Menu
Buscarsábado, 25 de junho de 2022
(67) 99913-8196
°max
°min
unigran topo
ROBÓTICA

CPI começa com 2 a 1 para arquivamento

Ato de Laudir nomeia membros que vão investigar compra de kits

19 maio 2022 - 10h30Por Redação Douranews

O presidente da Câmara de Dourados, vereador Laudir Munaretto (MDB) designou nesta quarta-feira (18), por meio do Ato 005/22, o vereador Fabio Luis (Republicanos) para presidir a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instituídas com a finalidade de apurar e investigar indícios de irregularidades na contratação e aquisição de 50 kits de solução robótica educacional pela Prefeitura do Município.

Fabio Luis foi o autor da proposta de criação da CPI, diante das dúvidas levantadas, em nível nacional, inclusive, conforme reportagem do jornal Folha de S. Paulo, sobre valores além dos determinados pelo mercado do setor, para a comercialização dos itens.

O vice-presidente indicado por Laudir para a Comissão será o vereador Rogério Yuri (PSDB) e como relator foi designado o vereador Cemar Arnal (Solidariedade), ambos integrantes da base de apoio do prefeito Alan Guedes (PP), o principal investigado na CPI.

Na sessão de segunda-feira (16) a sessão da Câmara chegou a ter momentos de tensão diante de controvérsias criadas por membros do próprio PSDB, a maior bancada na Casa. Dos seis integrantes, quatro não concordaram com a indicação de Yuri para compor a CPI: queriam o nome de Marcio Pudim, que faz oposição a Alan Guedes na bancada.

Laudir decidiu invocar o artigo 83 do Regimento Interno para fazer a autoridade do presidente de designação dos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito “assegurando-se a representação proporcional partidária ou de blocos partidários”. A CPI terá prazo de funcionamento de 60 dias corridos, contados da presente data e prorrogáveis a critério do Plenário, conforme o Ato publicado na edição desta quarta-feira do Diário Oficial do Município.

Deixe seu Comentário

Leia Também