Menu
Buscardomingo, 23 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
31°C
cmd literatura
banner100
MS

Adolescentes são suspeitos de matar idoso e sequestrar menina de 11 anos

Crime ocorreu na segunda-feira (8), em Itaquiraí. Um dos suspeitos fugiu para Campo Grande com a criança sequestrada, onde foram apreendidos. Outros dois foram localizados na cidade. O quarto envolvido está sendo procurado.

10 agosto 2022 - 14h16Por Lucas

Quatro adolescentes, com idades entre 16 e 17 anos, são suspeitos de assassinarem um idoso durante o roubo a uma propriedade rural em Itaquiraí, a 408 quilômetros de Campo Grande, na tarde desta segunda-feira (8). Após o crime, eles teriam jogado o corpo em um rio e fugido com a caminhonete dele. Um dos suspeitos ainda sequestrou uma criança de 11 anos e veio para a capital

O crime começou a ser investigado após a filha da vítima notar o desaparecimento do pai, Luiz Venitte Reina, de 68 anos. Ela foi até a delegacia de Polícia Civil na terça-feira (9) e registrou um boletim de ocorrência. No mesmo dia, polícias foram até o assentamento onde ele morava e identificaram que alguns bens do idoso haviam desaparecido. Descobriram ainda que alguns adolescentes teriam passado pelo local no dia anterior.

A partir dessas informações, a polícia chegou aos suspeitos. Segundo a delegada Ana Cláudia Mediana, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), os quatro adolescentes são moradores do assentamento, já conheciam a vítima e, inclusive, já haviam trabalhado com ele.

Ela relatou que os suspeitos haviam planejado roubar o idoso, mas que durante o crime ação saiu do controle e a vítima acabou sendo morta, com dois tiros de uma espingarda calibre 22. O primeiro tiro atingiu Luiz, no peito e o segundo foi na nuca.

A delegada diz que após matarem o idoso, os adolescentes teriam furtado uma motocicleta, uma caminhonete e alguns objetos da casa. Eles ainda teriam colocado o corpo na carroceria da caminhonete e jogado no rio Amambai.

Os suspeitos tentaram vender a caminhonete em cidades da região, mas não conseguiram. Três deles resolveram ficar na cidade enquanto que o adolescente de 16 anos que teria disparado os tiros na vítima, revolveu usar o veículo para fugir para Campo Grande.

Conforme a delegada Medina, ele sequestrou uma menina, de 11 anos, com quem teria um suposto relacionamento.

A forma como o adolescente conseguiu chegar a capital dirigindo impressionou até mesmo a delegada. “Com essa idade, veio dirigindo. Os dois passaram por pedágios, abasteceram no caminho e depois foram localizados na casa uma irmã do autor”.

Caminhonete encontrada no Jardim Santa Felicidade em Campo Grande.  Foto: Reprodução

Caminhonete encontrada no Jardim Santa Felicidade em Campo Grande. — Foto: Reprodução

De acordo com boletim de ocorrência, os dois dormiam na própria caminhonete, quando foram encontrados pela equipe do Dracco, na região do Jardim Santa Felicidade. A arma usada no crime foi encontrada na casa da irmã.

Outros dois adolescentes envolvidos no crime foram apreendidos em Itaquiraí. O quarto envolvido não foi encontrado, até o momento.

A família da menina, de 11 anos, já procurava por ela. Já os familiares do autor, em Campo Grande, afirmam que não sabiam do crime.

O caso foi registrado como latrocínio, ocultação de cadáver, subtração de incapaz e porte ilegal de arma de fogo.