Menu
Buscarsábado, 13 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
Brasil

107 mil Corollas vão passar por 2º recall em nove meses

01 março 2011 - 13h03Por Redação Douranews, com Folha.com

Sete em cada dez veículos Corolla convocados a partir de hoje para substituir o sistema de partida a frio já haviam sido chamados pela Toyota para o recall de maio do ano passado por causa de falha na fixação do tapete.

Isso significa que em nove meses 107 mil carros desse modelo vão passar pelo segundo recall da montadora, informa a própria empresa.

O DPDC (Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor), do Ministério da Justiça, vai notificar a Toyota para obter informações sobre o fato de os mesmos carros serem alvo de dois recalls.

"Considerando que o recall desse final de semana também mostra como afetados os veículos produzidos entre 2008 e 2010, o DPDC notificará a montadora a prestar informação sobre a identidade entre a campanha atual e a anterior", informa em nota o DPDC.

Em fevereiro, o órgão multou a Toyota em R$ 490.619 por ter levado dois meses para fazer o recall mesmo após consumidores e autoridades terem relatado acidentes causados pela falha na fixação dos tapetes. O Código de Defesa do Consumidor determina que o recall seja feito imediatamente após a descoberta do problema.

Segundo a Toyota, 145.466 Corollas fabricados entre março de 2008 e dezembro de 2010 terão de ir às concessionárias, a partir de hoje, para resolver o problema do sistema de partida a frio.

Código do chassis envolvidos no recall - últimos 7 dígitos

9BRBB42E09 - 9BRBB42EX9 5000542 - 5055571
9BRBB48E09 - 9BRBB48EX9 5000541 - 5055592
9BRBB42E09 - 9BRBB42EXA 5055598 - 5116530
9BRBB48E09 - 9BRBB48EXA 5055594 - 5116529
9BRBD48E0A - 9BRBD48EXA 2500002 - 2500007
9BRBB42E0A - 9BRBB42EXB 5116534 - 5151708
9BRBB48E0A - 9BRBB48EXA 5116531 - 5126284
9BRBD48E0B - 9BRBD48EXB 2500008 - 2525074

"Com a concorrência acirrada para vender mais, as empresas têm colocado produtos no mercado que muitas vezes não estão adequados para o uso a que se destinam. A preocupação não é só com a Toyota, mas com todas as marcas. O que se nota é uma falta de acompanhamento maior na qualidade dos produtos", diz Carlos Alberto Nahas, assistente de direção da Fundação Procon-SP.

Para Lucas Cabette Fabio, advogado do Idec, é importante a empresa fazer o recall, mesmo que seja a segunda campanha envolvendo o mesmo veículo. "É sempre melhor ter essa postura do que se negar e fazer o jogo de são erros pontuais. O mais importante é não colocar a segurança do consumidor em risco", diz.

A montadora informa, por meio de nota, que os recalls de maio de 2010 e o atual foram feitos voluntariamente e que a "campanha de chamamento preventiva é um sinal de respeito ao consumidor e visa garantir que os clientes utilizem produtos em perfeitas condições de funcionamento e segurança".

A Toyota também informa que no ano passado atingiu o "sexto recorde consecutivo de vendas", com a comercialização de cerca de 100 mil unidades.

MERCADO

Dados da Fenabrave (federação das concessionárias) mostram que foram vendidas 55.024 unidades do Corolla no ano passado _o que o coloca na liderança dos sedans médios emplacados no país (31,3% de participação). Apesar do recall, os números são semelhantes aos de 2009, quando houve 54.599 licenciamentos (28,5%).

Nas vendas de automóveis e comerciais leves, a participação da Toyota caiu de 3,11% do total para 2,99%, com isso passou da 7ª para a 8ª posição no ranking.

RECALLS NO PAÍS

Até a última segunda-feira (dia 28 de fevereiro), nove recalls foram convocados pelas empresas (já incluindo a da Toyota), com 474.382 veículos envolvidos, de acordo com dados do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor.

No ano passado, foram realizadas 51 campanhas, o que representa aumento de 42% em relação aos 36 recalls feitos no ano de 2009.

O número de veículos envolvidos nos recalls teve acréscimo: passou de 461.392 em 2009 para 1.091.178 no ano passado.

Início do atendimento - 1º de março de 2011
Local - rede de concessionários Toyota
O que será feito - substituição do sistema de partida a frio
Motivo - a mangueira do sistema pode deteriorar-se, gerando vazamento de gasolina e risco de incêndio
Informações - 0800 703 02 06 ou www.toyota.com.br