Timber by EMSIEN-3 LTD

O açúcar ajuda a perdoar, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Kentucky, dos Estados Unidos. Caso ache que encontrou um motivo a mais para comer muitas guloseimas, calma! O estudo indica que o ato está vinculado à eficiência com que o corpo usa a glicose, não com a necessidade de ingerir mais doces.

Para chegar a essa conclusão, a equipe avaliou a ligação entre o diabetes do tipo 2, com pacientes que não conseguem metabolizar a glicose suficiente da corrente sanguínea, e a capacidade de desculpar por meio de quatro experimentos. E descobriu que homens e mulheres com mais sintomas da doença eram menos tolerantes.

Os cientistas perguntaram sobre a vontade de se vingar se alguém contasse um de seus segredos, e constataram que esses participantes eram mais propensos a persistir com a história. Eles também são mais dispostos a deixar de ajudar alguém que os irritou. (Com informações do portal Terra).

Publicado em Saúde
O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) promove, a partir de 18 de agosto, em Brasília, o Encontro Nacional de Monitoramento do Suas 2010. Cerca de 220 pessoas, entre técnicos das secretarias e conselheiros estaduais e municipais de assistência social, participam do evento. Pelo MDS, estarão os secretários Rômulo Paes (Executiva) e Maria Luiza Rizzotti (Assistência Social), além de outros integrantes do ministério.
Como sistema público, o Suas organiza os serviços socioassistenciais ofertados em todo o Brasil. Alem disso, articula os esforços e recursos dos três níveis de governo para a execução e o financiamento da Política Nacional de Assistência Social, envolvendo diretamente as estruturas e marcos regulatórios nacionais, estaduais, municipais e do Distrito Federal. Mais de 99% dos municípios brasileiros já estão habilitados no Suas.
Organizado pelo MDS, por meio da Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) e Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação (Sagi), o encontro terá também a participação de representantes dos Colegiados Estaduais de Gestores de Assistência Social (Coegemas), Colegiado Nacional de Gestores de Assistência Social (Congemas), Fórum Nacional de Secretários de Estado de Assistência Social (Fonseas) e Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS).
Publicado em Brasil

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho deve julgar nesta quarta-feira (18 de agosto), a maior ação civil pública já movida pelo Ministério Público do Trabalho relacionada ao trabalho escravo no País. A ação contra a Empresa Lima Araújo Agropecuária Ltda. (proprietária das fazendas Estrela de Alagoas e Estrela de Maceió) pela utilização de trabalho escravo de cerca de 180 trabalhadores é resultado do maior processo já movido por trabalho escravo no Brasil e atualmente se encontra em fase de recurso de revista. A empresa já foi condenada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (PA) a pagar indenização de R$ 5 milhões por dano moral coletivo por reincidência na prática de trabalho escravo. Antes, o juiz de primeiro grau havia fixado a condenação em R$ 3 milhões, embora o Ministério Público tenha pedido R$ 85 milhões inicialmente.

O julgamento começou no TST no dia 4 deste mês, na Primeira Turma, e foi suspenso devido ao pedido de vista do ministro Walmir Oliveira da Costa, após o voto do relator, ministro Vieira de Mello Filho, favorável à manutenção da indenização de R$ 5 milhões por dano moral coletivo imposta pelo TRT.

As fazendas estão localizadas em Piçarra, Sul do Pará, e foram alvo de quatro fiscalizações de equipes do grupo móvel do Ministério do Trabalho e Emprego, entre 1998 e 2002, que geraram 55 autos de infração. Entre os cerca de 180 trabalhadores liberados nas propriedades, estavam nove adolescentes e uma criança em situação de escravidão.

Publicado em Brasil

Prefeitos de vários municípios vizinhos tem sido convocados, com maior freqüência, a participarem, em Dourados, da campanha dos candidatos locais às eleições proporcionais deste ano. Nos últimos dias é comum a presença desses administradores, hipotecando o apoio aos deputados Zé Teixeira, que disputa a reeleição para a Assembléia Legislativa e aos concorrentes a um novo mandato na Câmara Federal, Geraldo Resende e Marçal Filho.

Os prefeitos de Rio Brilhante, Donato Lopes; de Itaporã, Marcos Pacco; de Caarapó, Mateus Palma e de Laguna, Luiz Brandão, são os que mais reforçam essa campanha regional. Eles têm sido beneficiados diretamente com a apresentação de emendas e o pleito de novos recursos para obras e serviços nas cidades que comandam.

Zé Teixeira e Geraldo Resende promoveram atos de lançamento de campanha, com a mobilização de grande número de eleitores, e contaram com o reforço dos prefeitos. “Esses dois [Resende e Teixeira] são os que mais trabalham pela nossa região e para nós é muito importante que eles retornem aos mandatos”, discursou Donato Lopes, de Rio Brilhante, diante dos candidatos à reeleição na abertura do comitê de campanha do deputado Zé Teixeira. Para os candidatos, esse apoio significa o “começo do reconhecimento ao nosso trabalho”, como afirmou Geraldo Resende.

Publicado em Eleições
  • al sustentavel 2

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus