Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 22 Fevereiro 2018 12:00

Para protestar contra reeleição de Evo Morales, bolivianos fecham fronteira com Mato Grosso do Sul

Escrito por Cleto Kipper/TV Morena
Fronteira de Mato Grosso do Sul e Bolívia foi fechada pelos bolivianos que protestavam contra reeleição de Morales Fronteira de Mato Grosso do Sul e Bolívia foi fechada pelos bolivianos que protestavam contra reeleição de Morales Reprodução/TV Morena

Bolivianos fecharam a fronteira entre Porto Quijarro e Corumbá desde a noite de terça-feira (20) para protestar contra a reeleição do presidente Evo Morales. Na manhã de ontem, a ponte sobre a linha internacional estava com cones e veículos pesados impedindo a passagem de carros.

O presidente do Comitê Cívico de Porto Quijarro, Marcelo Moreira Silva, afirma que o objetivo da manifestação não é derrubar o presidente.

"Estamos contra a população que quer a reeleição do presidente Evo Morales. Eles não estão respeitando a votação do dia 21 de fevereiro de 2016 em que a maioria queria uma nova eleição e ele anda buscando outras instâncias para que o favoreça e vá para terceira eleição", afirmou Silva.

Um turista brasileiro que passeava em Santa Cruz de La Sierra teve de andar alguns quilômetros para atravessar a fronteira. "Estava indo embora quando aconteceu isso tudo. Peguei um táxi e depois tive que andar uns dois quilômetros a pé e estou aqui agora", contou o turista.

Apesar do protesto, do lado boliviano, parecia um dia normal, diferente dos outros protestos. Isso porque poucos comerciantes aderiram à manifestação e mantiveram as lojas abertas mesmo com o pedido do presidente do Comitê Cívico.

Mais de uma década de poder

Evo Morales celebrou 12 anos no governo boliviano, na última segunda-feira (22), e diante do Congresso deixou claro a decisão de permanecer no poder até 2025. Mas a maioria da população é contra a decisão do presidente de voltar a se candidatar nas eleições de 2019.

A oposição e as organizações civis se opõem ao desejo do mandatário de ser reeleito até 2025, depois que no final do ano passado foi favorecido por uma decisão do Tribunal Constitucional que deu aval à sua nova candidatura, apesar do resultado em um referendo popular que em 2016 o negou nas urnas essa possibilidade.

  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus