Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Aproximadamente 60 pessoas foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia e 17 veículos foram apreendidos, entre motos e carros e até um caminhão tanque que era usado como palco de dança, depois de flagrados entre eles 16 adolescentes em mais uma das ‘festas da covid’ organizadas clandestinamente em Dourados, em flagrante desobediências às normas de saúde estabelecidas para conter a pandemia da Covid-19.

Após vários vídeos circularem nas redes sociais mostrando a realização clandestinas das 'festinhas de rua’, com dezenas de pessoas colocando em risco a vida das pessoas em meio à pandemia da Covid-19, veículos realizando manobras perigosas e desafiando as autoridades públicas, uma "Força Tarefa" realizada com a participação da Guarda Municipal, Polícias Militar e Civil, Agetran, fiscais do Juizado da Infância, Conselho Tutelar e da Procuradoria do Município, entrou em ação para impedir as aglomerações sejam nas ruas ou nos comércios durante o feriadão na operação "Carnaval sem Covid19".

A noite desta sexta-feira (12) foi movimentada no sentido de tentar inibir essas irregularidades, com rondas de fiscalização no comércio e outros locais que descumpriam as medidas sanitárias e o toque de recolher.

tanque festa

Até caminhão tanque caiu na festa e foi parar no pátio do Detran na madrugada

Mas foi durante a madrugada deste sábado (13) que as equipes da Força Tarefa flagraram e colocaram fim à "Festa de Rua" com a prisão de dezenas de pessoas e veículos, que descumpriam as medidas sanitárias, estando aglomeradas ingerindo bebida alcoólica na via pública, escutando som em elevada altura perturbando o sossego público e até mesmo alguns veículos realizavam manobras perigosas.

As equipes interromperam ‘festinha da covid’ que acontecia por volta das 3 horas desta madrugada na região do bairro Monte Sião. O evento clandestino, apesar de realizado na rua, gerava perigo de contaminação das pessoas pela Covid-19, e a perturbação do sossego público denunciada por moradores do local mobilizou a Força Tarefa.

Com a chegada da Guarda Municipal, Polícia Militar, Fiscais do Juizado da Infância, da Agetran e do Conselho Tutelar, várias pessoas que participaram do evento tantaram fugir correndo pelo matagal, ou com veículos em alta velocidade pelas vias públicas.

Dezenas de pessoas e até adolescente foram abordados, dezenas de veículos que estavam no local também foram checados. Durante a abordagem foram encontradas várias garrafas de bebida e muita sujeira provocada pelos participantes na rua, além de veículos em situação irregular. Todos foram presos e encaminhados para a Depac (a Delegacia de Polícia Comunitária) e os veículos irregulares apreendidos foram recolhidos ao pátio do Detran.

Continua

Visando impedir as aglomerações e os descumprimentos das medidas sanitárias as ações de fiscalização da Forca Tarefa irão continuar por todo feriado de carnaval e ações necessárias como essas serão realidade em prol da sociedade e da redução da propagação da pandemia da Covid-19 que tem ceifados vidas, relata o Subcomandante José Rubens, da Guarda Municipal de Dourados.

Comentário

A partir deste mês (fevereiro de 2021), A aplicação das doses do Palivizumabe, medicamento indicado aos bebês prematuros que necessitam desse tratamento para prevenir doenças respiratórias provocadas pelo vírus sincicial respiratório (VSR), passa a ser feita, a partir deste mês, na PAI (Policlínica de Atendimento Infantil) de Dourados. O atendimento deste mês está agendado para os dias 22 e 26, no horário das 12 às 18 horas.

Desde 2014, por força de uma Portaria da Secretaria estadual de Saúde, o HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados é o responsável pela oferta e administração dessa medicação, pelo fato de que o Município, à época, não dispunha de estrutura adequada para o atendimento específico do público infantil.

A PAI está localizada na rua Frei Antônio, 1706, no bairro Terra Roxa (ao lado da UPA). Para o atendimento, é necessário apresentar o encaminhamento e toda a documentação, inclusive o laudo para solicitação do Palivizumabe. A administração do remédio não requer ambiente hospitalar, embora demande acompanhamento médico, acrescenta o informe do HU. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3410-3075, com as enfermeiras Rosana ou Suelen, na PAI.

Comentário

Durante a terceira sessão ordinária, realizada nesta sexta-feira (12), a Câmara de Dourados aprovou, em primeira votação, o projeto de lei complementar, de autoria do Poder Executivo, que altera dispositivos na Lei complementar 329 de 18 de abril de 2017, relativo a estruturação organizacional da Prefeitura de Dourados.

A proposta, que ainda precisa ser apreciada em segunda votação para seguir para a sanção do prefeito Alan Guedes (PP), altera o artigo 47 da Lei Complementar, descentralizando os processos licitatórios, atualmente executados pela Secretária de Fazenda. Com a mudança na legislação, parte dos procedimentos licitatórios vão passar a ser feitos na competência da Secretária municipal de Administração, como já ocorre em outros organismos da gestão pública.

Também em primeira votação, foram aprovados os dois projetos de autoria do vereador Mauricio Lemes (PSB), que tratam da mudança de nomes de ruas e o do vereador Fábio Luís (Republicanos), que institui o Programa ‘Cidade Verde’ no município. E, por fim, o Projeto de Lei apresentado pela vereadora Lia Nogueira (PP), que inclui no Calendário Oficial do Município, a Semana de Prevenção de Acidentes do Trabalho na Construção Civil. (Com assessoria)

Comentário

O empresário Paulo Skaf, presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) distribuiu nota no começo da noite desta sexta-feira (12), lamentando o falecimento do ex-governador de São Paulo, Paulo Egydio Martins.

“Empresário e homem de longa trajetória na vida pública, destacou-se por transformar a infraestrutura do estado de São Paulo, com modernas rodovias que viraram referência no Brasil, e também por obras fundamentais como o Instituto do Coração (Incor), o Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Estadual Paulista (Unesp)”, desta Skaf.

De acordo com o dirigente classista, o legado de Paulo Egydio para o estado e o para o país “é incontestável”.

Comentário

O vereador Fabio Luís (Republicanos) encaminhou ao Poder Executivo uma indicação de investimentos no Hospital da Vida, principal unidade de urgência e emergência da macrorregião de Dourados. O local, que é porta-aberta para o SUS (Sistema Único de Saúde), apresenta estrutura precária que expõe pacientes e servidores a risco iminente de acidentes estruturais e proliferação de infecções e insetos.

Logo após a posse em janeiro deste ano, o parlamentar visitou o HV e constatou um cenário de abandono. “É evidente a ausência do Poder Público a cada corredor, sala ou setor que a gente vai adentrando no Hospital da Vida”, afirmou. A indicação do republicano, apresentada na sessão ordinária da Câmara no dia 8 de fevereiro, pede reforma na estrutura física para melhoria do atendimento, aquisição de insumos hospitalares e o controle efetivo dos estoques da unidade.

Durante a visita ao HV, Fabio ouviu relatos de servidores que demonstram alguns pontos de atenção para a administração municipal, tais como: reforma de paredes, pisos, tetos, portas e batentes que, prejudicadas por infiltrações e ausência de manutenção, tem exposto pacientes e servidores ao risco de infecções por fungos e bactérias.

Outro ponto importante é a reestruturação da rede elétrica, evidentemente deficitária, e dos hidrosanitários. “É inaceitável que servidores e usuários utilizem um banheiro sem qualquer condição de dignidade humana. Isso jamais seria plausível em uma unidade particular, porque toleramos dessa forma o abandono das nossas unidades públicas?”, questionou o vereador.

Em imagens coletadas durante a diligência na unidade hospitalar, Fabio ainda registrou fotos e vídeos de móveis e entulhos acumulados em áreas externas, facilitando o surgimento de insetos e agentes transmissores de doenças. Durante a sessão do dia 8, Fabio Luís fez questão de ressaltar a relação entre a crise financeira da Funsaud diante de um cenário tão precário do Hospital da Vida. A Fundação dos Serviços de Saúde é responsável por gerir a unidade e a UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

“Se ainda tivéssemos um serviço de qualidade, uma estrutura acolhedora e bem cuidada, mas não. Não temos. Não faz sentido a Funsaud ter um rombo de R$ 70 milhões, sem ter ao menos um fornecimento adequado em assistência de saúde”, concluiu. (Da assessoria)

Comentário

O vereador Cemar Arnal (Solidariedade) protocolou indicação na Câmara endereçado ao prefeito Alan Guedes (PP) e à Secretaria de Serviços Urbanos, pedindo providências em relação ao estado de abandono em que encontra-se o Parque Rego D’Água. “Em visita ao local nessa terça-feira (9), pude verificar que o Parque apresenta situação de completo abandono e tomado pela vegetação, necessitando de limpeza em toda sua extensão”, disse Cemar Arnal.

“Falei com o prefeito Alan Guedes e ele garantiu que entrará com equipes de operários para promover limpeza geral e retirada de entulhos, para em seguida reformar banheiros e prédios administrativos do Parque”, apontou. Segundo o parlamentar, o desafio é grande, mas ele acredita numa saída sensata para que a comunidade possa usufruir novamente das opções que o local oferece como quadras de vôlei e de área, camping e o contato direto com natureza. “Todos nós somos responsáveis pela preservação do meio ambiente”,

LEONIDAS ALÉM

Em agenda já definida, Cemar Arnal estará com Madson Valente, gerente regional da Sanesul, logo após o feriado de carnaval, buscado a solução de duas demandas. Uma diz respeito à ligação da rede de esgoto no final da Rua Silodonio Verão, antiga ua W-14 até o Parque Rego D’Água e outra é intervenção ao longo da Rua Leônidas Além, no Jardim Água Boa.

Recentemente o parlamente atendendo apelo de um dos moradores buscou melhorias para algumas vias, sobretudo entre as antigas W-2 e W-3. Além de limpeza e retirada de entulhos os moradores reclamam de mau cheiro causado por lixos, dejetos e carcaças de animais diversos deixados por irresponsáveis de outros bairros, numa total afronta aos moradores e muito mais ainda contra meio ambiente. (Da assessoria)

Comentário

O vereador Mauricio Lemes (PSB) encaminhou indicação durante a sessão de segunda-feira (8), na Câmara de Dourados, solicitando ao Executivo a criação de um Fundo Municipal, com os recursos financeiros destinados ao CCZ (Centro de Controle de Zooneses). O documento foi encaminhado ao prefeito Alan Guedes (PP) e as secretários municipais Henrique Sartori (Governo), Frederico Weissinger (Saúde) e à diretora do CCZ, Rosana Alexandra.

Mauricio sugere que parte dos valores das multas aplicadas pelo CCZ sejam revertidas para o órgão, como forma de auxiliar na infraestrutura, manutenção de veículos, insumos e compra de rações para os animais, e ainda na construção do centro cirúrgico para atender os animais de pequeno porte.

O vereador ressalta que muitas vezes os servidores encontram dificuldade para cumprir suas atividades, relativo aos serviços de atendimento em combate a endemias, controle populacional de animais vítimas de maus tratos e resgate dos mesmos. “Sabemos que, frequentemente a sociedade tem realizado doações de ração, dentre outros. Com a existência do Fundo Municipal, resolveria essas demandas dentro das normas legais”, justificou.

As ações do vereador Mauricio sempre voltadas a causa animal. Como exemplo, no mandato anterior ele solicitou a construção de um novo abrigo em anexo ao CCZ destinado aos animas em situação de ruas ou maltratados, tendo em vista que a única área existente no local já não comporta os inúmeros animais que são resgatados diariamente. (Da assessoria)

Comentário

Sexta, 12 Fevereiro 2021 14:56

Edital Assembleia Geral Extraordinária

Sinepe MS

SINEPE/MS – BASE SINTRAE/SUL
EDITAL DE CONVOCAÇÃO
ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

A Presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Mato Grosso do Sul, no uso de suas atribuições, convoca e convida os estabelecimentos de ensino associados e não associados, em dia com suas obrigações estatutárias, sediados nas cidades pertencentes à base do SINTRAE/SUL, que tenham professores e auxiliares de ensino, para ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada na Escola SEI – Serviço de Educação Integral, localizada na R. Balbina de Matos – nº 1895 – Jardim Universitário em Dourados/MS , no dia 24 de Fevereiro de 2021, às 13h30min em primeira convocação e às 14:00h em segunda convocação, com quórum previsto no estatuto, para deliberação e votação da seguinte pauta: 1) Apreciação da proposta apresentada pelo SINTRAE/SUL; 2) Bases, limites, outorga de poderes e eleição da comissão de negociação que representará o SINEPE/MS em mesas redondas, assinaturas de convenção, acordo ou ajuizamento de dissídio coletivo; 3) Aprovação do orçamento para custeio do processo de negociação ou eventual dissídio; 4) Informações da Presidência. Dourados 11 de Fevereiro de 2021.

MARIA DA GLÓRIA PAIM BARCELLOS
PRESIDENTE SINEPE/MS

O governador Reinaldo Azambuja defendeu, nesta sexta-feira (12), em videoconferência com os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco, e da Câmara, Arthur Lira, a retomada urgente do auxílio emergencial pago à população mais vulnerável do Brasil para aliviar os efeitos da crise causada pela pandemia de coronavírus. Ele ainda reforçou a necessidade do Ministério da Saúde formatar um calendário de vacinação contra a Covid-19 para agilizar o processo de imunização dos brasileiros.

Acompanhado da deputada federal Rose Modesto, que é 3ª secretária da Câmara, Reinaldo Azambuja apresentou seis demandas aos mandatários do Congresso e disse que a completa retomada da economia só virá após o controle da pandemia de coronavírus.

“Precisamos urgente de uma previsibilidade das vacinas. O Ministério da Saúde disse que 50% da população será vacinada até junho; e os outros 50% até o final do ano. Mas é muito importante que tenhamos uma previsibilidade de quando essas vacinas vão chegar. Também é fundamental a manutenção do auxílio emergencial para a população mais vulnerável, que tem sofrido. É importante a retomada do auxílio neste ano, que também será complexo e difícil economicamente. Não temos o fim da pandemia e a previsão de vacinar até o fim do ano diz que devemos alongar medidas restritivas e de isolamento - o que acaba impactando economicamente alguns setores”, frisou.

Com o País enfrentando a segunda onda de infecções da Covid-19, o governador destacou que o Ministério da Saúde deve reabilitar os leitos de UTI abertos nos estados no ano passado. "Venceram as habilitações e estão demorando muito para voltar. Temos urgência na habilitação e financiamento desses leitos porque isso está comprimindo nossas economias", pontuou Reinaldo Azambuja.

Na área econômica, o governador apresentou três pautas consideradas fundamentais para o desenvolvimento dos estados. Ele pediu para o Congresso trabalhar a reforma tributária, com simplificação da cobrança de impostos de maneira igualitária aos entes federados; reivindicou um novo alongamento do prazo de pagamento das dívidas dos estados e municípios com a União, para que as parcelas de 2021 sejam transferidas ao final do contrato; e defendeu uma nova regulamentação para os precatórios judiciais, que têm "apertado as finanças de estados e municípios".

Rodrigo Pacheco e Arthur Lira receberam as demandas de Reinaldo Azambuja durante a primeira reunião do Fórum dos Governadores, que contou com a participação de 27 gestores - entre governadores e vices. A deputada Rose Modesto acompanhou os debates e pontuou que as pautas federativas apresentadas vão ao encontro das necessidades de todos os governos. "Ter essa reunião com a participação da Câmara e do Senado com todos os governadores fortalece a esperança de que vamos colocar em prática, votando e sendo pautados, esses projetos que de fato podem ajudar os estados e municípios", afirmou.

Após as discussões, os presidentes do Senado e da Câmara disseram que as duas instituições estão atentas à pandemia e que o foco de trabalho, neste começo de mandato, será a liberação de mais vacinas contra a Covid-19 e a retomada do auxílio emergencial. "Vamos construir juntos uma saída desse momento de dificuldades", falou Arthur Lira. Já Rodrigo Pacheco prometeu encontros periódicos para discutir pautas de desenvolvimento.

Comentário

A 3ª sessão ordinária da Câmara de Dourados, que deveria ocorrer na próxima segunda-feira (15), foi antecipada para esta sexta-feira (12) devido ao ponto facultativo decretado nas repartições públicas municipais e estaduais de 15 a 17 de fevereiro em razão dasemana do carnaval. A sessão está marcada para às 18h30.

Na pauta de votação, a apreciação de sete projetos de lei. Em segunda discussão e votação, os vereadores votarão quatro projetos de lei, todos de autoria do vereador Maurício Lemes (PSB), com a mudança de nomes de rua em bairros de Dourados. Já de autoria do vereador Fábio Luís (Republicanos), os vereadores devem confirmar a aprovação do Programa Municipal Cidade Verde em Dourados.

E, por fim, o projeto de lei apresentado pela vereadora Lia Nogueira (PP), que inclui no Calendário Oficial do Município, a Semana de Prevenção de Acidentes do Trabalho na Construção Civil.

Reforma administrativa

A Câmara de Dourados também vai apreciar, em primeira discussão e votação, o projeto de lei complementar, de autoria do Poder Executivo, que altera dispositivos na Lei Complementar 329 de 18 de abril de 2017, que dispõe sobre a estruturação organizacional da Prefeitura de Dourados. É a primeira reforma administrativa sugerida na atual gestão do Município

Comentário

Página 10 de 1835

Brasileirão - Rodada

Classificação

  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis