Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Redação Douranews

Redação Douranews

A Prefeitura de Três Lagoas anunciou que vai iniciar, nos próximos dias, uma operação para identificar e punir servidores que compareceriam aos locais de trabalho apenas para “bater o ponto” no sistema de controle digital e que não estariam cumprindo a carga horária no serviço público.

O prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) informou que a intenção é exigir o cumprimento da jornada de 8 horas pelo funcionalismo municipal, sendo prevista a adoção de “medidas severas” e punições a quem não seguir tais orientações, conforme repercutiu o site JPNews.

Conforme Guerreiro, funcionários públicos que burlam o sistema estão sendo “rastreados”. “Por isso criamos a ‘Operação Dedo Liso’, que será severa. Portanto, aquele que não quer ser punido, que cumpra o seu dever e não lese a população”.

A medida atingirá todos os servidores municipais, incluindo médicos, para que cumpram as jornadas estabelecidas em contrato. “Isso é válido até para mim, como prefeito. É para todos”, disse Guerreiro, sem detalhar como será realizada a fiscalização, segundo o site.

Mais de US$ 128 mil (equivalente a cerca de R$ 500 mil) foram encontrados dentro de uma mochila em uma região de mata em Porto Esperidião, a 358 km de Cuiabá, na região de fronteira de Mato Grosso com a Bolívia, neste sábado (13), publica o portal G1. A apreensão ocorreu na rodovia MT 265 e ninguém foi preso.

Ao todo, 128.530 dólares foram encontrados dentro da mochila, de acordo com o Gefron (Grupo Especial de Segurança de Fronteira), após confronto com cinco homens que reagiram à presença dos policiais. Em seguida o grupo fugiu para a região de mata e não foi mais visto.

Em buscas pelo local, policiais encontraram a mochila com os dólares, uma porção de maconha e uma sacola com folhas de coca. Os valores e os produtos foram apreendidos e entregues na sede da Polícia Federal em Cáceres.

Comentário

O prefeito de Naque (MG), cidade com menos de 7 mil habitantes, no Vale do Aço, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), de 55 anos, conhecido como “Hélio da Fazendinha”, foi morto a tiros na manhã deste sábado (13) e o suspeito do assassinato é o vereador e comerciante no município Marcos Alves de Lima (PSDC), o "Marquinho do Depósito".

Marquinho foi preso ainda na manhã de sábado pelas equipes da PM (Policia Militar) do Estado, após um cerco realizado na região onde ocorreu o crime. O prefeito Hélio da Fazendinha ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, também no Vale do Aço, a 50 quilômetros de Naque.

De acordo com as informações correntes na cidade, o prefeito e o vereador já teriam desavenças antigas. Na manhã deste sábado, se encontraram junto a um local onde Marquinho do Depósito comprou terreno para implantar loteamento ao lado de área da prefeitura.

Chicote e revolver

Segundo testemunhas, o vereador estava instalando uma porteira na entrada do terreno do loteamento, local em que funcionários da prefeitura teriam jogado entulho e, por conta disso, teriam começado uma discussão.

Em consequência dos atritos, o prefeito teria atingido o vereador com um chicote e em seguida, depois de informar que estava armado, Marquinho do Depósito sacou um revólver e atingiu o chefe do executivo local com quatro disparos.

Comentário

O sistema de submissão de projetos de pesquisa para a edição 2019 das Feiras de Ciência e Tecnologia do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) será aberto na segunda-feira (15) para os eventos que serão realizados nos dez municípios onde a instituição tem campus, durante a Semana de Ciência e Tecnologia, em outubro.

Podem inscrever trabalhos de estudantes do ensino fundamental (6º ao 9º ano), médio e técnico integrado, de escolas públicas ou privadas, dos municípios onde ocorrerão as feiras e suas respectivas áreas de abrangência. A participação também é aberta a ex-alunos do IFMS que concluíram os cursos técnicos integrados após novembro do ano passado.

As feiras científicas serão realizadas em Dourados e nos municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas e os trabalhos deverão ser submetidos até 20 de agostos pelo orientador do projeto de pesquisa, que precisa ter vínculo empregatício com instituições de ensino ou ser servidor público.

Comentário

A missão institucional chefiada pelo governador Reinaldo Azambuja em Assunção, no Paraguai, resultou em êxito para Mato Grosso do Sul na integração de políticas públicas como o país vizinho. Tratados nas áreas de logística, segurança pública e sanidade animal avançaram e prometem gerar resultados positivos para os povos das duas localidades.

Essencial para a concretização da rota de integração da América Latina rumo aos portos do Pacífico, a ponte entre Carmello Peralta, no Paraguai, e Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul, está mais próxima de ter a construção iniciada. A licitação do projeto executivo para a edificação da obra será assinada já nesse dia 20, informou o Governo.

Em conversa no Palacio de los López, sede do governo paraguaio, o governador recebeu convite do presidente Mario Abdo Benítez para participar do evento. “Quando se transformar em realidade vamos ter muito mais competitividade, mais condições neste mercado global, de competição de produtos, tanto produzidos no Brasil quanto no Paraguai”, afirmou Reinaldo Azambuja.

A intenção dos governantes é de acelerar a construção da ponte, de 680 metros de comprimento, essencial para a concretização da rota. A nova rota irá encurtar a distância e reduzir tempo e custo do transporte de cargas para países asiáticos. A construção da ponte é avaliada em US$ 75 milhões.

reuniao paraguai2

Presidente paraguaio Mario Benitez reforça tratativas com Reinaldo e a ministra Tereza Cristina

Na área da sanidade animal e vegetal, as autoridades dos dois países avançaram de forma significativa na agenda bilateral de cooperação nas áreas de agricultura e pecuária. A ministra Tereza Cristina (da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Governo brasilieiro) participou do encontro que avançou projetos relacionados ao vazio sanitário, a erradicação da aftosa e ao controle de fronteira.

Por fim, na área da segurança pública, as tratativas foram para fortalecer o enfrentamento aos crimes transfronteiriços nas divisas de Mato Grosso do Sul com o Paraguai. Na comitiva sul-mato-grossense, o secretário de Justiça e Segurança Pública Antônio Carlos Videira debateu o assunto com o ministro da Senad (a Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai, Arnaldo Giuzzio.

“O nosso objetivo é realizar operações integradas entre as forças de segurança, compartilhar informações e dados estatísticos que permitam aplicação de inteligência artificial. Também falamos sobre outros temas voltados principalmente para a elaboração de estratégias de combate ao crime organizado que age na fronteira dos dois países”, destacou o secretário da Sejusp.

Mato Grosso do Sul possui 1.517 quilômetros de fronteira, dos quais 1.131 com o Paraguai e 386 com a Bolívia – o que o torna o estado a principal porta de entrada de drogas e armas no Brasil. Somente neste primeiro semestre de 2019 foram apreendidas pelas forças estaduais de segurança pública cerca de 180 toneladas de entorpecentes; desse total, 131 toneladas na região de faixa de fronteira.

Comentário

Larissa Martinelli, publicitária de 31 anos de idade, residente em Campo Grande, morreu na madrugada deste sábado (13), em princípio acometida de um mal súbito, quando estava na companhia de uma amiga em uma tabacaria localizada na região central da Capital.

De acordo com o relato da amiga, as duas beberam algumas cervejas e em seguida a publicitária disse que começou a se sentir mal, depois de escorar no ombro com sintomas de tontura, desmaiou e caiu no chão do estabelecimento. O dono da tabacaria percebeu a situação e ligou para o Samu, cuja equipe esteve no local onde tentou reanimar a vítima, mas ela morreu.

A amiga afirmou que Larissa, por sofrer de pressão alta, sempre apresentou sintomas parecidos quando as duas saiam juntas, mas sempre passava após alguns minutos. Ela também alega que Larissa não fazia uso de drogas, conforme repercutiu o site MSurgente.

Comentário

O Centro de Treinamento Bel & Lilian de Vôlei de Praia, patrocinado pela Tapioca Copasul, completa três anos de atuação em Campo Grande e vai realizar neste fim de semana um Open de Vôlei de Praia para comemorar a data. O evento começou na manhã deste sábado (13) e vai até domingo (14), reunindo os melhores atletas do Estado.

As disputas, com os melhores, ranqueados pela Federação de Vôlei de Mato Grosso do Sul, divide em duas categorias os atletas do feminino e masculino. A intenção é fazer uma confraternização entre alunos/atletas e os demais convidados “que sempre nos prestigiam de alguma forma”, explica Lilian Omido, que fundou, com a irmã Bel, o primeiro CT do Estado na modalidade.

A competição acontece no clube AABB de Campo Grande, parceira para a realização. Serão utilizadas duas quadras para a distribuição das categorias. Aos quatro primeiros colocados em cada categoria será distribuída premiação em dinheiro, medalhas e brindes.

O Centro de Treinamento é patrocinado pela Tapioca Copasul, como parte da política de incentivo às ações sociais da Copasul (Cooperativa Agrícola Sul-Mato-Grossense) e no local do Open haverá degustação da tapioca com a marca da cooperativa, produto desenvolvido para o consumidor.

Comentário

Após sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral), morreu neste sábado (13) na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Evangélico, o servidor público municipal Nelson Pereira dos Santos.

Ele era motorista do veículo que atende ao Conselho Municipal de Saúde e morreu em decorrência dos problemas cardíacos.

Comentário

A partir de setembro deste ano, entrarão em operação definitiva em Dourados as duas fábricas da Coamo Agroindustrial Cooperativa. A previsão foi confirmada por diretores da empresa em visita à prefeita Délia Razuk na manhã desta sexta-feira (12), no gabinete dela.

O vice-presidente da Cooperativa, agrônomo Claudio Rizatto, o superintendente industrial Divaldo Correa e o gerente de indústria, Emerson Abrahão Mansano, estiveram no gabinete para convidar a prefeita a fazer uma nova visita às futuras instalações do empreendimento, cujas obras estão com quase 90% concluídos e têm previsão de inauguração para o mês de setembro.

Os diretores falaram sobre as etapas da construção, revelaram números do investimento e agradeceram à administração municipal pelo incentivo e apoio. As fábricas estão sendo construídas à margem direita da BR 163, no trecho entre Dourados e Caarapó. A prefeita esteve no canteiro de obras quando o empreendimento foi lançado.

Segundo Rizzato, a Coamo está investindo R$ 750 milhões nas duas plantas em Dourados para processamento de soja e refino de óleo de soja. “É uma obra que está entre as 20 principais do país atualmente”, disse.

Concebida em dezembro de 2016, a Coamo de Dourados ocupa cerca de 150 hectares, sendo 60 hectares só de construção. Para toda a construção, são 23 empresas contratadas e o canteiro de obras emprega 1.200 trabalhadores temporários. As indústrias empregam 300 funcionários diretos.

O empreendimento da Coamo em Dourados agregará uma indústria para processamento de 3 mil toneladas de soja por dia, produção de farelo e óleo e uma refinaria para 720 toneladas de óleo de soja refinado por dia, equivalente a 15 milhões de sacas de soja por ano. A capacidade de envasamento será de 45 mil garrafas pet por hora.

A Coamo é a maior cooperativa agrícola da América Latina e está entre as 50 maiores empresas do país. São 28.700 cooperados e mais de 8 mil funcionários.

A prefeita Délia Razuk agradeceu mais uma vez por Dourados ter sido escolhida pela Coamo e disse que o empreendimento traz orgulho e expectativa de mais desenvolvimento não só para o município como também para toda a região.

Durante a visita, diretores exibiram filmes mostrando etapas da construção e explicaram sobre todo o funcionamento do complexo. Além da prefeita, receberam os diretores da Cooperativa os secretários Celso Schuch, de Governo; Rose Ane Vieira, de Desenvolvimento Econômico; o procurador-geral do Município Sergio Henrique Martins Araújo e o diretor de Comunicação Albino Mendes.

Comentário

Sábado, 13 Julho 2019 08:26

Dourados institui a Semana do Lixo Zero

Toda última semana do mês de outubro em Dourados será denominada “Semana do Lixo Zero”. A definição foi divulgada na edição do Diário Oficial desta quinta-feira (11) a partir de projeto aprovado pela Câmara de Vereadores e sancionado pela prefeita Délia Razuk.

A Semana Municipal do Lixo Zero será realizada anualmente, como instrumento de política pública socioambiental. Entre os objetivos estão proporcionar ambientes para discussão e conscientização sobre a temática dos resíduos sólidos no Município, envolvendo a sociedade civil organizada, o poder público, a iniciativa privada e a população em geral, fomentar a economia solidária e a inclusão social, propor soluções para redução, reutilização, reciclagem, compostagem e não geração de resíduos em geral, promover ações educativas e de conscientização sobre a temática, incentivar o consumo consciente, entre outros.

Durante a Semana, serão realizadas palestras, fóruns, seminários e eventos em geral sobre a temática em Dourados, bem como ações coletivas de limpeza em espaços públicos do Município, com o intuito ainda de promover a produção cientifica e acadêmica.

Recentemente, a Prefeitura de Dourados promoveu a ação “Lixo E-Zero” com direcionamento em conscientização de proteção ao meio ambiente e descarte correto de materiais inservíveis considerados eletroeletrônico que resultou na recolhida de mais de 10 toneladas de lixo eletrônico.

Comentário

Página 5 de 1371

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus