Menu
Buscardomingo, 16 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
22°C
unigran24
banner100
Diz meteorologista

Capital de MS tem o mês de julho mais quente desde 1986

A temperatura média de julho foi de 29,7°C, ficando 1,6ºC acima das médias de todos os meses anteriores, que é de 28,1°C.

02 agosto 2022 - 14h44Por g1

O forte calor que atinge várias regiões fez com que o mês de julho tivesse o clima mais quente em 36 anos no estado de Mato Grosso do Sul. O mês de julho, que costuma ser gelado em Campo Grande (MS), está sendo o mais quente desde 1986, de acordo com o meteorologista Natálio Abrahão.

A temperatura média ficou na casa dos 29,7° C, quando o padrão regular é de 28,1°. Já a média das mínimas foi além, fechou os 31 dias 3,9° C mais quente, saltando de 14,5° C para 18,4° C. O meteorologista esclareceu que o mês teve menos frentes frias continentais do que o esperado, o que contribuiu para temperaturas máximas mais altas do que o normal para o período.

Além do forte calor, a umidade do ar também foi prejudicada no mês que passou pela falta de chuvas.

"Isso acontece devido ao bloqueia atmosférico e principalmente pela presença do fenômeno La Niña. Além disso, o resfriamento das águas do oceano pacifico afeta as temperaturas do mundo inteiro. É como se estivesse no mês de janeiro, em que as temperaturas são mais elevadas", esclareceu.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Campo Grande tem previsão de céu claro, com temperaturas variando entre 19 e 32 graus nesta terça-feira (2). Assim, a umidade do ar também está em níveis críticos, variando 25% a 40%.