Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • 10 anos1
Redação Douranews

Redação Douranews

Um homem de 28 anos foi preso na tarde deste sábado (5), sob suspeita de estupro cometido em vulnerável. Ele foi localizado por equipes da Polícia Civil e Militar, em Sonora.

A Polícia informou que contra ele já havia um mandado de prisão e, após detido na avenida Pedro Pedrossian, o homem foi encaminhado para a delegacia da cidade.

Comentário

Cinco apostas realizadas em Mato Grosso do Sul vão participar do rateio do prêmio de R$ 95 milhões da Mega-Sena, sorteado na noite de sábado (5), mas apesar da expectativa, os ganhadores do prêmio principal, com seis números, não são de Mato Grosso do Sul. Dois sortudos, um de Campinas (SP) e uma aposta online, dividem o prêmio.

As apostas que acertaram a quina e levam R$ 39 mil para casa vão contemplar ganhadores que fizeram o jogo em Bonito, Campo Grande e Sidrolândia. Segundo a Caixa Econômica Federal, há três apostas ganhadoras na Capital, sendo que duas delas foram feitas na Lotérica Campo Grande. Uma destas apostas foi feita com nove números, por isso o sortudo leva o prêmio de R$ 156,1 mil. A outra aposta foi na Lotérica Quina de Ouro.

Em Bonito, uma aposta acertou a quina e em Sidrolândia a aposta de um bolão, na lotérica Loterândia, deu aos acertadores o prêmio de R$ 78 mil.

Comentário

Domingo, 06 Setembro 2020 08:35

Preso comete suicídio dentro da cadeia

Valdeci Ferreira, de 48 anos, conhecido como “Pica Pau”, que cumpria pena na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), tirou a própria vida, ao utilizar-se de uma corda e se dependurar na grade da cela, na tarde deste sábado (5), na ala do Raio Linear.

De acordo com agentes penitenciários que localizaram o corpo, o interno vinha reclamando de dores de cabeça e estava no local apenas com mais um preso. O companheiro de cela de Pica Pau disse que ele era muito calado e reservado.

Comentário

Cerca de 200 pessoas que participavam de festa clandestina realizada na noite desta sexta-feira (4), em uma região da área rural de Campo Grande, foram dispersadas pelas equipes da Guarda Civil Metropolitana e o organizador, um jovem de 23 anos, e o DJ, de 19, foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Capital.

Ao receber a denúncia, a equipe foi até o endereço onde, constatada a aglomeração, a GCM entrou em contato com o organizador, DJ e proprietário da chácara. Questionado sobre a festa, o dono do local indicou que não sabia do evento e que achava ter alugado o local apenas para um evento familiar.

A ocorrência foi registrada como infração de medida sanitária preventiva, como repercutiu o site Campo Grande News. A capital do Estado tinha 22.688 casos notificados do coronavírus até nesta sexta-feira, com 385 mortes.

Comentário

O médico Guido Céspedes, de 46 anos de idade, morreu, nesta sexta-feira (4), após 45 dias internado na UTI em Sinop (MT). Ele atuava na linha de frente do combate à Covid-19 e foi o responsável por criar e protocolar a distribuição do “kit Covid” em Sinop, um conjunto de medicamentos que continha hidroxicloroquina, substância defendida pelo presidente Jair Bolsonaro para o tratamento da doença.

O médico tinha comorbidades, como diabetes, sobrepeso e pressão alta, e seu quadro de saúde foi se agravando ao longo dos dias de internação. A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, lamentou a morte do profissional de saúde. No início dos anos 2000, dr Guido atuou na rede pública de saúde em Dourados e Ponta Porã.

“Depois de alguns meses de luta, o médico Guido Céspedes veio a falecer esta tarde. Um servidor dedicado, corajoso que fez muito por todos nós. Na linha de frente, assinou o protocolo do Kit Covid e deu o seu melhor ao nosso município. Neste momento de dor, me solidarizo com a família e deixo aqui um abraço apertado”, postou a mandatária.

Até a tarde desta sexta-feira, o estado do Mato Grosso, segundo o Ministério da Saúde, havia registrado 96.980 casos de Covid-19 e 2.873 mortes causadas pela doença. Especialistas médicos e autoridades da OMS (Organização Mundial de Saúde) ainda não atestaram a efetividade da cloroquina no tratamento da Covid-19.

Comentário

Em comemoração ao Dia da Árvore (que é celebrado no dia 21), a Sanesul está preparando uma campanha para doação de 10.000 mudas de árvores nativas. Clientes da empresa, interessados em participar, poderão retirar a muda para plantio no escritório da cidade onde moram.

Dentre as várias espécies que serão distribuídas estão: Jacarandá-Mimoso, Angico, Pata-de -Vaca, Paineira e Ipê (amarelo, roxo e branco), em número limitado. Cada escritório da Sanesul que aderir à campanha receberá uma quantidade para doação de acordo com o projeto de distribuição e plantio que tem como principal objetivo incentivar a preservação do meio ambiente.

A meta é contar com o maior número possível de pessoas para a retirada das mudas nos escritórios, justifica. A nova campanha do Dia da Árvore será lançada em breve pela página oficial da empresa na internet [http://www.sanesul.ms.gov.br] e pelos canais da rede social: Facebook: www.facebook.com/SanesulMS e Instagram: https://www.instagram.com/sanesul

A Gerência de Meio Ambiente (GEMAM) e a Diretoria do setor, estão na frente de mais este projeto.

“A Sanesul adota um conjunto de medidas priorizando a preservação do meio ambiente. Todos os nossos projetos de saneamento tem essa preocupação. Este ano pensamos em contribuir com as questões ambientais do Estado com o plantio de árvores. Além do mais, essa atividade incentiva pessoas a se unirem e compartilharem eventos, melhorando a qualidade de vida das comunidades”, comentou o diretor Helianey Paulo da Silva, da Gemam (Gerência de Meio Ambiente) da empresa.

Interatividade

Além de promover a preservação do meio ambiente, a Sanesul quer acompanhar de perto o crescimento das mudas doadas. Cada participante será convidado a fotografar o local onde a muda foi plantada. As imagens poderão ser enviadas via email e publicadas em um hotsite criado especialmente para divulgação.

A Sanesul sempre se manteve envolvida em projetos e campanhas referentes às questões ambientais, desenvolvendo um trabalho de educação nos 68 municípios onde atua, seja com palestras, concurso de desenho, distribuição de materiais educativos, blitz, plantio de mudas, visitas nas estações de tratamento de água da empresa, entre outras ações. Para a empresa, saneamento e preservação ambiental caminham juntos, e a melhor forma de conscientização é a mobilização das pessoas para agirem em prol das próximas gerações.

Comentário

A Prefeitura de Dourados protocolou um projeto na Câmara de Vereadores que trata de desafetação e alienação de seis terrenos públicos. Juntos, eles foram avaliados em mais de R$ 5 milhões com mais de 50 mil metros quadrados. Nesse processo, os vereadores têm a oportunidade de verificar pessoalmente as avaliações para comprovação do interesse público, que deve ser o principal motivo das negociações.

Essa análise é para impedir, por exemplo, a subavaliação do terreno público pela superavaliação do particular, por isso devem ser realizadas todas as diligências necessárias, inclusive com a participação dos Conselhos envolvidos, como o CMDU (Conselho Municipal de Desenvolvimento Urbano). Todas as questões apresentadas devem ser esclarecidas pelo Poder Executivo, divulga a assessoria de comunicação da Câmara.

O membro da Comissão de Justiça, vereador Elias Ishy (PT), visitou alguns dos terrenos e afirmou que é necessário verificar se não são necessários equipamentos públicos e, além disso, que a população deve ser consultada. Ele lembra que as áreas são altamente valorizadas, onde se pode disponibilizar serviços para atender melhor à população. Apesar da localização ser considerada em área nobre, na região também há residencial popular e há um grande fluxo, inclusive, de indígenas.

Ishy lembra que na última gestão, por diversas vezes, questionou a administração por negociações com alegações de interesse público questionáveis na justificativa. No projeto da Prefeitura, os terrenos irregulares apresentados estão localizados nos arredores do condomínio Bourbon e o Residencial Itatinga, próximos também ao Anel Viário.

A Prefeitura alega que os terrenos estão localizados onde os moradores não necessitam de equipamentos públicos ou porque já se encontram atendidos ou não precisam do atendimento da gestão, estando os imóveis sujeitos a invasão, de acordo a publicação em justificativa que acompanha a mensagem.

Comentário

A XLI Semana Jurídica Integrada, realizada pela Unigran de Dourados com a I Semana Jurídica Unigran Capital, abordando o tema ‘Direito, Sociedade e Tecnologia: a superação de paradigmas em tempo de pandemia’, inaugurou o ‘Auditório Virtual Unigran, que consiste de uma plataforma própria criada pela Instituição para garantir a continuidade da programação dos eventos dos cursos, com a mesma qualidade dos presenciais, e não interromper as atividades do calendário acadêmico.

Para o professor Renato de Aguiar Lima Pereira, diretor da Faculdade de Direito da Unigran, a edição on-line do evento pode ser resumida em única palavra: “‘superação’, porque superou todas as expectativas, mas em um patamar muito mais alto do que pudéssemos imaginar”. Poucos minutos antes de iniciar, a Semana já tinha mais de 2.600 inscrições, “e isso foi impactante”, revelou o diretor. “Essa superação foi diplomada com a participação assídua de mais de mil inscritos em cada atividade, durante as cinco noites e quatro manhãs. Com certeza esse evento ficará marcado na história do curso de Direito da Unigran”, festejou Renato de Aguiar.

Pereira também destacou a parceria que o evento recebeu da Unigran Capital. “A Semana Jurídica só teve todo esse sucesso graças à participação efetiva da nossa equipe daqui de Dourados, de Campo Grande, além do suporte técnico da Instituição que atendeu todas as necessidades do evento. Foi muito gratificante”, apontou. Estudantes e profissionais de todas as regiões do Brasil, além dos Estados Unidos, Europa e Japão, países onde existem polos da Unigran EaD, participaram da programação.

Formato inovador

Segundo a acadêmica Gabriela de Lima Silva, do 4° semestre, o formato inovador tornou o evento inesquecível. “A Semana Jurídica superou minhas expectativas. Foi inesquecível, pois já participei de outras edições anteriores, mas nenhuma foi como essa, por isso, considero uma experiência ímpar na minha jornada acadêmica. Diante do isolamento social, poder assistir palestras de doutrinadores e mestres que tanto admiro e estudo foi sensacional, principalmente o formato inovador, que garantiu a continuidade da tradição da nossa Semana jurídica e com muito êxito”, disse.

Gilberto Nascimento, do 10º semestre, destacou o esforço necessário para que o evento acontecesse. “A Semana Jurídica atendeu minhas expectativas, pois mesmo com o cenário mundial em que vivemos, foi perceptivo que a Instituição, bem como todos os professores e palestrantes, não mediram esforços para passar os conhecimentos aos acadêmicos. A interação também foi surpreendente, devido às ferramentas disponibilizadas como o chat, que facilitou a comunicação dos professores com os palestrantes. Além do mais, a Instituição conseguiu manter o padrão de qualidades com renomados profissionais do Direito, incluindo o Dr. João Batista da Costa Saraiva, que deu show na sua palestra ‘Criança e Adolescente, os desafios adicionais resultantes da pandemia no cenário da contemporaneidade’”, elogiou.

Kilslene Frantz, do 8º semestre, destacou a edição como a melhor de todas. “Minhas expectativas foram superadas em todos os sentidos, por isso, não é exagero dizer que esta foi a melhor que participei ao longo dos quatro anos de graduação. O evento foi fantástico, muito bem conduzido e organizado e o mais importante, agregou muito conhecimento. O formato on-line foi crucial para a grandiosidade desse evento, pois possibilitou a participação de palestrantes ícones do mundo jurídico e que não teriam disponibilidade de comparecer presencialmente. Cancelar o evento devido a pandemia, como várias universidades fizeram, seria bem compreensível, mas a Unigran optou por fazer diferente e nos surpreendeu. Parabéns à equipe organizadora”, enalteceu.

A programação realizou 18 palestras, sendo dez no período noturno e oito no período matutino, com os profissionais mais renomados do Direito no cenário nacional. Além das palestras, também aconteceu o debate ‘Combate à violência doméstica e de gênero: como avançar?’, com as doutoras. Márcia Bicalho Borini, Eva Maira Cogo da Silva e Helena Alice Machado Coelho e ainda o lançamento do livro ‘Direito dos animais na família: um debate necessário’, dos autores Thiago Pires Oliveira, Camilo Henrique Silva e Gilberto Ferreira Marchetti Filho.

Comentário

Dentro do conteúdo online adotado devido à pandemia do novo coronavírus, os alunos do 5° ao 7° ano do Ensino Fundamental da Escola do Sesi de Dourados receberam premiações pelo desempenho alcançado na 7ª Olimpíada Guten News 2020. Realizada de 18 de maio a 15 de junho deste ano, a competição é uma iniciativa da Árvore Educação, empresa de tecnologia e educação com foco no desenvolvimento das habilidades leitoras de alunos de todo o Brasil.

Durante o período da Olimpíada Guten News 2020, os alunos participam de jogos semanais que verificaram seus conhecimentos a respeito de textos publicados na Guten, ampliando o repertório cultural e desenvolvendo habilidades leitoras fundamentais para o sucesso acadêmico, profissional e pessoal. Nesta 7ª edição, o diferencial foi a disponibilidade de um ranking interno que a plataforma viabilizou para as escolas participantes.

Segundo a professora Thays da Silva Cardim, que leciona a disciplina de Língua Portuguesa, o ranking interno permitiu premiar os cinco melhores alunos da Escola do Sesi de Dourados como forma de estimular todos os envolvidos. “Ao todo, a escola teve 217 inscritos, enquanto em nível nacional foram 9.781 participantes. Com essa abrangência e a necessidade de valorizar sempre o processo de aprendizagem, optamos por premiar os cinco melhores alunos da nossa escola, de acordo com seus resultados”, relatou.

Ela completa que o fato de o mundo estar vivendo dias incertos “que nos forçam a uma rotina inimaginável essa ‘nova’ forma de aprender e ensinar tem levado todos a pensar em como estimular os estudantes a nunca desistirem da leitura”. Todos os anos a plataforma Guten News é parceira nas Olimpíadas e este ano “tivemos a grata surpresa de poder visualizar o desenvolvimento real dos nossos educandos”, disse.

Devido à pandemia e as normas de segurança estabelecidas, a entrega dos prêmios foi feita de forma tardia para a devida proteção dos alunos e o coordenador pedagógico Evandro Cegati ficou responsável pelas visitas. Cada um dos cinco alunos recebeu uma caixa de bombom e um livro para estimular ainda mais o processo de leitura, que é um dos grandes focos também da plataforma Guten News.

Os alunos premiados foram: Davi da Silva Cardim (1° lugar na escola e 25° no Brasil); Joaquim Ferraz Arce dos Santos (2° lugar na escola e 30° no Brasil); Felipe Pinheiro de Assis (3° lugar na escola e 82° no Brasil); Larissa Geovana Martins Lopes (4° lugar na escola e 280° no Brasil); e Isabela Silva Francisco (5° lugar na escola e 296° no Brasil). “A Olimpíada Guten News visa fomentar o hábito leitor nos estudantes, de modo que leram semanalmente textos jornalísticos sobre temas da atualidade ampliando o repertório cultural e desenvolvendo habilidades leitoras”, disse Mariana Estima, responsável pedagógica da plataforma.

Para Rosangela Aparecida, mãe do aluno Joaquim Ferraz Arce dos Santos, foi motivo de orgulho saber do 2º lugar do seu filho na Olimpíada Guten. “É com muita satisfação que eu e meu esposo nos esforçamos para mantê-lo na Escola do Sesi, pois é uma instituição voltada para a formação empreendedora e tecnológica, que no qual acrescentará e muito no futuro de nossas crianças. O momento é delicado, mas os professores e a equipe do Sesi fazem toda diferença na vida dos nossos filhos”, declarou.

Comentário

A semana termina com números preocupantes da escalada do novo coronavírus em Dourados. Depois de começar com 28 casos notificados, na segunda-feira (31), o Município chega na sexta-feira (4) com 134 ocorrências. Nesse novo boletim epidemiológico, incluem-se 16 casos de indígenas infectados e outros 16 agentes públicos.

Esses números refletem diretamente na flexibilização promovida a partir da liberação das atividades em alguns setores, como academias, templos religiosos, extensão do período de funcionamento do comércio e a procura em escala maior dos consumidores por ocasião de datas comemorativas. A escalada da doença na semana aponta 28 casos novos na segunda, 52 na terça (1), 60 casos na quarta-feira (2), 118 na quinta-feira (3) e os novos 134 registros de contaminados desta sexta.

Dourados chegou a 5.896 casos confirmados da doença, com 81 óbitos. 53 pessoas estão internadas, ocupando 25 leitos de enfermaria e 28 de UTIs na rede hospitalar. 4.710 pessoas que haviam sido testadas positivamente para a Covid-19 já estão recuperados e outras 1.082 estão em regime de isolamento domiciliar. Há, ainda, 636 exames coletados aguardando resultados.

Mato Grosso do Sul já contabiliza 52.406 casos confirmados, com 831 novos registros nas últimas 24 horas. O Estado soma 939 mortes pela Covid-19 e também comemora 42.865 casos de pacientes recuperados da doença. Mais de 8.000 pessoas permanecem em tratamento domiciliar. A taxa de ocupação hospitalar chegou a 547 pacientes internados.

CONFIRA O NOVO BOLETIM

Comentário

Página 11 de 1740

Brasileirão - Rodada

Classificação

ENTREVISTA

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis