Timber by EMSIEN-3 LTD
  • ms dengue
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

O projeto do edifício que promete ser um dos maiores de Campo Grande, com 35 andares e cerca de 110 metros de altura, prevê 240 apartamentos e 400 vagas de estacionamento. O número de espaços para veículos no local pode ser insuficiente e ocasionar transtornos no trânsito da região em que o empreendimento será realizado, visto que a Capital possui mais de um carro por pessoa economicamente ativa.

Conforme apurou o Portal Correio do Estado, de acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Campo Grande conta com uma frota de 544.227 automóveis. Cruzando estas informações com a estimativa da população economicamente ativa, que, segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de aproximadamente 400 mil pessoas, chega-se ao número de 1,36 veículos para cada habitante.

Comentário

O contador Tércio Brandino, preso por falsidade documental na segunda-feira, durante a Operação Caduceu - desdobramento da Operação Lama-Asfáltica - deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), será investigado pela Polícia Civil. A suspeita é de que tenha manipulado notas fiscais falsas em nome de uma empresa prestadora de serviços, a fim de lavar dinheiro de propina e desvio de recursos públicos. O esquema envolvia também outras empresas para as quais os serviços haviam sido supostamente prestados. Estas, no caso, podem ter sido usadas sem consentimento.

O caso está a cargo do delegado Maercio Alves Barbosa, da Delegacia Especializada de Defraudações e Crimes Fazendários (Dedfaz). Durante as investigações da Lama-Asfáltica, o Gaeco descobriu que Brandino supostamente estaria por traz da simulação das notas que envolviam registro de serviços e vendas de diversos produtos que iam desde produtos de limpeza, produtos químicos e estruturas metálicas. Ele teria acesso ao certificado digital de uma empresa onde trabalhava como contador. Deste modo, pagava até mesmo o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a fim de legitimar os recursos ilegais e driblar o fisco.

As empresas que supostamente teriam contratados os serviços, conforme apurado preliminarmente, nunca haviam sequer feito contato com a prestadora. Por este motivo, o delegado Maercio deve fazer uma devassa junto à Secretaria de Estado de Fazenda para descobrir a situação legal das pessoas jurídicas investigadas, se existiam, de fato, e se os valores declarados condizem com a estrutura. “É um trabalho muito extenso e complexo para ser feito. Vamos analisar os documentos enviados pelo Ministério Público e abrir inquérito. Esta investigação é um caso à parte daquilo o que foi descoberto pelo Gaeco durante a Lama-Asfáltica e a Caduceu”, disse Maercio.

O dinheiro sujo, muito provavelmente, pode estar ligado ao desvio R$ 200 milhões em contratos fraudulentos de obras em Mato Grosso do Sul, esquema que já culminou na prisão de 15 pessoas em aproximadamente um ano e meio, no âmbito da Lama Asfáltica. Durante a Caduceu, o Gaeco cumpriu mandado de busca e apreensão em escritório de contabilidade no cruzamento da Rua Vitório Zeolla, com a Rua Abricó do Pará, no Carandá Bosque. O escritório prestava serviços para a Proteco Construções, propriedade do empreiteiro João Amorim, citado pelo Gaeco como líder dos desvios. Outras pessoas são investigadas.

Comentário

A Comissão de Justiça, Legislação e Redação da Câmara de Dourados analisou quinta-feira (17) o Projeto de Lei 131/2016, que estima a receita e fixa a despesa do município de Dourados para o exercício financeiro de 2017. Na quinta-feira à noite o projeto foi votado em primeiro turno na 40ª sessão ordinária.

O vereador Alan Guedes (DEM), que é presidente da Comissão de Justiça, afirma que a lei orçamentária anual é a principal proposição para o ano que vem. “Sem a votação em três turnos do orçamento a Câmara não pode iniciar o recesso parlamentar, previsto para o dia 20 de dezembro”, explica. O projeto já havia sido aprovado pela Comissão de Finanças e Orçamento, presidida pelo vereador Mauricio Lemes (PSB).

Alan esclarece que o orçamento abrange as metas de receita e de despesas com o objetivo de evidenciar e realizar as políticas públicas e programas municipais. “Para 2017 a previsão de receitas para o município é de 880 milhões de reais. Nesse montante estão incluídos, além dos impostos municipais, toda a previsão de repasses estaduais e federais, bem como emendas parlamentares e transferências via fundos específicos”, ressalta.

Por isso, segundo o vereador, é muito importante uma ampla discussão do orçamento municipal. “Até para que a população saiba onde serão investidos os recursos e possa, inclusive, opinar, propor e sugerir alterações, como fizeram os artistas na última semana”, afirma Alan.

Até a aprovação final, o Orçamento ainda poderá receber emendas propostas pelos vereadores, e deverá ser votado em mais dois turnos, respeitando-se o prazo de 15 dias entre a primeira e as seguintes votações, segundo divulga a assessoria do vereador.

Comentário

Mais uma polêmica envolvendo a família Camargo Neste sábado (19), Zezé Di Camargo resolveu atacar a filha, Wanessa, e a ex-esposa, Zilu, pelo Instagram. Tudo isso porque o famoso alegou que as duas seriam próximas do jornalista Leo Dias, colunista do quadro ‘Fofocando’, do SBT.

Na rede social, o sertanejo soltou o verbo ao publicar uma foto da herdeira com o colunista. “Essa foto é de uns meses atrás. Sabe o que mais dói no coração de um pai? É ver que mesmo sabendo que essa pessoa é a maior perseguidora de mim – tanto que já o processei duas vezes e ganhei as duas. Ver sua filha, que você deu a vida, trabalhou, deu do bom e do melhor e comprei brigas para defendê-la (caso Rafinha Bastos, por exemplo) abraçada a um dos inimigos de seu pai, Léo Dias”, escreveu.

O músico provocou: “Você no meu lugar como reagiria? Sabe quando eu abraçaria uma pessoa que fez um mal para um filho meu?! Nunca! Fica aí o seu julgamento”. O relato está na coluna Famosidades, assinada por Tatiana Mariano, no portal Terra.

Comentário

A defesa do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva apresentou nesta sexta-feira (18) uma queixa-crime contra o juiz Sergio Moro, responsável pela condução da Operação Lava-Jato. A representação contra o juiz foi protocolada pelos advogados de Lula e da família dele, Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, devido "à prática de abuso de autoridade" de Moro, segundo as argumentos apresentados.

O pedido da defesa do ex-mandatário foi divulgado na íntegra na página "A Verdade de Lula". "Na qualidade de advogados do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, sua esposa e filhos, ingressamos na data de hoje (18/11/2016) com queixa-crime subsidiária contra o agente público federal Sérgio Fernando Moro, em virtude da prática de abuso de autoridade", afirmam os advogados.

No pedido, os advogados dizem que Lula e a família já haviam protocolado uma representação na procuradoria-geral da República pedindo "providências em relação a fatos penalmente relevantes praticados" pelo juiz na última quarta-feira (16). De acordo com eles, os fatos dos quais Moro está sendo acusado são o de conduzir coercivamente o ex-presidente para prestar depoimento "privando-o de seu direito de liberdade por aproximadamente 6 horas", o da busca e apreensão de bens e documentos de Lula e de seus familiares em suas casas e locais de trabalho e da interceptação de telefonemas do ex-político, de sua família, de seus colaboradores e até de seus advogados e a divulgação dos diálogos para a imprensa, conforme reproduz o portal Terra.

Comentário

A Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Dourados realiza, pelo 15º. ano consecutivo, mais uma edição do Japão Fest. O evento foi aberto oficialmente às 20 horas desta sexta-feira (18) e oferece atrativos culturais e gastronômicos até neste domingo (20), na sede de campo do Clube Nipônico, no Jardim Flórida II.

Nesta edição, os organizadores da tradicional festa japonesa resolveram homenagear todos os que tiveram envolvimento direto com essa realização, a partir do primeiro ano do Japão Fest. O responsável pelo evento de 2002, Mauro Natsumeda, recebeu a homenagem do atual presidente do Clube Nipônico, Nélio Kurimori. Entre os lembrados pela diretoria, o ex-presidente Junji Miyakawa veio de Loanda/PR, onde reside atualmente, para prestigiar o 15º. Japão Fest.

A abertura da festa deste ano contou com a presença de grande parte dos membros da tradicional e numerosa colônia nipônica de Dourados e municípios vizinhos, além de lideranças como a vereadora e prefeita eleita Délia Razuk (PR), e os ex-concorrentes dela na disputa da Prefeitura, deputados estadual Renato Câmara (PMDB) e o federal Geraldo Resende (PSDB).

Comentário

O jornal Douranews venceu, na noite desta sexta-feira(18), com o trabalho realizado pelo repórter-fotográfico Ademir Almeida, o Prêmio MS Industrial na categoria Fotojornalismo Interior com a fotografia publicada na reportagem “Marta Campos Underwear mantém produtividade, enquanto mais de mil empresas fecharam as portas este ano em Mato Grosso do Sul”. O anúncio dessa conquista foi feito pela jornalista Fernanda Gentil, apresentadora do programa Esporte Espetacular da Rede Globo, convidada especial do evento.

Os jornalistas Arlindo Florentino e Silvio Andrade e o fotógrafo Roberto Higa, além de Michel Lorãn, Marcos Silvestre e César Cordeiro, este último de Dourados, falecidos neste ano, receberam homenagens póstumas durante a entrega do Prêmio.

Neste ano, o Prêmio MS Industrial de Jornalismo 2016 distribuiu R$ 72 mil para as melhores reportagens que retrataram o setor em Mato Grosso do Sul, além do grande prêmio, uma viagem para Las Vegas (EUA), com direito a acompanhante e tudo pago, concedidas aos grandes vencedores das modalidades Capital e Interior: Aline Maria Dias e Jota Menon, respectivamente

Comentário

Uma aposta de Dourados acertou os cinco números do sorteio da Quina, que estava acumulado em R$ 2.133.821,40.

Veja os cinco números sorteados na noite desta sexta-feira (18) na cidade mineira de Varginha: 16 – 25 – 28 – 30 – 68.

A Quadra teve 61 apostas acertadoras e cada uma vai receber pouco mais de R$ 7 mil, e o Terno teve 5305 ganhadores do prêmio individual de R$ 123,44

Comentário

A reitora da Universidade Federal da Grande Dourados, professora Liane Calarge, disse nesta sexta-feira (18), em Coletiva de Imprensa concedida junto com pró-reitores e o procurador federal Carlos Henrique Neitão Loureiro, que a instituição considerou “legítima” a ocupação promovida por grupo de estudantes e manifestantes na semana passada ao prédio da Unidade 1 da UFGD em Dourados, porém, avaliou que todos os setores contabilizaram prejuízos nesse período.

“Se não tivesse sido prorrogado o prazo para apresentação de empenhos ao Orçamento de 2017 [a data inicial venceria dia 10 deste mês, no dia seguinte ao início da invasão do prédio] para o dia 25, nosso prejuízo seria muito grande, e a UFGD teria muita dificuldade para trabalhar no ano que vem”, admitiu a reitora. Auxiliares encarregados de Pró-reitorias estratégicas, como a de graduação e de extensão cultural, afirmaram que “os processos não andaram” e muitos editais “terão que ser readequados”.

Decisão liminar expedida ainda na tarde desta sexta pelo juiz federal Moisés Anderson Costa Rodrigues da Silva, em Dourados, determinou que o grupo de manifestantes que invadiu o espaço da Reitoria da UFGD na quinta-feira (9) passada desocupe as instalações em 24 horas. Para a reitora da Universidade, professora Liane Calarge, a instituição ainda tentou “uma ocupação compartilhada”, porém, não havia como dar sequencia aos procedimentos legais nessa condição.

O procurador Carlos Henrique reiterou que a proposta de desocupação do prédio, apresentada pela AGU (Advocacia Geral da União), estabeleceu multa diária de mil reais, além do corte no fornecimento de água, luz e serviços de internet, e ainda mil reais diários em caso de novas invasões, para o caso de descumprimento da ordem de liberar as instalações públicas.

Comentário

Decisão liminar expedida na tarde desta sexta-feira (18) pelo juiz federal Moisés Anderson Costa Rodrigues da Silva, em Dourados, determinou que o grupo de manifestantes que invadiu o espaço da Reitoria da UFGD na quinta-feira (9) passada desocupe as instalações em 24 horas. Para a reitora da Universidade, professora Liane Calarge, a instituição ainda tentou “uma ocupação compartilhada”, porém, não havia como dar sequencia aos procedimentos legais nessa condição.

Em Coletiva de Imprensa concedida na tarde desta sexta, juntamente com a reitora, o procurador da UFGD, Carlos Henrique Neitão Loureiro, informou que a proposta de desocupação do prédio, apresentada pela AGU (Advocacia Geral da União), estabeleceu multa diária de mil reais, além do corte no fornecimento de água, luz e serviços de internet, e ainda mil reais diários em caso de novas invasões.

Comentário

Página 1487 de 1805

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • Douranews Anúncio
  • Editais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis