Timber by EMSIEN-3 LTD
  • ms dengue
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

Já ter sido contaminado por Covid-19 não garante proteção eterna. Isso já é sabido, mas muito ainda se fala sobre a duração da imunidade após a infecção pelo novo coronavírus. Um novo estudo realizado pela Public Health England (PHE), agência do governo britânico, descobriu que o tempo médio dessa imunidade é de 5 meses.

No estudo, os pesquisadores examinaram o impacto da infecção em mais de 20 mil trabalhadores da saúde de todo o Reino Unido. Eles foram acompanhados por seis meses em dois grupos distintos: um sem evidência de infecção anterior e o outro com evidência de infeção anterior.

Ao fim do estudo, foi observado que a imunidade adquirida naturalmente como resultado de infecções anteriores fornece 83% de proteção contra a reinfecção, em comparação com pessoas que não tiveram a doença antes. Segundo os pesquisadores, isso parece durar pelo menos 5 meses desde a primeira vez que a pessoa adoeceu.

Cuidado deve continuar

Apesar dos anticorpos temporários, os especialistas alertam que aqueles com imunidade ainda podem ser capazes de carregar altos níveis de vírus em seu nariz e garganta portanto, correm o risco de transmitir a outras pessoas.Portanto, os especialistas reforçam que é crucial que todos continuem seguindo as regras de distanciamento social, mesmo que já tenham tido Covid-19, como repercute o site CatracaLivre.

Comentário

O vice-prefeito Guto Moreira participou, quinta-feira (14), da conferência virtual com a presença do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello e prefeitos de várias regiões do país. Guto representou o município a pedido do prefeito Alan Guedes, que estava em outra agenda. Na reunião foi anunciado que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil deve começar no dia 20, próxima quarta-feira, segundo informações de Pazuello.

Para começar a vacinação no dia 20, o ministro destacou que ainda é necessário que a Anvisa (a Agência Nacional de Vigilância Sanitária) libere o uso emergencial das vacinas Coronovac e Astrazeneca, cuja decisão é aguardada para este domingo (17), mas o vice-prefeito garantiu que Dourados já está preparando toda a estrutura de vacinação. Depois que os estados receberem as primeiras doses das vacinas, os municípios serão os responsáveis por todo trabalho de imunização e também por seguir o critério dos grupos prioritários.

"De acordo com o ministro, na segunda-feira (18) chegam as 2 milhões de doses da Astrazeneca para os estados e também as 6 milhões de doses da Coronavac”, disse o vice-prefeito ao ressaltar que a previsão total do governo federal é distribuir 8 milhões de doses ainda este mês. A previsão é de que, pelo menos, cinco milhões de brasileiros serão vacinados no primeiro momento, de acordo com a explicação dada no evento organizado pelo Ministério da Saúde.

Desses, dois milhões receberão a primeira dose da vacina da farmacêutica Astrazeneca, produzida pela Fiocruz. Outras três milhões de pessoas receberão duas doses da vacina Coronavac, produzida pelo instituto Butantan. A primeira na semana que vem e a segunda 21 dias depois, de acordo com o que foi captado pelo vice-prefeito na videoconferência nacional.

Doses

Guto destacou que o ministro Pazuello apresentou a seguinte previsão de quantas doses de vacina o país terá nos próximos meses. O número é cumulativo, ou seja, a quantidade dos meses anteriores também é contabilizada nos seguintes: Janeiro: 8 milhões, Fevereiro: 30 milhões e Abril: 80 milhões. Segundo o vice-prefeito, a estimativa do Ministério da Saúde é que durante todo o ano de 2021 sejam distribuídas 354 milhões de doses de vacinas, o que seria suficiente para imunizar toda a população brasileira.

Comentário

As equipes da Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos) realizaram ação preventiva de poda e limpeza na área central da cidade nesta sexta-feira (15), trabaho que prossegue neste sábado (16), como medida preventiva à previsão de mais chuvas e o risco de alagamentos.

Segundo o secretário Romualdo Salgado, foram feitas podas preventivas de várias árvores com risco de queda, limpeza das ruas e bueiros. “Por conta das últimas chuvas fortes, o centro ficou alagado. Estamos tentando nos antecipar e minimizar os problemas que podem ocorrer caso a previsão de chuva forte se confirme no fim de semana”, disse.

Segundo o Climatempo, serviço especializado em meteorologia, neste sábado a previsão é de sol com muitas nuvens e possibilidade de chuva a qualquer momento do dia. Pode chover até 14 milímetros e a chance de chuva é de 90%. Já para o domingo (17), a previsão é semelhante, com possibilidades de chuva a qualquer momento do dia. A probabilidade é também de 90% e pode chover até 22 milímetros, segundo o Climatempo.

Levantamento

De acordo com o secretário Romualdo Salgado, um levantamento feito pelo Imam (Instituto de Meio Ambiente de Dourados) revela que existem pelo menos 500 árvores com risco de queda em toda a cidade e, neste primeiro momento, as que oferecem maior perigo na área central foram podadas.

“Depois do centro, vamos dar sequência a esse projeto de poda em toda cidade. Inclusive vamos fazer uma pintura especial nessas árvores em risco para que a população também saiba dos possíveis perigos que elas oferecem em caso de chuvas e ventos fortes”, destacou o secretário. (Com assessoria)

Comentário

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) aplica neste domingo (17), as provas da primeira etapa da versão impressa do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em todo o País. A segunda etapa vai acontecer no domingo (24) que vem e a avaliação também contará com uma versão digital que ocorrerá nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

135 unidades escolares da Rede Estadual de Ensino do Estado serão utilizadas como locais de aplicação das provas em 41 municípios. O exame começa com as matérias da área das Ciências Humanas e da Linguagem, compreendendo disciplinas como História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Língua Portuguesa, e a tão temida Redação.

Os portões dos locais de aplicação serão abertos mais cedo, às 11h30 (horário de Brasília). Assim, o participante terá até uma hora e meia para acessar o local de prova. O fechamento dos portões ocorrerá às 13 horas e o início da avaliação está previsto para 13h30, sempre respeitando o horário de Brasília.

O Inep confirmou 5.783.357 inscrições para o Enem 2020. Em MS são 82.637 candidatos inscritos para o Exame, fator que motivou vários pedidos de adiamento, não acatados, em razão da preocupação com as medidas de distanciamento social e para prevenir aglomeração durante a concentração de candidatos.

O Exame

Realizado anualmente pelo Inep desde 1998, o Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar ao final da educação básica. A estrutura do exame conta com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Comentário

O empresário Fábio Chagas anunciou quinta-feira (14), durante encontro com a a prefeita Rhaiza Matos, o interesse de uma cervejaria de renome nacional instalar em Naviraí um Centro de Distribuição Inteligente. Acompanhado pelos vereadores Simon Rogério Freitas da Silva e Rodrigo Sacuno, Fabinho encontrou boa receptividade da prefeita.

“No final do ano passado estivemos com os industriais da cervejaria, que buscavam identificar uma cidade da região para a instalação deste CD Inteligente. Disputamos com Nova Andradina e, pelo nosso interesse, conseguimos segurar este empreendimento para Naviraí. Somente na construção das instalações prediais para atender este centro de distribuição faremos investimentos superiores a R$ 2 milhões”, antecipou Fábio Chagas.

Ao apresentar detalhes do projeto, o empresário naviraiense destacou que serão gerados até 100 empregos, envolvendo funcionários diretos e indiretos. “Mas, precisamos de apoio da Prefeitura, na resolução de problemas de infraestruruta urbana e de regularização fundiária”, reivindicou Fabinho. A prefeita Rhaiza Matos já agendou reunião para a próxima segunda-feira (18), para visitação da área e, ao mesmo tempo, encaminhar providências de responsabilidade do Poder Público municipal nesse sentido.

Os gerentes Eugênio Guedes (Desenvolvimento Econômico) e Fernando Ortega (Geral Executivo), participaram da audiência com o empresário e vereadores, e receberam determinação da prefeita Rhaiza Matos para articularem o apoio necessário ao futuro empreendimento. (Com assessoria)

Comentário

O vereador Fabio Luis (Republicanos) defendeu nesta semana ações de recuperação do estádio ‘Douradão’, abandonado na gestão anterior e que ele considera um marco para retomar o prestígio do esporte na maior cidade do interior do Estado. “A reforma do ‘Douradão’ é importante não só para o futebol, mas para a classe esportiva de forma geral. Dourados hoje precisa de uma política esportiva voltada para os demais usos do espaço, a exemplo da pista de atletismo que também precisa ser recuperada. O entorno do estádio também é usado por um grande número de pessoas diariamente para caminhada. Precisamos tirar a ociosidade do ‘Douradão’”, observa.

Na semana passada, Fabio Luis esteve no estádio Fred Saldivar, na companhia do prefeito Alan Guedes (Progressistas) e do vereador Jânio Miguel (PTB). Na oportunidade, servidores da Funed (Fundação do Esporte de Dourados) apresentaram a situação crítica da praça esportiva ao novo chefe do executivo e aos parlamentares. No encontro foram apontadas as prioridades para que o estádio volte a funcionar.

Fechado desde 2019, o ‘Douradão’ tem como maior gargalo a estrutura elétrica. Construído na década de 80, o espaço comporta cerca de 30 mil torcedores, porém há anos deixou de receber o público com ‘casa cheia’ devido a ausência de segurança. No Campeonato Estadual de Futebol daquele ano, os times da ‘casa’ tiveram que “mandar’ jogos da tabela da competição a partir do estádio Chavinha, em Itaporã. (Com assessoria)

Comentário

Em comunicado distribuído no meio da tarde desta sexta-feira (15), o padre Marcos, da comunidade católica da igreja São Carlos, informa que o padre Vilmo Nolasco de Souza, falecido nesta quinta-feira (14), não teve diagnosticado como Covid a causa da morte.

“Muitas pessoas estão preocupadas, outras sem saber e outras com ideia equivocada ao acompanharem o funeral, vendo o caixão aberto, e até mesmo a Santa Missa Exequial, com a presença de familiares e do clero”, explicou ele.

O padre não morreu de Covid, apesar de ter sido foi internado há um mês com o diagnóstico positivo da doença. A infecção passou, diz p comunicado, mas deixou sequelas fortíssimas no pulmão e outras partes do organismo, das quais ele não resistiu. O funeral, ainda assim, seguiu o protocolo de duas horas, e as exéquias públicas se deram após declaração médica nesse sentido.

Comentário

O mais recente boletim epidemiológico divulgado no meio da tarde desta sexta-feira (15) pela Prefeitura de Dourados informa que o Município registrou recorde de óbitos desde o início da pandemia do coronavírus: seis casos são apontados nas últimas 24 horas, elevando o quadro necrológico para 193 ocorrências.

Segundo o boletim, um mulher, residente de Dourados, com comorbidades, deu entrada na UPA no dia 22 de dezembro passado, e após resultado positivo foi transferida para hospital público no dia 24 do mesmo mês e evoluiu a óbito no último dia do ano, porém, só foi registrado agora.

Outro caso, de mulher também residente de Dourados, mas sem comorbidades, que deu entrada na UPA na área vermelha no dia 9 deste mês, morreu no dia seguinte. Um homem, residente de Dourados, com comorbidades, internado na UPA no dia 12, morreu no mesmo dia.

Outra mulher, residente de Dourados, com comorbidades, deu entrada na área vermelha da UPA no dia 11 de janeiro e depois de testar positivamente para a Covid, apresentou piora do quadro e não resistiu, morrendo no mesmo dia. Outra mulher, residente de Dourados, também com comorbidades, foi internada em hospital privado no dia 4 e morreu nesta quinta-feira (14), a exemplo do homem que foi hospitalizado dia 17 de dezembro do ano passado e também veio a óbito nesta quinta.

OUTRAS CIDADES

Outros dois casos, de uma mulher e um homem, ambos de Amambai, o primeiro com comorbidades e a mulher sem complicações do gênero, ele morreu nesta quinta (14) e a mulher no dia 11, os dois em hospital público de Dourados.

Segundo o boletim desta sexta-feira, foram registrados 134 novos casos positivos para a doença nas últimas 24 horas, com 50 casos de pessoas recuperadas. Dourados já tem 16.296 casos confirmados para a Covid-19 e há 81 casos de pessoas internadas, 41 em UTIs e outros 40 em leitos de enfermaria

Comentário

Veículo recuperado na manhã desta quinta-feira (14) durante patrulhamento preventivo na região do Jardim Europa/Ecoville Dourados realizado pelo grupamento de motociclistas da Guarda Municipal de Dourados, em rondas na região norte da cidade, flagrou condutora que disse ter comprado a motocicleta Honda Titan 150, que estava com o lacre de sua placa rompida, por R$ 500.

De acordo com boletim da Guarda, em checagem no Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional), constatou-se que a motocicleta estava com a documentação em atraso e possuía uma restrição de busca e apreensão pelo crime de estelionato.

A condutora da moto, uma jovem de 21 anos, que identificou-se como proprietária, não possuía a documentação que comprovasse a propriedade. Ela disse que comprou o veículo em 2018 pelo valor de R$ 2.500 em uma revenda próximo da aldeia indígena e que não exigiu o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento Veicular), assim como, disse, não observou o lacre rompido.

A jovem foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil onde deverá prestar maiores explicações e ainda tentar se livrar de responder pelo crime de receptação previsto no artigo 180 do Código Penal, que estipula pena de 1 a 4 anos de reclusão.

Comentário

As equipes de fiscalização do Procon realizaram, nesta quinta-feira (15), pesquisa comparativa de preços da mensalidade escolar em 14 séries (do Infantil ao Ensino Médio) praticados em nove estabelecimentos da rede privada de ensino de Dourados.

Veja o comparativo das principais variações: Educação Infantil – Pré I - Diferença de preço: 80,4 %; Ensino Fundamental I - Diferença de preço: 239,1%; Ensino Fundamental II - Diferença de preço: 266,0% e Ensino Médio - Diferença de preço: 303,2%.

Com base nos números apurados, o Procon relacionou orientações que julga procedentes em relação ao cumprimento do Código de Defesa do Consumidor, considerando que a prestação de serviços educacionais deve ser, em primeiro lugar, baseada na confiança e na transparência, basicamente porque é uma relação permanente e contínua entre as partes.

CONFIRA

Com o intuito de resguardar e prevenir eventuais problemas em prejuízo do próprio aluno, torna-se fundamental que alguns pontos sejam claros para um relacionamento harmonioso entre pais, alunos e estabelecimentos, como, por exemplo:

1º - Não devem pairar dúvidas sobre o preço, descontos e multas incidentes sobre as parcelas, sistema de avaliação, sanções disciplinares, dentre outros. Os problemas oriundos de eventuais questões discriminatórias, de qualquer natureza (raça, religião, cor, nacionalidade, doença, deficiência, condição sócio-econômica, etc), devem ser prontamente resolvidos, no âmbito escolar e doméstico.

2º - O contrato escrito é imprescindível, devendo ser lido, entendido, datado, assinado e não deve apresentar espaços em branco (sem preenchimento). Uma das vias deve ficar em poder do responsável, e a outra com a escola. Os pais devem guardar a documentação do aluno, inclusivo comprovante dos pagamentos realizados.

3º - A participação dos pais nas reuniões de classe e eventos sociais também ser reveste de grande importância e, nessas oportunidades, pode ser formada comissão de pais para representação junto à direção da escola. A Secretaria de Educação, por meio das Delegacias de Ensino (1º e 2º graus) e o MEC (3º grau), são os órgãos competentes para acompanhar e julgar processos envolvendo questões pedagógicas.

Comentário

Página 1 de 1805

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • Douranews Anúncio
  • Editais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis