Timber by EMSIEN-3 LTD

Em julho de 2010, foram devolvidos, em todo o país, 1,74% de cheques por falta de fundos, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem fundos. Foi o menor índice verificado para o sétimo mês do ano, desde 2004. Em julho daquele ano, foram devolvidos 1,56% de cheques.

Na comparação entre períodos acumulados , janeiro a julho 2010/2009, nota-se uma queda de 9,8% no número de cheques compensados, ao passo que os devolvidos por falta de fundos recuaram 26,9%, 2,8 vezes mais rápido que o decréscimo em sua compensação. Esses números demonstram que há melhora na qualidade do cheque, com inadimplência regredindo muito mais que a queda em sua utilização.

De acordo com os indicadores da Serasa Experian, a inadimplência com cheques evolui na direção oposta ao verificado com cartões de crédito, financeiras e dívidas com bancos. O consistente recuo nos cheques devolvidos por falta de fundos se deve à preferência do consumidor por dívidas com prazos mais longos que o pré-datado, e que ofereçam a possibilidade de negociar a prestação devida. Com o endividamento em alta, crescendo acima da massa salarial, o consumidor procura alternativas que lhe proporcionem flexibilidade na amortização de suas dívidas.

Na perspectiva de curto prazo, os cheques devolvidos por falta de fundos devem continuar apresentando ligeiros recuos. Essa tendência pode ser alterada no último trimestre do ano, com a chegada do Dia das Crianças e do Natal, quando o consumidor acaba procurando diversas formas de parcelamento.

Publicado em Finanças Pessoais

A Anheuser-Busch InBev, maior cervejaria do mundo, apresentou resultado trimestral acima das expectativas do mercado, resultado impulsionado por condições climáticas favoráveis, fortes vendas no Brasil e também pela Copa do Mundo. Com o bom desempenho, a empresa sinalizou com um crescimento ainda maior no segundo semestre.

A companhia informou que o lucro e o volume de cerveja comercializado superaram suas próprias estimativas, acrescentando que o atual aumento de preços não deve afetar o grupo, pelo menos, até 2012. O volume de vendas total da companhia foi 2,1% maior, superando sua própria projeção para o período, de que ficaria em linha com a alta de 0,8% apurada no primeiro trimestre.

O forte aumento de 13,7% nas vendas de cerveja no Brasil, além de melhores resultados na Grã-Bretanha, ajudaram a equilibrar a queda de 3% registrada nos Estados Unidos e de 7,1% no Canadá, conforme dados divulgados pela Reuters.

A AB Invev disse ter sido beneficiada por um ambiente macroeconômico robusto no Brasil, onde viu sua participação de mercado aumentar de 67,6% para 69,9% na comparação anual. A brasileira AmBev, integrante da AB Inbev, teve lucro líquido de R$ 1,51 bilhão entre abril e junho.

Publicado em Mercados

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi convidado pelo Corinthians e deverá participar da celebração do aniversário de 100 anos do clube, comemorado no próximo dia 1º de setembro. A assessoria do presidente aproveitou para destacar, segundo a Folha de S. Paulo, que a presença dele na festa não tem nada tem a ver com o projeto do possível estádio do clube, que pode ser anunciado em breve.

O time alvinegro prepara diversas comemorações para festejar seu centenário. Entre elas, haverá uma carreata que partirá do bairro do Bom Retiro e seguirá até o Parque São Jorge, finalizando com um abraço coletivo na agremiação. Além disso, a direção corintiana quer que os torcedores saiam nas ruas trjaando as cores do clube no dia do aniversário.

Publicado em Esportes
Sábado, 14 Agosto 2010 10:01

Uma por todas

O GLOBO - 14/08/10, Miriam Leitão (jornalista)


O mundo tem vivido uma lenta espera do fim trágico de uma mulher. Ela é uma apenas, Sakineh Ashtiani, mas parece todas. Sua confissão forjada na TV é a macabra tentativa do governo do Irã de pôr a culpa na vítima, antes do ato final. Sakineh ajuda a entender o Irã, ilumina outros casos que estavam nas sombras, e lembra a questão sempre aberta da violência contra a mulher.

A globalização é sua única chance. Condenada inicialmente por adultério, que confessou após 99 chibatadas, ela teve a acusação trocada por envolvimento na morte do marido.

Seria mais uma mulher apedrejada no Irã ou em algum país onde os extremistas de uma religião controlam o Estado, se não fosse a divulgação do seu caso pelo mundo através de todas as mídias. No Brasil, surgiu o #ligalula no Twitter; pela internet, pessoas anônimas e famosas assinaram o abaixoassinado pedindo suspensão da pena e libertação.

Por todos os meios, seus filhos lutam para salvar a mãe. Seu filho de 22 anos, Sajjad, escreveu à ONU dizendo que vive em pesadelos com a possibilidade de a mãe ser apedrejada e diz que está convicto da sua inocência.

Quando Sakineh, com seu calvário, levanta o véu, o que se vê são outros casos brutais.

Mariam Ghorbanzadeh, 25 anos, acusada de adultério, abortou após torturas na mesma prisão e também foi condenada à morte. A afegã capa da “Time”, Bibi Aisha, mutilada sem o nariz e a orelha. Os casos vão sendo revelados e trazem a marca da mesma perversidade.

Seria injusto acusar só o Irã de violência contra as mulheres. Infelizmente, essa é uma ferida aberta na área dos direitos humanos.

A advogada Leila Linhares, feminista e integrante da comissão da OEA que monitora o assunto, explica que há dois tipos de países: — Há países que têm na sua Constituição leis igualitárias e garantias de respeito aos direitos das mulheres.

Mesmo nestes países, há violência contra a mulher. Mas há países que têm leis discriminatórias e que desrespeitam os direitos humanos. O Irã faz parte desse segundo grupo — me disse ela no programa que fiz na Globonews.

Em 1993, numa conferência internacional, a ONU passou a considerar a violência contra a mulher um crime contra os direitos humanos, contou Leila, que estava lá.

Um espanto que isso tenha sido considerado só em 1993. Mesmo assim, as notícias não são boas a partir daí. Os países que assinaram a convenção têm que enviar regularmente relatórios sobre seus problemas: — Nem em países considerados desenvolvidos, como Suécia e Noruega, se deixa de ver crimes cometidos contra os direitos das mulheres. A pressão internacional pela segurança das mulheres é tímida, e vem basicamente de grupos feministas. Nas organizações internacionais esse é um problema considerado de segunda ordem.

O embaixador Roberto Abdenur acha que não se pode aceitar, em nome do multiculturalismo, atos que ofendem a dignidade da pessoa humana: — Foi por isso que em 1948 se escreveu a Carta dos Direitos Humanos e depois se criou o conselho. No mundo da globalização se tem mais visão do que está acontecendo. O episódio como esse terrível da senhora Sakineh ocorre num país fechado, isolado, em retrocesso, mas o fato põe o Irã na berlinda.

Leila Linhares também rejeita o que ela define como “naturalidade com que se aceitam tratamentos desiguais e discriminatórios em nome do relativismo cultural.” — Em 1993, em Viena, foi feito um tribunal de crimes contra mulheres e analisados inúmeros casos, inclusive de uma brasileira.

Havia casos de mulheres de países católicos, protestantes, judeu e muçulmanos.

Vítimas brancas, negras, ricas e pobres. Os crimes contra mulheres acontecem em todas as partes do mundo.

O Brasil ficou no meio da polêmica de Sakineh pela guerra de versões sobre se o país ofereceu mesmo ou não asilo a ela. Todo o assunto foi tratado da forma errada desde o começo, quando o presidente Lula disse que cada país tem suas leis, até o momento em que improvisou uma oferta de asilo no meio de um evento de campanha. O assunto é sério demais para ser tratado assim.

O que enchia de esperança os defensores de Sakineh era que os erros da operação diplomática do apoio brasileiro ao Irã pudessem dar algum capital político a Lula. A torcida continua existindo, mas a reação do governo de Teerã, de chamar Lula de mal informado, mostra mais uma vez quais eram os propósitos de Mahmoud Ahmadinejad: usar o Brasil.

O embaixador Abdenur era o representante brasileiro na AIEA em 2003, quando pela primeira vez surgiram provas de que o governo iraniano por 18 anos havia escondido informações sobre seu programa nuclear. Recentemente, a Agência elevou o tom da avaliação do programa iraniano.

Por tudo isso, ele conclui que o Brasil cometeu um erro diplomático grosseiro quando aceitou fechar aquele acordo com Teerã, votar contra a decisão do Conselho de Segurança e agora se dizer “contrariado” de ter que aderir às sanções: — O Brasil entrou numa fria com seu apoio, confraternização e solidariedade em relação ao governo iraniano.

Por seus óbvios objetivos bélicos, o programa nuclear iraniano não é defensável.

Pela força do seu simbolismo, quem tem que ser defendida com paixão é Sakineh, a mulher iraniana que está entre as pedras e a forca. Podem dizer que ela é uma só. Quem é Sakineh diante de tanta perversidade que existe contra as mulheres? Ela é símbolo. Lutar para salvá-la é dar um passo a mais para proteger todas as mulheres do mundo.
Publicado em Mundo
A CDL - Câmara de Dirigentes Lojistas de Dourados, realiza neste sábado o sorteio da campanha do Dia dos Pais. O evento será realizado ao meio dia, com a presença de autoridades do comércio e públicas, no Calçadão da praça Antonio João, como acontece todos os anos. Os consumidores são convocados a acompanhar o sorteio ao vivo.

A campanha foi realizada em 138 lojas de Dourados e foram distribuidos mais de 200 mil cupons. Para participar do sorteio basta realizar compras na lojas identificadas com bandeirolas da promoção. Serão entregues uma TV de Plasma 42 polegadas, uma TV de 32 polegadas, dois netbooks, duas bicicletas, dois prêmios em dinheiro de 500 reais e dois de 300 reais.

A empresária Cleusa Zornitta, presidente em exercício da CDL, disse que essa campanha foi um sucesso. As lojas participantes tiveram um aumento significativo de vendas por conta do sorteio. A terceira melhor data para vendas do ano está sendo comemorada com um aumento em torno de 7%.

As vendas realizadas no período do Dia dos Pais (2 a 8 de agosto) apresentaram um crescimento de 6,9%, na comparação com a mesma época do ano passado (3 a 9 de agosto), de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio - Dia dos Pais 2010.

As compras de última hora impulsionaram o indicador nacional. Neste ano, as vendas de última hora cresceram 7,7% (6 a 8 de agosto), na comparação com o período de 7 a 9 de agosto do ano passado. Em 2009, em relação a 2008, as vendas haviam crescido 2,2% na semana e 1,4% no final de semana do Dia dos Pais. Como a economia estava no pós-crise, esses resultados formaram uma base fraca de comparação com 2010.

Para os economistas da Serasa Experian, o crédito mais farto neste Dia dos Pais, na comparação com o do ano passado. As promoções do varejo, sobretudo, com prazos mais longos de parcelamento, e o frio intenso em grande parte do país foram fatores que alavancaram as vendas.


Publicado em Empresas
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já definiu que o debate na internet e em jornais impressos é livre. Respondendo uma consulta do deputado Miro Teixeira (PDT-RJ), que pedia esclarecimentos sobre a participação de candidatos e pré-candidatos nestes tipos de veículos antes de convenções partidárias, a maioria dos ministros afirmou que os portais de Internet e jornais impressos poderão realizar debates com candidatos em qualquer época, transmiti-los ao vivo, em áudio e vídeo, sem ter a obrigatoriedade de convidar todos os candidatos que disputam cargos.

Acompanharam o relator Marco Aurélio os ministros Arnaldo Versiani, Aldir Passarinho Junior, Hamilton Carvalhido, Cármen Lúcia Antunes Rocha e o presidente, ministro Ricardo Lewandowski. Apenas o ministro Marcelo Ribeiro foi contra.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou no ano passado a reforma da lei eleitoral aprovada pelo Congresso com veto a três dispositivos, entre eles a polêmica medida que previa a aplicação das mesmas regras do debate eleitoral em rádio e televisão à Internet.

O governo justificou o veto por considerar que a Internet é território livre para expressão. No caso de emissoras de rádio e TV, como se trata de concessão do Estado, é preciso regulação.

Os portais iG, MSN, Terra e Yahoo! estão organizando o primeiro encontro dos candidatos à Presidência da República 100% realizado e transmitido pela internet no Brasil.

Diferentemente dos debates feitos na TV e retransmitidos para a web, o projeto Debate On-Line 2010 será transmitido ao vivo simultaneamente pelos quatro portais. O debate será realizado no dia 31 de agosto, em São Paulo. Os envolvidos trabalham para definir conjuntamente o formato ideal para o debate.


Publicado em Política
  • al sustentavel 2

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus