Menu
Buscarsábado, 15 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
unigran24
banner100
Frio

Sul tem neve e temperaturas negativas

'Friaca' é resultado do deslocamento de uma massa de ar polar e um ciclone extratropical

17 maio 2022 - 08h49Por G1

O frio atípico que promete derrubar as temperaturas nesta semana já chegou em alguns lugares do país. Mas os termômetros cairão ainda mais. Curitiba terá mínima de 3°C nesta terça-feira (17) e Campo Grande pode chegar na casa dos 8°C.

No Sul, Santa Catarina registrou -2,4ºC em Bom Jardim da Serra. A primeira neve do ano no estado foi registrada em Urupema. A primeira chuva congelada foi vista em São Joaquim, também na Serra Catarinense, entre a segunda-feira (16) e a madrugada desta terça.

Já as capitais da região devem ter condições de bastante frio, embora não tenham previsão de neve. A mínima nesta terça para Porto Alegre é de 10°C. Florianópolis pode registrar 11°C.

"[Nesta terça], o ar frio já começa a avançar e as temperaturas começam a cair em boa parte do Centro-Sul do Brasil, mas o ápice do frio acontece entre quarta e quinta-feira", diz Cesar Soares, meteorologista da Climatempo.

 

Capital Terça (17) Quarta (18) Quinta (19) Sexta (20)
Aracaju 23°C 24°C 24°C 24°C
Belém 23°C 23°C 24°C 23°C
Belo Horizonte 14°C 10°C 7°C 7°C
Boa Vista 24°C 23°C 22°C 22°C
Brasília 15°C 10°C 6°C 5°C
Campo Grande 8°C 4°C 5°C 6°C
Cuiabá 16°C 12°C 8°C 7°C
Curitiba 3°C 5°C 5°C 2°C
Florianópolis 11°C 12°C 12°C 11°C
Fortaleza 24°C 24°C 24°C 22°C
Goiânia 15°C 9°C 6°C 5°C
João Pessoa 23°C 24°C 24°C 24°C
Macapá 24°C 24°C 24°C 23°C
Maceió 22°C 23°C 22°C 23°C
Manaus 23°C 23°C 22°C 21°C
Natal 24°C 24°C 24°C 24°C
Palmas 23°C 22°C 17°C 16°C
Porto Alegre 10°C 10°C 12°C 9°C
Porto Velho 21°C 18°C 16°C 15°C
Recife 24°C 24°C 24°C 24°C
Rio Branco 17°C 16°C 14°C 14°C
Rio de Janeiro 19°C 15°C 12°C 14°C
Salvador 22°C 22°C 23°C 24°C
São Luís 24°C 23°C 24°C 24°C
São Paulo 10°C 6°C 7°C 8°C
Teresina 23°C 24°C 24°C 23°C
Vitória 21°C 19°C 15°C 13°C

Fonte: Climatempo

Inverno chegou?

De acordo com o especialista da Climatempo, o grande diferencial deste frio intenso em boa parte do país é que haverá o deslocamento de uma massa de ar polar muito forte que vai coincidir com a passagem de um ciclone extratropical. Por isso, ele classifica o evento como "comum, mas não frequente".

“É possível que a gente não tenha uma onda de frio tão intensa durante os meses tradicionais de inverno, como junho e julho”, diz. "A atmosfera já está lidando como se fosse inverno. Então não existe essa transição direta. Para a meteorologia o inverno já começou", afirma.

Oficialmente, a estação só muda daqui a mais de um mês: o inverno começa no dia 21 de junho.