Timber by EMSIEN-3 LTD
  • CORONA3
  • Dnews Whats
  • 10 anos
  • 10 anos1
Redação Douranews

Redação Douranews

Cristóbal Rojas Vallejos, conhecido como ‘Nenê’, que estava desaparecido desde a tarde desta terça-feira (15) quando foi levado por homens armados enquanto visitava o túmulo do filho dele que também foi assassinado a alguns anos, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (16) no cemitério da cidade de Salto del Guairá, no departamento de Canindeyú, na fronteira com Mundo Novo, em Mato Grosso do Sul.

Com vários ferimentos provocados por uma arma de fogo e com sinais de tortura, o corpo do enpresário estava jogado na rodovia PY 03 ao lado de uma mata e tinha marcas de algemas nas mãos e indícios de que a vítima tentou se defender das agressões que sofreu. O carro dele, uma caminhonete Hilux de cor branca, tinha sido encontrada pouco antes abandonado às margens do rio Paraná.

Rojas era dono de uma rede lojas, entre elas o shopping Queen Anne em Salto, de acordo com informações publicadas pelo site Ponta Porã News. A rádio Sucesso FM, de Salto del Guairá, acrescentou que Vallejos era um dos principais acionistas da casa de câmbio Zafra, invadida por conexões com lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

De acordo com a Polícia, o empresário vinha sofrendo ameaças mas não há informações se ele chegou a denunciar alguém para as autoridades paraguaias.

Comentário

Quarta, 16 Setembro 2020 10:45

MS tem 16 novos óbitos pelo coronavírus

Vírus da Covid-1i9 já matou 1.122 pessoas em Mato Grosso do Sul, somando os 16 novos casos registrados nas últimas 24 horas, conforme o mais recente boletim epidemiológico divulgado na live ao vivo pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende e a adjunta Cristine Maaymone. 242.800 casos já foram notificados no Estado e, desses, 60.963 confirmados para a doença.

Entre a terça (15) e esta quarta-feira (16), foram registrados 666 novos casos, com as 16 mortes confirmadas no boletim da Secretaria estadual de Saúde. Do total de casos confirmados, 54.371 são formados por doentes recuperados e que agora convalescem em casa.

Campo Grande, com 229 e Dourados, com 71 casos, continuam despontando como os principais focos da Covid-19. Dos novos óbitos notificados, oito ocorreram apenas na capital do Estado. A taxa de ocupação hospitalar registra 474 casos de internação, sendo 217 ocupando leitos de UTI em todo o Mato Grosso do Sul. Em Dourados, 54% dos leitos estão ocupados.

Comentário

Mato Grosso do Sul recebeu R$ 3,8 milhões do Governo Federal para ampliar as ações de combate aos incêndios florestais que atingem os biomas Pantanal, Cerrado e Mata Atlântica. Os recursos foram liberados nesta terça-feira (15) pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, em agenda com o governador Reinaldo Azambuja em Campo Grande.

“O dinheiro será utilizado em contratação de horas de voo e na compra de combustíveis e equipamentos que vão dar aos brigadistas condições de enfrentar os incêndios que acometem o Estado”, explicou o ministro. A destinação do recurso consta em plano de operações aprovado pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Com o apoio financeiro, o trabalho de combate às chamas que já vinha sendo realizado há mais de 90 dias no Pantanal será estendido para os biomas da Mata Atlântica e do Cerrado, em especial no Parque Estadual das Nascentes do Taquari, no município de Alcinópolis, que enfrenta situação crítica e já teve 50% de sua área consumida pelo fogo.

Comentário

As obras de construção, com ajustes à estrutura original e revitalização do prédio da Guarda Mirim de Dourados, começam a ganhar novo formato na área que a entidade recebeu, por comodato de 20 anos, do ex-prefeito Murilo Zauith, e onde a atual diretoria começou a aplicar os recursos da ordem de R$ 305.123,47 destinados pelo Governo do Estado por meio da emenda parlamentar proposta pelo deputado Barbosinha na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Nesta semana, o presidente licenciado João Frazão esteve no local, acompanhando com alguns pais e moradores da região do João Paulo II, o estágio dos trabalhos. “Aqui virou um verdadeiro canteiro de obras, com operários e carros das empresas que comercializam material de construção, e chegada da estrutura necessária, tá bonito de ver”, festejou o dirigente, ao compartilhar esse momento com demais membros da diretoria da Guarda Mirim pelas redes sociais.

Comentário

O deputado Herculano Borges (Solidariedade) é autor do Projeto de Lei 174/2020, apresentado na sessão desta terça-feira (15), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, para definir diretrizes sobre a Política Pública “Menstruação Sem Tabu”. O propósito é de conscientização sobre a menstruação e a universalização do acesso a absorventes higiênicos no Estado.

O objetivo, conforme a justificativa do parlamentar, é regular e abordar o assunto da menstruação de forma mais ampla, a fim de definir uma política pública relacionada ao tema. O deputado ainda frisou duas questões: “o tabu em torno da menstruação e a dificuldade à universalização do acesso aos absorventes higiênicos por grande parte da população por diversos fatores, sendo o principal deles, seu alto custo ao consumidor final” e, ainda, um terceiro ponto, “a garantia do acesso à saúde”.

“Menstruação não deve ser um assunto a ser evitado. Toda mulher saudável, que não está grávida e nem amamentando, menstrua. Vergonha, nojo, mitos e superstições ainda são comuns quando o assunto é o ciclo menstrual”, alertou o deputado em sua justificativa. (Da assessoria)

Comentário

O distrito de Itahum, distante quase 100 Km da área urbana do município, deve ser a primeira parada do ônibus adaptado para funcionar como Cras (Centro de Referência da Assistência Social) Volante, veículo adquirido pela Prefeitura de Dourados, com recursos da ordem de R$ 536 mil, do Fundo Municipal de Investimento Social, e apresentado nesta terça-feira (15) pela secretária de Assistência Social, Fátima Libório.

Pela manhã, o veículo ficou estacionado em frente ao prédio do CAM (Centro Administrativo Municipal), onde funcionam a maioria das repartições do Município e o gabinete da prefeita Délia Razuk, que acompanhou a visitação, juntamente com servidores da pasta da Assistência Social. “Agora vamos levar a assistência bem perto das pessoas, principalmente daquelas que ficam mais distantes dos Cras”, disse a prefeita.

A secretária Fátima Libório explicou, juntamente com a diretora de Proteção Social Básica, Keli Pretti, que o ônibus é equipado com sala de atendimento, computador e impressora, internet e ainda dispõe de dispositivos para funcionar na eletricidade onde permanecer estacionado para atendimento. “É mais um suporte às famílias, sobretudo o segmento mais exposto à vulnerabilidade social”, define a secretária Fátima.

Em Dourados, funcionam cinco Cras, com capacidade de atendimento médio de 5.000 famílias cada, além de duas unidades fora do perímetro urbano: em Vila Vargas e na Reserva Indígena.

Comentário

- Quando o desconhecimento supera o compromisso -

"Primeiramente, gostaria de cumprimentar servidora que participou da live “Território Vivo, Políticas Públicas Intersetorialidades. Conhecer para Integrar”, realizada no dia 10 de setembro como parte de um projeto de pré-campanha eleitoral e dizer que, toda informação é válida, quando se tem a dimensão do que ela pode ou vai produzir.

No caso específico, é preciso lembrar que o diagnóstico consolidado no ano 2016, versão final, vem sendo utilizado pela atual gestão da Secretaria Municipal de Assistência Social de Dourados/MS para vários fins, tais como: Relatório Mensal de Atendimento, público de referência, plano plurianual e outros trabalhos pertinentes à pasta.

Por isso, a informação repassada na live do dia 10/09/2020 pode não ter contribuído para ajudar a campanha do Professor João Carlos, no PT, como se pretendia. Pessoas renomadas, e pelas quais tenho muito respeito, que participaram da live, certamente também gostariam de merecer o respeito pelo que fazem, da mesma forma que eu como minha equipe, incluindo professores e profissionais que auxiliaram na construção do diagnóstico, não apreciariam ser chamados de ‘esquizofrênicos’. Ainda mais considerando o trabalho árduo, diante de uma pandemia e que antes vinha se reerguendo de um ano atípico sem o repasse federal.

Causa indignação, muito mais o desconhecimento e a forma descompromissada de querer fazer política eleitoral, como ficou demonstrado, pois os profissionais que hoje estão a frente desta Secretaria são qualificados e visam o melhor para o beneficiário da política de assistência social.

Lives são manifestações abertas onde todos podem participar e expressar suas opiniões, desde que digam a verdade e busquem a fonte antes de repassar ao público. Nesse sentido, as portas da SEMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) bem como todas as diretorias estão abertas para dialogar e discutir as políticas públicas de forma imparcial, visando o bem maior que é a pessoa que dela necessita. Não cabe comparar quem está certo ou errado, mas quem pode contribuir para ampliar o conhecimento e a divulgação da Assistência Social em nossa cidade".

Maria Fátima Alencar – Secretária municipal de Assistência Social

Comentário

O partido Cidadania realizou convenção na noite desta terça-feira (15) em Dourados e homologou apoio à candidatura do vereador Alan Guedes (PP) na disputa da Prefeitura. A legenda, que tem como principal liderança em Dourados o atual vice-prefeito Marisvaldo Zeuli, decidiu abrir mão do projeto de candidatura própria para apoiar a candidatura de Alan nas eleições de 15 de novembro.

Além de ratificar o apoio ao nome de Alan Guedes, o Cidadania definiu 13 candidatos à Câmara de Vereadores. Pecuarista e empresário, Marisvaldo Zeuli rompeu com a atual administração municipal ainda no primeiro ano da atual gestão, por não concordar com a condução do mandato da prefeita Délia Razuk.

O candidato do PP à prefeitura, Alan Guedes esteve presente na convenção e agradeceu ao apoio do Cidadania ao projeto para recolocar Dourados nos trilhos do desenvolvimento e da austeridade administrativa. Além do Cidadania, o candidato do Progressistas também já recebeu apoio do PL (Parido Liberal), que indicou como candidato a vice-prefeito o médico Carlos Augusto Moreira, o doutor Guto. Ele acompanhou Alan Guedes na convenção do Cidadania, nesta terça à noite.

Nascido em Dourados, Guto é especializado em cirurgia plástica e casado com a anestesista Dulce Moreira. Durante quase nove meses, em 2017, foi secretário-adjunto de Saúde na cidade e deixou o cargo para se dedicar a compromissos profissionais. O PL é o ex-partido da prefeita, que se filiou ao PTB a convite do filho Neno e do ex-senador Delcídio do Amaral, mas não teve o registro partidário homologado no Tribunal Eleitoral para essas eleições.

Apesar do curto período, o médico afirma ter adquirido experiência em saúde pública diante do trabalho técnico e administrativo que desempenhou. A indicação será homologada na convenção do PL, marcada para esta quarta-feira (16), último dia do prazo permitido pela Lei Eleitoral. Escolha pessoal de Alan Guedes, o candidato a vice-prefeito da chapa é amigo de infância do atual presidente da Câmara. Os dois são jovens: Alan tem 34 anos e Guto, 37.

Último prazo

No último dia previsto para o fechamento das decisões interpartidárias, o PSD, PSB, PTB, PSL, PMN, PV e Podemos também realizam convenções nesta quarta-feira (16) e, desses, além do Podemos, PV e PTB que devem deliberar pelo lançamento de chapas de candidatos a vereador e aprovar coligações em torno dos projetos do deputado Barbosinha, no DEM e Alan Guedes, do PP, postulantes ao cargo de prefeito, o PSD e o PSB anunciaram, na véspera do prazo final, nesta terça (15), que os até então pré-candidatos Daniela Hall e Davi Infante Vieira optaram por não participar da eleição de prefeito neste ano. A tendência das duas legendas também é de firmar aliança em torno do Democratas.

Comentário

O ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni, confirmou a elaboração de protocolos sanitários e comerciais com o governo brasileiro para a reabertura da fronteira e também do comercio entre os dois países.

O documento está em fase final e será analisado por outras agências, explicou o ministro. Mazzoleni disse que o protocolo sanitário propõe a liberação de espaços de fronteira para o comércio para que as pessoas façam suas compras nos dois países. Isso seria permitido após um censo especial e a aplicação de sistemas de controle de tecnologia com a supervisão da Direção Nacional de Migração.

Além disso, Mazzoleni indicou que nenhuma pessoa com teste positivo para Covid em um período de 14 dias poderá entrar em território paraguaio, o que implica que isso seria recíproco no sentido de que comerciantes brasileiros também não poderão entrar no Paraguai.

O ministro da Saúde indicou que isso faz parte da intenção de reativar o turismo de compras com o país vizinho, bastante comprometido desde o fechamento da fronteira em março passado. Outros detalhes ainda são desconhecidos, embora o ministro tenha dito que o presidente Mário Abdo quer uma definição o quanto antes.

A ministra da Indústria e Comércio, Liz Cramer, anunciou também que as autoridades paraguaias e brasileiras assinarão o memorando de entendimento para a implantação de centros logísticos de fronteira, com o objetivo de reativar o comércio. O novo acordo permitirá que os brasileiros façam compras on-line em negócios na fronteira com o Paraguai de até US$ 500 sem impostos, valor limite estabelecido pelo Mercosul em acordos anteriores sobre turismo ou regime de bagagem.

Os itens comprados seriam retirados nesses centros de logística. Segundo a ministra paraguaia, além de Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã, o acordo inclui comércios de Ciudad del Este, Salto del Guairá, cidade a 20 km de Mundo Novo, também no Mato Grosso do Sul e Encarnación, no Paraguai.

Comentário

Em ação conjunta com a Universidade Federal da Grande Dourados e com a Escola Judiciária Eleitoral (do TRE-MS), a Escola Superior do MP (Ministério Público) de Mato Grosso do Sul vai realizar curso de capacitação voltado exclusivamente para pré-candidatos às eleições municipais de 2020. As inscrições podem ser realizadas até o dia 20 de setembro e as vagas são limitadas.

Veja onde se inscrever

A capacitação visa preparar os pré-candidatos e pré-candidatas ao pleito eleitoral de 2020, propiciando-lhes conhecimentos sobre as regras eleitorais, em especial frente às novas exigências impostas pela Covid-19, para que procedam à arrecadação de recursos e desenvolvam suas campanhas com segurança, evitando práticas ilegais que possam comprometer suas candidaturas.

O curso será dividido em três etapas: práticas pré-eleitoral, eleitoral e pós-eleitoral, de modo a apresentar uma noção geral do rito e das práticas eleitorais que devem ser adotadas durante o período que se inicia com a pré-campanha e que finaliza após o pleito eleitoral com as prestações de contas. No intuito de garantir acesso ao máximo possível de pré-candidatos e de pré-candidatas, as aulas expositivas serão ministradas ao longo de um dia, em linguagem direta e objetiva, de forma remota, por meio da plataforma do Google Meet, possibilitando-se o debate e interação entre participantes e professores.

Os professores possuem vasta experiência na área eleitoral e poderão orientar os participantes sobre as práticas eleitorais lícitas. O professor Moisés Casarotto é Promotor de Justiça, Coordenador Estadual do Núcleo Eleitoral do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul; o Professor Marcos Rafael Coelho é Assessor Jurídico dos Desembargadores Eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Mato Grosso do Sul e o Professor Tiago Botelho é Coordenador e Professor do Curso de Direito da UFGD.

Conteúdo

Noções de Direito Eleitoral. Atos de pré-campanha e propaganda antecipada ilícita. Propaganda eleitoral permitida e proibida. Propaganda eleitoral na internet. Fake news. Horário eleitoral gratuito no Rádio e TV. Direito de Resposta. Condutas vedadas aos agentes públicos em campanha. Convenções partidárias e registro de candidatura. Início e forma de arrecadação de recursos financeiros. Gastos eleitorais permitidos. Mudanças eleitorais em razão da pandemia de covid-19. Vedação de compra de votos e consequências. Permissões e vedações no dia da eleição. Crimes Eleitorais.

Comentário

Página 10 de 1745

Brasileirão - Rodada

Classificação

ENTREVISTA

  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis