Menu
Buscarterça, 23 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
25°C
Brasil

Congresso homenageia mulheres com destaque na luta social

01 março 2011 - 18h53Por Redação Douranews
Como o Dia Internacional da Mulher, o 8 de março, cai neste ano na terça-feira de carnaval, o Congresso se antecipa e homenageia as mulheres do país nesta terça-feira

O Congresso antecipou para o dia 1º de março a tradicional sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, 8 de março, que neste ano cai no carnaval. Os senadores aproveitaram o momento para premiar as cinco ganhadoras deste ano do prêmio "Mulher Cidadã Bertha Lutz", que homenageia as mulheres com destaque na luta social feminina.

As ganhadoras foram Maria Silva, líder das catadoras de papel no Piauí; Carmen Foro, líder dos sem-terra no interior do Pará; Maria Barreto, a primeira presa política pela ditadura militar no Ceará; Maria Liege, da Federação Internacional das Mulheres; e Chloris Casagrande, que é vice-presidente da Academia de Letras do Paraná.

Quem falou pelas vencedoras foi Maria Barreto. “Oferecemos esta homenagem especialmente às jovens mulheres do campo e das cidades, que tombaram e deram sua própria vida à resistência à ditadura militar”, disse Maria, muito aplaudida pelos presentes.

O presidente do Senado, Jose Sarney (PMDB-AP), citou pesquisa feita pelo DataSenado com mulheres de todo o país, que revelou que a maior parte das brasileiras é contra a flexiblilização da lei Maria da Penha, decidida para condenações leves pelo Superior Tribunal de Justiça.

“Sessenta por cento entendeu que a proteção está melhor após a criação da Lei Maria da Penha. A Corte entendeu permitindo a suspensão da pena nos casos em que a condenação for inferior a um ano. Quando isto ocorrer, o Juiz pode trocar a pena de prisão por uma pena alternativa, ou ainda suspender o processo. A pesquisa apurou que a maioria das entrevistadas ficou insatisfeita, acreditando que esta decisão enfraquece a Lei”, comentou Sarney.

A sessão foi um pedido da senadora Vanessa Graziottin, do PC do B do Amazonas, que também é presidente do Conselho "Mulher Cidadã Bertha Lutz".