Menu
Buscarquarta, 12 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
unigran24
banner100
Agronegócio

Produtores do país e até do exterior debatem o futuro da pecuária

Confinar será promovido no Bosque Expo, em Campo Grande, nesta terça e quarta-feira (das 10 e 11 de maio).

09 maio 2022 - 14h22Por G1/MS

Produtores de Mato Grosso do Sul e de vários estados, como São Paulo, Goiás, Mato Grosso e do Paraná, e de outros países, como o Bolívia e do Paraguai, participam nesta terça e quarta-feira (dias 10 e 11 de maio), da etapa do Confinar em Campo Grande.

O evento será promovido no Bosque Expo e na programação está o debate de novas tecnologias, da história e o futuro da bovinocultura de corte no Brasil.

“Nossa finalidade, além de fortalecer a pecuária de corte no Brasil, é sempre atualizar o modelo de produção, dando oportunidade de maior produtividade e rentabilidade, por meio da informação atualizada. Na programação serão dez palestras, com temas selecionados com rigor, que interferem diretamente no andamento de uma propriedade, dentro ou fora da porteira”, explica o diretor da BeefTec, Rodrigo Spengler, organizador do Confinar.

Entre os assuntos abordados palestras está a convergência de dados para predição de abate de máximo lucro, que será abordada por Paulo Dias, CEO da GA+Intergado. Nesse sentido, pesagens diárias de animais são essenciais para que o produtor consiga mensurar o desempenho de determinada dieta fornecida, identificar animais doentes no lote e, por fim, relacionar a cotação do mercado e os custos de produção com os indicadores de ganho de peso individual e do lote dia a dia para negociar os animais no ponto de máximo lucro.

“Para vender o boi com o máximo lucro, é fundamental saber o ponto correto de abate. Para fazer isso, é preciso recorrer a uma tomada de decisões mais automatizada dos processos internos. Ou seja, optar por parâmetros confiáveis para que o produtor não erre, especialmente em um momento de margens tão estreitas de lucro como as atuais”, explica Dias.

Sua palestra, com o título: “Convergência de dados para predição de abate de máximo lucro: animal x mercado x frigorífico”, acontecerá no dia 11 (quarta-feira), às 8h. “O ponto de abate é uma decisão corriqueira dos produtores, mas quando a alimentação aumenta, por exemplo, há um impacto muito maior nos dias de confinamento. Outro ponto é que o abate não pode ser focado apenas em lotes, mas em cada desempenho individual do animal, e isso torna mais complexa a tomada de decisão. Nesse sentido, a tecnologia é forte aliada do produtor”, finaliza Dias.

Serviço: Confinar 2022 será no Bosque Expo (Avenida Cônsul Assaf Trad, 4796, Parque dos Novos Estados), e a abertura, que acontecerá nesta terça-feira (10).