Menu
Buscarsábado, 20 de abril de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
14°C
Cidades

Plano de Atendimento da Enersul garante segurança no carnaval

07 março 2011 - 12h50Por Redação Douranews, com Assessoria

Preocupada com a segurança dos  foliões de Mato Grosso do Sul durante o período de carnaval, a Enersul incluiu no  Plano de Atendimento ao Carnaval 2011 uma  vistoria mais abrangente nos locais  onde  foram  instaladas  ligações  provisórias, como por exemplo as avenidas  onde  vão  ocorrer  desfiles de escolas de samba. O cuidado com a segurança  também orienta sobre altura mínima das redes de energia elétrica visando  a  movimentação  sem  risco  de acidentes para carros alegóricos e trios  elétricos.

Um detalhe que pode parecer pequeno, mas reveste-se de alerta geral é para o uso de serpentinas. Esse tipo de material  nunca  deve ser lançado em direção ou próximo à fiação de energia já  que essas fitas em contato com os fios  podem provocar graves problemas a exemplo da tragédia que aconteceu em Minas Gerais.

Quanto aos aspectos relacionados com a operação, o Plano de Atendimento ao Carnaval apresenta diretrizes para assegurar a máxima eficiência na atuação das  equipes  de eletricistas. O objetivo é fazer com  que os procedimentos permitam  a  solução  com eficácia de possíveis problemas em tempo real. As medidas  operacionais  estratégicas  adotadas pela Enersul visam garantir o nível de segurança operativa durante as festividades do Carnaval no período compreendido  entre  as  17  horas  do  dia 4 e às 13 horas do dia 9 de março.

O sistema elétrico da Enersul

O  sistema elétrico da Enersul possui aproximadamente 5.850 Km de linhas de transmissão,  ao longo dos 357.125 Km2 de área do Estado, 11.812 Km de rede de  baixa  tensão  e  59.279 Km de rede de média tensão, 93 subestações nas tensões de 138 kV, 69 kV e 34,5 kV, incluindo as duas subestações móveis. A  operação desse sistema é coordenada pelo Centro de Operação do Sistema – COS,  localizado  em  Campo  Grande,  através de um Sistema de Supervisão e Controle  que  contempla  as subestações nos níveis de 138 kV, 69 kV e 34,5 kV, totalizando 92 unidades supervisionadas.

O atendimento das redes  de  distribuição urbanas e rurais é executado pelo Centro de Operação  da  Distribuição – COD, localizado em Campo Grande. O COD atende às reclamações geradas pelo Call Center, através de um sistema informatizado de atendimento a reclamações de falta de energia e um sistema de  supervisão  e  controle  de  religadores  telecomandados  à  distância, instalados nos diversos pontos do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também