Segunda, 25 Novembro 2019 15:03

Dourados e o lixo Destaque

Escrito por
Avalie este item
(1 Voto)

Hoje fui até a Coamo, localizada na rodovia do mini anel, retornei por uma estrada de chão, passando por várias chácaras, denominada Nelson de Matos, adentrando a Rua Ponta Porã, um lugar muito bonito, com várias casas e árvores.

O que me chamou atenção foi a exposição de muito lixo no trajeto, assisti até uma revoada de urubus, um mau sinal, porque onde ele freqüenta há algo que o atrai e não faz bem para o ser humano.

Uma moradora me informou que nos feriados e finais de semana muitas pessoas trazem lixos da cidade, de carroça, de carro e jogam descaradamente no trecho.

Está na hora de nossos vereadores, que são os fiscais dos atos do executivo, saírem dos gabinetes, percorrerem a cidade e exigirem providências para a resolução dessa situação.

Podemos já estar numa calamidade pública e para se evitar muitas doenças no futuro é uma ação rápida. Não adianta só audiências públicas.

Onde estão os fiscais de posturas, o Imam? Afinal, eles existem para atender a zona urbana e rural. Temos uma guarda municipal que poderia montar uma vigia e pegar os malfeitores.

Esta seria a solução, quem comete a infração prestaria serviços de limpeza para a comunidade, porque se não houver providência, logo estaremos vivendo no meio de mais um lixão ao céu aberto.

Estou fazendo a minha parte, agora quero providências por parte de quem tem a caneta e o poder de agir.

‘Sujismundo', povo limpo é povo desenvolvido!

" O autor é advogado e produtor rural

Lido 2264 vezes
Redação Douranews

Mais recentes de Redação Douranews

Mais nesta categoria: « O pacote Mais Brasil Como usar o 13º de forma consciente »

1 Comentário