Menu
Buscarsexta, 21 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
20°C
unigran24
banner100
Brasil

Mulher viaja para SP e família recebe pedido de resgate de R$ 17 mil

Marido e a filha da vítima procuraram a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro, em Campo Grande.

12 julho 2022 - 14h05Por g1/ms

Em depoimento, o marido da vítima relatou à polícia que a esposa começou a conversar com um homem pela internet e meses depois avisou a família que encontraria com ele. Para isso, viajaria até São Paulo e depois para Itapecerica da Serra. No dia 11 de julho a mulher embarcou e parou de atender as ligações da família.

De acordo com o registro policial, a última informação repassada pela mulher foi às 16 horas de segunda-feira. A mensagem avisava que uma pessoa buscaria ela na rodoviária, e depois disso, não apareceu mais.

Sem qualquer contato com a vítima, o marido e a filha conseguiram acesso de uma rede social dela e assim viram uma conversa com o desconhecido. A família informou que a mulher saiu de casa com calça jeans escura e blusa preta com desenho branco.

Pedido de resgate

Já eram mais de 3 horas desta terça-feira (12) quando o telefone tocou. Ao atender a ligação, o marido da vítima ouviu que ela estava sendo mantida refém e só seria liberada após o pagamento de R$ 17 mil.

Para a polícia, o homem contou que chegou a conversar com a mulher pelo telefone e ela revelou que estava toda machucada, amarrada em um quarto. O criminoso ainda justificou o valor do resgate: teve um companheiro baleado e precisava do dinheiro para pagar a cirurgia dele.

A reportagem tentou contato com a polícia paulista para confirmar o caso, mas não houve resposta até a publicação da matéria. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário ( Depac) do Centro em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também