Timber by EMSIEN-3 LTD
  • futuro
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

Maracaju (MS) – Neste sábado (17/04) por volta das 22h00min, a guarnição em rondas no cumprimento do decreto estadual nº 15.644 de 31 de março de 2021, avistou cinco jovens na praça do bairro Margarida, que ao verem a Viatura com os sinais luminosos ligado começaram a se movimentar em direção ao portão da praça.

Foi dada ordem para abordagem, em busca pessoal foi encontrado com um dos menores de 16 anos, 5 (cinco) paradinhas de substância análoga a cocaína pesando aproximadamente 4g que estavam dentro de um dichavador de metal dentro do bolso esquerdo do casaco, 1 (um) baseado pesando aproximadamente 5g que estava no bolso direito do casaco.

O mesmo relatou que venderia cada paradinha de cocaína por R$50,00 reais cada.

Com outro adolescente de 16 anos estava 1 (uma) porção de maconha pesando aproximadamente 5g, que estava escondido entre os dedos do pé esquerdo, também dinheiro em notas pequenas.

Os cinco menores infratores foram apreendidos e encaminhados para a delegacia de polícia juntamente com os ilícitos relatados acima para que sejam tomadas as devidas providências.

 

Polícia Militar, servir e proteger.

(Assessoria de Comunicação da 2ª CIPM/CPA-1).

Comentário

Cassilândia (MS) – Na manhã desta segunda-feira (19), policiais militares da equipe de patrulha urbana de Cassilândia deram cumprimento a mandado de prisão em desfavor de indivíduo de 26 anos.

Durante rondas pela região da Vila Izanópolis, os policiais militares realizaram abordagem ao cidadão que se encontrava em atitude suspeita na rua José Maria Castilho. Os integrantes da guarnição constataram, durante busca pelos sistema policial, haver contra ele uma ordem judicial para sua prisão. Assim, o homem foi preso e entregue na delegacia.

13° Batalhão de Polícia Militar / P-5

Comentário

De volta a bandeira cinza, Capital tem 20 óbitos em 24 horas

Os dados do boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, nesta quinta-feira, dia 15, mostram que Mato Grosso do Sul registrou mais 50 novos óbitos. E destes, 20 são de pessoas de Campo Grande, que voltou a ser classificado com a bandeira cinza – de risco extremo, pelo programa Prosseguir. No total, o Estado […]

Comentário

O Governo do Estado tem garantido assistência aos mais de 83 mil indígenas aldeados e não aldeados durante a pandemia da Covid-19. A Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para População Indígena, em parceria com a Fundação de Cultura, tem auxiliado um dos segmentos mais afetados com as restrições necessárias para a não propagação do vírus, os artesãos. Os editais públicos da Lei Aldir Blanc contemplaram na primeira edição mais de 60 famílias indígenas, levando esperança em dias melhores e sustento.

Sandra da Silva

A artesã da etnia Kadiwéu, Sandra da Silva, afirma que a ajuda chegou na hora certa. “Foi uma ajuda que veio em boa hora, porque nessa crise que nós estamos a venda do artesanato parou, então foi o único recurso que entrou para nós. Uma ajuda bem proveitosa, pois nós não temos de onde tirar, e tivemos todo o suporte da Subsecretaria.”

Já a subsecretária de Estado de Políticas Públicas para População Indígena, Silvana Terena, destaca que o Governo tem atuado em diversas frentes para garantir os direitos e a atenção para o povo indígena. “Ao longo do tempo, pautamos nosso trabalho no diálogo e na efetivação das políticas públicas para nossos parentes. Estreitando a conversa com os outros órgãos do governo e mantendo a política de aproximação junto a FUNAI e DSEI/MS, estabelecendo parcerias em favor da população indígena. ”

No que tange a questão do artesanato, a subsecretária reforça a importância de preservar as tradições culturais das comunidades e fortalecer a produção e comercialização do artesanato produzido nas aldeias.

“Nesse dia tão especial para nós, Dia do Índio, só podemos agradecer pelos avanços, sabemos que há muito para se fazer, mas estamos caminhando com a certeza de que o artesanato indígena é uma potência aqui no Estado, e antes da pandemia, organizamos a participação dos artesãos em feiras, festivais, incentivando a venda da produção por eles mesmo. Acabando com o atravessador, que ia lá na aldeia e comprava por um valor e vendia por bem mais, não valorizando o artesão. Esse é um grande legado desse governo, empoderamos nossos artesãos, estamos dando ferramentas para que eles aprendam a comercializar seus produtos, como por exemplo, participar de rodadas de negócio on-line e divulgar seus produtos em rede social”, conclui.

Subsecretária de Políticas Indígenas, Silvana Terena

Vale lembrar que esses artesãos contemplados poderão participar da segunda fase de execução da Lei Aldir Blanc, conforme Portaria n. º 20/2021, publicada pela Fundação de Cultura, que prevê o pagamento de cachê em troca de apresentação virtual em uma das seguintes modalidades: oficina, palestra, apresentação artística, podcast ou produção audiovisual (curta-metragem ou videoclipe). Os interessados devem encaminhar proposta até o dia 25, através do link: https://forms.gle/ojAPFZV5Vju8jH4C7

Para informações entre em contato na Subsecretaria de Estado de Políticas Públicas para População Indígena, pelo telefone (67) 3316-9165.

Jaqueline Hahn Tente - Secretaria Especial de Cidadania (Secid)

Fotos: Divulgação

Comentário

Bataguassu (MS) - Durante o último final de semana (16 à 18/04), policiais militares do grupamento de Motos da 7ª CIPM cumpriram três mandados de prisão em Bataguassu.

As prisões ocorreram durante as rondas ostensivas. Na noite de sábado, a Equipe PM abordou um veículo GM Monza conduzido por um homem de 32 anos. Durante a checagem via sistema policial, foi constatado a existência de um mandado de prisão contra o Indivíduo, expedido pela Comarca de Presidente Epitácio/SP.

No domingo, os policiais realizaram mais duas prisões. Durante rondas e abordagens na área central, um homem de 24 e uma mulher de 28 anos foram abordados em situações distintas. Através de checagem, foi constatado a existência de mandado de prisão em desfavor deles.

Todos os envolvidos foram presos e apresentados à DP para devidas providências.

Polícia Militar, a guardiã do cidadão!

(Assessoria de Comunicação Social da 7ª CIPM/CPA-2).

Comentário

Bataguassu (MS) - Na noite de Sábado (17), a guarnição de Moto patrulhamento da 7ª CIPM prendeu um jovem de 18 anos por desobediência e direção perigosa em Bataguassu.

Os policiais realizavam abordagens nas proximidades do posto 267, quando visualizaram uma motocicleta Honda CG 160 Start de Cor preta com dois indivíduos trafegando em alta velocidade e iniciando uma manobra para empinar. Foi dado ordem de parada sendo ignorada pelo condutor que atirou o veículo em direção aos policiais. Um dos componentes da Equipe segurou o garupa da Moto pelo braço e frustrou a tentativa de fuga.

Após serem detidos, os dois jovens com idade de 18 anos de idade, foram conduzidos à DP para devidas providências. Além das notificações lavradas, o condutor responderá por crimes de trânsito.

O veículo foi recolhido ao pátio do Detran.

Polícia Militar, a guardiã do cidadão!

(Assessoria de Comunicação Social da 7ª CIPM/CPA-2).

Comentário

Paranaíba (MS) - A prisão dos dois indivíduos aconteceu na madrugada desta segunda-feira (19), após serem flagrados por policiais militares que realizavam a guarda externa do Estabelecimento Penal de Paranaíba . Veja todos os detalhes!

Policiais militares da guarda externa do presídio, por volta de 00h30, avistaram dois indivíduos, trajando roupas pretas, nas proximidades de uma das torres da muralha, os quais ao serem notados empreenderam fuga em direção ao Jardim América.

Equipes de patrulha urbana da PM rapidamente conseguiram localizar um dos indivíduos quando saía da mata localizada na Rua Marco Antônio Rodrigues de Freitas. O homem estava com roupas pretas e sujas de barro, e foi localizado  um invólucro com aproximadamente maconha 174 g escondido em sua cueca, e em seu bolso um pequeno invólucro de 13 g maconha.

Diante do flagrante, o homem confessou que ele e outro indivíduo estavam tentando jogar drogas no presídio. O veículo de seu comparsa foi  encontrado estacionado na Rua Vereador Manoel Messias, a aproximadamente 30 metros do córrego, e ele foi encontrado  na Rua Macrino de Queiroz, o qual também estava com roupas pretas, molhado e sujo de barro nas pernas.

Os autores, ambos de 28 anos, confessaram a tentativa de jogar drogas para dentro do para dentro do presídio, inclusive  indicando aos policiais militares até o ponto onde havia deixado na fuga uma porção de entorpecente (110g) e um aparelho celular.

Diante dos fatos, os autores foram entregues na Delegacia de Polícia Civil juntamente com o entorpecente apreendido e o veículo apreendido.

13° Batalhão de Polícia Militar / P-5

Comentário

Com R$ 21.911.734,84 em recursos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), a Prefeitura de Dourados vai destravar várias obras em escolas e Ceims (os Centro de Educação Infantil) e as escolas Ramão Martins, na Aldeia Jaguapiru, Lacui Roque Isnard, na Aldeia Bororó, e a Pai Chiquito, na Aldeia Panambizinho.

“A escola é a segunda casa para os alunos, e, neste dia 19 de abril, reforçamos nosso compromisso com a educação indígena ao atender a demanda dessas unidades escolares”, reforçou o prefeito Alan Guedes, em atenção ao Dia do Índio, celebrado nesta segunda-feira.

Segundo o secretário municipal de Obras, Luís Gustavo Casarin, serão destinados R$ 1.673.372,22 nessas obras. “Priorizar as reformas e construções para melhorar a estrutura física da Reme (Rede Municipal de Ensino) é um acordo entre as pastas de Obras e de Educação”, explicou Casarin.

Cada uma das escolas citadas será contemplada com a construção de uma quadra coberta e vestiário. As ações atendem um pedido antigo dessas comunidades. A liberação dos recursos foi fruto de um trabalho intenso do corpo técnico da administração municipal para reavivar projetos que já tinham recursos destinados, mas estavam travados por falta de articulação. “É muito importante que Dourados não perca nenhum recurso. Estamos construindo uma nova história e a educação é um ponto primordial da nossa gestão”, finalizou Alan. (Da assessoria)

Comentário

A vereadora Daniela Hall (PSD), líder do prefeito Alan Guedes (PP) na Câmara de Dourados, apresentou projeto de lei que garante transparência nas informações sobre o auxílio funeral em todo o município. Pela proposta da parlamentar, as empresas funerárias terão que fixar cartaz em local visível informando sobre o direito ao auxílio funeral e, também, o telefone do plantão da Assistência Social.

“Essa medida é necessária porque nesse momento de pandemia não tem sido pequeno o número de famílias que está encontrando dificuldades em sepultar seus entes queridos e, muitas, acabam se endividando por falta de condições financeiras de arcar com as despesas funerárias”, enfatiza a vereadora.

O artigo 1º do Projeto de Lei protocolado pela vereadora estabelece que fica determinada a afixação de cartaz, informando a existência do direito ao auxílio funeral, na entrada e de forma visível, do estabelecimento comercial de produtos funerários. Por outro lado, o parágrafo único determina que o cartaz deverá medir no mínimo 300 x 500 mm, com escrita legível, cujas letras ocupem no mínimo 70% do tamanho total, contendo os seguintes dizeres, com destaque para o número do Plantão da Assistência Social: “Auxílio Funeral – é um benefício concedido a famílias carentes que não têm possibilidades financeiras para arcar com despesas referentes ao funeral. Plantão da assistência social: (67) 98468-4884”.

O Projeto de Lei prevê, ainda, que em caso de descumprimento, o estabelecimento comercial será multado em 100 UFERMS. Em caso de reincidência, o estabelecimento funerário terá seu alvará de funcionamento cassado e os valores das multas serão revertidos para o Fundo Municipal da Assistência Social. O projeto define que o mesmo cartaz poderá ser afixado, em locais públicos de grande circulação, como é o caso de hospitais e terminais rodoviários. “No município de Dourados o Auxílio Funeral está regulamentado pelas leis 3.932/2015 e 4143/2017 e pela Portaria da Secretaria de Atenção à Saúde – SAS 55/1999, mas pouca gente tem conhecimento desse importante direito”, enfatiza Daniela Hall.

A vereadora explica que o auxílio funeral constitui-se em uma prestação temporária, não contributiva, de assistência social, para reduzir a vulnerabilidade provocada por morte de membro da família e concedido na forma de prestação de serviços. “Essa atenção social se dá por meio da rede de proteção básica e especial, por acompanhamento do familiar feito por equipe da assistência social da Prefeitura de Dourados”, esclarece. “O serviço já está implementado em nossa cidade, no entanto, poucos usuários conhecem o direito ao acesso deste benefício”, completa Daniela.

O auxílio funeral consiste na assistência funerária básica a famílias com renda per capita de até meio salário mínimo de acordo com a situação de vulnerabilidade social e parecer técnico a ser realizado pela equipe técnica da Secretaria municipal de Assistência Social. Para ter acesso ao benefício, a família deverá estar inscrita no Programa de Cadastramento Único Federal (o CadÚnico), sendo que esta exigência somente será postergada mediante emergência justificada. (Da assessoria)

Comentário

Paranaíba (MS) – Na madrugada deste sábado (17), o indivíduo de 30 anos trafegava em alta velocidade com seu veículo, tentou fugir da abordagem policial, mas acabou sendo abordado e detido pelos policiais militar no bairro Santo Antônio. Veja todos os detalhes!

Durante rondas pela Rua Paraíba, no Industrial de Lourdes, os policiais se depararam com um veículo sendo conduzido em velocidade incompatível com a via. Ao perceber a viatura, o condutor do veículo arrancou bruscamente e passou a fugir em alta velocidade com seu veículo.

A equipe policial militar realizou um acompanhamento tático, mas o condutor do veículo não obedeceu as ordens de parada nem os sinais luminosos e sonoros da viatura, percorreu perigosamente por diversas ruas até ser abordado na Rua Macrino de Queiroz, no Jardim Redentora. Foi constatado pelos policiais que o pneu dianteiro de seu veículo veio a estourar na fuga e que dentro do veículo havia também um passageiro de 21 anos.

Durante a abordagem nada de ilícito foi encontrado. O condutor do veículo alegou que fugiu por estar cumprindo pena em regime condicional. Assim, ele foi conduzido preso para a delegacia por cometer direção perigosa em via pública.

13° Batalhão de Polícia Militar / P-5

Comentário

Página 19 de 2049

Brasileirão - Rodada

Classificação

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

google-site-verification=JCBZiaUdGxZgtTnDymeR8S6dTexoochsEftWECURSIQ