Menu
Buscardomingo, 16 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
22°C
unigran24
banner100
Boi gordo

Mercado começa a se acomodar mas preço segue firme; veja cotações

Ambiente de negócios ainda é complicado para alongar as escalas de abate, avalia analista da Safras & Mercado

01 julho 2022 - 15h15Por Canal Rural

O patamar atual de preços teve boa aderência por parte do pecuarista e resultou em um bom fluxo de negociações. Já os frigoríficos caminham para fechar a semana com escalas de abate mais bem posicionadas.

“Em todo caso, não parece haver capacidade para testar o mercado neste momento, em um ambiente ainda complicado para alongar as escalas de abate. Já a entrada de animais negociados na modalidade a termo tem sido útil para a indústria frigorífica exportadora”, afirma Iglesias.

Dessa forma, a referência para a arroba do boi na capital de São Paulo ficou em R$ 327 na modalidade a prazo. Em Dourados (MS), a arroba foi indicada em R$ 299. Cuiabá (MT) registrou preço de R$ 295. Já Uberaba (MG) teve preço de R$ 320 por arroba, enquanto Goiânia (GO) a cotação foi de R$ 305.

Mercado do boi: atacado

O mercado atacadista segue com preços acomodados para a carne bovina. O ambiente de negócios ainda sugere alguma alta das cotações no decorrer da primeira quinzena de julho, período que conta com maior apelo ao consumo, avaliando a entrada dos salários na economia como motivador da reposição entre atacado e varejo.

O quarto dianteiro permaneceu com preço de R$ 17,55 por quilo. A ponta de agulha permaneceu com preço de R$ 17,10 por quilo. O quarto traseiro ainda teve preço de R$ 22,65 por quilo.