Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Terça, 26 Fevereiro 2019 14:31

Saúde alerta população para ajudar a combater aumento das ações do Aedes Destaque

Escrito por
Vigilância Epidemiológica informa 159 notificações com 60 casos confirmados para a dengue neste ano Vigilância Epidemiológica informa 159 notificações com 60 casos confirmados para a dengue neste ano Assessoria

Depois de finalizar 2018 com números satisfatórios em relação ao combate ao mosquito Aedes aegypti e iniciar 2019 com poucas notificações, a Secretaria municipal de Saúde alerta à população douradense para o aumento de notificações e o surgimento de novos casos de dengue a partir do fim de janeiro e todo o mês de fevereiro.

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica, já são 159 notificações com 60 casos confirmados para a doença, números que, mesmo considerados baixos para a proporção populacional, mostram uma retomada da atividade do mosquito e destacam a necessidade de continuação das ações para eliminação de criadouros, uma vez que as primeiras semanas de janeiro não tinham registro de notificações.

Segundo a secretária de Saúde, Berenice de Oliveira Machado Souza, a administração tem intensificado os trabalhos no combate ao mosquito e o pedido é para que a população contribua fazendo as vistorias nas residências e nos quintais para eliminar pontos com lixo ou água parada. “Esta contribuição da população foi que determinou um ano de 2018 com tranquilidade em relação aos números da dengue, portanto, precisamos continuar com o trabalho conjunto”, disse.
As visitas e orientações nos bairros, uma atividade que dura todo o ano, feita pelos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias, se mantém muito mais pelo trabalho educativo, por meio de visitas que permitem diminuir a incidência do mosquito e, consequentemente, das várias doenças que ele transmite.

Além disso, quando é descoberto algum ponto com maior incidência de focos, as equipes procedem com a aplicação do ‘fumacê’, uma intervenção mais incisiva. “Temos chuvas mais intensas e calor. Clima propício ao Aedes que se prolifera com mais facilidade neste período. Assim, as ações para cuidar que não haja foco também têm de ser mais recorrentes”, disse a secretária, lembrando que para além desta atuação entra a parcela de contribuição da população.

O secretário-adjunto de Saúde, Vagner da Silva Costa, recomendou ainda aos cidadãos que, em caso de suspeita de dengue, procurem as Unidades Básicas de Saúde para que seja feito o devido encaminhamento via atenção básica. “Além de dar segurança em relação aos números por regiões, também evita aglomerações nos prontos socorros”, disse, lembrando que em caso de confirmação da doença, é feito o encaminhamento aos hospitais.

Segundo Vagner, Dourados registrou ainda três notificações para Zika Virus em 2019, sem nenhuma confirmação, e 21 notificações para o vírus da febre Chikungunya, com duas confirmações. Estas doenças são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus