Timber by EMSIEN-3 LTD
Domingo, 19 Setembro 2021 10:31

Enfermeira douradense vai receber premiação nacional por dedicação em transplantes Destaque

Escrito por
Jaqueline Foppa integra a equipe coordenada pelo médico Antônio Pedro Bittencourt na CIHDOTT Jaqueline Foppa integra a equipe coordenada pelo médico Antônio Pedro Bittencourt na CIHDOTT Divulgação

A enfermeira Jaqueline Foppa, integrante da CIHDOTT (a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante), criada em 2017 no Município e que funciona junto ao Hospital da Vida, será homenageada ainda este mês, em Brasília, em cerimônia que vai reunir os prestadores de serviços e colaboradores na área. O Dia Nacional da Doação de Órgãos é celebrado em 27 de setembro.

O prêmio ‘Destaque na doação de órgãos 2021” será entregue a Jaqueline, indicada para representar Dourados e o Mato Grosso do Sul juntamente com outros convidados do Ministério da Saúde por ocasião do lançamento da Campanha de Incentivo à Doação de Órgãos e Tecidos, evento que vai acontecer em Brasília na próxima semana.

Graduada na função em Dourados em 2011, Jaqueline é pós-graduada com especialização em centro cirúrgico e atua na equipe da UTI do Hospital da Vida junto com o coordenador local da Comissão, o médico Antônio Pedro Lucas Bittencourt. “Uma pessoa espetacular e muito competente”, define o coordenador da CIHDOTT sobre a colaboradora da Comissão.

O nefrologista Antônio Pedro Bittencourt lembra ainda, com alegria, que essas homenagens a voluntários do trabalho com transplantes no País coincide, para Dourados, com o anúncio da implantação de uma OPO (Organização de Procura de Órgãos e Tecidos), ferramenta que vai ajudar no processo de captação e encaminhamento de órgãos e tecidos para realização de transplantes, valorizando ainda mais as ações realizadas no Município.

A implantação da OPO no âmbito regional “já se fazia muito necessária”, considerou Antônio Pedro, para quem essa data, de anúncio da confirmação da liberação da verba de R$ 20 mil para a instalação da OPA, significa “um grande presente”. O recurso será liberado via Fundo Nacional de Saúde pela Coordenação-Geral do Sistema Nacional de Transplantes, atendendo pedido encaminhado pela Secretaria estadual de Saúde.

A proposta acolhida pelo Ministério da Saúde tem a finalidade de impulsionar o processo de doação e transplante em Mato Grosso do Sul, por meio do aumento do número de notificações de morte encefálica e de doadores efetivos. “Consequentemente, haverá aumento no número de transplantes de órgãos e impacto positivo no número de vidas salvas nos 33 municípios da região”, concorda o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

A CIHDOTT tem desenvolvido em Dourados campanhas de conscientização sobre a importância da doação de órgãos junto à sociedade. Além da coordenação do médico Antônio Pedro Lucas Bittencourt, a Comissão é composta por Denise Reginatto, Ludelça Dorneles, Valdineia Silva, Jaqueline Foppa e a psicóloga Silviane Krokosz.

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis