Timber by EMSIEN-3 LTD
  • ms dengue
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

Caso de racismo foi denunciado para investigação na Polícia Civil de Sidrolândia. Mulher teria chamado rapaz de ''preto, macaco e pé rapado”, ao se referir que não autorizaria a filha namoro com ele. O episódio aconteceu ontem.

O rapaz declarou para policiais que chegava na casa onde mora, no Centro da cidade, quando encontrou a vizinha, de 25 anos, conversando com a mãe e avó. Ao passar pelo grupo, a mãe da jovem teria dito: “você não vai ficar com esse preto, macaco, pé rapado”.

Depois da ofensa, que seriam frequentes, de acordo com a vítima, o caso foi denunciado à polícia. Inquérito por injúria foi aberto para investigação.

DIA DE HOMENAGEM

O episódio de racismo aconteceu a poucos dias da data dedicada à Consciência Negra, no domingo (20). A data surgiu para lembrar o quanto os negros sofreram, desde a colonização do Brasil, lutas e conquistas.

Também serve para homenagear àqueles que lutaram pelos direitos da raça e serve como momento de reflexão ao preconceito.

O Campeonato Brasileiro segue eletrizante nas rodadas finais - nada está decidido ainda! O líder Palmeiras viu a diferença cair de seis para quatro pontos no final da 35ª rodada, mesmo assim o Alviverde tem tudo nas mãos para se sagrar campeão brasileiro - campeonato que não conquista há 22 anos. O Palestra não venceu o Atlético-MG na última quinta-feira (17), mas foi guerreiro e arrancou um empate precioso no Horto: o pontinho conquistado mantém a vantagem em duas rodadas e pode pode dar o título já neste final de semana!

Apenas uma combinação faz o Palmeiras dar a volta olímpica no Allianz Parque já no próximo domingo (20): o time precisa vencer o Botafogo em casa e torcer para um tropeço do Santos contra o Cruzeiro em Minas Gerais. Difícil de acontecer? Os números mostram que não. Tanto o Porco como a Raposa carregam bons retrospectos jogando em casa nas últimas quatro partidas: três vitórias e um empate.

Caso a ajuda mineira não venha, o Palmeiras precisa de quatro pontos para chegar a 78 e ser campeão - visto que o vice-líder Santos pode chegar no máximo a 77 se vencer seus três compromissos. A tabela fica mais favorável para o time de Palestra Itália nessas três partidas finais por jogar as próximas duas em casa, enquanto que o Peixe terá dois embates longe da Vila Belmiro.

O Palestra está sozinho na cara do goleiro, agora é preciso colocar a bola na rede. Uma vitória contra o Botafogo praticamente sacramenta a conquista alviverde - o duelo acontece no próximo domingo (20) às 17h no Allianz Parque. A promessa é de casa cheia: praticamente todos os ingressos já foram vendidos! Um triunfo alviverde faz os palmeirenses mundo afora explodirem de felicidade, mas não rende tanto dinheiro assim pelas prévias do Oddsshark.com/br: os investidores recebem R$1,65 a cada real.

Em caso de vitória do Botafogo os odds engordam bastante! Se os comandados de Jair Ventura calarem o Allianz você fatura R$6,20 a cada real investido! Resultado possível, mas pouco provável. Isso porque o Fogão vem caindo de rendimento nas últimas rodadas: já são três jogos sem vencer após aquela arrancada fantástica de cinco triunfos consecutivos que colocou a equipe dentro do G-6. Já o empate, que não resolve a vida de nenhum dos dois, quadruplica o montante inicial investido.

Se o Alvinegro aprontar para cima do Palmeiras na Barra Funda o Santos voltará definitivamente para a briga! O time praiano entrará no Mineirão ao mesmo tempo do rival da capital, às 17h, para encarar um Cruzeiro que ainda possui chances remotas de estar no G-6. A Raposa escapou definitivamente da ameaça de rebaixamento após a chegada do técnico Mano Menezes e agora está a quatro pontos do Atlético-PR - sexto colocado. O time celeste chega embalado com duas vitórias consecutivas e possui jogadores de muita qualidade em seu elenco!

A missão não é nem de longe das mais fáceis, mas o Peixe vem mostrando que tem condições de lutar até o fim. Os comandados de Dorival Júnior computam quatro vitórias consecutivas - arrancada que levou o time a vice-liderança e muito próximo de uma vaga no G-3. Mais do que isso, o desempenho longe de casa também melhorou consideravelmente! Já são três vitórias consecutivas como visitante - acabando com aquele estereótipo do Peixe vencer apenas dentro da Vila Belmiro.

Um triunfo do Santos em MG colocaria fogo no campeonato e engordaria a conta bancária de muita gente! Se o Peixe sair vencedor do Mineirão os investidores fazem a festa: paga R$3,65 a cada real! Já um triunfo do Cruzeiro pouco mais do que dobra o montante inicial investido (odd de 2,22 segundo os números do Oddsshark.com/br). A título de curiosidade… qual seria o odd do título do Palmeiras sair na próxima rodada? Um investimento casado em uma vitória do Palestra e um triunfo do Cruzeiro rende R$3,61 a cada real investido. Será que dá, torcedor palmeirense?

Briga contra o rebaixamento promete ser feroz até o fim

A disputa na parte de baixo da tabela também segue emocionante nas rodadas finais! Com América-MG e Santa Cruz já matematicamente rebaixados e Figueirense seguindo o mesmo caminho, resta apenas uma vaga para a disputa da Série B 2017. A briga para escapar da degola vem sendo feroz: Internacional e Vitória lutam ponto a ponto para fugir da temida 17ª colocação na tabela - e nenhum deles vem passando confiança a seu torcedor.

Principalmente o Colorado: o que era para ser uma vitória tranquila contra a Ponte Preta no Beira-Rio se transformou em um empate dramático por 1 a 1 - resultado que mantém os gaúchos na zona da degola com 39 pontos. A igualdade custou o cargo de Celso Hoth - que foi demitido e não é mais técnico do Internacional. A diretoria agiu rápido e trouxe Lisca para o seu lugar: técnico que estava atualmente no Joinville. Será que ele aguenta a pressão e salva o Colorado?

Agora o time terá que buscar os pontos fora de casa: o Inter viaja a Itaquera para enfrentar o Corinthians - jogo na próxima segunda-feira (21) que fecha a rodada às 21h. Apesar da fase ruim do Timão, a rivalidade entre as equipes aumentou muito com polêmicas nos últimos anos. Como o rival baiano possui um compromisso mais tranquilo (Figueirense em casa), a pressão pelo resultado em São Paulo aumenta ainda mais. Pelos dados do Oddsshark.com/br, se o Inter arrancar uma vitória sofrida no Itaquerão os investidores faturam R$4,82 a cada real! Já um triunfo do Alvinegro em casa paga R$1,85 para cada real. Será que o Inter cai para a Série B? O jeito é esperar para ver!

Comentário

Um ano depois de o Ministério da Saúde decretar a epidemia do Zika vírus como situação de emergência em Saúde Pública, o SUS ainda carece de métodos efetivos e rápidos para o diagnóstico da doença. O quadro, no entanto, pode ser revertido em breve, já que, nesta terça (8/11), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a produção de um teste-rápido capaz de diagnosticar a presença do vírus em qualquer ambulatório.

O procedimento, desenvolvido pela Fiocruz Biomanguinhos e pela empresa norte-americana Chembio, identifica, em 20 minutos, se a pessoa tem ou já teve a doença. Em entrevista ao portal Uol, o presidente da Fiocruz, Paulo Gadelha, afirmou que o kit diagnóstico deve estar disponível no SUS em até um mês. "O Brasil vai poder agora dizer algo que é fundamental, determinar os casos que são ou não zika."

Diagnóstico tardio

Três tipos de testes são capazes de detectar o vírus, mas apenas o chamado PCR está disponível na rede pública de sáude. O ministério anunciou, no fim de outubro, a distribuição de 2 milhões de kits até o final deste ano e mais 1,5 milhão até fevereiro de 2017. Enquanto isso, muitas mulheres só sabem que foram infectadas com o Zika depois do nascimento do bebê.

Segundo o professor da Universidade Federal da Bahia )UFBA) e Diretor do Hospital Geral Roberto Santos, Antônio Raimundo, existe uma subnotificação do número de casos no Brasil, já que é complicada a realização dos testes.  “A grande dificuldade é o exame em si. Nós tivemos muitos problemas com o RTPCR, um exame muito caro e que você precisa fazer três vezes”. O infectologista Antônio Bandeira também se queixa de dificuldades. “Infelizmente, a gente tem o Aedes Aegypti transmitindo esses três vírus e tem que ter sistemas melhores de diagnóstico.

De acordo com o Ministério da Saúde, de outubro de 2015 até outubro de 2016, foram notificados 9.953 casos de microcefalia e outras alterações no sistema nervoso. Desse total, 4.797 casos foram descartados e 2.079 foram confirmados como microcefalia. Outros 3.077 casos suspeitos permaneciam em investigação até 22 de outubro. Do total de casos confirmados (2.079), 392 tiveram resultado positivo para o vírus Zika. O ministério, no entanto, considera que houve infecção pelo Zika na maior parte das mães que tiveram bebês com diagnóstico final de microcefalia.

Comentário

Em eleições bastante concorridas, realizadas terça-feira (8) da semana passada, o acadêmico do 6º. semestre noturno Cesar Augusto Nogueira, o Cesinha, foi eleito para presidir o DA (Diretório Acadêmico) ‘27 de Outubro’ do curso de Direito da Unigran na gestão 2016/2017. Ele encabeçou a chapa 2 “Magna mutatio” (do latim, ‘grandes mudanças’).

Cesinha Nogueira recebeu 411 dos 638 votos válidos durante a eleição que foi aberta a todos os acadêmicos das turmas que integram a Faculdade de Direito da Unigran. A estudante Fernanda Sotello, que encabeçou a chapa 1, recebeu 222 votos e ainda foram computados cinco votos em branco.

“Os membros da nossa chapa ficaram muito honrados com essa votação, primeiro porque esse foi o maior índice de comparecimento na história do DA de Direito da Faculdade e depois, porque, também, os colegas entenderam a nossa proposta de que para se vencer um jogo é preciso ter um time competitivo, unido e preparado”, destacou Cesinha, ao agradecer o apoio recebido da comunidade acadêmica.

Juntamente com o vice-presidente eleito Fábio Shimote, que representa as turmas do período matutino do curso, o novo presidente agradeceu também a disponibilidade do professor Fernando Machado, que presidiu a Comissão Eleitoral e dos demais membros das mesas receptoras de votos, além de todos que compareceram, “acreditando que é possível realizar a grande mudança”.

Comentário

A paralisação de rodoviários no Recanto das Emas e em Samambaia desde às 11h desta sexta-feira (18/11) só deve terminar depois das 15h. Cerca de 700 rodoviários que atuam nessas duas regiões fizeram uma carreata, no início da tarde, e estacionaram 200 em frente ao Palácio do Buriti como forma de protesto contra a violência.

O secretário de comunicação do Sindicato dos Rodoviários, Marcos Júnior Duarte, informou que entre 300 a 350 ônibus estão à caminho da Praça do Buriti, em frente à sede do governo federal. No entanto, a Polícia Militar destacou que são 200 coletivos. O acordo com a PM é que a categoria ocupe duas faixas do lado esquerdo da via N1 do Eixo Monumental, sentido antiga Rodoferroviária. “Queremos a segurança pública dos trabalhadores rodoviários que, a cada a dia, são assaltados e não tem nada de eficaz como solução”, ressaltou Marcos Júnior Duarte.

Segundo dados divulgados em 9 de novembro pela Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social do DF, as ocorrências de assalto a ônibus aumentaram em outubro deste ano. Os roubos a coletivos passaram de 278 em setembro contra 369 em outubro de 2016: 91 a mais. Se comparado com o mesmo período de 2015 o aumento foi de 15,3%, já que no ano passado houve 314 casos.

Comentário

O Governo de Mato Grosso do Sul prorrogou nesta sexta-feira (18) o prazo de validade de dois concursos públicos abertos em 2014. Os editais, publicados no Diário Oficial do Estado, estendem por mais dois anos os processos para a contratação de pessoal para cargos efetivos e para provimento de cargos da Secretaria estadual de Saúde.

As prorrogações foram oficializadas por meio dos decretos 14.608 (SES), 14.609 (SES/Hemorrede), detalhados na página 1 do DOE desta sexta-feira (18), como informa a assessoria de comunicação do Governo.

Clique aqui para conferir.

Comentário

O governo de Portugal firmou, nesta semana, memorando de cooperação para o desenvolvimento e a internacionalização de startups (empresas em fase de constituição que contam com projetos promissores e inovadores) com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), maior entidade patronal do Brasil. As informações são da Agência Lusa.

O termo assinado na quarta-feira (16)  pelo ministro português da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e pelo presidente da Fiesp, Paulo Skaf, prevê ações bilaterais de cooperação técnica, incentivo à participação de empresas dos dois países em eventos de startups, e a elaboração de diretrizes para estimular o investimento de incubadoras e empresários do Brasil e de Portugal nestas companhias.

"Esta colaboração e os incentivos que estamos a criar vão dar mobilidade aos startups. Num futuro próximo, poderemos ter empresas portuguesas desenvolvendo negócios interessantes no Brasil ou sendo apoiadas financeiramente pelas incubadoras que atuam aqui [no Brasil]. Também poderemos ter empresas brasileiras que querem desenvolver ações no mercado europeu indo para Portugal", explicou Caldeira Cabral.

O ministro português destacou que para incentivar tais negócios inovadores, criados por empreendedores que "serão responsáveis por grandes mudanças no futuro", é necessário construir pontes com empresas e instituições privadas. "É o caso deste memorando que assinamos com a Fiesp, que é uma referência em todo o Brasil", afirmou.

Caldeira Cabral também lembrou que as parcerias de Portugal com o Brasil na área de inovação são discutidas há algum tempo, citando encontros que teve com o ministro brasileiro da Indústria e Comércio Exterior, Marcos Pereira, em Brasília e em Macau (na China).

O ministro disse que pretende apoiar um evento de startups realizado no Brasil chamado Acelera, que será divulgado em Portugal. Ele disse também que deseja trazer mais empresas inovadoras do Brasil ao Web Summit Lisboa.

Otimismo

Questionado pela Agência Lusa sobre a afirmação do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, que em outubro destacou, no Brasil, que os empresários dos dois países devem deixar de apenas falar e passar a transformar em negócios o bom relacionamento estabelecido há muitos anos, Caldeira Cabral mostrou-se otimista e disse que algumas parcerias já estão passando do campo das ideias para o das ações.

"Este memorando que assinamos hoje e o que assinamos no Rio de Janeiro [em setembro passado] são concretizações da abertura das portas [entre Brasil e Portugal], que vão permitir uma colaboração maior para promover o empreendedorismo", afirmou.

O protocolo com a Fiesp não foi o primeiro convênio firmado pelo governo de Portugal com uma instituição brasileira: em setembro, as secretarias de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio de Janeiro e de Estado da Indústria de Portugal aviam assinado um acordo parecido.

Comentário

A Justiça Federal aceitou a denúncia apresentada no mês passado pelo Ministério Público Federal (MPF) contra 22 pessoas envolvidas no rompimento da Barragem de Fundão, localizada próxima ao distrito de Bento Rodrigues, em Mariana (MG). Dessas, 21 são acusadas de inundação, desabamento, lesão corporal e homicídio com dolo eventual, que ocorre quando se tem a intenção ou assume o risco de matar. A Samarco, responsável pela estrutura, e suas acionistas Vale e BHP Billiton também se tornaram rés por diversos crimes ambientais. O engenheiro Samuel Loures e a empresa VogBR responderão pela emissão de laudo enganoso sobre a estabilidade da barragem.

Considerada a maior tragédia ambiental do Brasil, o episódio que deixou 19 mortos completou um ano no dia 5 de novembro de 2016. A lama de rejeitos que se espalhou destruiu comunidades, devastou a vegetação nativa e poluiu a Bacia do Rio Doce. Ainda estão dispersos 43 milhões de metros cúbicos de lama entre a barragem que se rompeu e a Usina Hidrelétrica de Candonga.

Entre os réus estão diversos funcionários da Samarco: Ricardo Vescovi, presidente afastado; Kleber Luiz Terra, diretor afastado de Operações e Infraestrutura; e três gerentes. Onze integrantes do Conselho de Administração, que incluem representantes da Vale e da BHP Billiton, também são acusados. A condenação por todas as acusações podem gerar penas individuais de até 54 anos de prisão, além de multas e reparação dos danos causados às vítimas.

A Samarco, Vale e BHP Billiton haviam sido denunciadas pelo MPF por 12 crimes ambientais previstos, entre eles poluição, inundação, desmoronamento, crimes contra a fauna e a flora, crimes contra ordenamento urbano e contra o patrimônio cultural. As penas para as empresas incluem multas, interdições temporárias, proibição de contratos com o Poder Público e prestação de serviços comunitários, tais como custear programas de órgãos e entidades ambientais e executar de obras em áreas degradadas.

A aceitação da denúncia foi assinada pelo juiz Jacques de Queiroz Ferreira na última quarta-feira (16). Ele também determinou a prioridade de tramitação e a retirada de sigilo do processo. Os réus têm um prazo de 30 dias para responder às acusações.

Em nota, a Samarco informou que ainda não foi citada no processo. A empresa afirmou também que a denúncia do MPF desconsidera os depoimentos apresentados ao longo das investigações que comprovam o desconhecimento prévio de riscos nas estruturas.

A Vale também divulgou nota à imprensa repudiando a denúncia, qual, segundo a empresa, teria desprezado "as inúmeras provas apresentadas, a razoabilidade, os depoimentos prestados em quase um ano de investigação que evidenciaram a inexistência de qualquer conhecimento prévio de riscos reais". O texto acrescenta que a mineradora jamais praticou atos de gestão operacional na Samarco, tampouco na barragem de Fundão e que, aos membros do Conselho de Administração e dos comitês de Assessoramento da Samarco, sempre foi assegurado que a barragem de Fundão era regularmente avaliada, não só pelas autoridades legalmente competentes, como também por um renomado grupo de consultores internacionais independentes.

"Saliente-se ainda que a segurança em geral, especialmente a de barragens, foi a todo tempo uma premissa a ser fielmente observada, sendo uma das diretrizes institucionais do Conselho de Administração, nunca tendo havido, sequer, qualquer mera recomendação por parte de seus membros de redução de investimentos nessa área. Inclusive existem atas do próprio conselho onde se constata a segurança como prioridade número um", finaliza a nota.

Na mesma linha, a BHP Billiton também criticou a atuação do MPF e informou que dará suporte à defesa de seus funcionários. "A decisão da Justiça Federal não significa um juízo de culpabilidade, mas trata-se de etapa processual que marca o início da tramitação da ação penal", acrescenta a empresa em nota. Procurada pela Agência Brasil, a a VogBR ainda não retornou aos contatos.

"Ganância"

A ação penal do MPF foi protocolada no dia 19 de outubro. O documento de 272 páginas faz um histórico dos problemas ocorridos na barragem. Em apresentação realizada na ocasião, os procuradores consideraram que a ganância da Samarco foi a causa da tragédia. Documentos internos da mineradora de 2015 obtidos pelo MPF traziam um prognóstico em caso de rompimento da barragem, apontando a possibilidade de aproximadamente 20 mortes e paralisação das atividades da empresa por até dois anos.

Mesmo consciente dos riscos, a empresa teria priorizado os resultados econômicos em detrimento das práticas de segurança. "A Samarco tinha uma gerência que atuava na gestão de riscos. Em vez de paralisar as operações da barragem, a empresa continuou mantendo sua operação de forma irresponsável", disse o procurador Jorge Munhós.

Comentário

Na manhã desta sexta-feira (18), em continuidade às investigações do grupo que comandava uma rede de exploração sexual e tráfico de drogas no Danúbio Azul, três pessoas foram presas. No dia 11 deste mês, outras pessoas, entre elas o ‘cabeça’ do grupo, foram presas.

Equipes da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) prenderam outros três envolvidos no crime na manhã desta sexta-feira, mas segundo a delegada Aline Sinotti, responsável pelas investigações, os nomes ainda não serão divulgados.

Na quinta-feira (17), Deaij e DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) fizeram buscas no Jardim Veraneio por uma ossada. Após quatro horas de buscas, a ossada de um homem de 35 anos foi encontrada. ‘Nando’, que seria o responsável por comandar o grupo criminoso, apontou o local onde o corpo foi enterrado e ainda teria confessado outros locais, que a polícia ainda deve fazer novas buscas.

A delegada responsável também ainda não esclareceu qual a ligação dos três presos nesta sexta-feira com o grupo e que funções eles desempenhavam junto à quadrilha.

Prisões e desaparecimentos

No dia 11 de novembro a polícia divulgou o nome de cinco vítimas que ainda estavam desaparecidas: Bruno Santos da Silva, Alex da Silva dos Santos, Aline Farias da Silva, Vanderlei de Almeida Dias e Ana Cláudia Marques, além dos adolescentes que não tiveram os nomes divulgados.

As investigações começaram em setembro deste ano, após a morte de ‘Leleco’, Leandro Aparecido Nunes Ferreira, de 28 anos, morto a tiros no dia 2 por dois rapazes que estavam em uma motocicleta. Sobre o homicídio, a polícia concluiu que a vítima tinha envolvimento com o grupo responsável pelo esquema de exploração sexual e tráfico, há aproximadamente 3 anos.

No dia 10 de novembro, mandados de busca e apreensões foram cumpridos no Danúbio Azul. Foram presos Luiz Alves Martins Filho, o ‘Nando’, Rudi Pereira da Silva, com quem ainda foram encontrados 70 galos utilizados em rinhas e Diego Vieira Martins, que é sobrinho de ‘Nando’. Os três ainda têm envolvimento no tráfico de drogas e na casa de Diego foram apreendidas várias porções de entorpecente.

Além dos três foram presos Jeová Ferreira Lima e Jeová Ferreira Lima Filho, Andreia Conceição Ferreira e Ariane de Souza Gonçalves, que seriam as aliciadoras para exploração sexual. Uma arma de fogo também foi apreendida com ‘Nando’.

Comentário

Padre e pároco da Igreja de São Bartolomeu, em Corumbá, Rosalino de Jesus Santos, de 34 anos, foi encontrado morto hoje de manhã na Casa do Bispado, que fica no cruzamento das ruas Antônio João e Dom Aquino, na parte alta da Cidade Branca.

De acordo com equipe do Corpo de Bombeiros, padre Rosalino morreu por enforcamento. Ele estava pendurado, por uma corda no pescoço, na grade da janela de seu quarto. Morte foi confirmada no local e perícia acionada.

Pessoas mais próximas ao pároco, que ganhou destaque por trabalho realizado junto aos jovens, garantem que ele estava depressivo pelo fato de não superar a morte de sua mãe, ocorrida há três anos.

Há dois dias, em seu perfil no Facebook, padre Rosalino publicou mensagens que fiéis agora interpretam como palavras de despedida:

NOITES TRAIÇOEIRAS....
ATÉ AQUI NÃO FALTOU EM MIM ESFORÇO,
dei o meu melhor,,,,
mas tenho remado muito a favor de maré, e tenho permitido que a ELA me leve.....
momentos de revolver tudo, de tomar uma nova decisão...
ME ILUMINE SENHOR.... SEU AMOR É E ME BASTA

ME REFAÇA, MAS FAÇA APENAS HUMANO....

Página 1489 de 1805

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • Douranews Anúncio
  • Editais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis