Timber by EMSIEN-3 LTD
  • doaçao
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que Washington vai sair de um tratado da época da Guerra Fria que eliminou uma classe de armas nucleares, alegando violações da Rússia. A medida disparou um alerta de Moscou sobre adoção de medidas retaliatórias.

O Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (na sigla em inglês INF), negociado pelo então presidente dos Estados Unidos Ronald Regan e pelo líder soviético Mikhail Gorbachev em 1987, estabeleceu a eliminação de mísseis nucleares e convencionais de alcances curto e intermediário por ambos os países.

"A Rússia não honrou, infelizmente, o acordo; então, nós vamos encerrá-lo e sair dele", disse Trump a jornalistas. O vice-ministro de relações exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou neste domingo (21) que uma retirada unilateral dos EUA seria "muito perigosa" e poderia levar a uma retaliação "técnico-militar".

Josiane da Silva Rodrigues, de 26 anos e Wallison Adriel da Silva, de 27, morreram em acidente ocorrido por volta das 19h30 deste sábado (20) no trecho do Km 322 da BR 267 entre Rio Brilhante e Maracaju próximo do acesso à fazenda Caçadinha. O casal seguia de moto e foi atingido por uma caminhonete Chevrolet S10 de cor preta, placas BMQ 4636 de Rio Brilhante que era conduzida por um homem que fugiu do local após o acidente e ainda não foi identificado.

De acordo com a perícia realizada no local, a caminhonete seguia sentido Rio Brilhante e invadiu a pista contaria causando a colisão que matou Josiane e Wallison na hora. Dentro da S10 haviam manchas de sangue e a chave estava no contato. A caminhonete foi parar a cerca de 50 metros do local do impacto fora da rodovia.

Segundo familiares, o casal iria pernoitar em Sidrolândia na casa de uma tia de Josiane e neste domingo (21) Wallison iria para Campo Grande para realizar o exame psicotécnico do concurso da Policia Militar do Estado.

Comentário

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.089 da Mega-Sena após o sorteio realizado na noite deste sábado (20) em Santa Helena de Goiás.

Confira as dezenas sorteadas: 05 - 10 - 32 - 38 - 48 - 49.

A Quina teve 29 apostas vencedoras. Cada apostador vai receber R$ 53.143,74. A Quadra registrou 2.665 apostas ganhadoras e cada uma receberá R$ 826,14.

Comentário

Alguns celulares mudaram o horário sozinhos na madrugada deste domingo (21), conforme relatos de usuários do Android e iOS (iPhone).Na virada do dia 21 de outubro, assim que chegou à 0h, smartphones começaram a mostrar a hora errada e foram adiantados para 1 hora – dando a impressão de que o horário de verão começou a vigorar. O erro movimentou as redes sociais, com reclamação de diversas pessoas afetadas.

Esta é a segunda vez, em menos de uma semana, que a hora adianta sozinha. Na última segunda-feira (15), o problema afetou usuários da operadora TIM. O novo erro, por outro lado, aparentemente atinge clientes Vivo, TIM e Claro. Apesar do incômodo, é possível tirar o horário de verão do Android e ajustar novamente à hora de Brasília.

O Palácio do Planato confirmou o início do horário de verão para 4 de novembro, após já ter anunciado adiamento para 18 de novembro a pedido do Ministério da Educação, em decorrência da aplicação do Enem.

Comentário

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Luís Felipe Salomão determinou a suspensão da transmissão de propaganda eleitoral da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/PROS), veiculada na televisão, nos dias 16 e 17 de outubro. Na decisão, ele diz que a propaganda incita o medo na população.

Salomão alerta que a propaganda tem potencial para "criar, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais". Segundo ele, houve violação do Artigo 242 do Código Eleitoral.

Para o ministro, a forma como a peça publicitária trata a possível vitória do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), ultrapassou os limites da razoabilidade e infringiu a legislação eleitoral.

“A distopia simulada na propaganda, considerando o cenário conflituoso de polarização e extremismos observado no momento político atual, pode criar, na opinião pública, estados passionais com potencial para incitar comportamentos violentos”, diz a decisão. Segundo a Agência Brasil de notícias, a ação para suspender a propaganda da Coligação O Povo Feliz de Novo foi impetrada pelos advogados de Bolsonaro.

Comentário

O presidente da Câmara e prefeito interino de Caarapó, André Nezzi (PDT), teve o nome homologado pelo partido como candidato a prefeito nas eleições extemporâneas marcadas para 25 de novembro em Caarapó. O pleito fora de época ocorrerá no município por causa do afastamento, decidido pela Justiça, do prefeito Mário Valério (PR) e do vice Martim Araújo (DEM).

Uma frente ampla com nove partidos coligados foi formada nesta sexta-feira (19) para apoiar André Nezzi: PDT, DEM, PR, MDB, PT, PRB, PSB, PP e PTC. O DEM indicou o vice, o Gordo da Tigre. Segundo um dos apoiadores do cabeça de chapa, ainda é esperada a adesão de outros partidos – o prazo final para as convenções é neste domingo (21).

Ao longo de toda a sexta-feira, foram realizadas as convenções dos partidos, que culminou com ato público na Câmara de Vereadores, superlotada. Além dos representantes partidários, o evento teve a participação do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) e do deputado estadual reeleito Zé Teixeira (DEM), que discursaram em apoio à candidatura de André Nezzi, “um menino novo e capaz de cuidar bem dos rumos do município”, disse o parlamentar estadual, enfatizando a juventude do candidato.

O deputado federal Geraldo Resende declarou apoio ao candidato do PDT, afirmando que continuará a contribuir com o município de Caarapó. “Vamos estar juntos nessa caminhada”, discursou. O prefeito afastado Mário Valério, que também participou do ato como presidente do PR, manifestou apoio total à candidatura de André Nezzi. “Apoiamos o André e o Gordo da Tigre. Estaremos juntos nessa luta em benefício da nossa gente. Vamos continuar a trabalhar por Caarapó”, destacou.

Comentário

A advogada Edna Regina Alvarenga Bonelli encabeça a chapa 1, Tempo de Ordem, que vai disputar a presidência da 4ª Subseção de Dourados da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Ela tem como candidato a vice-presidente o advogado Ewerton Araújo de Brito, como secretário-geral Lucas Stefany Rigonatt Paes da Silva, como secretário-geral adjunto Bruno Alexandre Rumiatto e como diretora-tesoureira Luciana Ramires Fernandes Magalhães. A chapa Tempo de Ordem foi a primeira inscrita para disputar a presidência da 4ª Subseção Dourados/Itaporã, demonstrando compromisso com a advocacia e com os advogados.

Os conselheiros titulares na chapa são os advogados Edson Alves Bonfim, Ângelo Magno Lins do Nascimento, Sonia Maria Lange Volpato, Fabiana Corrêa Garcia Pereira de Oliveira, Mara Regina Goulart, Robson Orlei Azambuja Carneiro, Érika Álvares dos Santos, Sheila Regina Lopes Dutra, Elison Yukio Miyamura e Juliano Cavalcante Pereira e como conselheiros suplentes os advogados Lourdes Peres Benaduce de Oliveira, Eliselle Lopes Ribeiro de Assis Franco, Maristela Linhares Marques Walz, Mariucia Bezerra Inacio, Jacris Henrique Silva da Luz, Niuza Maria Duarte Leite, Milton Aparecido Olsen Messa, José Braga, Oziel Matos Holanda, Juliano Machado Chitolina, Cristiano Kurita, Roger Frederico Koster Canova, Natalia Aletéia Chaise Arraes, Fabiano Pereira dos Santos e Osmar Martins Blanco.

A chapa Tempo de Ordem foi registrada no mesmo ato em que o advogado Jully Heyder, líder do Movimento Tempo de Ordem, registrou a chapa que vai concorrer à presidência da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso do Sul, tendo como vice-presidente o advogado Felipe Cazuo Azuma, ex-presidente da 4ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Dourados/Itaporã.

Edna Bonelli tem uma história de mais de duas décadas de atuação em favor da OAB e tem no candidato a vice Ewerton Araújo de Brito um dos profissionais mais combativos na defesa das prerrogativas dos advogados e, também, com atuação destacada entre a nova advocacia. Formada em Administração de Empresas em 1981 e em Direito em 1983, Edna Bonelli já exerceu os mais diversos cargos na estrutura da OAB Dourados/Itaporã, como, por exemplo, conselheira local por dois mandatos, presidente da Comissão de Defesa do Consumidor, delegada da Caixa de Assistência do Advogado, presidente da Comissão da Mulher Advogada por dois mandatos, vice-presidente da Subseção da OAB, entre outros.

Desafios

A candidata da chapa Tempo de Ordem destaca os desafios de presidir a 4ª Subseção. "Aceitei a indicação do grupo da situação para disputar a presidência da nossa Subseção por entender que tenho muito o que contribuir com a classe, não apenas no que diz respeito à ampliação das conquistas dos últimos anos, mas, sobretudo, para manutenção do respeito, da defesa dos nossos direitos no exercício da função", comenta Edna Bonelli.

Além de cargos expressivos na Subseção Dourados/Itaporã, Edna Bonelli também ocupou posição de destaque no Conselho Municipal dos Direitos da Mulher e na Rede de Enfrentamento de Violência contra a Mulher. "Não ingresso na disputa pela presidência da Subseção Dourados/Itaporã com o tradicional discurso de empoderamento da mulher, mesmo porque não serei presidente apenas das mulheres advogadas e sim de toda a classe, mas posso garantir que irei colocar toda minha sensibilidade feminina, experiência e força de trabalho em favor do fortalecimento, da independência e da democracia dentro da Ordem dos Advogados do Brasil", destaca Edna Bonelli.

Comentário

A Unigran realiza neste sábado (20) as provas do Processo Seletivo 2019. A prova acontece às 14 horas, nas dependências da instituição em Dourados. São oferecidos 22 cursos na modalidade presencial, para início de ano letivo em fevereiro.

A Unigran foi avaliada recentemente pelo Ministério da Educação com o Conceito 5, em uma escala que vai de 1 a 5, ou seja, é nota máxima. Além dessa nota máxima na avaliação do Conceito Institucional, a instituição obtém, há cinco anos consecutivos, a nota 4 no IGC (o Índice Geral de Cursos), resultado dos conceitos obtidos no Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes).

As vagas oferecidas no Vestibular deste sábado são para os cursos de Administração, Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Biomedicina, Ciências Contábeis, Comunicação Social – Publicidade e Propaganda, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Software, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia e Psicologia, além dos cursos tecnológicos em Design de Interiores, Estética e Cosmética, Produção Agrícola e Radiologia.

A Unigran está credenciada nos Programas Fies (de Financiamento do Ensino Superior) e Prouni (Universidade para Todos) do MEC e no Vale Universidade do governo estadual.

Os vestibulandos também têm a opção de ingressar a graduação com a nota do Enem e ainda como portador de diploma.

Comentário

Forte comoção, muita tristeza, sentimento de incredulidade, muitas lágrimas, salvas de palmas e orações. Esse clima marcou o sepultamento do empresário Rogério Shigero Oshiro, de 37 anos e do filho dele, o bebê João Pedro, de pouco mais de um ano. O funeral de pai e filho ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (19) no jazigo da família, no cemitério Santo Antônio de Pádua, acompanhado pelos familiares e por centenas de amigos, em especial o grupo “Anônimos da Alegria”, do qual o empresário fazia parte.

“Muito triste isso tudo!! Poxa Rogério Oshiro, não dá para acreditar ainda meu irmão. Que dor meu Deus. Mas tenho certeza de que nesse momento você e o Joãozinho estão no colo do Pai. Quanta falta vocês farão a todos. Resta-nos orar e pedir a Deus para que abençoe e ilumine a vida da Gi Lima Oshiro e da pequena Duda”, escreveu no perfil social que mantém no Facebook o ex-vereador Rafhael Mattos, um dos integrantes do grupo e que ajudou a transportar as urnas até ao jazigo.

A esposa do empresário e mãe de João Pedro, também vítima do acidente, Gislaine Costa Lima Oshiro, internada em um hospital de Dourados, foi liberada para participar de alguns momentos do funeral, enquanto a filha, Maria Eduarda, a “Duda”, também envolvida no acidente, se encontra hospitalizada, em Campo Grande, onde laudo médico indica que o estado de saúde dela ainda é instável.

O acidente

A família retornava no final da tarde de quinta-feira (18) de Bonito. Rogério Oshiro conduzia o veículo Voyage de cor branca no trecho da BR 267, entre Guia Lopes da Laguna e Maracaju quando, já próximo a Maracaju, bateu de frente com uma carreta com placas de Erechim (RS), carregada com 50 toneladas de soja.

Com o impacto da colisão, a carreta chegou a tombar na pista, a carga ficou esparramada no asfalto e pedaços do caminhão foram arremessados há vários metros. O empresário douradense morreu no local enquanto o filho João Pedro ainda foi encaminhado ao hospital da cidade, porém, não resistiu.

O condutor da carreta, Jeferson Matheus Wilges, de 43 anos, não teve ferimentos. Ele disse à polícia que viu o carro do empresário vindo na rodovia normalmente, e, de repente, invadiu a sua pista, fato que não lhe deu oportunidade de evitar a colisão. Colaborou: Waldemar Gonçalves – Russo.

Comentário

O Assessor de Comunicação Social do 3o. Batalhão da PM (Polícia Militar) em Dourados, e palestrante do Projeto DNC (Diga Não ao Crime), subtenente Júlio Cezar Arguelho, foi convidado a palestrar aos pais e alunos da escola Tancredo Neves, localizada no Parque das Nações 1, na manhã deste sábado (20), abordando aspectos de como prevenir crianças, jovens e adolescentes contra o uso e o tráficos de drogas, violência e o ingresso na carreira criminal.

O evento organizado pela direção e a coordenação da escola, que já é parceira no projeto Diga Não ao Crime, começou às 8 horas no pátio da escola e contou também com apresentações culturais e artísticas dos alunos, além da palestra da Polícia Militar. Aproximadamente 150 pais de alunos da escola se fizeram presentes e puderam ser orientados sobre autoridade legal, a função dos professores na vida social dos alunos e como identificar se os filhos estão envolvidos com drogas como usuários ou traficantes.

A palestra teve a duração de 45 minutos, período em que foram apresentados vídeos motivacionais e sobre o trabalho da Polícia Militar na fronteira, principalmente contra o tráfico de drogas. Para o diretor da escola, Alcides Pereira Júnior, essa palestra foi de suma importância para os alunos e mais esclarecimentos, também, aos pais.

“O projeto DNC atendeu 1750 na escola e levou conhecimento sobre o submundo do crime aos nossos alunos, entretanto ainda faltava o fechamento do ciclo com uma palestra aos pais para que pudessem participar mais ativamente dessa ação de prevenção, o que foi concretizado na manhã deste sábado”, disse o diretor.

Para o palestrante, a importância de falar diretamente aos pais, reflete diretamente na ação mais abrangente do DNC. “O trabalho que iniciamos com os alunos deve ter continuidade, e para isso, os pais, alunos e professores devem estar envolvidos nesse processo, pois a orientação da escola e dos professores deve ter seguimento no local mais importante para os jovens e adolescentes que é o seio familiar”, concluiu o subtenente Arguelho.

Comentário

Página 1 de 1091
  • Unimed 38

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus