Menu
Buscarquinta, 13 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
32°C
unigran24
banner100
ACREDITANDO

Chilenos investem R$ 15 bilhões em nova fábrica no MS

Município de Inocência foi escolhido para produção de celulose

22 junho 2022 - 17h02Por Redação Douranews

A chilena Arauco anunciou nesta quarta-feira (22) que vai investir 3 bilhões de dólares para construir uma fábrica de celulose no Mato Grosso do Sul com capacidade para 2,5 milhões de toneladas e previsão de início da produção no primeiro trimestre de 2028. A empresa informou, em comunicado, que assinou "acordo para potencial investimento" com o governo sul-mato-grossense. As expectativa é que as obras da fábrica comecem em 2025.

O grupo chileno já possui áreas de eucalipto plantadas no município de Inocência para suprir a demanda do projeto. O investimento estimado é de R$ 15 bilhões, beneficiando 14.300 famílias com geração de 12 mil empregos no pico da construção e 250 empregos diretos e 300 indiretos quando entrar em operação, além de 1.800 empregos permanentes na parte florestal.

Para o governador Reinaldo Azambuja, este é mais um compromisso firmado e cumprido com o desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul. "Vamos receber no Estado uma das maiores fábricas de celulose do mundo. Será uma unidade moderna, que vai gerar empregos, oportunidades, renda e desenvolvimento social em uma região que também integra a Costa Leste Florestal, mas que não tinha nenhum empreendimento deste tipo.  A vinda desta fábrica mostra a confiança dos investidores em Mato Grosso do Sul, na nossa política de incentivos fiscais, na segurança jurídica de quem investe e na estrutura logística que estamos criando para quem precisa escoar a produção”, disse Reinaldo Azambuja.

A fábrica terá capacidade para produzir sozinha metade da atual capacidade instalada global de celulose da Arauco, equivalente a 5,2 milhões de toneladas. A unidade será erguida próxima da cidade de Inocência, a 47 quilômetros de malha ferroviária, afirmou a companhia. O projeto não é o único de celulose planejado atualmente no Mato Grosso do Sul. A Suzano, maior produtora mundial de celulose de eucalipto, está aportando cerca de 15 bilhões de reais na construção de uma fábrica em Ribas do Rio Pardo, situada a 230 quilômetros de Inocência e com capacidade para 2,3 milhões de toneladas por ano. A unidade deve entrar em operação em 2024.

O CEO da companhia chilena, Matias Domeyko Cassel, disse que a escolha de Mato Grosso do Sul levou em conta o fato de ser uma região muito importante para a indústria, com grande potencial para o plantio de eucaliptos e excelentes opções logísticas para o escoamento da produção, “além de agregar muitos benefícios econômicos e sociais para a região, e com uma, produção de energia limpa e crédito de carbono positivo”, ressaltou.