Menu
Buscarquarta, 12 de junho de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
29°C
unigran24
banner100
NO LIMITE

Alan Guedes adverte professores

"Voltem a atividade e vamos continuar negociando", pede prefeito

21 março 2022 - 14h10Por Redação Douranews

O prefeito Alan Guedes (PP) disse no final da manhã desta segunda-feira (21),após participar de evento com o secretário Eduardo Riedel na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), que continua aberto ao diálogo com os professores, cuja situação de greve geral entrou na segunda semana, mas “do ponto de vista financeiro, hoje o Piso Nacional [oficializado em medida do presidente Jair Bolsonaro] é impraticável, nós não temos condições de implementar”.

Falando a jornalistas presente ao ato, Alan Guedes disse que a Prefeitura trabalha o quadro financeiro com a folha de pagamentos na casa dos 49,2% e que, com o reajuste linear oferecido a todos os servidores do Município, incluindo a categoria do magistério, escalonado em 10,38%, “o professor já terá um incremento pra que a gente possa cumprir o Piso”.

Ele disse que essa efetivação percentual, junto com o crescimento vegetativo da folha, eleva o limite prudencial fixado pela LRF (a Lei de Responsabilidade Fiscal) a quase 51 e meio por cento. “Aí a gente já entra numa faixa de investimento com pessoal onde a luz amarela começa a piscar, quase na luz vermelha, tem que ter responsabilidade”, afirmou.

Ainda assim, o prefeito considera avanços as conversações mantidas até agora, em duas rodadas de mesa redonda com líderes da greve. “Temos uma pauta, de debate para continuar o ano todo, inclusive apresentando data e prazo, para encaminhar projeto de lei para discutir com os vereadores outras pautas da categoria, como o piso pra 20 horas, só esperamos que os trabalhadores tenham consciência dessa proposta e entendam o momento, retomando a atividade nas salas de aula”.

Reforma

Alan Guedes também falou que, além de estar avaliando com a base de vereadores na Câmara de Dourados um nome para substituir a vereadora Daniela Hall [ela entregou a função de líder do prefeito na Câmara], se prepara para realizar mudanças no primeiro escalão da Administração. “O Governo terá mudanças, é inevitável, vamos ter desincompatibilizações até a primeira semana de abril, visando o processo eleitoral, e, nesse escopo, vamos fazer as mudanças para reforçar algumas ações”.

O prefeito ainda não confirmou quem deverá deixar os cargos, mas, além do vice-prefeito Guto Moreira, que já trocou o PL pelo Podemos de olho na candidatura a deputado federal, se cogita ainda que o atual secretário de Governo, Henrique Sartori, pode ser a opção do grupo dele para estadual ou federal pelo PP ou PL.

De acordo com o pai de Alan Guedes e presidente do PP na cidade, advogado Eudelio Mendonça, além da ministra Tereza Cristina, a legenda deve receber mais 16 prefeitos e uns três ou quatro deputados estaduais. “Vamos esperar depois do dia 2 de abril, mas uma coisa é certa, o pequeno agora é grande”, disse ao Douranews.

Deixe seu Comentário

Leia Também