Menu
Buscarterça, 21 de maio de 2024
(67) 99913-8196
Dourados
16°C
Dourados

Délia diz que mandato foi marcado por atuação abrangente

19 dezembro 2016 - 10h40

A vereadora Délia Razuk (PR) entrou para o segundo mandato como a mulher mais votada para o cargo na história de Dourados, pela segunda vez. Mas a Legislatura 2013/16 foi o marco da representatividade da vereadora e da abrangência do trabalho em atendimento aos cidadãos nas áreas da saúde, infraestrutura, educação, lazer e segurança, o que lhe valeu, inclusive, a oportunidade de disputar e ser eleita para a Prefeitura a partir do ano que vem.

Segundo ela, todo o resultado é fruto de um trabalho de mais de 40 anos voltado ao social e que foi incutido no primeiro mandato e reforçado no segundo período que esteve na Câmara, como ferramenta para entender as demandas que realmente interessam aos cidadãos.

A vereadora ressalta que ações sociais para beneficiar a comunidade sempre fizeram parte do perfil de trabalho dela. O Projeto Viva Melhor, por exemplo, desenvolvido desde o primeiro mandato sempre levou lazer, saúde e capacitação as pessoas.

Indicações e requerimentos com muitos pedidos, sugestões e reivindicações feitas na área de saúde, educação, transporte público, trânsito e moradia, tornaram intenso o trabalho para a comunidade em vários bairros. A fiscalização dos atos também pautou o trabalho de Délia, sempre independente nas votações. A vereadora foi contra o aumento do IPTU e pediu cautela na aprovação da concessão do serviço de abastecimento de água e serviço de esgoto na cidade.

Em 2013, foram mais de 100 indicações, 33 requerimentos e dois projetos. Délia pediu rede de água para as sitiocas, reativação da imunização nos postos, revitalização da Praça Mario Correa e da estação de transbordo, solicitou estudo para identificar problemas em árvores com mais de 10 anos. Encaminhou pedido para transformar a unidade da Seleta em um posto nos moldes do PAM, a reativação do posto policial do Parque das Nações II, a implantação de um segundo Conselho Tutelar, recapeamento da rua Monte Alegre e construção de passarelas sobre as rodovias BR 163 e MS 156 em frente ao Jardim Guaicurus.

Em 2014 foram encaminhados ao poder executivo, 144 indicações com os mais diversos pedidos em atendimento às demandas das comunidades, e outros 33 requerimentos com questionamentos, principalmente, sobre ao andamento e aplicação de recursos em obras de pavimentação, de escolas, Ceim’s e praças. Foram ainda seis projetos, cinco moções, sete emendas indicativas, um diploma de honra ao mérito, um título cidadã benemérita. A vereadora, em parceria com o vereador Marcelo Mourão, realizou a audiência pública com o tema “Redes Sociais: Vitrine Para a Violência Escolar”.

Em 2015, foram encaminhadas 160 indicações, 32 requerimentos e ainda seis projetos, seis moções, 13 emendas legislativas, quatro decretos legislativos e ainda 89 ofícios, solicitando diretamente a secretarias e departamentos algumas intervenções em prol da comunidade.

Já no ano de 2016, foram 76 indicações só no primeiro semestre, com mais nove requerimentos, seis projetos encaminhados, 18 moções e a realização da audiência pública com o tema “Direitos Humanos, Direito à Moradia e Renda Básica de Cidadania”, em parceria com vereador Dirceu Longhi (PT) e que teve a presença do ex-senador Eduardo Suplicy. No segundo semestre, são 52 indicações e quatro requerimentos, segundo balanço divulgado pela assessoria.

Deixe seu Comentário

Leia Também