequenas, médias e grandes empresas, bem como outras soluções disponíveis para o setor produtivo corumbaense.

Segundo o superintendente do Sesi, Bergson Amarilha, o objetivo do encontro foi alcançado. “A ideia era proporcionar troca de experiências entre as entidades e os microempresários e assim empreender e inovar. O Sesi tem que ser referência na área da educação em Mato Grosso do Sul”, concluiu.

Para o presidente do Siaco (Sindicato das Indústrias da Alimentação de Corumbá), Marismar Soares, o evento serviu para conhecer um pouco mais dos serviços do Sistema S para as empresas da região. “O Sebrae/MS, por exemplo, detalhou aos empresários industriais as novas estratégias do mercado de trabalho”, pontuou.

Já a gerente-regional da região oeste do Sebrae/MS, Vanessa Gouveia Leite, reforçou que o evento foi útil para mostrar os serviços que a entidade disponibiliza para o setor empresarial do município. “O Sebrae trabalha com capacitação para os participantes. Aproveitamos para mostrar exemplos do que temos feito no Estado e, assim, mostrar soluções de problemas aos empresários”, afirmou.

Após as apresentações, os empresários participaram da mesa de negócios com equipes técnicas que tiraram todas as dúvidas dos participantes. O Senai mostrou os serviços de educação profissional, educação superior e educação a distância, enquanto o CIN (Centro Internacional de Negócios) da Fiems apresentou o acesso ao mercado internacional por meio dos serviços de apoio à internacionalização das empresas.

Pesquisados da Embrapa estiveram em Três Lagoas e visitaram 4 fazendas no dia 31 de agosto. As fazendas foram a Jaó, União, Colina e Santa Ofélia.

Com diversos especialistas acompanhando, eles puderam verificar novas técnicas que os produtores rurais e pecuaristas estão utilizando na região. “O propósito não é só promover para o corpo técnico novas aprendizagens, como também aproximar o produtor rural. Hoje foi uma experiência muito boa”, reforça Cleber Oliveira Soares, chefe geral da Embrapa Gado de Corte.

Qualificação

A qualificação é algo que os pesquisadores da Embrapa Gado de Corte buscam constantemente. “O propósito é fazermos as visitas técnicas com o corpo técnico, que é composto de pesquisadores, analistas de diversas áreas de produção de bovinos de corte e da pesquisa da Embrapa em pecuária de corte. Temos especialistas em solo, fertilidade, matéria orgânica, pastagens, melhoramento genético do capim, nutrição animal, economia, sistemas integrados, cadeia produtiva, entre outras áreas. Temos um grupo grande de pesquisadores. Nos últimos 5 anos tivemos uma boa renovação onde 93% são PHDs. Para nós é importante promover a interação dos nossos cientistas”, diz Cleber.

Fazenda

Na fazenda Jaó, o grupo viu o sistema de produção extensivo a pasto de pecuária de corte. O melhoramento da raça Nelore do grupo CS e Guzerá foi destaque. Já na fazenda União, o sistema de produção extensivo a pasto e confinamento foi apresentado. Além de ser um sistema bem gerenciado, o produtor aposta em refinamentos tecnológicos.

Já na fazenda Colina, o processo é voltado ao sistema de produção. A fazenda faz cria e um pouco de engorda e os protocolos são seguidos de forma muito prática e com gestão. Na fazenda Santa Ofélia, o sistema de produção é semi-intensivo a pasto e semi-intensivo de gado em pivô central, onde pode-se ver a capacidade e o potencial que se tem de produzir carne precoce.

Para Sérgio Arantes, proprietário da fazenda Colina, “para chegarmos aqui foi um trabalho de anos e você vai fazendo etapa por etapa, formando equipe e vai dando certo. É um nível de pessoa que temos que treinar. O grupo da Embrapa veio ver a irrigação e como estamos fazendo. A ideia é fazer uma parceria para passar para outros. É um desafio manter isso, pois a tecnologia é fundamental”, reforça.

Já para o presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas, Marco Garcia, “fico muito feliz pois temos que ter o trabalho de desenvolvimento de novas tecnologias e no mesmo tempo a chancela dos órgãos de pesquisa. A Embrapa mostra que todas as tecnologias ajudam. Isso é um respaldo técnico que abre um canal para ampliar no futuro fazendo intercâmbios. Não devemos romper e a ideia é estreitar o relacionamento. Eles querem expandir trabalhos de novas tecnologias para vários lugares e propriedades. Isso é fundamental pois a pecuária vai crescer quando todos utilizarem essas pesquisas”, conclui.

Página 1338 de 1455
  • al sustentavel 2

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus