Menu
Buscardomingo, 16 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
23°C
unigran24
banner100
Campo Grande

17 gatos são abandonados em casa e tutora é detida em flagrante

Segundo a Polícia, os animais eram mantidos em condição insalubre, sem água e alimentação.

27 abril 2022 - 13h52Por G1/MS

Uma mulher, de 39 anos, foi detida em flagrante por maus-tratos a animais na manhã desta quarta-feira (27) em Campo Grande (MS). A ação da Delegacia Especializada em Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat), encontrou 17 gatos abandonados em uma casa na Vila Planalto.

Conforme as informações dos policiais que participaram da ocorrência feita em conjunto com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), os gatos estavam em situação de maus-tratos extremos, feridos e com fome. A sujeira deixa o local insalubre e inadequado para o convívio dos animais.

O investigador Ciro Dantas, da Decat, relatou que recebeu uma denúncia anônima de vizinhos e que os gatos vivem completamente abandonados, em um espaço cheio de fezes, sem água e alimentação. “A tutora reside em outro imóvel, no mesmo bairro, e vai ao local para alimentar os gatos a cada 15 dias”.

Os felinos foram resgatados e ficaram sob cuidados do Centro de Controle de Zoonoses (CZZ) de Campo Grande. A mulher foi levada à delegacia, onde recebeu voz de prisão em flagrante.

Polícia resgatou 17 gatos  Foto: Reprodução/ Decat

Polícia resgatou 17 gatos — Foto: Reprodução/ Decat

Em nota, o CZZ informou que todos os animais estavam em situação de cárcere privado de alimentação e hidratação. “Além de extrema poluição ambiental que o local se encontrada”, completam. Agora, os gatos irão passar por avaliação veterinária e ficarão sob responsabilidade da delegacia.

O caso foi registrado como maus-tratos e poluição na Decat e segue em investigação.

Crime Ambiental

Tanto animais silvestres, como animais domesticados são protegidos pela Lei de Crimes Ambientais. A penalidade para quem comete tal crime é de três meses a um ano de detenção para qualquer tipo de animal, a exceção para gatos e cachorros, cuja pena é de dois a cinco anos de reclusão e inafiançável.

A Decat reforça reforça que é importante que as pessoas denunciem os casos de maus-tratos, primeiramente, por e-mail, além de telefonar ou ir presencialmente na delegacia.

 

  • Endereço: R. Sete de Setembro, 2421 - Jardim dos Estados;
  • Telefone: (67) 3325-2567 e (67) 3382-927;
  • E-mail: [email protected].