Menu
Buscarsegunda, 15 de julho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
10°C
unigran24
Agronegócio

Embrapa produz novas cultivares para alimentar o gado leiteiro

04 fevereiro 2017 - 12h12

Os produtores de gado leiteiro de Mato Grosso do Sul contam com duas novas cultivares de capim-elefante da Embrapa: BRS Kurumi e BRS Capiaçu. A entrega das mudas foi realizada na manhã de sexta-feira (3), na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados. Participaram da solenidade de entrega simbólica das mudas cerca de 50 pessoas, entre produtores rurais e profissionais da assistência técnica rural, além de outros representantes do setor público agrícola.

As novas variedades, BRS Capiaçu e BRS Kurumi, são destaques entre as cultivares de capim-elefante. A cultivar de capim-elefante anão BRS Kurumi, voltada para o pastoreio direto, se caracteriza por apresentar alto potencial de produção de forragem com excelentes características nutricionais, o que possibilita ao produtor de leite intensificar a produção animal com menor uso de concentrado. Já, a BRS Capiaçu possui porte alto, que pode ultrapassar os cinco metros de altura, com alta produção de biomassa e destinada à silagem e picada no cocho. Ambas podem ser utilizadas no período da seca.

Sicredi

“A entrega simbólica dessa nova tecnologia da Embrapa voltada para o gado leiteiro representa um marco na produção leiteira do Estado”, disse o Chefe Geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Guilherme Lafourcade Asmus. “Esses materiais poderão contribuir para solucionar os problemas enfrentados pelos produtores em relação à alimentação do rebanho leiteiro estadual, especialmente durante a estação das secas”, disse o Chefe Adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, Auro Akio Otsubo. Ele explica que as pesquisas desenvolvidas pela Embrapa demonstraram que o capim elefante pode produzir cerca de 50 toneladas de matéria seca por hectare/ano, uma média de 30% a mais do que as demais cultivares disponíveis”.

Deixe seu Comentário

Leia Também