Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O funileiro André Souza Silva, de 42 anos, morreu no início da tarde desta sexta-feira (12) em mais um acidente na rua Coronel Ponciano, em Dourados. André estava em uma moto Honda Titan e foi atropelado em frente a uma empresa de adubos, próximo ao trevo do DOF, no acidente que envolveu outros dois veículos, um Ford Ka sedan de cor prata, placas OOU-3669, de Ponta Porã, e um caminhão branco placas HQG-2355, de Dourados.

De acordo com testemunhas, o motorista do Ford Ka, um homem de 39 anos de idade, seguia no sentido sul-norte e teve de frear bruscamente quando um carro que estava na frente reduziu a velocidade para entrar à direita e o motociclista que seguia atrás do Ford Ka não teve tempo para evitar o impacto e colidiu com a traseira do carro. André foi jogado na pista contrária e atropelado pelo caminhão, conduzido por um motorista de 32 anos, que seguia no sentido contrário.

Levantamentos indicam que já são 26 mortes ocorridas em Dourados neste ano, em acidentes de trânsito, contra 24 de todo o ano passado, conforme estatísticas da Agetran, a Agência de Transporte e Trânsito do Município.

Comentário

O músico e intérprete Jorge Augusto Ramos Lopes, o ‘Peu”, não é mais secretário municipal de Cultura na Prefeitura de Dourados. Ele estava em férias desde o começo do mês e, conforme decreto publicado na edição desta sexta-feira (12), do Diário Oficial do Município, pediu exoneração definitiva do cargo.

A vaga de Peu na Cultura do Município deverá ser preenchida, agora oficialmente, pelo interino Wesley Queiroz, ligada ao círculo familiar da prefeita Délia Razuk, que também já respondeu pela assessoria do ex-secretário de Saúde da Prefeitura, Renato Vidigal, e vinha ocupando interinamente a função.

Na semana passada, via perfil social que mantém no Facebook, o ex-secretário já anunciava a saída do cargo, informando que “a partir de agora volto a me dedicar exclusivamente aos meus projetos pessoais e políticos, dando ênfase, principalmente, ao trabalho missionário que já venho executando”.

Comentário

Neste fim de semana, quatro douradenses participam em Brasília do “MGT, o encontro”, considerado o evento mais expressivo do mundo na revelação de novos nomes do segmento artístico. Fernanda Herrera, Beatriz Dias, Laura Bedin e Giovanna Lopes são os representantes da cidade.

Realizado no Centro Internacional de Convenções de Brasília, o encontro [uma maratona de quatro dias para vivenciar uma experiência de imersão artística] reunirá mais de 4.000 brasileiros selecionados para disputar premiações, bolsas de estudo e oportunidades de carreira nas categorias "Atuação", "Modelo", "Canto", "Youtuber", "Dança (Escola do Teatro Bolshoi no Brasil)" e "IMTA".

Durante o Encontro, os participantes têm contato com nomes reconhecidos do mundo da moda, tv, cinema, teatro, e disputam premiações, bolsas de estudo e oportunidades de carreira.

Na 27ª edição, a organização promove uma nova disputa: o MGT Music Live, que visa desenvolver talentos com o dom do canto. O vencedor será premiado com uma oportunidade para alavancar a carreira como cantor profissional. Outra atração é a final do Concurso NFW (New Faces Of The World), que abre caminhos para novos modelos iniciarem uma carreira de sucesso com assessoria e gerenciamento

Comentário

Visando fortalecer a produção familiar, o vereador Madson Valente (DEM) solicitou da ministra Tereza Cristina, da Agricultura e Pecuária, mais equipamentos para agricultura familiar, pois, segundo o vereador, Dourados necessariamente precisa se consolidar como referencial da produção de alimentos, visto que esse tipo de produção “é o grande responsável por tudo aquilo que chega às nossas mesas”.

Madson destaca que Dourados possui uma estrutura fundiária basicamente preservada com relação ao projeto original da Colônia Agrícola instalada em 1943, “portanto possui vocação, dependendo apenas de estímulos para ampliar e aperfeiçoar a produção”.

Para isso [a consolidação como referencial na produção de alimentos] se tornar viável, são necessárias algumas providências, “entre elas está a nossa Ceasa, a conclusão do frigorífico do peixe, o aparelhamento das associações Agrovargas, Agrovila Formosa, Agrosório, fortalecimento dos assentamentos e a construção da Casa do Mel em Dourados”, enumerou o vereador.

"Estou bastante confiante, pois a ministra Tereza Cristina me garantiu que na primeira oportunidade estará em Dourados, virá conhecer a Promel e daí discutiremos outras questões relacionadas ao fortalecimento da agricultura familiar", disse Madson.

Comentário

A professora Verônica Rivas Dias lança em Dourados, nesta sexta-feira (12), o livro que discorre sobre a Experiência de Quase Morte (EQM) e como ela superou a depressão, um câncer e um AVC (Acidente Vascular Cerebral). "O Caminho da Superação", título da obra produzida pela professora, terá noite de autógrafos no espaço Vento Pantaneiro e o lançamento em Dourados tem um significado especial, pois Verônica é nascida na cidade.

“O lançamento da obra nesta sexta-feira, depois de todo o doloroso processo por qual passou, marca seu renascimento para a vida na sua terra natal”, descreve o jornalista Elias Ferreira. O livro de Verônica relata a trajetória de sofrimento com a depressão e seu enfrentamento, citando as ferramentas que usou para vencer essa doença silenciosa que está matando pessoas em todo o mundo, principalmente por meio do suicídio.

Em função do espantoso avanço e falta de atenção à saúde mental, a depressão já é considerada a doença do século. Em MS, por exemplo, os casos mais recentes e de maior repercussão foram os suicídios de policiais militares, inclusive um oficial de alta patente. Outra profissão bastante afetada com a doença é o magistério, onde existem dados alarmantes sobre afastamentos do trabalho e até morte, nos casos mais graves.

O livro

"O Caminho da Superação" é publicação que retrata a trajetória vencedora da menina pobre que saiu do interior e escolheu o magistério como base profissional e, no ápice da carreira, enfrentou a maior batalha: a luta pela vida. Verônica Rivas Dias entrou em crise existencial depois que já estava bem estabelecida na vida. "Enfrentei momentos de depressão profunda, tive câncer de tireóide e AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico provocado pelo rompimento de um aneurisma cerebral. Tudo aconteceu de forma sequencial. Acredito que esses acontecimentos servirão de inspiração e motivação para que outras pessoas que estejam enfrentando momentos difíceis de saúde, possam superar e transformar suas vidas", pondera a autora.

A professora conta que escreveu o livro "O Caminho da Superação" para compartilhar sua trajetória de superação pessoal e profissional, que teria sido trágica se não tivesse tido imensa garra e fé para sobrepujar. "O objetivo maior desta obra é ajudar outras pessoas a refletirem sobre o sentido da vida, pois compreendi que a minha história poderá servir de inspiração e exemplo para que elas também transformem suas vidas, dando-lhes esperança de que a força para superarmos os momentos de dor, podem ser encontradas na mente", diz a professora.

O endereço do Vento Pantaneiro, local onde será lançado o livro às 19h30, é rua Hilda Bergo Duarte, 702, no centro de Dourados. Siga na rede social:

https://www.facebook.com/veronica.rivasdias

Comentário

O vereador Marcelo Mourão (PRP) está empenhado na luta para que o Instituto Fuziy tenha uma horta orgânica. Autor da Lei 3.987/2016, que declarou o Instituto Corpal (atual Fuziy) como entidade de utilidade pública municipal, ele se reuniu nesta quinta-feira (11) com o secretário interino de Agricultura Familiar, Junior Bittencourt, solicitando total atenção para que seja firmada uma parceria para viabilizar o projeto.

O secretário informou que, conforme pedido anteriormente, uma equipe coordenada pelo engenheiro agrônomo José Joaquim de Souza visitou a área de 1.000 metros destinada pelo Instituto para a horta, coletando amostras de solo para análise. Preliminarmente, consideram que o local é viável para a implementação do projeto.

Segundo José Joaquim, é possível fazer um termo de responsabilidade entre a Prefeitura e o Instituto. O papel da Secretaria de Agricultura Familiar será de orientação técnica, preparar os equipamentos e os canteiros, orientar como fazer compostagem e acompanhar a primeira produção. Outra medida é plantar cana na área para fazer a contenção da terra e colocar um viveiro para que o próprio Instituto possa produzir suas sementes, sendo autossuficiente. Além disso, por meio de palestras, orientar a comunidade a respeito da alimentação saudável e reproduzir a cultura de as pessoas fazerem hortas em suas casas.

Marcelo Mourão agradeceu a atenção que a equipe da Secretaria municipal de Agricultura Familiar está dando a esta solicitação do seu mandato. “Estou trabalhando como vereador para que essa horta orgânica seja uma realidade. Sou um defensor ferrenho do trabalho realizado pelo terceiro setor. O Instituto Fuziy é seríssimo tem um trabalho fundamental em acolhimento e cuidado às pessoas. Penso que a horta tem tudo para ser uma realidade, tanto o município quanto a entidade; então trabalhamos juntos para que isso aconteça”, afirmou Marcelo.

Comentário

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) e os 74 Sindicatos municipais da categoria emitiram nota agradecendo aos deputados estaduais Marçal Filho (PSDB), Capitão Contar (PSL), Pedro Kemp (PT) e Rinaldo Modesto (PSDB) que mantiveram o voto da sessão anterior e também Antonio Vaz (PRB), Onevan de Matos (PSDB) e Lucas de Lima (SOLID) que votaram contra o “Projeto Nefasto do governador Reinaldo Azambuja “Projeto de Lei Complementar 9/2019” que alterou o Estatuto do Magistério Estadual, por 14 votos a 7.

A mudança provoca uma série de prejuízos aos profissionais em Educação, como redução no salário dos professores convocados, alteração na atribuição de aulas complementares, no Piso Salarial, no mandato classista e demais condições da carreira do magistério.

O presidente da Fetems, professor Jaime Teixeira, reforçou em vídeo que a Fetems vai encampar a luta jurídica até no STF (Supremo Tribunal Federal) contra este Projeto de Lei. "Nós, trabalhadores(as) em Educação, não vamos admitir que no Mato Grosso do Sul tenhamos dois tipos de professores: Professor(a) de primeira classe efetivo e Professor(a) de segunda classe concursado, isso é contra a Constituição Federal” afirmou o professor Jaime.

Votaram contra os(as) Professores(as): Barbosinha (DEM), Coronel David (PSL), Eduardo Rocha (MDB), Evander Vendramini (PP), Felipe Orro (PSDB), Gerson Claro (PP), Herculano Borges (SD), Jamilson Name (PDT), João Henrique (PL), Londres Machado (PSD), Márcio Fernandes (MDB), Neno Razuk (PTB), Renato Câmara (MDB) e Zé Teixeira (DEM).

Cabo Almi (PT) que votou contra o projeto em primeira votação, não chegou a tempo da votação, ele alegou que teve agenda em seu bairro e sofreu com engarrafamento no Macro Anel da cidade, ele requisitou a revisão do voto para a mesa e não foi atendido.

Lídio Lopes (Patri), votou a favor do projeto em primeira votação, ele estava na sessão desta quinta-feira (11), mas se ausentou da votação. O presidente da Casa, deputado Paulo Correa (PSDB), não vota.

Comentário

A Banda Lira Douradense, que estava com as atividades paralisadas, está sendo reativada pela Prefeitura de Dourados, por meio da Semc (Secretaria municipal de Cultura), a anunciou nesta quarta-feira (9) o secretário interino de Cultura, Weslei Queiroz, após reunião com o maestro Levi, da banda do Exército e a prefeita Delia Razuk.

Incentivadora da arte e cultura, Délia Razuk disse que a Prefeitura vai se empenhar para oferecer todo o suporte necessário à reativação da banda Lira. “O que depender de nós para que a banda volte a se apresentar e levar a arte musical para nossa população, sem dúvida alguma será feito; o que não podemos é deixar uma banda que faz parte da história da nossa cidade continuar parada, sem mostrar a arte musical para todos”, disse a prefeita.

“Gostaria inclusive que vocês reunissem os músicos e preparassem uma bela apresentação já para a programação do Natal Para Todos e do aniversário da cidade”, solicitou a prefeita de Dourados ao confirmar que o Município tem interesse em dar prosseguimento ao trabalho da banda, criada em 1974, por lei municipal.

O secretário de Cultura Weslei Queiroz informou que o município está viabilizando a inauguração da “Casa das Artes”, no Parque dos Ipês, para que a banda ofereça aulas de música e possa também fazer os seus ensaios. Além de disponibilizar um espaço com condições para a prática da arte musical, o município também irá avaliar as condições dos instrumentos e uniformes que eram utilizados pelo grupo. Se for preciso, novos instrumentos serão adquiridos.

“A Banda Lira Douradense é uma demonstração viva de nossa cultura e isso precisa ser valorizado”, ressaltou Weslei Queiroz. Contente e emocionado com a decisão da prefeita Délia, em retomar as atividades da banda, o maestro Levi disse que vai tentar reunir o quanto antes os integrantes da Lira Douradense para que voltem aos ensaios.

A banda é formada por pessoas da sociedade civil que atuam voluntariamente. Considerada em 1979 como de utilidade pública, a banda chegou a ter 23 músicos e 15 alunos inscritos nas aulas de teoria musical, que eram ministradas gratuitamente. A Lira Douradense chegou a ser a campeã nacional, na década de 80, do Concurso de Bandas e Fanfarras na categoria banda musical.

A banda teve suas atividades paralisadas e, em 2010, foi reativada pela então prefeita interina Délia Razuk. “Estamos muito contentes com a decisão da prefeita em prosseguir com este projeto, a banda é um incentivo cultural à sociedade, às crianças. Este era um sonho que para nós nunca morreu e que agora a prefeita nos dá a satisfação de que vamos ver novamente a sua realização”, afirmou o maestro Levi.

Comentário

A Polícia Civil de Ponta Porã identificou o corpo de jovem encontrado executado após sofrer tortura e abandonado sem vida em uma estrada vicinal próximo da fronteira com o Mato Grosso do Sul. O brasileiro Samuel Mesquita de Oliveira, de 28 anos, do município de Altamira (PA), foi encontrado executado no final da tarde de segunda-feira (8) na estrada entre a colônia República e o bairro Industrial de Pedro Juan Caballero.

Populares visualizaram o corpo do jovem executado com três disparos de arma de fogo, possivelmente pistola do calibre 9mm. O corpo dele estava amarrado nos pés e mãos e a boca com uma mordaça. O homem usando uma camiseta preta e calça jeans da cor preta com chinelo nos pés, e o corpo estava jogado no meio ao lixo às margens da estrada.

Agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica realizaram os procedimentos no local, e, com o apoio da promotora de justiça Liz Nadine Portillo e do médico legista Cesar Gonzalez, encontraram no bolso da calça da vítima duas munições do calibre 9mm e encaminharam o corpo ao IML, onde familiares identificaram pelas imagens postadas nas notícias dos meios de comunicação local. A Polícia ainda não tem pista sobre a motivação da execução desse crime.

Comentário

Uma equipe da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores Públicos de MS) está realizando, desde segunda-feira (8), coletas de sangue para alguns exames e fazendo a medição corporal do efetivo da PM (Polícia Militar) em Dourados, visando identificar, segundo nota da assessoria de comunicação do 3º. Batalhão, “doenças de forma preventiva e proporcionar uma melhor qualidade de vida aos nossos profissionais”.

A iniciativa, segundo a nota distribuída via WhatsApp, foi tomada pelo comandante da PM no Município, tenente coronel Carlos Silva, como “ação preventiva de saúde física e emocional ao nosso efetivo”.

Na segunda-feira, durante desentendimento em uma disputa de poltronas na matiné do cinema do shopping Avenida Center, no centro da cidade, um homem foi morto com disparos de arma de fogo que era utilizada no espaço de entretenimento por um policial militar lotado na Polícia Ambiental de Dourados

“Hoje fizemos uma palestra motivacional muito produtiva, onde o efetivo presente pode confrontar algumas relações emocionais (boas e ruins), que ocorrem no exercício da nossa profissão”, relata o assessor da PM.

O comandante abriu a palestra que seguiu com o motivacional realizado pelo sargento Alexandro Marcos e finalizando com o cabo e pastor Rodney que realizou o aconselhamento religioso e emocional aos participantes, dia a nota do WhatsApp.

Arma ilegal

Na tarde desta quarta-feira (10), o juiz Eguiliell Ricardo da Silva, da 3ª. Vara Criminal, negou pedido da defesa do policial que queria permanecer recolhido ao quartel da PMA e sustentou a tese de que a prisão em flagrante fosse transformada em preventiva, “para resguardar a ordem pública e para conveniência da instrução penal”. Para o juiz douradense, “o delito [no shopping] teria sido perpetrado dentro de uma sala de cinema lotada de pessoas, no período vespertino, em uma sessão de filme destinado ao público jovem e em período de férias escolares, causando enorme tumulto, correria e clamor social, o que evidencia a gravidade concreta da conduta imputada, na medida em que a ação pode ter colocado em risco a vida de várias pessoas”.

Já o promotor Luiz Eduardo Sant’anna Pinheiro chamou a atenção para o fato de que o policial militar não estava no exercício de suas funções e ainda com uma arma ilegal. “O crime foi praticado na presença de todos os ocupantes da sala de cinema, muitos deles, crianças de tenra idade, colocando em risco a população ali existente e gerando pânico a todos, que estavam em um ambiente escuro, sem visibilidade. A vítima estava desarmada. A arma de fogo que o representado portava – uso restrito – não possuía registro, portanto, ilegal”, afirmou o promotor, conforme repercutiu o site Campo Grande News.

A nota da assessoria do Comando da PM conclui dizendo que “cuidar do nosso bem mais valioso, que é o nosso profissional, é uma das maiores prioridades da atual gestão do 3º. BPM”.

Comentário

Página 4 de 1368

Brasileirão - Rodada

Classificação

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus