Timber by EMSIEN-3 LTD
  • futuro
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

O desempenho dos partidos políticos no primeiro turno das eleições municipais deste ano mostrou um quadro de diferenças em relação ao tamanho das cidades conquistadas por cada um. O levantamento feito pela Agência Brasil a partir de informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até o dia 6 de outubro observou o número de prefeitos eleitos por cada agremiação nas diferentes faixas de número de eleitores das cidades.

Os dados indicam, por exemplo, que o PSDB é o partido que teve melhor desempenho nas grandes cidades brasileiras. Além de ter eleito, em primeiro turno, o prefeito de São Paulo, o partido também elegeu mais um prefeito numa cidade dentro da faixa entre 500 mil e um milhão de eleitores, e 12 prefeitos em cidades com 200 mil a 500 mil eleitores. O PMDB, partido com maior número de prefeitos no total, 1028, elegeu seis nas cidades dessa última faixa.

Para o cientista político Antônio Augusto de Queiroz, do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), os tucanos se beneficiaram indiretamente com a queda de votos do PT. “Havia uma polarização histórica entre PT e PSDB nos grandes centros. Como o PT foi abandonado pelo eleitor e não surgiu outro partido para ocupar esse espaço, o PSDB foi o beneficiário natural desse fenômeno”, afirmou o cientista político.

Para Antônio Queiroz, os eleitores do PT não migraram para o PSDB, mas se pulverizaram em outros partidos ou se abstiveram de votar, o que tornou mais fácil para os tucanos chegar aos votos necessários para eleger em primeiro turno o prefeito de São Paulo.

“Em São Paulo, se mais eleitores tivessem votado provavelmente o João Dória não teria sido eleito em primeiro turno”, acrescentou Queiroz.

Nas cidades menores, no entanto, outros fatores regem a escolha do eleitor. No levantamento da Agência Brasil, PMDB e PP foram os partidos que, proporcionalmente ao número de prefeitos eleitos por eles, mais se destacaram em municípios de pequeno porte, que têm até 8,5 mil eleitores.

Nos municípios com até 3 mil eleitores, por exemplo, o PP elegeu 82 dos seus 496 prefeitos, e o PMDB 127. O PSDB, segundo colocado no número geral de prefeitos, com 793, elegeu apenas 69 nessas cidades. Na faixa de municípios entre 5 mil e 8,5 mil eleitores, o PMDB elegeu 228 prefeitos, o PSDB 155 e o PP 102.

Para Leonardo Barreto, doutor em ciência política da Universidade de Brasília (UnB), o que favorece PMDB e PP é o fato de eles entregarem as negociações aos cuidados dos “caciques locais”, que têm liberdade de escolher os candidatos mais competitivos e fechar alianças mais vantajosas, sem a interferência do comando central do partido.

“O poder local é uma das instituições políticas mais antigas no país, explicou o professor, citando o ex-presidente da República Campos Salles.

“Esses partidos [PP e PMDB] são da mesma escola. Os caciques compõem do jeito que eles acham mais indicado. Tanto que, no Rio Grande do Sul, o PP foi totalmente a favor do impeachment. Mas o PP da Bahia votou todo a favor da Dilma”, exemplificou.

Outras legendas

Antônio Queiroz também chamou atenção para o desempenho de legendas de menos destaque nacional. A Rede, por exemplo, que teve Marina Silva em terceiro lugar nas eleições presidenciais de 2014, não conseguiu bom desempenho este ano nas municipais. No total, o partido elegeu apenas cinco prefeitos em primeiro turno.

Para o cientista político, a líder do partido não conseguiu transferir seus votos porque eles são de eleitores insatisfeitos com as opções em âmbito nacional e não por convicção ideológica. “Faltou o reconhecimento de que a Marina não tem esse prestígio todo”, avaliou.

No sentido inverso, o cientista político afirmou que PCdoB e o PDT conseguiram a maior parte de suas prefeituras em razão de lideranças locais. No caso dos comunistas, o governador Flávio Dino (MA) conseguiu fazer no Maranhão 46 dos 80 prefeitos eleitos pelo partido em todo o país.

“Isso é por causa do governador. Se o governador mudar de partido, os prefeitos migram com ele”, acrescentou Queiroz. Segundo ele, o mesmo fenômeno ocorreu no Ceará, onde os irmãos Cid e Ciro Gomes, que têm tradição na política local, ajudaram o PDT a fazer 51 prefeituras entre as 184 do estado.

Comentário

A Câmara dos Deputados começará nesta semana, possivelmente já nesta segunda-feira (10), a votar em primeiro turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que estabelece um teto para o aumento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos.


Enviado pelo governo do presidente Michel Temer no primeiro semestre, o texto já foi aprovado na comissão especial que o analisava e, agora, precisa ser aprovado em dois turnos pelo plenário da Câmara antes de seguir para análise no Senado.

Tratada pelo Palácio do Planalto como prioridade para reequilibrar as contas públicas, a PEC limita o crescimento dos gastos da União por 20 anos. Para virar lei, contudo, a proposta precisa contar com o apoio de, pelo menos, 308 deputados e 49 senadores.

De acordo com o líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), a expectativa é que já nesta segunda haverá quórum para a proposta ser votada em primeiro turno. Pelas estimativas do parlamentar, o projeto será aprovado com cerca de 350 votos.

A fim de garantir quórum e apoio na votação da PEC, o presidente Michel Temer ofereceu neste domingo (9), no Palácio da Alvorada, um jantar para cerca de 200 deputados que integram a base aliada.Além disso, nas últimas semanas, o peemedebista intensificou os encontros com parlamentares para conquistar votos favoráveis ao texto.

Durante o jantar, Temer disse aos deputados, sem citar algum caso específico, que qualquer "movimento corporativo" contra a PEC "não pode ser admitido". Após o encontro, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, estimou que a proposta deverá ser aprovada com o apoio de mais de 350 deputados.

Posição contrária

Contrários à proposta, integrantes da oposição prometem obstruir a votação da PEC, ou seja, utilizar mecanismos previstos no regimento com o objetivo de atrasar a votação da proposta. Esses deputados alegam que, caso o texto seja aprovada, áreas como saúde e educação serão prejudicadas e terão os investimentos "congelados".

Como parte da estratégia, partidos adversários de Temer também entraram com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para interromper o andamento da proposta na Câmara. Eles dizem que, se aprovado, o texto vai restringir o poder do Legislativo e do Judiciário de aumentar seus orçamentos.

Paralelamente a isso, a Secretaria de Relações Institucionais da Procuradoria-Geral da República (PGR) emitiu um parecer na semana passada recomendando o arquivamento da proposta, porque, diz o órgão, o texto é inconstitucional porque fere a autonomia e a independência dos poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público, além de transformar o Executivo em um "super órgão" capaz de controlar os demais poderes, "ainda que de forma indireta".

Em razão desse parecer da PGR, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, o Ministério da Fazenda e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se posicionaram publicamente a favor da PEC, afirmando que a proposta é constitucionale tem como maior objetivo reequilibrar as contas públicas.

Senado

A PEC do teto dos gastos também será assunto no Senado nesta semana. A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) da Casa vai realizar uma audiência pública para debater pontos da proposta.

No plenário principal do Senado, porém, não haverá votações nesta semana. Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente da Casa, decidiu cancelar as sessões deliberativas em razão do feriado da próxima quarta-feira (12). Segundo o peemedebista, as votações serão retomadas na próxima semana.

Conselho de Ética

O Conselho de Ética da Câmara tem reunião marcada para esta terça-feira (11) para decidir se abre ou arquiva processos que apuram se os deputados Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Jean Wyllys (PSOL-RJ) quebraram o decoro parlamentar.

Bolsonaro responde a um processo por ter homenageado o coronel reformado Brilhante Ustra, morto em 2015, durante a análise do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ustra foi reconhecido pela Justiça como um torturador do regime militar.

Jean Wyllys, por sua vez, é alvo de um processo por ter, supostamente, ofendido parlamentares do PSC em uma rede social.

Comentário

O candidato Marquinhos Trad (PSD) será eleito futuro prefeito de Campo Grande, no próximo dia 30, se confirmarem as previsões da pesquisa estimulada do Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda.), contratada pelo Correio do Estado. Se as eleições do segundo turno fossem hoje, Marquinhos venceria a sua concorrente, Rose Modesto (PSDB), com 49,61% das intenções de voto. Ela perderia com 29,68%. A vantagem do líder da corrida eleitoral é de 19,93 pontos porcentuais.

A margem de erro é de 4 pontos porcentuais para mais ou para menos sobre o resultado encontrado no total da amostra. Com 49,61%, a votação de Marquinhos pode variar, diante da estimativa de erro, de 45.61% (para menos) a 53.61% (para mais). A Rose, com 29,68%, ficaria entre 25.68% e 33,68% respectivamente.

Já 20,71% dos eleitores consultados manifestaram indecisão em quem votar no segundo turno, bem como a intenção de anular ou votar em branco e não apoiar nenhum dos candidatos.

Comentário

PUBLICIDADE...

A Bigolin abrirá suas portas recheada de promoções nessa terça-feira, 11 de outubro.

Tem gente que aproveita o feriado para fazer reparos, para continuar ou terminar a obra, para dar aquele trato na limpeza da casa. A vida não para, e pensando nisso a Bigolin decidiu abrir as portas no feriado de 11 de outubro, trazendo grandes promoções em toda a loja.

É isso aí, dia 11 de outubro não vai ser de descanso na Bigolin. De portas abertas das 9 às 15h, a Bigolin terá inúmeras promoções para dar um descanso ao seu bolso, com vários produtos por valores inacreditáveis.

As ofertas fazem parte da campanha de 90 dias de ofertas Bigolin, que iniciam agora no mês de outubro. Cada mês terá promoções diferentes e por tempo limitado. Você terá que ficar de olho para não perder essas incríveis oportunidades.

Algumas das promoções que você irá encontrar neste feriado são: Bacia Eternit por R$78,90, é isso mesmo, só R$78,90. E tem mais, Piso Bariloche Unigres, 45x45, por apenas R$10,90, é isso mesmo, apenas R$10,90. E além disso tem, Otto Vedacit de 18 litros está por apenas R$78,90.

A Bigolin é a loja de materiais de construção mais tradicional do Estado, são mais de 30 anos de atuação e parceria com o povo sul-mato-grossense. Então se você estiver pensando em reformar ou construir neste feriado de divisão do Estado, a Bigolin estará de portas abertas te esperando.

Endereço:
Rua Hayel Bom Faker, 2555

Centro - CEP 79810-050

Tel: 67 3411-5588 | Fax: 67 3411-5509

Comentário

As pesquisas realizadas pelo IZ (o Instituto de Zootecnia) do estado, com sede em Nova Odessa e Americana, no interior de São Paulo, foram prejudicadas após o furto de 44 novilhas da unidade. Os animais, levados sexta-feira (7) passada, são fêmeas com idade entre um e dois anos e estão em fase de reprodução.

O rebanho era usado em estudo de seleção genética para produção de um tipo de leite que não causa alergia e é saudável ao consumo humano, informa o G1. O prejuízo estimado, em dinheiro, chega a R$100 mil.

Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil de Nova Odessa e investiga o crime. Segundo cientistas do Instituto, parte do rebanho furtado tem a genética apropriada para produzir o leite e entraria em reprodução nos próximos meses.

"A geração de bovinos é demorada e se leva até quatro anos para se formar uma", disse o pesquisador do Centro, Enílson Geraldo Ribeiro. "Nós praticamente perdemos essa geração e nossa pesquisa volta à estaca zero", lamentou. O estudo, de acordo com ele, será atrasado em um ano, pelo menos, conforme a publicação.

Comentário

Um policial federal de Brasília atirou contra dois homens durante uma festa em uma embarcação no Setor de Clubes Norte na noite deste sábado (8), um deles morreu no hospital e outro passou por cirurgia no Hospital de Base. Na delegacia, o agente afirmou ter agido em legítima defesa.A Polícia Federal não se manifestou sobre o caso. O policial disse, em depoimento na 5ª DP (Asa Norte), que estava com a mulher em uma festa no barco, quando surgiu “uma confusão generalizada entre dois ou três casais”. Ele declarou que não estava envolvido na briga.

Ao se sentir ameaçado, ele relatou que avisou estar armado e que deu mais de uma ordem para que os dois não se aproximassem. Então, disparou na região do abdômen de cada um. De acordo com a PM (Polícia Militar), a situação ocorreu porque “uma das vítimas passou a mão na mulher do policial”.

Ele mesmo se apresentou à delegacia e entregou a arma utilizada. O policial federal foi liberado após se comprometer a comparecer à Justiça. O caso é investigado como homicídio e tentativa de homicídio. O agente da PF tem 44 anos. A vítima que morreu tem 47 anos e a outra, 36.

A mulher do homem que morreu disse que havia três aniversários no local. Ao sair do banheiro, ela relata ter sido agredida com três tapas no rosto por uma das aniversariantes. Quando o marido dela foi “tirar satisfação” com o agente, ele atirou. Ela não explicou por que teria sido agredida nem se quem deu os tapas era casada com o policial. Segundo ela, o marido era funcionário de carreira do Banco do Brasil, conforme divulgou o portal G1.

Comentário

O pedreiro Elismar Cunha, candidato a vereador pelo PTB, perdeu as eleições e fez uma postagem nas redes sociais xingando quem não votou nele, em Bela Vista de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia. Na mensagem, o petebista diz que contava com mais de 500 votos, mas apenas 33 pessoas, ou 0,20% dos 17.388 eleitores da cidade que foram às urnas, votaram nele.

“Quero agradecer as trinta e três pessoas que votaram em ‘me’ e dizer as outra quinhentas que mentiram pra ‘me’ que ia votar em mim vão pra p... q... os p... e que o satanás os carregue pro quinto ‘dos inferno’ cambada de desgraçados mentirosos filhos da desgraça pronto falei”, escreveu ele no perfil que mantém no Facebook.

A mensagem foi publicada quarta-feira (5) na internet e na sexta-feira (7) Elismar fez uma nova publicação para justificar o texto dirigido aos eleitores. Ele afirma que estava “revoltado” pelo resultado das urnas e que fez “soltou o verbo” para desabafar.

Em entrevista ao G1, o candidato disse que não se arrepende do que escreveu e que depois do desabafo vários partidos o procuraram para que ele dispute em pleitos futuros, conforme divulgou o G1.

Comentário

Agentes da delegacia de Capitan Bado, comandados pelo comissário Ramon Lopez Balbuena, apoiados por agentes da Seção de Investigação de Delitos e da Divisão de Narcóticos, realizaram na manhã deste sábado (8) operação de busca e apreensão após um trabalho de inteligência que detectou uma base que o narcotráfico utilizava em uma colônia denominada ‘Manta Potrero’ localizado na cidade de Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com o Paraguai.

A operação aconteceu após um ataque de grupo armado a um veículo blindado na manhã de sexta-feira (7), quando houve troca de tiros entre integrantes de grupos rivais na cidade.

No local, os agentes encontraram uma caminhonete do tipo furgão, uma motocicleta com placas brasileiras, além de uma metralhadora, 93 projeteis de calibre 5.56, 16 projeteis de arma 7.62, dois carregadores de fuzil, dois coletes a prova de bala e 20 bolsas de maconha, totalizando mais de 2.000 quilos da droga pronta para ser comercializada.

Segundo informações, todo esse aparato estaria sob a responsabilidade de integrantes do grupo criminoso PCC (Primeiro Comando da Capital) que estaria tentando se instalar na região, conforme divulga o jornal Poranews.

Comentário

Dhioni da Silva Braga, de 27 anos, conhecido como "Porcão", foi assassinado por volta das 18h40 deste sábado (8) na rua Cornélio Cerzosimo de Souza, na Vila Cachoeirinha. De acordo com testemunhas, um veículo Fox da cor prata com as rodas pretas se aproximou da vítima e o ocupante do banco do carona desceu efetuando vários disparos.

Boletim de ocorrência lavrado pela Polícia diz que a vítima foi atingida por quatro tiros, no joelho direito, coxa esquerda, um no flanco esquerdo e um outro no glúteo esquerdo. O tiro que o acertou na coxa, de acordo com a Perícia Técnica, perfurou a artéria femoral, o que teria provocado a morte de Dhione antes de receber os primeiros atendimentos da equipe do Samu.

Comentário

Um caminhão carregado com bananas de dinamite explodiu na tarde deste sábado (8), no pátio de uma empresa em Bocaiúva do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, informou a PM (Polícia Militar). Segundo a Polícia Civil, havia 50 toneladas de dinamite no caminhão. A empresa fica na rodovia BR 476.

Bombeiros foram até o galpão para controlar as chamas. A Defesa Civil do Paraná informou que ninguém ficou ferido no local. Três funcionários que estavam no barracão conseguiram fugir, segundo o Corpo de Bombeiros.

Como existe o risco de novas explosões, conforme a Defesa Civil, o local foi isolado. Cerca de 80 casas do entorno foram afetadas, e tiveram portas e janelas com rachaduras diante do impacto da explosão, conforme registrou a imprensa local.

Comentário

Página 1837 de 2049

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

google-site-verification=JCBZiaUdGxZgtTnDymeR8S6dTexoochsEftWECURSIQ