Menu
Buscarquarta, 24 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
27°C
Cidades

Defesa Civil confirma tremor de 3,8 graus em Paranaíba (MS)

11 março 2011 - 22h20Por Redação Douranews

O secretário Nacional da Defesa Civil, Humberto de Azevedo Viana Filho confirmou nesta sexta-feira (11) que o município de Paranaíba sofreu um tremor de 3,8 graus na escala Richter na noite do último sábado (5).

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura e responsável pela Defesa Civil de Paranaíba, Jean Gleik Martins Carvalho, duas casas desabaram, oito foram interditadas e 31 casas sofreram algum dano estrutural por conta da seqüência de abalos sísmicos.

Jean explicou que o tremor começou no sul e terminou no norte da cidade, atingindo do centro até o bairro Jardim Inocência. Em linha reta, a distância entre um ponto e outro seria de aproximadamente um quilômetro. Segundo o secretário municipal, o bairro mais atingido foi o Santa Lucia, localizado no centro entre os pontos de início e término do tremor.

– Nunca aconteceu [um tremor] nos 153 anos de história da cidade, o pessoal esta assustado.

Ele explica que até a confirmação desta manhã, o tremor estava sendo tratado como uma movimentação geológica ou compactação do solo, mas em conversa com o secretário nacional teve informações de que outras partes do Brasil também sentiram o tremor.

Ele lembra que a população atingida em Paranaíba relatou que o tremor aconteceu durante a chuva que caía naquela noite e que foi possível ouvir os estalos nas casas e nas lajes das residências e logo depois aparecem às rachaduras.

No entanto, as casas atingidas pelo tremor não estão na área alagada da cidade, que já decretou situação de emergência por conta das chuvas que inundaram uma subestação de tratamento de água da Sanesul (Empresa de Saneamento do Estado de Mato Grosso do Sul) que deixou Paranaíba sem água por dois dias afetando mais de 43 mil pessoas.

O secretário municipal diz acreditar ainda que o tremor pode ter atingido mais casas além das que já foram registradas.

Deixe seu Comentário

Leia Também