Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Madson Valente (DEM) promete encaminha, na sessão ordinária desta segunda-feira (19), mais um requerimento cobrando informações, por parte do Executivo municipal, com relação ao início de obras e dos procedimentos legais não cumpridos, mas que são estabelecidos em obras públicas, nos distritos de Vila Formosa e Macaúba. No ano de 2018, os distritos foram agraciados com o anúncio de revitalização de espaços no entorno dos ginásios, construção de pistas de caminhadas, calçamentos, reforma das quadras de esportes e instalação de academias de saúde, entretanto, na oportunidade em que foram anunciadas, o vereador Madson Valente chamou atenção para o descumprimento daquilo que está estabelecido na Lei 8666/1993 e que, inclusive, há uma cartilha emitida pelo TCU (Tribunal de Contas da União) para as devidas orientações.

"Adverti ambas as comunidades, naquela oportunidade, apontando que toda aquela movimentação e publicidade eram atos de irresponsabilidade pública, que eu considerava aquelas atitudes desrespeitosas, pois tratavam de enganação, pois não haviam objeto, não havia origem dos recursos orçamentários para as despesas com a obra, não havia acompanhamento técnico e, na época, verificamos que a execução estaria sendo feita por prestadoras de serviços, inclusive fugindo do objeto contratualizado", explicou Madson.

O vereador afirma que na oportunidade fez os questionamentos necessários e que teria recebido informações que tudo seria regularizado, cumprindo-se aquilo que determina a lei e que as comunidades seriam reparadas pelos gravíssimos erros de ordens jurídicas e técnicas. "Infelizmente há uma morosidade tamanha, ambas as comunidades nos cobram. Estou cumprindo com minha obrigação de vereador, por isso estarei encaminhando novo requerimento", apontou Madson.

Comentário

Policiais militares rodoviários de Ponta Porã apreenderam, em policiamento ostensivo na madrugada desta segunda-feira (19), no Km 60 da rodovia estadual MS 156, no trecho compreendido entre os municípios de Amambai e Caarapó, um carregamento com mais de duas toneladas de maconha camufladas em uma carga de ração para frangos.

Ao abordarem o caminhão Volkswagen CRM 6X2, com placas de Salvador, os policiais tiveram que empreender perseguição ao motorista que se recusou a atender a ordem de parada. V.M.O. só foi detido após 10km percorridos na captura, e informou ter saído de Coronel Sapucaia, onde descarregou uma carga de sal mineral, e que lá teria sido contratado para carregar ração para frango e levar para a cidade de Mirassol/SP.

Detalhada vistoria na carroceria do veículo, entretanto, ajudou os policiais a localizarem, em meio aos sacos de ração, fardos contendo substancia análoga à maconha, que após pesada totalizou 2,014 toneladas da droga. O condutor do caminhão confessou, depois, ter sido contratado por 20 mil reais para entregar a carga no destino final. O veículo, com a droga apreendida e o motorista, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia em Amambai.

Comentário

A Orquestra UFGD apresenta nesta terça-feira (20) concerto gratuito no Teatro Municipal, a partir das 20 horas. No repertório, estão homenagens a grandes nomes do jazz e da MPB (Música Popular Brasileira), incluindo Frank Sinatra, Glenn Miller, Ray Charles, Tom Jobim, Caetano Veloso, Luiz Gonzaga e outros músicos.

A entrega de senhas para assistir à apresentação será a partir das 19 horas, no Teatro Municipal. Além da apresentação da Orquestra, haverá participação especial do Quarteto de Trombones ‘Dourabones’, que fará uma homenagem ao músico brasileiro João Gilberto, morto no mês passado.

A Orquestra UFGD é um projeto de extensão realizado pela Coordenadoria de Cultura, vinculada à Pró-reitoria de Extensão e Cultura da UFGD, que fomenta e incentiva as atividades orquestrais sul-mato-grossenses com o objetivo de trazer formação artístico-musical de excelência, mobilizando, unindo e fortalecendo os movimentos musicais existentes, oportunizando trocas de experiências e saberes entre os músicos e estudantes de música.

Atualmente, mais de 50 músicos integram a Orquestra UFGD e 36 deles recebem auxílio músico da Universidade, através do programa de concessão de bolsas externas à comunidade.

Comentário

Os moradores de Vila Vargas já podem utilizar o ginásio poliesportivo do distrito para atividades de esporte e lazer. Na manhã de sábado (17), a Prefeitura de Dourados entregou à comunidade os serviços de reforma do Pavilhão de Eventos Elias Torres, que há anos não recebia manutenção e estava com instalações elétricas e hidráulicas bastante danificadas.

Durante a entrega da reforma, o secretário de Educação Upiran Jorge Gonçalves, representando a prefeita Délia Razuk, disse que a administração municipal cumpria com o seu dever de zelar pelos bens públicos e pediu à comunidade, principalmente os desportistas, que ajudem a manter o espaço em condições de uso.

O secretário de Educação também anunciou que nos próximos dias a prefeita Délia Razuk estará no distrito para entregar as obras do Ceim (Centro de Educação Infantil Municipal). “A obra física está concluída; agora estamos na fase das licitações para operacionalizar o Ceim”, disse Upiran, anunciando também a realização de concurso público para a lotação do Centro infantil, “e receber as crianças de Vila Vargas já a partir do ano que vem”.

A chefe do Gabinete da prefeita, Darlé Pacheco, leu uma mensagem de Délia Razuk aos moradores. Impossibilitada de comparecer à cerimônia, a prefeita externou, na mensagem, “carinho e a gratidão” pelo distrito de Vila Vargas. “Desde quando vereadora, tivemos um olhar especial pelos distritos de Dourados”, disse, lembrando que a revitalização do ginásio poliesportivo, como é conhecido o pavilhão de eventos, foi compromisso assumido quando do primeiro mutirão de serviços, em fevereiro de 2017. “Estamos felizes por estar cumprindo mais este compromisso. Faço isso, primeiro como dever do cargo que ocupo, mas, muito mais, em sinal de gratidão ao carinho com o qual sempre fomos recebidos por todos aqui”, disse, concluindo que “muito ainda haverá de ser feito. Por Vila Vargas e por todos os distritos, por uma Dourados cada vez melhor”.

O deputado Barbosinha também deixou sua mensagem e enfatizou que o momento é de união e classe política pelo progresso de Dourados. Também disse que em momentos de crise, como vive o país hoje, “o importante é repercutirmos as notícias boas, valorizarmos as boas notícias”. E, em nome da Câmara de Vereadores, o produtor rural Bebeto, que é morador de Vila Vargas, destacou as ações do Executivo municipal na zona rural e lembrou que, quando da instituição da cobrança do IPTU nos distritos, defendeu que esses recursos fossem revertidos para os distritos. “E assim está sendo feito. A administração entrega hoje a reforma da poliesportiva e nos próximos dias entregará o novo Ceim, para acolher as nossas crianças. Devemos reconhecer a sensibilidade e o trabalho da administração Délia Razuk”, falou o vereador.

Homenagens

Ainda durante a cerimônia, em nome do Legislativo, o vereador Bebeto entregou Moções de Congratulações a Damião Torres, filho de Elias Torres, que dá o nome ao pavilhão de eventos; a Janilton Barbosa, coordenador da escolinha de futsal da localidade; e a Odeir Ramos, representando a Família Ramos, de desportistas do distrito. A cerimônia também foi prestigiada pelos vereadores Silas Zanata, Jânio Miguel, Olavo Sul e Madson Valente, também morador do distrito. A maioria dos secretários municipais se fez presente.

A cerimônia foi aberta com a apresentação do Grupo 'Santo Antônio Explosão Aquícola', composta por acadêmicos da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), vencedora de vários concursos de quadrilha no Estado. O grupo foi aplaudido de pé no final da apresentação, cuja narrativa começa com a história de um grupo de retirantes que deixa o cangaço e passa a explorar o garimpo e são surpreendidos com o rompimento da barragem de uma mineradora.

Comentário

O procurador da Operação Lava Jato, Carlos Fernando dos Santos Lima, estará na Unigran no dia 26 deste mês, para a palestra de abertura da 40ª. edição da Semana Jurídica da Instituição. Com o tema ‘As multifaces do Direito em um Brasil de extremos’, o evento é destinado a acadêmicos e profissionais da área e a escolha do convidado para essa comemoração significativa foi definida pelo diretor da Faculdade de Direito, Renato de Aguiar Lima Pereira, pelo cenário atual do país.

“Estamos vivendo um país de extremos. Ao que parece, as pessoas estão meio cegas e cheias de ódio, se deixando levar somente pela emoção, sem considerar a razão, e um dos principais temas que envolvem essa divisão do país é a corrupção e a Operação Lava Jato, que sempre está em evidência nos noticiários. Diante disso, convidamos o procurador Dr. Carlos Fernando, que apesar de ter se aposentado recentemente, atuou por muito tempo na Lava Jato, para vir falar sobre essas perspectivas da operação tanto para os nossos alunos quanto para a população douradense. Nós temos muito a visão da imprensa e das partes envolvidas, mas numa academia, é preciso discutir sobre a operação de modo diferente”, apontou.

A Semana Jurídica objetiva propor uma reflexão crítica que valorize os fenômenos jurídicos e sociais contemporâneos multifacetados em ‘um Brasil de extremos’, contribuir para a formação de egressos capazes de promover justiça e desenvolver livremente os preceitos de cidadania dentro do contexto nacional, oportunizar acesso democrático a discussões jurídicas e sociais em nível nacional, regional e local, valorizando aspectos interdisciplinares que integram a prática jurídica.

Também, valorizar o processo de construção do conhecimento e sua aplicabilidade na formação acadêmica, profissional e pessoal, despertando o senso ético e crítico, o discernimento e a participação em prol do desenvolvimento humano e ainda evidenciar resultados da produção científica local, entrecruzando o ensino e a pesquisa e assim favorecer a troca de experiências em iniciação científica interna e externa ao curso de Direito da Unigran. O evento acontece até o dia 30 e compõe a programação diversos encontros científicos, oficinas, minicursos e palestras, todos ministrados por professores renomados, e também um júri simulado.

“Todos os professores são renomados e vão abordar assuntos atuais, como exemplo, o Dr. Spencer Toth Sydow sobre o Direito Digital, falando sobre os casos ‘Moro’ e ‘Neymar’. Apesar do público-alvo ser os nossos alunos, esperamos também os profissionais, advogados, cientistas e operadores do Direito”, concluiu o coordenador. A Semana Jurídica da Unigran acontece há 40 anos ininterruptos, sendo um dos eventos mais importantes do curso de Direito, pioneiro da região da Grande Dourados. O evento acontece no mês de agosto em alusão ao primeiro curso de Direito no Brasil, que iniciou em 11 de agosto de 1827.

A inscrição pode ser feita no saguão do Bloco 01, das 8h30 às 11h30 e das 19 às 22 horas, mediante o investimento de R$ 50 para estudantes e R$ 70 para profissionais. No site do evento (www.unigran.br/semanajuridica) está disponibilizada a programação completa. Interessados em mais informações podem entrar em contato com a coordenação do curso no telefone (67) 3411-4189.

Comentário

As comemorações da Semana da Pátria em Dourados começam no dia 2 de setembro, com o acendimento da Chama da Pátria na Praça Antônio João. A abertura oficial contará com a participação dos alunos do Projeto Força do Esporte e apresentação da Banda de Música da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, instituição do Exército em Dourados que vai coordenar toda a programação deste ano.

Horas cívicas serão realizadas em cinco escolas das redes municipal e estadual, a começar no dia 3, às 16 horas, pela Escola Estadual Antônia da Silveira Capilé, no Jardim Água Boa. No dia seguinte a Hora Cívica será às 15h30, na Escola Municipal Aurora Pedroso de Camargo, no bairro Parque Alvorada; e, às 19 horas, na Escola Municipal Januário Pereira de Araújo, no Jardim Itália, incluindo a participação dos alunos da EJA (Educação de Jovens e Adultos) das Escolas Municipais Maria da Conceição Angélica e Armando Campos Belo.

No dia 5 de setembro a Hora Cívica será às 8 horas, na Escola Municipal Dom Aquino Corrêa, no distrito de Panambi, com a apresentação das fanfarras da Fazenda Miya, Vila Formosa, Coronel Firmino e Ruy Gomes, além da participação das Escolas do Campo e no mesmo dia, às 15h30, na Escola Municipal Luiz Antônio Alvares Gonçalves, no Jardim Novo Horizonte. Em todas as escolas estará presente da Banda da 4ª Brigada.

A Semana da Pátria será encerrada no dia 7 de setembro, entre as 7h30 e 10h30, com o desfile cívico-militar da Independência e extinção da Chama da Pátria, na Praça Antônio João.

Comentário

Somar esforços entre as entidades para influenciar o desenvolvimento da inovação na região de Dourados é o objetivo da roda empresarial que a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) realiza nesta terça-feira (20), às 19 horas, repetindo a tradição de, mensalmente, reunir associados e empreendedores.

Nesta semana, o evento, realizado em parceria com a AJE (Associação dos Jovens Empreendedores de Mato Grosso do Sul, visa atrair os participantes que atuam na área da ciência e tecnologia e em projetos de inovação para unir as iniciativas pública, privada e instituições de ensino, em prol do desenvolvimento de Dourados, com um curso de gestão da primeira empresa e um plano de negócios.

Para se credenciar

Por se tratar de um programa gratuito, as vagas são limitadas e as inscrições serão realizadas no mesmo dia. Grupos de trabalho foram compostos pelos diretores departamentais da Aced, que uniu parceiros ao projeto, como a UFGD, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, além do Senai, Sebrae, Fundect, Inovativa BR, entre outros.

Os empresários de sucesso Flávio Donizete Delgado, sócio-proprietário da FG Informática e Nelson Eduardo Hoff Brait, proprietário do Aço Telha vão expor experiências, mediados pela jornalista Juliana Jacob, após a palestra “Empreendedor 10.1” com o proprietário da Empreender Grupo Criativo, Sullivan Vareiro.

Comentário

A passagem de Marinisa Mizoguchi (PSB) pelo legislativo foi curta, cerca de seis meses, mas o suficiente para mostrar um trabalho dinâmico e eficiente dentro da Câmara de Vereadores de Dourados. As ações desenvolvidas por esta douradense não passaram despercebidas da população, que reconhece e aprova a atuação parlamentar dela. Marinisa garante que continuará trabalhando, mesmo sem mandato, em busca de uma sociedade mais justa e uma Dourados com mais qualidade de vida, relata a síntese do mandato divulgada pela assessoria.

Essa foi a primeira vez que Marinisa assumiu um cargo no legislativo. Em 20 anos de vida pública sempre atuou no Poder Executivo ou em repartições públicas, dentro de departamentos administrativos. Apesar do pouco tempo na Casa de Leis, se destacou, por conta da postura dinâmica, conciliadora e proativa. A jornada dela no Palácio Jaguaribe começou no dia 4 de fevereiro, e durou 192 dias. Apesar do pouco tempo, conseguiu mostrar que assumiu o cargo de vereadora com o objetivo de trazer mudanças significativas para Dourados e melhorar a qualidade de vida da população. Nesse período ela apresentou cerca de 20 Projetos de Lei e emendas em leis municipais, média de quase um por sessão.

O PL (Projeto de Lei) que cria uma Unidade Fiscal Municipal, para atualizar e corrigir valores de taxas e multas, o que estabelece regras para criação de animais domésticos, para fins comerciais, o que institui março como o Mês de Valorização da Mulher, um que protege o meio ambiente proibindo a comercialização e uso de canudos plásticos em estabelecimentos comerciais da cidade e por valorizar suas raízes, também o que cria o Mês de Celebração da Imigração Japonesa, período do ano que será destinado a homenagear esses grupos que muito contribuem para o desenvolvimento de Dourados, são alguns exemplos da atuação dela.

O trabalho de Marinisa não se resume apenas em elaboração de leis importantes para o município, mas também em ações de fiscalização. Nesse tempo a vereadora apresentou mais de 90 indicações, 13 requerimentos e 20 ofícios ao Poder Executivo municipal e também ao Governo do Estado, com quem se reuniu diversas vezes, tanto com o governador Reinaldo Azambuja, quanto com o vice-governador e secretário de estado de Infraestrutura, Murilo Zauith. Nesse período ela se reuniu com diversas autoridades municipais e estaduais. Entregou um ofício nas mãos do governador pedindo a construção de duas escolas estaduais dentro da Reserva Indígena de Dourados, sendo uma de ensino fundamental e médio, na Aldeia Bororó e outra de ensino fundamental, na Aldeia Jaguapiru. A vereadora pediu ainda a construção de outras duas unidades educacionais dentro do perímetro urbano. Uma na região do Jardim Novo Horizonte e outra dentro do Conjunto Habitacional Harrison de Figueiredo.

Em reunião com o vice-governador, a vereadora pediu diversas intervenções na área de infraestrutura, na região Sul de Dourados, próxima ao Distrito Industrial e ao Trevo do DOF, para oferecer mais segurança aos moradores dos bairros que ficam nessa parte da cidade. Para a prefeita, a vereadora pediu a conclusão dos cinco Ceims (Centros de Educação Infantil Municipal) que ainda estão em obras e a criação de novas vagas, para crianças que estão fora da sala de aula e também ajudar as mulheres que precisam trabalhar.

Comprometimento

Outro ponto que vale a pena ser destacado é que desde que assumiu o cargo de vereadora, Marinisa não faltou a nenhuma das sessões ordinárias e extraordinárias da Câmara, mostrando o comprometimento com o cargo que ocupa e a valorização o dos 1.540 votos que teve, que a fez ser a mulher mais votada em Dourados para o legislativo municipal. A parlamentar usou a tribuna por diversas vezes para defender as mulheres, a classe educadora, os servidores públicos e os menos favorecidos. Ela tem cumprindo o que prometeu durante discurso de posse, com um mandato coerente que vai de encontro com o anseio daqueles que ela representa. Marinisa também fez parte das comissões permanentes de Educação e Assistência Social da Câmara de Dourados e foi chamada para compor a Frente Parlamentar de Acompanhamento da Intervenção da Saúde Pública de Dourados.

Nas sessões ordinárias, Marinisa votou a favor do aumento salarial dos servidores e fez ressalva para o cumprimento da lei que estabelece o mês de abril de cada ano como data base para realização dos reajustes salariais, da eleição de diretores nas escolas municipais, visando manter a democracia na escolha das direções das unidades educacionais; defendeu a regulamentação dos plantões sociais para servidores da Secretaria de Assistência Social, que atendem famílias de baixa renda fora de horário e ajudou aprovar o reajuste salarial dos agentes de endemias.

A ação dela como vereadora não ficou restrita ao gabinete parlamentar, reforça a assessoria, citando que Marinisa realizou diversas visitas em escolas, Ceims, participou de reuniões com secretários do município, autoridades e representantes de entidades, com o objetivo de conhecer os problemas da comunidade de perto e dar os encaminhamentos necessários com rapidez e agilidade. A vereadora realizou ainda o Primeiro Chá com as Pastoras de Dourados que teve como tema "A força da mulher cristã na sociedade" e reuniu aproximadamente 50 pastoras evangélicas.

Comentário

Os Jogos Escolares da Juventude de MS, promovidos pelo Governo estadual, com a finalidade de aumentar a participação dos alunos em atividades esportivas nas Instituições de Ensino, públicas e privadas, do Estado, e promover a ampla mobilização da juventude estudantil estadual em torno do esporte, contam com o apoio da Sanesul, que fornece a água consumida para os integrantes das equipes em competição.

Além de servir como seletiva para as etapas Regional e Nacional dos Jogos Escolares da Juventude do Comitê Olímpico do Brasil, os Jogos da Juventude do Estado contribuem para promover o intercâmbio sociocultural e desportivo entre os participantes, e “incentivando a prática da atividade física nesse projeto que mobiliza alunos do Estado inteiro, não poderíamos ficar de fora. Nossa água de qualidade está lá para dar uma força aos competidores”, comentou o diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior.

Segundo a assessoria de imprensa da Fundesporte, o número de equipes participantes nos Jogos cresceu 154% entre 2015 e 2019, saltando de 86 para 219 competidores.

A realização dos Jogos acontece em Três Lagoas, sede da competição este ano. Com a realização do evento, o Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer (Fundesporte), injeta R$ 1,5 milhão na economia local. “Os Jogos têm tomado uma proporção muito grande ao longo dos anos. A participação de equipes praticamente triplicou e a qualidade estrutural da competição melhorou. Atletas que antes dormiam em alojamentos e comiam nas escolas, hoje ficam em hotéis e se alimentam no Centro de Convivência” explicou a diretora-geral dos Jogos Escolares da Juventude de MS, professora Karina Luiz Pereira Quaini.

A Copa dos Campeões é a fase final dos Jogos Escolares da Juventude de MS e porta de entrada para a fase regional dos Jogos Escolares, onde os primeiros colocados nas modalidades coletivas (futsal, vôlei, handebol e basquete) estarão representando o MS, em Cascavel no Paraná, no mês de setembro. Os campeões nesta etapa, garantem vaga para fase final dos Jogos Escolares da Juventude, em Blumenau-SC, em novembro.

Segundo o COB (Comitê Olímpico Brasileiro), o evento é considerado o maior encontro do esporte escolar do mundo, reunindo mais de 9 mil atletas de todo país, em diversas modalidades esportivas.

Comentário

O vereador Elias Ishy (PT) tem acompanhado a situação da piora na prestação de serviços da Prefeitura, de modo geral, na manutenção de Dourados. O parlamentar acredita que a administração deveria abrir os problemas financeiros com a população e o debate com transparência das contas públicas, demonstrando a preocupação com a cidade. Ele se posiciona contra o discurso que defende o fim do PCCR (Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações) para sair da “crise financeira”. “É inconcebível culpar folha de pagamento dos servidores e servidoras municipais”, afirma.

Ishy cita o fato recente do atraso salarial do funcionalismo público, que ameaçou deflagrar greve geral. Isso porque a Prefeitura afirmou que pagaria somente 44% dos salários de cada servidor em dia. Em reunião que contou com a participação de Ishy, o secretário de finanças disse que não teria previsão de pagamento até o mês de dezembro, sem estipular qualquer prazo para a regularização. Após as manifestações dos trabalhadores, os outros 56% foram quitados na sexta-feira (16), conforme divulgado. “Não tinham condições de pagar, mas encontraram recursos?”, questiona ele.

A Comissão de Saúde da Câmara, da qual Ishy é presidente, tem se juntado ao Ministério Público, a Defensoria Pública e Comissão de Saúde da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS) no município para debater melhorias na área e tem encontrado vários problemas de gestão dos recursos públicos. As reuniões servem para identificar e ao mesmo tempo tentar encontrar alternativas para situações como a falta de médicos, renegociação de convênios com fornecedores e prestadores de serviços, como de exames laboratoriais, até a falta de insumos básicos.

Há recursos do Governo Federal que estão sendo repassados normalmente para o atendimento de programas específicos, como o transporte escolar e o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais do Magistério), não justificam a paralisação dos ônibus escolares e o atraso do pagamento dos profissionais da educação. A suspensão não é devida, portanto, à falta de recursos, mas decorrência de má gestão, entende ele.

Para Ishy, além de transparência, também falta capacidade de diálogo da atual gestão. O Conselho do Fundeb, por exemplo, tem solicitado reuniões com a prefeita, para tratar da política de educação e até hoje não foi atendido. Para ele, é necessário planejamento e a conversa com os envolvidos deve ocorrer antes e não depois do fato. O vereador, inclusive, parabenizou os sindicatos pela luta incansável em defesa da valorização e das condições de trabalho dos servidores municipais. Segundo ele, disso depende a qualidade e o avanço do serviço público.

A Comissão de Educação e de Saúde [ele é presidente das duas] quer aprofundar o debate com relação ao financiamento do município. Nesta segunda-feira (19), Ishy deverá se reunir com o Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados) na Câmara, bem como aguarda ainda uma reunião com a prefeita, que deveria ter ocorrido na semana passada, sobre a Funsaud. Está prevista uma Audiência Pública envolvendo representantes da macrorregião, composta por 33 das 79 cidades sul-mato-grossenses, que Dourados atende na saúde.

Comentário

Página 1 de 1404
  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus