Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 23 Setembro 2021 12:19

Delegada quer saber porque assessor de Alan Guedes mantém senha restrita na Polícia Destaque

Escrito por
Milton Junior, dono da Lupa Comunicação e agente penitenciário cedido para a Prefeitura Milton Junior, dono da Lupa Comunicação e agente penitenciário cedido para a Prefeitura Rede social

A delegada Rozeli Dolor Galego, chefe da DRP (Delegacia Regional de Polícia) em Dourados, determinou que o 1º. DP (Primeiro Distrito Policial) da Polícia Civil no Município, abra um procedimento para apurar por quais razões o agente penitenciário estadual Milton José Ribeiro Junior, atualmente cedido para a Prefeitura de Dourados, onde exerce as funções de Assessor Especial junto ao gabinete do prefeito Alan Guedes (PP), ainda mantém acesso livre ao SIGO (o Sistema Integrado de Gestão Operacional), banco de dados que reúne informações de todos os órgãos de segurança pública no Estado, incluindo as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito até Agência Penitenciária, Defesa Civil, Guarda Municipal e o Samu.

O serviço, diretamente ligado à Sejusp (Secretaria estadual de Justiça e Segurança Pública), é um mecanismo implantado para facilitar o registro de ocorrências e o acesso a informações que tem contribuído decisivamente para que o Mato Grosso do Sul seja um dos estados recordistas no País na elucidação de crimes.

Agente penitenciário cedido para o prefeito vazou BO contra vereadora Lia Nogueira para site

Foi a partir do vazamento de um Boletim de Ocorrência registrado em segredo de Justiça no dia 2 de agosto deste ano que a Câmara de Dourados decidiu abrir processo que discute a cassação do mandato da vereadora Lia Nogueira (PP), por suposto crime de ameaça contra ex-assessora de gabinete parlamentar. Ao apurar os fatos, a Polícia Civil descobriu que a única pessoa a acessar o registro dessa ocorrência no SIGO antes da notícia vazar para a imprensa, conforme publicou o site Dourados Informa, foi o agente penitenciário Milton Ribeiro Junior. Ouvido pela autoridade policial, o atual assessor de Alan Guedes disse que o caso ainda não estava em sigilo quando ele acessou o sistema.

O SIGO possui um mecanismo de segurança que é facultado ao pessoal da área específica e fornece senhas de acesso, mediante cadastro preliminar, sob rígidas condicionantes, a profissionais de imprensa e mais recentemente também aos advogados credenciados junto à Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul, especialmente àqueles que atuam na advocacia criminal.

A delegada Rozeli considera graves as ‘atribuições’ mantidas ao servidor Milton Junior, de acesso a informações no âmbito da Segurança Pública, considerando, especificamente, nesse caso que, em tese, configurou-se delito de difamação ocorrido com a divulgação dos fatos registrados no Boletim de Ocorrência lavrado contra a vereadora, uma vez que, conforme sustenta a chefe da Delegacia Regional, nenhum servidor da Polícia Civil esteve envolvido no episódio e o atual assessor do prefeito, que também é dono da agência de publicidade Lupa Comunicação, ouvido na auditoria interna realizada para apurar eventual participação no crime, ainda mentiu.

Veja o despacho da delegada:

lupa sigo

Última modificação em Quinta, 23 Setembro 2021 15:14

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis