Menu
Buscarsábado, 18 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
22°C
Brasil

Dória demite servidora que o chamou de 'Jony Dólar' na campanha

12 janeiro 2017 - 13h29

Nesta terça-feira (10), a Prefeitura de São Paulo pediu o desligamento da produtora cultural Ana Paula Galvão, recém-nomeada coordenadora do Teatro Paulo Eiró, em Santo Amaro (zona sul).

Logo após a eleição do tucano, a coordenadora fez críticas ao prefeito João Doria (PSDB), chamando-o de 'Jony Dólar'. Galvão também teria acusado o governador Geraldo Alckmin (PSDB), padrinho político de Doria, de "mafioso".

"Amanhã no primeiro horário tem que ter um pedido de impugnação desta eleição. [...] Ao menos para registrar mais este crime do mafioso Geraldo Alckmin contra cidadãos", escreveu em seu perfil no Facebook em 2 de outubro. Segundo informações de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o secretário municipal de Cultura, André Sturm, confirmou o desligamento da coordenadora.